Adolescentes são ameaçados de morte por facções para fazer ataques na onda de terror

PODER PARALELO

Adolescentes são ameaçados de morte por facções para fazer ataques na onda de terror

Cerca de 130 dos 383 capturados até aqui são adolescentes. Segundo a Defensoria Pública, parte deles disse que cometeu crimes por ordem expressa de facções

Por Jéssica Welma em Segurança Pública

17 de janeiro de 2019 às 07:00

Há 6 meses
Adolescentes são, pelo menos, 1/3 dos capturados por suspeitas de ataques. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Adolescentes são, pelo menos, 1/3 dos capturados por suspeitas de ataques. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Atualizada às 09h30min, da sexta-feira (18)

Pelo menos 1/3 dos capturados suspeitos de ataques criminosos no Ceará são adolescentes, segundo a Defensoria Pública do Estado. O cenário é grave e expõe a fragilidade na proteção a crianças e adolescentes, principalmente das periferias, em se envolverem com o crime. Com pagamentos que chegam a R$ 1.000 ou sob ameaças de morte e expulsão de residência, criminosos criam exército de adolescentes para atacar ônibus, postos de combustível, viadutos e prédios públicos.

A Defensoria Pública estima que, dos 383 capturados suspeitos dos ataques criminosos no Ceará até esta quinta-feira (17), cerca de 130 sejam adolescentes. O número não é exato, pois a Defensoria ainda está em processo de levantamento das informações.

“Hoje, a grande força desses coletivos criminais é o agenciamento de jovens. Ele acontece por meio de remunerações, mas também por meio de ameaças ou por processos que efetivamente têm início nos locais de moradia”, ressalta o sociólogo e pesquisador do Laboratório de Estudos sobre a Violência (LEV), da UFC, Fábio Paiva.

O defensor público, do Núcleo de Atendimento ao Jovem e Adolescente em Conflito com a Lei (Nuaja), Muniz Freire, elenca os três principais perfis de adolescentes cujos casos são acompanhados pelo núcleo.

“O primeiro perfil é do adolescentes que já está envolvido na criminalidade, que já teria um engajamento nas facções criminosas”, afirma.

O segundo perfil é de jovens que não têm relação direta com o crime, em alguns casos, têm passagens pela Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) por atos não muito graves, como pequenos furtos, mas que veem, nessa crise, uma oportunidade de ganhar dinheiro.

Informações extraoficiais colhidas pela Defensoria com as famílias mostram que a remuneração oferecida pelo crime pode chegar a R$ 1.000 dependendo do tipo de ataque. “Eles não falam. A gente não fica sabendo sobre eles, mas pelas famílias”, ressalta Muniz.

imagem de preso apagando pichações

Presos foram obrigados a apagar referências a facções em muros. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

“O terceiro perfil é o que mais tem causado angústia. São os adolescentes vítimas de ameaças para cometer esses atos”, afirma o defensor. Os relatos são de que criminosos ameaçam expulsar da residência ou matar a família do adolescente casos não aceitem cumprir as ordens. “A gente sabe de casos de (adolescentes) proibidos de ficar em suas residências, de visitar as famílias. Um cara chega na casa dele, armado e diz: ‘Se você não for fazer (o crime), a gente mata a sua família'”, conta Muniz.

A situação se agrava porque muitos deles optam por não falar sobre as ameaças com medo de novas violências. “Ele prefere não relatar com medo de retratação e cumpre a pena”, destaca.

A Defensoria não tem estimativa de quantos adolescentes se encaixam em cada perfil. Na semana mais crítica dos ataque, entre 6 e 12 de janeiro, eram apreendidos, em média, 20 adolescentes por dia, segundo o defensor.

Direitos assegurados

A presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Beatriz Xavier, ressalta que o órgão, ainda não instalado no novo governo devido ao processo de transição, tem recebido denúncias anônimas, principalmente de mães.

“Temos preocupações muito grandes porque temos notícias de que adolescentes, desde os 13 anos de idade, têm sido apreendidos. Não temos transparência nessas prisões, não sabemos se está sendo respeitado o processo legal”, aponta Xavier.

Nem a Defensoria Pública nem o Conselho têm informações exatas sobre o total de adolescentes apreendidos e qual o destino de cada caso. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social não divulga quantos, entre os capturados, são adolescentes.

Por causa dos ataques, a frota de ônibus foi reduzida, especialmente no final de semana, e pontos turísticos, como Centro Fashion, foram fechados. (FOTO: Dorian Girão / TV Jangadeiro)

Por causa dos ataques, a frota de ônibus foi reduzida, especialmente no final de semana, e pontos turísticos, como Centro Fashion, foram fechados. (FOTO: Dorian Girão / TV Jangadeiro)

“Junta com denúncias pontuais que temos recebido, como adolescentes que estão sendo obrigados a cumprir medida sem que tenham sido processados devidamente. A gente não sabe para onde cada um está sendo levado. A gente sabe que vão para a delegacia especializada, mas, de lá, não temos referência de como estão sendo tratados”, lamenta a presidente do Conselho.

A dificuldade na coleta de informações se agrava porque, oficialmente, o Conselho não está funcionando. Com a separação da Secretaria da Justiça em Secretaria de Administração Penitenciária e Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos, o Conselho não foi instado na pasta de Direitos Humanos.

“A própria secretaria de Proteção Social ainda está se estruturando. Essa crise inteira e o sistema de direitos humanos está desarticulado”, lamenta Beatriz. A crise, que começou em 2 de janeiro, logo após a posse do 2° mandato de Camilo Santana (PT) atropelou o processo de transição.

“A gente entende que é necessário intervir na questão da segurança pública, mas é fundamental que as garantias mínimas das pessoas, não apenas das pessoas que compõem o sistema penitenciário e socioeducativo, mas da população em geral, estejam garantidos”, reforça a presidente do Conselho.

Muniz frisa que a Defensoria Pública expediu recomendação aos órgãos de segurança pedindo que fosse respeitado o processo legal. Ele cita casos como adolescentes sendo obrigados a pintarem muros com pichação e mandados de busca coletivos que tratam as pessoas da comunidade como se todas tivessem envolvimento com o crime.

O sociólogo Fábio Paiva pontua que é preciso entender as razões de envolvimento de jovens com o crime. “Temos que atuar em certas causalidades que não necessariamente exigem apenas o trabalho policial, mas um trabalho de prevenção, de assistência social, de proteção social, para que crianças e adolescentes não vejam nesses grupos uma alternativa ou mesmo um destino do qual eles não conseguem se desviar”, afirma.

Correção: A primeira versão desta matéria dizia que o número de adolescentes não é exato devido ao recesso na Defensoria até 6 de janeiro. O correto é que o atendimento, no início da crise, foi mantido pelos defensores plantonistas.

Veja matéria da TV Jangadeiro/SBT:

http://mais.uol.com.br/view/16598678

Confira a cobertura sobre o caso:

16/1 – Bandidos fazem arrastão em UPA, ordenam fechamento e ameaçam incendiar prédio

16/1 – Bandidos tentam incendiar torre de telefonia em Fortaleza, mas ação é frustrada pela polícia

15/1 – Fones da Polícia receberam cerca de 310 denúncias por dia durante onda de terror

15/1 – “O governador Camilo tem o estado sob controle”, avalia presidente da Câmara

15/1 – Baixo número de vítimas indica que ataques têm objetivo claro de atingir patrimônios

15/1 – Chega a 375 o número de presos por suspeita de participação em ataques no Ceará

15/1 – Para especialista, novo secretário não resolveu crise no RN e terá dificuldades no CE

15/1 – Onda de terror chega ao 14º dia com mais um ataque a ônibus em Fortaleza

15/1 – Explosivos recuperados pela polícia não correspondem ao total da carga roubada em Aquiraz

15/1 – Mochila que causou isolamento do terminal de Messejana tinha apenas fralda e papéis molhados

15/1 – Chega a 373 o número de presos suspeitos de participação em ataques no Ceará

15/1 – Terminal de ônibus é isolado por suspeita de explosivo dentro de mochila

15/1 – Ceará tem primeira madrugada sem registro de ataques após onda de violência do crime organizado

15/1 – Pontes e viadutos devem passar por obras emergenciais de reconstrução

14/1 – Banda de forró faz campanha para recuperar prejuízo de ônibus incendiado em ataque

14/1 – Onda de terror faz movimentação na Praia do Futuro cair 30%

14/1 – Carga de explosivos apreendida estava sob domínio do Comando Vermelho, diz General Theophilo

14/1 – Cearenses que vivem no exterior relatam aflição ao acompanhar à distância a onda de terror

14/1 – Lei da Recompensa pagará até R$ 30 mil por informações de crimes, anuncia Camilo Santana

14/1 – Falta de energia por ataques criminosos pode ser denunciada ao Decon

14/1 – Ataque a concessionária deixou quase 30 carros danificados

14/1 – Onda de terror registra quase uma explosão por dia em pontes, viadutos e passarelas do Ceará

14/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 13º dia, com menor número de ataques

14/1 – Busca por “ataques em Fortaleza” no Google é 25 vezes maior do que nas últimas ondas de terror

14/1 – Sobe para 358 o total de capturados por suspeita de envolvimento em onda de terror no Ceará

14/1 – Ceará tem 1ª madrugada sem atentados após duas semanas; Fortaleza atinge 100º ataque

13/1 – Granada é arremessada em estação da Linha Leste do metrô em Fortaleza

13/1 – Forças de segurança capturaram 353 suspeitos de crimes em 12 dias de onda de terror no Ceará

13/1 – Duas pontes são alvos de criminosos no Ceará em menos de 24h; uma delas está parcialmente interditada

13/1 – Sobe para 347 o número de presos suspeitos de participação em onda de terror no Ceará

13/1 – Onda de terror chega ao 12º dia com ataques a prédios públicos no Ceará

13/1 – Lei que recompensa informações sobre atos criminosos é aprovada na Assembleia

12/1 – Explosivos apreendidos eram de carga roubada no Aquiraz, confirma Polícia Civil

12/1 – BR 020 é bloqueada após ataque à torre de energia em Maracanaú

12/1 – 330 pessoas já foram presas por participação em onda de terror no Ceará

12/1 – Ceará chega ao 11º dia de ataques com explosões em torre de energia e concessionária de carros

11/1 – Camilo quer recompensar com dinheiro quem informar sobre atos criminosos à polícia

11/1 – Ônibus circularão com frota reduzida a partir das 15h deste sábado

11/1 – Taxa de ocupação hoteleira no Ceará está 15% menor que a expectativa

11/1 – Sobe para 319 o número de presos suspeitos de participação em onda de terror no Ceará

11/1 – Mais de 400 agentes da Força Nacional atuam no Ceará em onda de ataques

11/1 – Camilo convoca sessão extraordinária com Assembleia para discutir onda de terror no Ceará

11/1 – Ônibus é incendiado no Itaperi, e fogo é controlado por moradores

11/1 – Onda de terror em Fortaleza atinge todas as Regionais; Confira em mapa interativo

11/1 – Polícia investiga se explosivos usados em ataques foram roubados em ação no fim de 2018

11/1 – Ônibus e metrô de Fortaleza operam em regime especial; veja como funciona

11/1 – Aeronave da Força Nacional deve chegar ao Ceará para ajudar em operações contra ataques

11/1 – Bolsonaro cita ataques no Ceará para defender mudanças na legislação criminal

11/1 – Números de presos por ataques já passa de 300; Mais 15 líderes de facções vão para o RN

11/1 – Onda de terror chega ao 10º dia com atentados a viadutos e subestação da Chesf

10/1 – Secretário já havia atuado em presídios do Ceará, e impôs rotina de trabalho que segue até hoje

10/1 – Prejuízo da onda de ataques pode chegar a R$ 18 milhões no Ceará

10/1 – “Declarações de secretários motivam facções a praticar ações mais ousadas”, diz sociólogo

10/1 – Usuários reclamam da demora de ônibus e ausência de linhas; Sindionibus nega

10/1 – Posto de combustíveis de Fortaleza sofre 2º atentado na onda de terror no Ceará

10/1 – Sobe para 277 o número de presos por suspeita de participação em ataques no Ceará

10/1 – Onda de terror chega ao 9º dia, com incêndio a ônibus e prédios e bomba em metrô

10/1 – Bandidos explodem bomba na base do viaduto do metrô da Parangaba, em Fortaleza

9/1 – Chega a 239 o número de presos suspeitos de participação em ataques no Ceará

9/1 – Esquadrão Antibomba é acionado para retirar suspeita de explosivo em viaduto do VLT na Parangaba

9/1 – Dupla é presa distribuindo panfletos com ameaças a comerciantes durante onda de ataques

9/1 – Coleta de lixo é realizada em Fortaleza apenas sob escolta policial

9/1 – Cadeia de onde 23 detentos fugiram contava com laboratório de drogas dentro das celas

9/1 – Trégua de facções no Ceará faz índices de homicídios caírem em janeiro

9/1 – Prefeitura de Morrinhos põe veículos em praça pública para evitar novos ataques

9/1 – Presos transferidos para o RN fizeram ameaças a eleitores de Bolsonaro nas eleições

9/1 – Camilo critica “omissão” do PT na segurança durante gestões no Governo Federal

9/1 – Bandidos passam a quebrar lâmpadas de postes para deixar ruas de Fortaleza às escuras

9/1 – Polícia obriga bandidos a pintar muro onde haviam pichado ameaças em Fortaleza

9/1 – Ônibus de Fortaleza voltam a circular com 100% da frota, garante Sindionibus

9/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 8º dia, mas perde força em número de ataques

8/1 – 20 presos devem ser transferidos para sistema prisional de segurança máxima

8/1 – Comércio estima queda de 80% nas vendas por conta de ataques criminosos

8/1 – “População tem que ir às ruas, não podemos nos amedrontar”, defende coronel da PM

8/1 – Prefeitura descontará salário de profissionais que faltarem o trabalho em postos de saúde

8/1 – Em 1 semana, Fortaleza já tem metade do número de ônibus incendiados em 2018

8/1 – Governador vira o principal porta-voz das ações da Polícia durante a onda de terror

8/1 – 2º dia de “toque de recolher” tem comércios e postos de saúde fechados em Fortaleza

8/1 – Nova gestão retira tomadas elétricas de celas em presídios cearenses

8/1 – Instrutor de autoescola fica em estado grave após ter carro incendiado em ataque

8/1 – Trio é preso após gravar vídeo comemorando fechamento de comércio em ‘toque de recolher’

8/1 – Bandidos explodem bomba em ponte na BR-222, em Caucaia, em mais um ataque

8/1 – Linha Oeste do metrô em Fortaleza é paralisada por suspeita de bomba nos trilhos

8/1 – Frota de Fortaleza opera em quase 100%, apesar de ataques, garante o Sindiônibus

8/1 – Sobe para 168 o número de presos por suspeita de participação em ataques no Ceará

8/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 7º dia, ganha força e se espalha pelo interior

7/1 – Fortaleza recebe mais 200 agentes da Força Nacional; efetivo supera 500 policiais federais

7/1 – Comércios são fechados por todo o Ceará após ordem de facções criminosas

7/1 – Carro de empresa telefônica é incendiado enquanto funcionários realizavam serviço em poste

7/1 – Ataques de facções a delegacias são previsíveis, afirma Sinpol

7/1 – Quem é o novo secretário que endureceu a relação com os presos no Ceará

7/1 – Patrimônio privado vira novo alvo dos ataques na onda de terror de 2019 no Ceará

7/1 – Mais uma bíblia fica intacta após casa ser incendiada em Fortaleza

7/1 – Governo disponibiliza telefone para população denunciar autores de ataques no Ceará

7/1 – Já existiam ameaças, mas seria impossível evitar todos os ataques, diz secretário da Casa Civil 

7/1 – Caminhão é incendiado a 700 metros de onde a Força Nacional está instalada 

7/1 – Sobe para 148 o número de presos na onda de ataques que causa terror no Ceará 

7/1 – Onda de ataques deve migrar para o interior do Ceará, alerta especialista em segurança

7/1 – Facções ordenam fechamento de estabelecimentos em Fortaleza e mais 4 cidades

7/1 – Onda de ataques prejudica turismo em meio à alta estação em Fortaleza

7/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 6º dia de ataques; Líderes de facções são transferidos

7/1 – Sindionibus espera a chegada de policiais para ter toda a frota de Fortaleza em circulação

6/1 – Caminhão é incendiado na Rodovia Estruturante, em Caucaia, no fim da tarde deste domingo

6/1 – Frota de ônibus funcionará normalmente na Grande Fortaleza nesta segunda-feira, diz Sindiônibus

6/1 – Bíblia fica intacta após caminhão ser destruído em ataque em Fortaleza

6/1 – Ataque à antena de telefonia deixa 12 cidades do interior do Ceará sem sinal

6/1 – PMs da Bahia especializados em patrulhamento e explosivistas vão atuar no interior do Ceará

6/1 – Frota de veículos de Ibaretama é destruída em ataque: “triste realidade”, diz gestor da Prefeitura

6/1 – Jericoacoara sofre 2º ataque criminoso em incêndio a veículos estacionados na Prefeitura

6/1 – Fortaleza segue com apenas 108 ônibus atendendo toda a cidade

6/1 – Ponte é explodida e fica com buracos na estrutura na BR-116

6/1 – Onda de terror chega ao 5º dia, se espalha pelo interior e já soma mais de 100 ataques

5/1 – Visitas a detentos das CPPLs 1 e 3 estão suspensas neste final de semana

5/1 – Onda de ataques chega a Jericoacoara, em incêndio a ônibus escolar em creche

5/1 – “Endureceremos cada vez mais contra o crime”, diz Camilo Santana no 4° dia de ataques

5/1 – SSPDS afirma que é falsa nota nas redes sociais que determina toque de recolher no Ceará

5/1 – Maior onda de terror da história do Ceará: Veja o número atualizado de ataques de facções

5/1 – Pichações dizem que onda de ataques só vai parar com saída de secretário

5/1 – Milhares de frangos são queimados vivos após incêndio de caminhão

5/1 – Carros estacionados em shopping são incendiados em ataque

5/1 – Fortaleza e interior vivem mais uma noite de ataques, apesar da chegada da Força Nacional

5/1 – Veja quais linhas de ônibus circulam neste sábado em Fortaleza

4/1 –  “Para resolver o problema das ruas precisamos resolver o dos presídios primeiro”, diz Capitão Wagner

4/1 – Ônibus passam a circular com 3 policiais em cada veículo em Fortaleza

4/1 – 100% das vans de Fortaleza são retiradas de circulação para evitar ataques de facções 

4/1 – Bolsonaro cutuca Camilo ao enviar Força Nacional ao Ceará: “Posição radical contra nós”

4/1 – “Estado perdeu domínio dos presídios e dos bairros onde as facções atuam”, avalia especialista

4/1 – Governo adota reforço na segurança para resguardar Palácio da Abolição

4/1 – Carros de empresas de água e energia são incendiados no Ceará

4/1 – Chefe da operação da Força Nacional será um ex-comandante da elite da PM-CE, indica General Theophilo

4/1 – Coleta de lixo é parcialmente suspensa em Fortaleza devido à onda de ataques

4/1 – “Não recuaremos”, garante secretário de segurança após terrorismo de facções no Ceará

4/1 – Camilo amplia gabinete de crise e confirma 45 prisões de suspeitos de ataques

4/1 – Frota de ônibus de Fortaleza é reduzida a 30% nesta sexta, por segurança contra ataques

4/1 – Concessionária de Fortaleza tem 6 carros incendiados em onda de ataques de facções

4/1 – Viaduto de Caucaia que sofreu explosão recebe operação para evitar desabamento

4/1 – Força Nacional deve chegar ao Ceará até este sábado, com 300 agentes e 30 carros

4/1 – Ceará atinge 3º dia de onda de terror com ataques a ônibus e prédios públicos e privados

4/1 – “Declaração do secretário sobre mudanças em presídios instigou ataques”, avalia especialista

3/1 – Entenda como é a separação dos presídios por facções criminosas no Ceará

3/1 – Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

3/1 – Casal de idosos e motorista ficam feridos após ataque a ônibus 

3/1 – Camilo Santana pede apoio da Força Nacional e do Exército após ataques no Ceará 

3/1 – “Pensei que era um meteoro”, diz moradora após explosão em viaduto de Caucaia

3/1 – Secretário opta por não comentar ataques registrados um dia após anunciar mudanças em presídios 

3/1 – Polícia prende 9 suspeitos de envolvimento na onda de ataques na Grande Fortaleza

3/1 – Cartas espalhadas em viaduto atacado ameaçam Governo por mudanças no sistema prisional 

3/1 – Ônibus de Fortaleza vão circular normalmente mesmo após ataques, garante Sindiônibus

3/1 – General Theophilo oferece intervenção federal após ataques no Ceará: “Está na mão do governador”

3/1 – Grande Fortaleza sofre onda de ataques um dia após secretário anunciar fim da divisão de facções em presídios

2/1 – “Haverá matança, se juntar detentos de facções diferentes no mesmo presídio”, alerta Copen

2/1 – Novo secretário promete fim da divisão de presídios por facções no Ceará

Publicidade

Dê sua opinião

PODER PARALELO

Adolescentes são ameaçados de morte por facções para fazer ataques na onda de terror

Cerca de 130 dos 383 capturados até aqui são adolescentes. Segundo a Defensoria Pública, parte deles disse que cometeu crimes por ordem expressa de facções

Por Jéssica Welma em Segurança Pública

17 de janeiro de 2019 às 07:00

Há 6 meses
Adolescentes são, pelo menos, 1/3 dos capturados por suspeitas de ataques. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Adolescentes são, pelo menos, 1/3 dos capturados por suspeitas de ataques. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Atualizada às 09h30min, da sexta-feira (18)

Pelo menos 1/3 dos capturados suspeitos de ataques criminosos no Ceará são adolescentes, segundo a Defensoria Pública do Estado. O cenário é grave e expõe a fragilidade na proteção a crianças e adolescentes, principalmente das periferias, em se envolverem com o crime. Com pagamentos que chegam a R$ 1.000 ou sob ameaças de morte e expulsão de residência, criminosos criam exército de adolescentes para atacar ônibus, postos de combustível, viadutos e prédios públicos.

A Defensoria Pública estima que, dos 383 capturados suspeitos dos ataques criminosos no Ceará até esta quinta-feira (17), cerca de 130 sejam adolescentes. O número não é exato, pois a Defensoria ainda está em processo de levantamento das informações.

“Hoje, a grande força desses coletivos criminais é o agenciamento de jovens. Ele acontece por meio de remunerações, mas também por meio de ameaças ou por processos que efetivamente têm início nos locais de moradia”, ressalta o sociólogo e pesquisador do Laboratório de Estudos sobre a Violência (LEV), da UFC, Fábio Paiva.

O defensor público, do Núcleo de Atendimento ao Jovem e Adolescente em Conflito com a Lei (Nuaja), Muniz Freire, elenca os três principais perfis de adolescentes cujos casos são acompanhados pelo núcleo.

“O primeiro perfil é do adolescentes que já está envolvido na criminalidade, que já teria um engajamento nas facções criminosas”, afirma.

O segundo perfil é de jovens que não têm relação direta com o crime, em alguns casos, têm passagens pela Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) por atos não muito graves, como pequenos furtos, mas que veem, nessa crise, uma oportunidade de ganhar dinheiro.

Informações extraoficiais colhidas pela Defensoria com as famílias mostram que a remuneração oferecida pelo crime pode chegar a R$ 1.000 dependendo do tipo de ataque. “Eles não falam. A gente não fica sabendo sobre eles, mas pelas famílias”, ressalta Muniz.

imagem de preso apagando pichações

Presos foram obrigados a apagar referências a facções em muros. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

“O terceiro perfil é o que mais tem causado angústia. São os adolescentes vítimas de ameaças para cometer esses atos”, afirma o defensor. Os relatos são de que criminosos ameaçam expulsar da residência ou matar a família do adolescente casos não aceitem cumprir as ordens. “A gente sabe de casos de (adolescentes) proibidos de ficar em suas residências, de visitar as famílias. Um cara chega na casa dele, armado e diz: ‘Se você não for fazer (o crime), a gente mata a sua família'”, conta Muniz.

A situação se agrava porque muitos deles optam por não falar sobre as ameaças com medo de novas violências. “Ele prefere não relatar com medo de retratação e cumpre a pena”, destaca.

A Defensoria não tem estimativa de quantos adolescentes se encaixam em cada perfil. Na semana mais crítica dos ataque, entre 6 e 12 de janeiro, eram apreendidos, em média, 20 adolescentes por dia, segundo o defensor.

Direitos assegurados

A presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Beatriz Xavier, ressalta que o órgão, ainda não instalado no novo governo devido ao processo de transição, tem recebido denúncias anônimas, principalmente de mães.

“Temos preocupações muito grandes porque temos notícias de que adolescentes, desde os 13 anos de idade, têm sido apreendidos. Não temos transparência nessas prisões, não sabemos se está sendo respeitado o processo legal”, aponta Xavier.

Nem a Defensoria Pública nem o Conselho têm informações exatas sobre o total de adolescentes apreendidos e qual o destino de cada caso. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social não divulga quantos, entre os capturados, são adolescentes.

Por causa dos ataques, a frota de ônibus foi reduzida, especialmente no final de semana, e pontos turísticos, como Centro Fashion, foram fechados. (FOTO: Dorian Girão / TV Jangadeiro)

Por causa dos ataques, a frota de ônibus foi reduzida, especialmente no final de semana, e pontos turísticos, como Centro Fashion, foram fechados. (FOTO: Dorian Girão / TV Jangadeiro)

“Junta com denúncias pontuais que temos recebido, como adolescentes que estão sendo obrigados a cumprir medida sem que tenham sido processados devidamente. A gente não sabe para onde cada um está sendo levado. A gente sabe que vão para a delegacia especializada, mas, de lá, não temos referência de como estão sendo tratados”, lamenta a presidente do Conselho.

A dificuldade na coleta de informações se agrava porque, oficialmente, o Conselho não está funcionando. Com a separação da Secretaria da Justiça em Secretaria de Administração Penitenciária e Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos, o Conselho não foi instado na pasta de Direitos Humanos.

“A própria secretaria de Proteção Social ainda está se estruturando. Essa crise inteira e o sistema de direitos humanos está desarticulado”, lamenta Beatriz. A crise, que começou em 2 de janeiro, logo após a posse do 2° mandato de Camilo Santana (PT) atropelou o processo de transição.

“A gente entende que é necessário intervir na questão da segurança pública, mas é fundamental que as garantias mínimas das pessoas, não apenas das pessoas que compõem o sistema penitenciário e socioeducativo, mas da população em geral, estejam garantidos”, reforça a presidente do Conselho.

Muniz frisa que a Defensoria Pública expediu recomendação aos órgãos de segurança pedindo que fosse respeitado o processo legal. Ele cita casos como adolescentes sendo obrigados a pintarem muros com pichação e mandados de busca coletivos que tratam as pessoas da comunidade como se todas tivessem envolvimento com o crime.

O sociólogo Fábio Paiva pontua que é preciso entender as razões de envolvimento de jovens com o crime. “Temos que atuar em certas causalidades que não necessariamente exigem apenas o trabalho policial, mas um trabalho de prevenção, de assistência social, de proteção social, para que crianças e adolescentes não vejam nesses grupos uma alternativa ou mesmo um destino do qual eles não conseguem se desviar”, afirma.

Correção: A primeira versão desta matéria dizia que o número de adolescentes não é exato devido ao recesso na Defensoria até 6 de janeiro. O correto é que o atendimento, no início da crise, foi mantido pelos defensores plantonistas.

Veja matéria da TV Jangadeiro/SBT:

http://mais.uol.com.br/view/16598678

Confira a cobertura sobre o caso:

16/1 – Bandidos fazem arrastão em UPA, ordenam fechamento e ameaçam incendiar prédio

16/1 – Bandidos tentam incendiar torre de telefonia em Fortaleza, mas ação é frustrada pela polícia

15/1 – Fones da Polícia receberam cerca de 310 denúncias por dia durante onda de terror

15/1 – “O governador Camilo tem o estado sob controle”, avalia presidente da Câmara

15/1 – Baixo número de vítimas indica que ataques têm objetivo claro de atingir patrimônios

15/1 – Chega a 375 o número de presos por suspeita de participação em ataques no Ceará

15/1 – Para especialista, novo secretário não resolveu crise no RN e terá dificuldades no CE

15/1 – Onda de terror chega ao 14º dia com mais um ataque a ônibus em Fortaleza

15/1 – Explosivos recuperados pela polícia não correspondem ao total da carga roubada em Aquiraz

15/1 – Mochila que causou isolamento do terminal de Messejana tinha apenas fralda e papéis molhados

15/1 – Chega a 373 o número de presos suspeitos de participação em ataques no Ceará

15/1 – Terminal de ônibus é isolado por suspeita de explosivo dentro de mochila

15/1 – Ceará tem primeira madrugada sem registro de ataques após onda de violência do crime organizado

15/1 – Pontes e viadutos devem passar por obras emergenciais de reconstrução

14/1 – Banda de forró faz campanha para recuperar prejuízo de ônibus incendiado em ataque

14/1 – Onda de terror faz movimentação na Praia do Futuro cair 30%

14/1 – Carga de explosivos apreendida estava sob domínio do Comando Vermelho, diz General Theophilo

14/1 – Cearenses que vivem no exterior relatam aflição ao acompanhar à distância a onda de terror

14/1 – Lei da Recompensa pagará até R$ 30 mil por informações de crimes, anuncia Camilo Santana

14/1 – Falta de energia por ataques criminosos pode ser denunciada ao Decon

14/1 – Ataque a concessionária deixou quase 30 carros danificados

14/1 – Onda de terror registra quase uma explosão por dia em pontes, viadutos e passarelas do Ceará

14/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 13º dia, com menor número de ataques

14/1 – Busca por “ataques em Fortaleza” no Google é 25 vezes maior do que nas últimas ondas de terror

14/1 – Sobe para 358 o total de capturados por suspeita de envolvimento em onda de terror no Ceará

14/1 – Ceará tem 1ª madrugada sem atentados após duas semanas; Fortaleza atinge 100º ataque

13/1 – Granada é arremessada em estação da Linha Leste do metrô em Fortaleza

13/1 – Forças de segurança capturaram 353 suspeitos de crimes em 12 dias de onda de terror no Ceará

13/1 – Duas pontes são alvos de criminosos no Ceará em menos de 24h; uma delas está parcialmente interditada

13/1 – Sobe para 347 o número de presos suspeitos de participação em onda de terror no Ceará

13/1 – Onda de terror chega ao 12º dia com ataques a prédios públicos no Ceará

13/1 – Lei que recompensa informações sobre atos criminosos é aprovada na Assembleia

12/1 – Explosivos apreendidos eram de carga roubada no Aquiraz, confirma Polícia Civil

12/1 – BR 020 é bloqueada após ataque à torre de energia em Maracanaú

12/1 – 330 pessoas já foram presas por participação em onda de terror no Ceará

12/1 – Ceará chega ao 11º dia de ataques com explosões em torre de energia e concessionária de carros

11/1 – Camilo quer recompensar com dinheiro quem informar sobre atos criminosos à polícia

11/1 – Ônibus circularão com frota reduzida a partir das 15h deste sábado

11/1 – Taxa de ocupação hoteleira no Ceará está 15% menor que a expectativa

11/1 – Sobe para 319 o número de presos suspeitos de participação em onda de terror no Ceará

11/1 – Mais de 400 agentes da Força Nacional atuam no Ceará em onda de ataques

11/1 – Camilo convoca sessão extraordinária com Assembleia para discutir onda de terror no Ceará

11/1 – Ônibus é incendiado no Itaperi, e fogo é controlado por moradores

11/1 – Onda de terror em Fortaleza atinge todas as Regionais; Confira em mapa interativo

11/1 – Polícia investiga se explosivos usados em ataques foram roubados em ação no fim de 2018

11/1 – Ônibus e metrô de Fortaleza operam em regime especial; veja como funciona

11/1 – Aeronave da Força Nacional deve chegar ao Ceará para ajudar em operações contra ataques

11/1 – Bolsonaro cita ataques no Ceará para defender mudanças na legislação criminal

11/1 – Números de presos por ataques já passa de 300; Mais 15 líderes de facções vão para o RN

11/1 – Onda de terror chega ao 10º dia com atentados a viadutos e subestação da Chesf

10/1 – Secretário já havia atuado em presídios do Ceará, e impôs rotina de trabalho que segue até hoje

10/1 – Prejuízo da onda de ataques pode chegar a R$ 18 milhões no Ceará

10/1 – “Declarações de secretários motivam facções a praticar ações mais ousadas”, diz sociólogo

10/1 – Usuários reclamam da demora de ônibus e ausência de linhas; Sindionibus nega

10/1 – Posto de combustíveis de Fortaleza sofre 2º atentado na onda de terror no Ceará

10/1 – Sobe para 277 o número de presos por suspeita de participação em ataques no Ceará

10/1 – Onda de terror chega ao 9º dia, com incêndio a ônibus e prédios e bomba em metrô

10/1 – Bandidos explodem bomba na base do viaduto do metrô da Parangaba, em Fortaleza

9/1 – Chega a 239 o número de presos suspeitos de participação em ataques no Ceará

9/1 – Esquadrão Antibomba é acionado para retirar suspeita de explosivo em viaduto do VLT na Parangaba

9/1 – Dupla é presa distribuindo panfletos com ameaças a comerciantes durante onda de ataques

9/1 – Coleta de lixo é realizada em Fortaleza apenas sob escolta policial

9/1 – Cadeia de onde 23 detentos fugiram contava com laboratório de drogas dentro das celas

9/1 – Trégua de facções no Ceará faz índices de homicídios caírem em janeiro

9/1 – Prefeitura de Morrinhos põe veículos em praça pública para evitar novos ataques

9/1 – Presos transferidos para o RN fizeram ameaças a eleitores de Bolsonaro nas eleições

9/1 – Camilo critica “omissão” do PT na segurança durante gestões no Governo Federal

9/1 – Bandidos passam a quebrar lâmpadas de postes para deixar ruas de Fortaleza às escuras

9/1 – Polícia obriga bandidos a pintar muro onde haviam pichado ameaças em Fortaleza

9/1 – Ônibus de Fortaleza voltam a circular com 100% da frota, garante Sindionibus

9/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 8º dia, mas perde força em número de ataques

8/1 – 20 presos devem ser transferidos para sistema prisional de segurança máxima

8/1 – Comércio estima queda de 80% nas vendas por conta de ataques criminosos

8/1 – “População tem que ir às ruas, não podemos nos amedrontar”, defende coronel da PM

8/1 – Prefeitura descontará salário de profissionais que faltarem o trabalho em postos de saúde

8/1 – Em 1 semana, Fortaleza já tem metade do número de ônibus incendiados em 2018

8/1 – Governador vira o principal porta-voz das ações da Polícia durante a onda de terror

8/1 – 2º dia de “toque de recolher” tem comércios e postos de saúde fechados em Fortaleza

8/1 – Nova gestão retira tomadas elétricas de celas em presídios cearenses

8/1 – Instrutor de autoescola fica em estado grave após ter carro incendiado em ataque

8/1 – Trio é preso após gravar vídeo comemorando fechamento de comércio em ‘toque de recolher’

8/1 – Bandidos explodem bomba em ponte na BR-222, em Caucaia, em mais um ataque

8/1 – Linha Oeste do metrô em Fortaleza é paralisada por suspeita de bomba nos trilhos

8/1 – Frota de Fortaleza opera em quase 100%, apesar de ataques, garante o Sindiônibus

8/1 – Sobe para 168 o número de presos por suspeita de participação em ataques no Ceará

8/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 7º dia, ganha força e se espalha pelo interior

7/1 – Fortaleza recebe mais 200 agentes da Força Nacional; efetivo supera 500 policiais federais

7/1 – Comércios são fechados por todo o Ceará após ordem de facções criminosas

7/1 – Carro de empresa telefônica é incendiado enquanto funcionários realizavam serviço em poste

7/1 – Ataques de facções a delegacias são previsíveis, afirma Sinpol

7/1 – Quem é o novo secretário que endureceu a relação com os presos no Ceará

7/1 – Patrimônio privado vira novo alvo dos ataques na onda de terror de 2019 no Ceará

7/1 – Mais uma bíblia fica intacta após casa ser incendiada em Fortaleza

7/1 – Governo disponibiliza telefone para população denunciar autores de ataques no Ceará

7/1 – Já existiam ameaças, mas seria impossível evitar todos os ataques, diz secretário da Casa Civil 

7/1 – Caminhão é incendiado a 700 metros de onde a Força Nacional está instalada 

7/1 – Sobe para 148 o número de presos na onda de ataques que causa terror no Ceará 

7/1 – Onda de ataques deve migrar para o interior do Ceará, alerta especialista em segurança

7/1 – Facções ordenam fechamento de estabelecimentos em Fortaleza e mais 4 cidades

7/1 – Onda de ataques prejudica turismo em meio à alta estação em Fortaleza

7/1 – Onda de terror no Ceará chega ao 6º dia de ataques; Líderes de facções são transferidos

7/1 – Sindionibus espera a chegada de policiais para ter toda a frota de Fortaleza em circulação

6/1 – Caminhão é incendiado na Rodovia Estruturante, em Caucaia, no fim da tarde deste domingo

6/1 – Frota de ônibus funcionará normalmente na Grande Fortaleza nesta segunda-feira, diz Sindiônibus

6/1 – Bíblia fica intacta após caminhão ser destruído em ataque em Fortaleza

6/1 – Ataque à antena de telefonia deixa 12 cidades do interior do Ceará sem sinal

6/1 – PMs da Bahia especializados em patrulhamento e explosivistas vão atuar no interior do Ceará

6/1 – Frota de veículos de Ibaretama é destruída em ataque: “triste realidade”, diz gestor da Prefeitura

6/1 – Jericoacoara sofre 2º ataque criminoso em incêndio a veículos estacionados na Prefeitura

6/1 – Fortaleza segue com apenas 108 ônibus atendendo toda a cidade

6/1 – Ponte é explodida e fica com buracos na estrutura na BR-116

6/1 – Onda de terror chega ao 5º dia, se espalha pelo interior e já soma mais de 100 ataques

5/1 – Visitas a detentos das CPPLs 1 e 3 estão suspensas neste final de semana

5/1 – Onda de ataques chega a Jericoacoara, em incêndio a ônibus escolar em creche

5/1 – “Endureceremos cada vez mais contra o crime”, diz Camilo Santana no 4° dia de ataques

5/1 – SSPDS afirma que é falsa nota nas redes sociais que determina toque de recolher no Ceará

5/1 – Maior onda de terror da história do Ceará: Veja o número atualizado de ataques de facções

5/1 – Pichações dizem que onda de ataques só vai parar com saída de secretário

5/1 – Milhares de frangos são queimados vivos após incêndio de caminhão

5/1 – Carros estacionados em shopping são incendiados em ataque

5/1 – Fortaleza e interior vivem mais uma noite de ataques, apesar da chegada da Força Nacional

5/1 – Veja quais linhas de ônibus circulam neste sábado em Fortaleza

4/1 –  “Para resolver o problema das ruas precisamos resolver o dos presídios primeiro”, diz Capitão Wagner

4/1 – Ônibus passam a circular com 3 policiais em cada veículo em Fortaleza

4/1 – 100% das vans de Fortaleza são retiradas de circulação para evitar ataques de facções 

4/1 – Bolsonaro cutuca Camilo ao enviar Força Nacional ao Ceará: “Posição radical contra nós”

4/1 – “Estado perdeu domínio dos presídios e dos bairros onde as facções atuam”, avalia especialista

4/1 – Governo adota reforço na segurança para resguardar Palácio da Abolição

4/1 – Carros de empresas de água e energia são incendiados no Ceará

4/1 – Chefe da operação da Força Nacional será um ex-comandante da elite da PM-CE, indica General Theophilo

4/1 – Coleta de lixo é parcialmente suspensa em Fortaleza devido à onda de ataques

4/1 – “Não recuaremos”, garante secretário de segurança após terrorismo de facções no Ceará

4/1 – Camilo amplia gabinete de crise e confirma 45 prisões de suspeitos de ataques

4/1 – Frota de ônibus de Fortaleza é reduzida a 30% nesta sexta, por segurança contra ataques

4/1 – Concessionária de Fortaleza tem 6 carros incendiados em onda de ataques de facções

4/1 – Viaduto de Caucaia que sofreu explosão recebe operação para evitar desabamento

4/1 – Força Nacional deve chegar ao Ceará até este sábado, com 300 agentes e 30 carros

4/1 – Ceará atinge 3º dia de onda de terror com ataques a ônibus e prédios públicos e privados

4/1 – “Declaração do secretário sobre mudanças em presídios instigou ataques”, avalia especialista

3/1 – Entenda como é a separação dos presídios por facções criminosas no Ceará

3/1 – Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

3/1 – Casal de idosos e motorista ficam feridos após ataque a ônibus 

3/1 – Camilo Santana pede apoio da Força Nacional e do Exército após ataques no Ceará 

3/1 – “Pensei que era um meteoro”, diz moradora após explosão em viaduto de Caucaia

3/1 – Secretário opta por não comentar ataques registrados um dia após anunciar mudanças em presídios 

3/1 – Polícia prende 9 suspeitos de envolvimento na onda de ataques na Grande Fortaleza

3/1 – Cartas espalhadas em viaduto atacado ameaçam Governo por mudanças no sistema prisional 

3/1 – Ônibus de Fortaleza vão circular normalmente mesmo após ataques, garante Sindiônibus

3/1 – General Theophilo oferece intervenção federal após ataques no Ceará: “Está na mão do governador”

3/1 – Grande Fortaleza sofre onda de ataques um dia após secretário anunciar fim da divisão de facções em presídios

2/1 – “Haverá matança, se juntar detentos de facções diferentes no mesmo presídio”, alerta Copen

2/1 – Novo secretário promete fim da divisão de presídios por facções no Ceará