Adolescente de 14 anos é estuprada enquanto esperava ônibus para ir à escola

VIOLÊNCIA SEXUAL

Adolescente de 14 anos é estuprada enquanto esperava ônibus para ir à escola

Dois homens encapuzados renderam a adolescente e a levaram um matagal. Um dos criminosos disse que seria uma vingança contra um familiar da vítima

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

19 de setembro de 2017 às 15:21

Há 2 anos

Delegacia Municipal investiga o caso (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma adolescente de 14 anos foi estuprada, em Banabuiú, a 224 quilômetros de Fortaleza. Segundo a Polícia Militar, ela esperava o transporte escolar em uma estrada da localidade de Valença (zona rural de Banabuiú), quando foi abordada por dois homens encapuzados, que a levaram a um matagal.

Durante o percurso, ela desmaiou. O caso aconteceu na manhã de segunda-feira (18). “Quando acordou, estava quase sem as roupas e muito abalada”, relataram os policiais. A vítima, no entanto, contou aos policiais ter chegado a ouvir de um dos criminosos que o ato era uma “vingança” contra um familiar dela.

Apesar das buscas, a Polícia não encontrou suspeitos do crime. A estudante foi encaminhada ao Núcleo de Perícia Forense de Quixeramobim, a 70 quilômetros de Banabuiú, para realizar exame de corpo de delito.

Publicidade

Dê sua opinião

VIOLÊNCIA SEXUAL

Adolescente de 14 anos é estuprada enquanto esperava ônibus para ir à escola

Dois homens encapuzados renderam a adolescente e a levaram um matagal. Um dos criminosos disse que seria uma vingança contra um familiar da vítima

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

19 de setembro de 2017 às 15:21

Há 2 anos

Delegacia Municipal investiga o caso (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma adolescente de 14 anos foi estuprada, em Banabuiú, a 224 quilômetros de Fortaleza. Segundo a Polícia Militar, ela esperava o transporte escolar em uma estrada da localidade de Valença (zona rural de Banabuiú), quando foi abordada por dois homens encapuzados, que a levaram a um matagal.

Durante o percurso, ela desmaiou. O caso aconteceu na manhã de segunda-feira (18). “Quando acordou, estava quase sem as roupas e muito abalada”, relataram os policiais. A vítima, no entanto, contou aos policiais ter chegado a ouvir de um dos criminosos que o ato era uma “vingança” contra um familiar dela.

Apesar das buscas, a Polícia não encontrou suspeitos do crime. A estudante foi encaminhada ao Núcleo de Perícia Forense de Quixeramobim, a 70 quilômetros de Banabuiú, para realizar exame de corpo de delito.