Cláudio e Hélder: conheça dois militares promovidos que são orgulho de corporações no Ceará


Cláudio e Hélder: conheça dois militares promovidos que são orgulho de corporações no Ceará

Cerca de 9,2 mil militares serão promovidos nesta semana. Entre eles, Cláudio Barreto, dos Bombeiros, e Hélder Gomes, da Polícia Militar

Por Hayanne Narlla em Segurança Pública

16 de dezembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Cláudio Barreto tornou-se bombeiro aos 20 anos (FOTO: Governo do Ceará)

Cláudio Barreto, de 45 anos, tornou-se bombeiro em 1990. (FOTO: Governo do Ceará)

Desde os 12 anos, o major do Corpo de Bombeiros do Ceará Cláudio Barreto, de 45 anos, sabe o que é suar para se sustentar. Trabalhando em feiras livres na rua, sua vida sempre foi norteada por momentos de superação. Em 1990, aos 20 anos e recém-saído do colegial, ele realizou o sonho de passar no concurso e vestir o fardamento que admirava.

“Sempre gostei de uniformes militares. Além disso, o trabalho de bombeiro militar e a ideia de salvar vidas sempre me fascinaram. Tenho uma vocação nata para ser militar, e não me vejo fazendo outra coisa se não trabalhando nesta honrosa corporação”, confidenciou Cláudio, que vai se tornar tenente-coronel a partir desta semana.

Após três anos, o então soldado fez um segundo concurso, desta vez para continuar na corporação como um oficial. O objetivo era poder se integrar ainda mais ao Corpo de Bombeiros, desenvolvendo ações para modificar a vida das pessoas.

Apenas em 2004, quando já completava seus 34 anos – passando pelo longo caminho entre praça e oficial intermediário –, o então capitão foi um dos contemplados a receber a primeira estrela dourada de cinco pontas, entrando para a lista de oficial superior do Corpo de Bombeiros.

“Todas as minhas formaturas têm um sabor diferente. Cada uma delas faz me lembrar de um momento da minha vida de superação e de conquista dos meus objetivos. Lembro-me de todas elas com muito carinho, e o quanto eu guardo nas memórias mais afetuosas”, ressaltou.

Cerca de 9,2 mil militares do Ceará serão promovidos, a partir desta quarta-feira (16), em Fortaleza e em outras oito cidades do interior. Serão aproximadamente 8,5 mil policiais e 700 bombeiros beneficiados com a lei que regulamentou as promoções nas corporações.

Helder Gomes é policial militar desde 1985 (FOTO: Governo do Ceará)

Helder Gomes, de 52 anos, é policial militar desde 1985. (FOTO: Governo do Ceará)

Mais uma estrela

A segunda estrela dourada de cinco pontas, estampada em sua nova insígnia, também não é a única coisa que muda na vida do, por enquanto, major policial militar Helder Gomes, de 52 anos. Agora, quando o militar põe seu fardamento, ele tem a certeza que todo seu esforço está sendo recompensado através da nova lei.

“A promoção para qualquer militar é algo renovador e muito bom. Eleva a autoestima. Sem falar no reconhecimento do trabalho e financeiro. Falo isso pois a Polícia Militar pra mim, atualmente, é tudo. É meu emprego de onde eu tiro meu sustento, da minha família e dos meus filhos. É a minha vida dedicada a instituição em prol da sociedade”, salientou o candidato a tenente-coronel.

Na corporação desde 1985, quando entrou como terceiro sargento através de concurso público, o militar tinha sonhos e desejos que sustentou para que se dedicasse a instituição. Foi a partir desses sonhos que o terceiro sargento entrou como oficial, em 1990, aos 27 anos. Agora, a espera de nove anos para sua promoção – desde que foi promovido a major em 2006, quando houve a última formatura de servidores militares –, chega ao fim, tornando o seu sonho e o de sua família possível.

Confira vídeos do Governo do Estado:

https://www.youtube.com/watch?v=WRDLoU0LonU https://www.youtube.com/watch?v=xu0kHaVLGt0

Nova lei

Assinada pelo governador Camilo Santana em 22 de abril de 2015, a lei que regulamenta as promoções foi aprovada por unanimidade pelos deputados e sancionada no dia 25 de maio, durante a solenidade de comemoração dos 180 anos da Polícia Militar do Ceará. A medida institui um fluxo regular e automático na carreira dos oficiais e praças estaduais.

A principal novidade do projeto é a extinção do limitador de vagas para ascensão. Ou seja, quem cumpriu o interstício (tempo mínimo de permanência no posto para ser promovido) pode concorrer ao benefício. A cada ano, 60% do total será promovido. Os demais podem pleitear a promoção no ano seguinte, e, não conseguindo por dois anos seguidos, serão promovidos automaticamente.

Com informações do Governo do Estado.

Publicidade

Dê sua opinião

Cláudio e Hélder: conheça dois militares promovidos que são orgulho de corporações no Ceará

Cerca de 9,2 mil militares serão promovidos nesta semana. Entre eles, Cláudio Barreto, dos Bombeiros, e Hélder Gomes, da Polícia Militar

Por Hayanne Narlla em Segurança Pública

16 de dezembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Cláudio Barreto tornou-se bombeiro aos 20 anos (FOTO: Governo do Ceará)

Cláudio Barreto, de 45 anos, tornou-se bombeiro em 1990. (FOTO: Governo do Ceará)

Desde os 12 anos, o major do Corpo de Bombeiros do Ceará Cláudio Barreto, de 45 anos, sabe o que é suar para se sustentar. Trabalhando em feiras livres na rua, sua vida sempre foi norteada por momentos de superação. Em 1990, aos 20 anos e recém-saído do colegial, ele realizou o sonho de passar no concurso e vestir o fardamento que admirava.

“Sempre gostei de uniformes militares. Além disso, o trabalho de bombeiro militar e a ideia de salvar vidas sempre me fascinaram. Tenho uma vocação nata para ser militar, e não me vejo fazendo outra coisa se não trabalhando nesta honrosa corporação”, confidenciou Cláudio, que vai se tornar tenente-coronel a partir desta semana.

Após três anos, o então soldado fez um segundo concurso, desta vez para continuar na corporação como um oficial. O objetivo era poder se integrar ainda mais ao Corpo de Bombeiros, desenvolvendo ações para modificar a vida das pessoas.

Apenas em 2004, quando já completava seus 34 anos – passando pelo longo caminho entre praça e oficial intermediário –, o então capitão foi um dos contemplados a receber a primeira estrela dourada de cinco pontas, entrando para a lista de oficial superior do Corpo de Bombeiros.

“Todas as minhas formaturas têm um sabor diferente. Cada uma delas faz me lembrar de um momento da minha vida de superação e de conquista dos meus objetivos. Lembro-me de todas elas com muito carinho, e o quanto eu guardo nas memórias mais afetuosas”, ressaltou.

Cerca de 9,2 mil militares do Ceará serão promovidos, a partir desta quarta-feira (16), em Fortaleza e em outras oito cidades do interior. Serão aproximadamente 8,5 mil policiais e 700 bombeiros beneficiados com a lei que regulamentou as promoções nas corporações.

Helder Gomes é policial militar desde 1985 (FOTO: Governo do Ceará)

Helder Gomes, de 52 anos, é policial militar desde 1985. (FOTO: Governo do Ceará)

Mais uma estrela

A segunda estrela dourada de cinco pontas, estampada em sua nova insígnia, também não é a única coisa que muda na vida do, por enquanto, major policial militar Helder Gomes, de 52 anos. Agora, quando o militar põe seu fardamento, ele tem a certeza que todo seu esforço está sendo recompensado através da nova lei.

“A promoção para qualquer militar é algo renovador e muito bom. Eleva a autoestima. Sem falar no reconhecimento do trabalho e financeiro. Falo isso pois a Polícia Militar pra mim, atualmente, é tudo. É meu emprego de onde eu tiro meu sustento, da minha família e dos meus filhos. É a minha vida dedicada a instituição em prol da sociedade”, salientou o candidato a tenente-coronel.

Na corporação desde 1985, quando entrou como terceiro sargento através de concurso público, o militar tinha sonhos e desejos que sustentou para que se dedicasse a instituição. Foi a partir desses sonhos que o terceiro sargento entrou como oficial, em 1990, aos 27 anos. Agora, a espera de nove anos para sua promoção – desde que foi promovido a major em 2006, quando houve a última formatura de servidores militares –, chega ao fim, tornando o seu sonho e o de sua família possível.

Confira vídeos do Governo do Estado:

https://www.youtube.com/watch?v=WRDLoU0LonU https://www.youtube.com/watch?v=xu0kHaVLGt0

Nova lei

Assinada pelo governador Camilo Santana em 22 de abril de 2015, a lei que regulamenta as promoções foi aprovada por unanimidade pelos deputados e sancionada no dia 25 de maio, durante a solenidade de comemoração dos 180 anos da Polícia Militar do Ceará. A medida institui um fluxo regular e automático na carreira dos oficiais e praças estaduais.

A principal novidade do projeto é a extinção do limitador de vagas para ascensão. Ou seja, quem cumpriu o interstício (tempo mínimo de permanência no posto para ser promovido) pode concorrer ao benefício. A cada ano, 60% do total será promovido. Os demais podem pleitear a promoção no ano seguinte, e, não conseguindo por dois anos seguidos, serão promovidos automaticamente.

Com informações do Governo do Estado.