Carros de empresas de água e energia são incendiados no Ceará

3º DIA

Carros de empresas de água e energia são incendiados no Ceará

As ações aconteceram em Fortaleza, Canindé e Iguatu. Esse já é o 3º dia de ataques a ônibus, prefeituras, agências bancárias, delegacias e prédios privados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

4 de janeiro de 2019 às 16:07

Há 6 meses
Já é o 3ª dia de ataques em Fortaleza e Região Metropolitana (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Já é o 3ª dia de ataques em Fortaleza e Região Metropolitana (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

*Atualizada às 16h40

Carros de empresas de água e energia foram incendiados nesta sexta-feira (4). As ações aconteceram em Fortaleza, Canindé e Iguatu.

Um caminhão que seria da Companhia de Água e Esgoto (Cagece) foi incendiado na Rua Avaré, no Conjunto Palmeiras, em Fortaleza.

Já um carro da empresa B&Q Energia, prestadora de serviço da Enel Distribuição, também sofreu ataques na Via Expressa. Em nota, a Enel informou que cinco veículos da distribuidora foram incendiados no início da tarde, nos municípios de Fortaleza, Canindé e Iguatu.

Esse já é o terceiro dia de ataques a ônibus, prefeituras, agências bancárias, delegacias e prédios privados. De acordo com o governador Camilo Santana, até o momento 45 suspeitos foram presos por envolvimento na série de ataques criminosos. 

Em resposta às informações de que os carros da companhia haviam sido retirados de circulação, a Enel afirmou que as equipes de campo foram reduzidas, dando prioridade apenas aos atendimentos emergenciais.

Já a Cagece informou que o procedimento seria respondido pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O Tribuna do Ceará entrou em contato com a assessoria da SSPDS, mas a demanda não foi respondida até a publicação da matéria.

Lojas da Enel fechadas

A Enel afirmou ainda que, devido à onda de ataques criminosos, todas as lojas de atendimento permanecerão fechadas. O funcionamento volta ao normal na segunda-feira (7).

Veja vídeo dos momentos dos ataques:

http://mais.uol.com.br/view/16593389

http://mais.uol.com.br/view/16593373

Confira a cobertura sobre o caso:

4/1 – Chefe da operação da Força Nacional será um ex-comandante da elite da PM-CE, indica General Theophilo

4/1 – Coleta de lixo é parcialmente suspensa em Fortaleza devido à onda de ataques

4/1 – “Não recuaremos”, garante secretário de segurança após terrorismo de facções no Ceará

4/1 – Camilo amplia gabinete de crise e confirma 45 prisões de suspeitos de ataques

4/1 – Frota de ônibus de Fortaleza é reduzida a 30% nesta sexta, por segurança contra ataques

4/1 – Concessionária de Fortaleza tem 6 carros incendiados em onda de ataques de facções

4/1 – Viaduto de Caucaia que sofreu explosão recebe operação para evitar desabamento

4/1 – Força Nacional deve chegar ao Ceará até este sábado, com 300 agentes e 30 carros

4/1 – Ceará atinge 3º dia de onda de terror com ataques a ônibus e prédios públicos e privados

4/1 – “Declaração do secretário sobre mudanças em presídios instigou ataques”, avalia especialista

3/1 – Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

3/1 – Casal de idosos e motorista ficam feridos após ataque a ônibus 

3/1 – Camilo Santana pede apoio da Força Nacional e do Exército após ataques no Ceará 

3/1 – “Pensei que era um meteoro”, diz moradora após explosão em viaduto de Caucaia

3/1 – Secretário opta por não comentar ataques registrados um dia após anunciar mudanças em presídios 

3/1 – Polícia prende 9 suspeitos de envolvimento na onda de ataques na Grande Fortaleza

3/1 – Cartas espalhadas em viaduto atacado ameaçam Governo por mudanças no sistema prisional 

3/1 – Ônibus de Fortaleza vão circular normalmente mesmo após ataques, garante Sindionibus

3/1 – General Theophilo oferece intervenção federal após ataques no Ceará: “Está na mão do governador”

3/1 – Grande Fortaleza sofre onda de ataques um dia após secretário anunciar fim da divisão de facções em presídios

2/1 – “Haverá matança, se juntar detentos de facções diferentes no mesmo presídio”, alerta Copen

2/1 – Novo secretário promete fim da divisão de presídios por facções no Ceará

Publicidade

Dê sua opinião

3º DIA

Carros de empresas de água e energia são incendiados no Ceará

As ações aconteceram em Fortaleza, Canindé e Iguatu. Esse já é o 3º dia de ataques a ônibus, prefeituras, agências bancárias, delegacias e prédios privados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

4 de janeiro de 2019 às 16:07

Há 6 meses
Já é o 3ª dia de ataques em Fortaleza e Região Metropolitana (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Já é o 3ª dia de ataques em Fortaleza e Região Metropolitana (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

*Atualizada às 16h40

Carros de empresas de água e energia foram incendiados nesta sexta-feira (4). As ações aconteceram em Fortaleza, Canindé e Iguatu.

Um caminhão que seria da Companhia de Água e Esgoto (Cagece) foi incendiado na Rua Avaré, no Conjunto Palmeiras, em Fortaleza.

Já um carro da empresa B&Q Energia, prestadora de serviço da Enel Distribuição, também sofreu ataques na Via Expressa. Em nota, a Enel informou que cinco veículos da distribuidora foram incendiados no início da tarde, nos municípios de Fortaleza, Canindé e Iguatu.

Esse já é o terceiro dia de ataques a ônibus, prefeituras, agências bancárias, delegacias e prédios privados. De acordo com o governador Camilo Santana, até o momento 45 suspeitos foram presos por envolvimento na série de ataques criminosos. 

Em resposta às informações de que os carros da companhia haviam sido retirados de circulação, a Enel afirmou que as equipes de campo foram reduzidas, dando prioridade apenas aos atendimentos emergenciais.

Já a Cagece informou que o procedimento seria respondido pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O Tribuna do Ceará entrou em contato com a assessoria da SSPDS, mas a demanda não foi respondida até a publicação da matéria.

Lojas da Enel fechadas

A Enel afirmou ainda que, devido à onda de ataques criminosos, todas as lojas de atendimento permanecerão fechadas. O funcionamento volta ao normal na segunda-feira (7).

Veja vídeo dos momentos dos ataques:

http://mais.uol.com.br/view/16593389

http://mais.uol.com.br/view/16593373

Confira a cobertura sobre o caso:

4/1 – Chefe da operação da Força Nacional será um ex-comandante da elite da PM-CE, indica General Theophilo

4/1 – Coleta de lixo é parcialmente suspensa em Fortaleza devido à onda de ataques

4/1 – “Não recuaremos”, garante secretário de segurança após terrorismo de facções no Ceará

4/1 – Camilo amplia gabinete de crise e confirma 45 prisões de suspeitos de ataques

4/1 – Frota de ônibus de Fortaleza é reduzida a 30% nesta sexta, por segurança contra ataques

4/1 – Concessionária de Fortaleza tem 6 carros incendiados em onda de ataques de facções

4/1 – Viaduto de Caucaia que sofreu explosão recebe operação para evitar desabamento

4/1 – Força Nacional deve chegar ao Ceará até este sábado, com 300 agentes e 30 carros

4/1 – Ceará atinge 3º dia de onda de terror com ataques a ônibus e prédios públicos e privados

4/1 – “Declaração do secretário sobre mudanças em presídios instigou ataques”, avalia especialista

3/1 – Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

3/1 – Casal de idosos e motorista ficam feridos após ataque a ônibus 

3/1 – Camilo Santana pede apoio da Força Nacional e do Exército após ataques no Ceará 

3/1 – “Pensei que era um meteoro”, diz moradora após explosão em viaduto de Caucaia

3/1 – Secretário opta por não comentar ataques registrados um dia após anunciar mudanças em presídios 

3/1 – Polícia prende 9 suspeitos de envolvimento na onda de ataques na Grande Fortaleza

3/1 – Cartas espalhadas em viaduto atacado ameaçam Governo por mudanças no sistema prisional 

3/1 – Ônibus de Fortaleza vão circular normalmente mesmo após ataques, garante Sindionibus

3/1 – General Theophilo oferece intervenção federal após ataques no Ceará: “Está na mão do governador”

3/1 – Grande Fortaleza sofre onda de ataques um dia após secretário anunciar fim da divisão de facções em presídios

2/1 – “Haverá matança, se juntar detentos de facções diferentes no mesmo presídio”, alerta Copen

2/1 – Novo secretário promete fim da divisão de presídios por facções no Ceará