Bandidos deixam carta de ameaça ao governador em ataque a ônibus em Fortaleza

MENSAGEM

Bandidos deixam carta de ameaça ao governador em ataque a ônibus em Fortaleza

Mensagem foi deixada com motorista após atentados que deixaram cinco coletivos danificados na noite de domingo

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

19 de julho de 2016 às 07:00

Há 3 anos
Carta criminosos Ceará

Carta foi deixada com o motorista de um dos ônibus atacados (FOTO: Reprodução Whatsapp Tribuna do Ceará)

A onda de violência no Ceará fez com que novos atentados contra policiais e ônibus, além de fugas, fossem registrados neste fim de semana. Somente na noite deste domingo (17), bandidos atearam fogo em cinco coletivos em Fortaleza e na Região Metropolitana.

Além dos atos criminosos, uma coisa a mais chamou atenção. Em uma das tentativas de de incêndio a um ônibus, criminosos deixaram junto ao motorista uma carta ao governador Camilo Santana (PT).

No papel, os criminosos avisam que caso policiais não parem de oprimir os detentos dos presídios do Estado, o Ceará se tornará um verdadeiro caos.

“Salve geral seu governador de m***. Se você não parar com a opressão dentro do sistema penitenciário, onde se encontram vários irmãos e companheiros nossos sendo espancados e mortos pela polícia, vamos transformar o Ceará no caos e não vai ter mais paz”, disse um trecho da carta, que é assinada pelo ‘Crime do Estado do Ceará’.

O Tribuna do Ceará entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.

Entenda o caso

Nesta segunda-feira (17), o comandante do policiamento da Capital, coronel Francisco Souto, informou que cinco ônibus foram alvos de ataque durante a noite. Um deles na Avenida Dioguinho, na Praia do Futuro; um no Ancuri, um na Barra do Ceará e dois em Pacajus, na Região Metropolitana. Os veículos incendiados em Pacajus e no Ancuri tiveram perda total.

Na Barra do Ceará, o ônibus da linha 070 – Cuca Barra/Parangaba foi atacado na Avenida Francisco Sá na madrugada desta segunda-feira (18). Extintores de incêndio foram utilizados para controlar o fogo. Não houve feridos. De acordo com reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, os motoristas recolheram todos os ônibus para os terminais com receio de novos ataques durante a madrugada.

Veja o vídeo:

Relembre os ataques dos últimos cinco dias

Quinta-feira (14/7) – 23º Distrito Policial (DP), no Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia, foi atingido por tiros. Um carro foi alvejado em frente à delegacia.

Sede da Guarda Municipal foi metralhada durante a madrugada.

Dois carros foram incendiados no 27° Distrito Policial, no bairro João XXIII, em Fortaleza.

Delegacia da Mulher, em Sobral, foi alvo de tiros.

Ônibus foi incendiado em Itaitinga.

Sexta-feira (15/7) – Prédio da Guarda Municipal de Fortaleza foi alvo de novo ataque e tentativa de incêndio.

Ônibus foi incendiado na avenida Coronel Carvalho, na Barra do Ceará.

Dois policiais militares foram baleados na Avenida Mister Hull, no bairro Antônio Bezerra

Um policial foi morto em Caucaia, após reagir a um assalto.

Sábado (16/7) – 3° Distrito Policial, no bairro Otávio Bonfim, foi alvejado, e 11 presos fugiram do local.

Ônibus da empresa Gertaxi foi incendiado no bairro Cambeba

Ônibus foi incendiado no bairro Jardim Guanabara.

Policial foi baleado na Avenida Mister Hull, quando esperava ônibus

Domingo (17/7) – Viatura do Ronda do Quarteirão da Polícia Militar foi alvejada no bairro Panamericano

17º Distrito Policial, localizado no Conjunto Vila Velha, foi atacado durante a madrugada

Publicidade

Dê sua opinião

MENSAGEM

Bandidos deixam carta de ameaça ao governador em ataque a ônibus em Fortaleza

Mensagem foi deixada com motorista após atentados que deixaram cinco coletivos danificados na noite de domingo

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

19 de julho de 2016 às 07:00

Há 3 anos
Carta criminosos Ceará

Carta foi deixada com o motorista de um dos ônibus atacados (FOTO: Reprodução Whatsapp Tribuna do Ceará)

A onda de violência no Ceará fez com que novos atentados contra policiais e ônibus, além de fugas, fossem registrados neste fim de semana. Somente na noite deste domingo (17), bandidos atearam fogo em cinco coletivos em Fortaleza e na Região Metropolitana.

Além dos atos criminosos, uma coisa a mais chamou atenção. Em uma das tentativas de de incêndio a um ônibus, criminosos deixaram junto ao motorista uma carta ao governador Camilo Santana (PT).

No papel, os criminosos avisam que caso policiais não parem de oprimir os detentos dos presídios do Estado, o Ceará se tornará um verdadeiro caos.

“Salve geral seu governador de m***. Se você não parar com a opressão dentro do sistema penitenciário, onde se encontram vários irmãos e companheiros nossos sendo espancados e mortos pela polícia, vamos transformar o Ceará no caos e não vai ter mais paz”, disse um trecho da carta, que é assinada pelo ‘Crime do Estado do Ceará’.

O Tribuna do Ceará entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.

Entenda o caso

Nesta segunda-feira (17), o comandante do policiamento da Capital, coronel Francisco Souto, informou que cinco ônibus foram alvos de ataque durante a noite. Um deles na Avenida Dioguinho, na Praia do Futuro; um no Ancuri, um na Barra do Ceará e dois em Pacajus, na Região Metropolitana. Os veículos incendiados em Pacajus e no Ancuri tiveram perda total.

Na Barra do Ceará, o ônibus da linha 070 – Cuca Barra/Parangaba foi atacado na Avenida Francisco Sá na madrugada desta segunda-feira (18). Extintores de incêndio foram utilizados para controlar o fogo. Não houve feridos. De acordo com reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, os motoristas recolheram todos os ônibus para os terminais com receio de novos ataques durante a madrugada.

Veja o vídeo:

Relembre os ataques dos últimos cinco dias

Quinta-feira (14/7) – 23º Distrito Policial (DP), no Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia, foi atingido por tiros. Um carro foi alvejado em frente à delegacia.

Sede da Guarda Municipal foi metralhada durante a madrugada.

Dois carros foram incendiados no 27° Distrito Policial, no bairro João XXIII, em Fortaleza.

Delegacia da Mulher, em Sobral, foi alvo de tiros.

Ônibus foi incendiado em Itaitinga.

Sexta-feira (15/7) – Prédio da Guarda Municipal de Fortaleza foi alvo de novo ataque e tentativa de incêndio.

Ônibus foi incendiado na avenida Coronel Carvalho, na Barra do Ceará.

Dois policiais militares foram baleados na Avenida Mister Hull, no bairro Antônio Bezerra

Um policial foi morto em Caucaia, após reagir a um assalto.

Sábado (16/7) – 3° Distrito Policial, no bairro Otávio Bonfim, foi alvejado, e 11 presos fugiram do local.

Ônibus da empresa Gertaxi foi incendiado no bairro Cambeba

Ônibus foi incendiado no bairro Jardim Guanabara.

Policial foi baleado na Avenida Mister Hull, quando esperava ônibus

Domingo (17/7) – Viatura do Ronda do Quarteirão da Polícia Militar foi alvejada no bairro Panamericano

17º Distrito Policial, localizado no Conjunto Vila Velha, foi atacado durante a madrugada