Agentes da Força Nacional deixam o Ceará nesta sexta-feira de Carnaval

MISSÃO CUMPRIDA

Agentes da Força Nacional deixam o Ceará nesta sexta-feira de Carnaval

Segundo o secretário de Segurança Pública, os últimos agentes não estão mais atuando nas ruas do Estado. O efetivo veio ao Ceará durante a onda de ataques

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de fevereiro de 2019 às 14:20

Há 4 meses

Os últimos agentes da Força Nacional devem sair do Estado nesta sexta-feira (1), segundo o secretário de Segurança Pública, André Costa. Ainda conforme o titular da pasta durante coletiva, os policiais já não estão mais atuando nas ruas do Ceará desde esta quinta-feira (28).

No começo do último mês de janeiro, 420 homens da Força Nacional chegaram no Estado para atuar contra os ataques criminosos que duraram 28 dias em 56 cidades cearenses. O prazo para a permanência dos agentes era de 30 dias, mas foi prorrogado.

Segundo André Costa, cerca de 200 agentes da Força Nacional irão sair do Ceará nesta sexta-feira (1). A afirmação  aconteceu durante coletiva sobre o esquema de segurança durante o Carnaval. Segundo o secretários, o efetivo não está mais atuando nas ruas do Ceará desde essa quinta-feira (28).

No início do mês de fevereiro, o secretário nacional de Segurança Pública, General Guilherme Theophilo, afirmou que o contingente iria começar a sair gradativamente e a retirada total deveria acontecer em até dois meses.

Os homens da Força da Nacional chegaram no dia 4 de janeiro devido à onda de ataques em 56 cidades cearenses. O Ministério da Justiça enviou um contingente de 420 homens da Força Nacional mais 93 viaturas. O grupo deveria ter permanecido no Estado por 30 dias, mas o governador Camilo Santana (PT) solicitou ao ministro Sérgio Moro que aumentasse o prazo de permanência dos agentes por mais 30 dias. O pedido foi aceito pelo ministro.

Os homens da Força Nacional contribuíram no combate aos ataques contra patrimônio público e privado em 56 cidades cearenses por 28 dias. Os atentados eram comandados por grupos criminosos que atuam no Ceará. Até as 11h do último dia 4 de fevereiro, o Sistema Jangadeiro contabilizou 283 ataques em 56 dos 184 municípios do estado, sendo 134 em Fortaleza, a cidade que concentrou a maior parte das ações criminosas.

Publicidade

Dê sua opinião

MISSÃO CUMPRIDA

Agentes da Força Nacional deixam o Ceará nesta sexta-feira de Carnaval

Segundo o secretário de Segurança Pública, os últimos agentes não estão mais atuando nas ruas do Estado. O efetivo veio ao Ceará durante a onda de ataques

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de fevereiro de 2019 às 14:20

Há 4 meses

Os últimos agentes da Força Nacional devem sair do Estado nesta sexta-feira (1), segundo o secretário de Segurança Pública, André Costa. Ainda conforme o titular da pasta durante coletiva, os policiais já não estão mais atuando nas ruas do Ceará desde esta quinta-feira (28).

No começo do último mês de janeiro, 420 homens da Força Nacional chegaram no Estado para atuar contra os ataques criminosos que duraram 28 dias em 56 cidades cearenses. O prazo para a permanência dos agentes era de 30 dias, mas foi prorrogado.

Segundo André Costa, cerca de 200 agentes da Força Nacional irão sair do Ceará nesta sexta-feira (1). A afirmação  aconteceu durante coletiva sobre o esquema de segurança durante o Carnaval. Segundo o secretários, o efetivo não está mais atuando nas ruas do Ceará desde essa quinta-feira (28).

No início do mês de fevereiro, o secretário nacional de Segurança Pública, General Guilherme Theophilo, afirmou que o contingente iria começar a sair gradativamente e a retirada total deveria acontecer em até dois meses.

Os homens da Força da Nacional chegaram no dia 4 de janeiro devido à onda de ataques em 56 cidades cearenses. O Ministério da Justiça enviou um contingente de 420 homens da Força Nacional mais 93 viaturas. O grupo deveria ter permanecido no Estado por 30 dias, mas o governador Camilo Santana (PT) solicitou ao ministro Sérgio Moro que aumentasse o prazo de permanência dos agentes por mais 30 dias. O pedido foi aceito pelo ministro.

Os homens da Força Nacional contribuíram no combate aos ataques contra patrimônio público e privado em 56 cidades cearenses por 28 dias. Os atentados eram comandados por grupos criminosos que atuam no Ceará. Até as 11h do último dia 4 de fevereiro, o Sistema Jangadeiro contabilizou 283 ataques em 56 dos 184 municípios do estado, sendo 134 em Fortaleza, a cidade que concentrou a maior parte das ações criminosas.