Clima é de medo e comoção em Milagres, após tiroteio em tentativa de assalto a banco

TRISTEZA

Clima é de medo e comoção em Milagres, após tiroteio em tentativa de assalto a banco

Nas proximidades das agências bancárias, as paredes com marcas de bala retratam o ocorrido na madrugada. Alguns estabelecimentos comerciais permaneceram fechados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

7 de dezembro de 2018 às 17:48

Há 7 meses
Parte do comércio não abriu nesta sexta-feira (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Parte do comércio não abriu nesta sexta-feira (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O clima é de medo entre os moradores de Milagres, na região do Cariri, após o tiroteio que vitimou 14 pessoas na cidade.

Muitos estabelecimentos comerciais localizados no município – distante 487 km de Fortaleza – não abriram nesta sexta-feira (7).

O repórter do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, Abraão Ramos foi até o local e relatou que as pessoas estão temerosas e comovidas com o caso. Nas proximidades das agências bancárias, as paredes seguem com as marcas dos disparos. Viaturas ainda circulam pela área.

Confira mais detalhes com Abraão Ramos:

http://mais.uol.com.br/view/16579632

Palavras do governador

O governador Camilo Santana (PT) enalteceu a ação da Polícia Militar que resultou em 14 mortos no município de Milagres, sendo oito bandidos e seis reféns, ao frustrar ataque a banco. “O fato é que eles estavam preparados para assaltarem dois bancos e não conseguiram assaltar nenhum”, declarou o petista, em entrevista coletiva na tarde desta sexta, em Fortaleza.

Na entrevista, o governador levantou a hipótese de que as vítimas não fossem reféns, e disse que é necessário aguardar as investigações antes que seja feito algum julgamento do trabalho policial. “É estranho um refém de madrugada em um banco”, questionou Camilo.

Em nota oficial mais cedo, porém, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reconheceu que seis reféns foram mortos na operação policial. Nenhum nome foi divulgado, nem das vítimas e nem dos criminosos.

Entenda o caso

Uma tentativa de assalto a banco, por volta das 2h15 desta sexta-feira (7), terminou com mortos no município de Milagres. Testemunhas afirmam que um intenso tiroteio durou cerca de 20 minutos. Em um vídeo feito por um morador, é possível ouvir o barulho dos tiros.

O prefeito de Milagres, Lielson Landim, confirmou em entrevista à Tribuna BandNews FM que metade das vítimas eram reféns e os outros seis mortos faziam parte do grupo criminoso. Os nomes das vítimas ainda não foram confirmados oficialmente.

Segundo a comerciante Eliane Alves, que possui um comércio ao lado da loja de informática de João Batista Magalhães, em Serra Talhada (PE), os moradores estão chocados com o ocorrido. “Estamos todos sem acreditar. Ele era muito conhecido por aqui, estamos em choque. Mataram ele e a família quase toda”, relata a comerciante.

Apreensões

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), duas pessoas suspeitas de participarem da ação foram conduzidas para a delegacia da Polícia Civil. Uma pistola 9 milímetros, um revólver calibre 38, uma arma calibre 12 e explosivos foram apreendidos.

Três veículos envolvidos na ocorrência, sendo um Celta e duas caminhonetes, forma apreendidos. Equipes da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realizam trabalho de levantamento de vestígios nos locais.

Equipes do Grupo de Ações Táticas Especial (Gate), do Comando Tático Rural (Cotar), da Força Tática (FT) e do Batalhão de Divisas – da PMCE – e da delegacia de Brejo Santo participam das buscas. Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também foi destacada para auxiliar na operação.

Acompanhe:

Camilo enaltece ação da Polícia em Milagres e questiona se vítimas eram mesmo reféns

Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

Ceará já registra 47 bancos, caixas eletrônicos e carros-forte atacados em 2018

“Apuração será imparcial”, promete secretário de Segurança após mortes de 6 reféns em operação policial

Na fuga em Milagres, bandido invadiu casa, deitou na cama de criança e se escondeu com lençol

Tentativa de assalto a banco deixa pelo menos 12 mortos em Milagres, na região do Cariri

Publicidade

Dê sua opinião

TRISTEZA

Clima é de medo e comoção em Milagres, após tiroteio em tentativa de assalto a banco

Nas proximidades das agências bancárias, as paredes com marcas de bala retratam o ocorrido na madrugada. Alguns estabelecimentos comerciais permaneceram fechados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

7 de dezembro de 2018 às 17:48

Há 7 meses
Parte do comércio não abriu nesta sexta-feira (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Parte do comércio não abriu nesta sexta-feira (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O clima é de medo entre os moradores de Milagres, na região do Cariri, após o tiroteio que vitimou 14 pessoas na cidade.

Muitos estabelecimentos comerciais localizados no município – distante 487 km de Fortaleza – não abriram nesta sexta-feira (7).

O repórter do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, Abraão Ramos foi até o local e relatou que as pessoas estão temerosas e comovidas com o caso. Nas proximidades das agências bancárias, as paredes seguem com as marcas dos disparos. Viaturas ainda circulam pela área.

Confira mais detalhes com Abraão Ramos:

http://mais.uol.com.br/view/16579632

Palavras do governador

O governador Camilo Santana (PT) enalteceu a ação da Polícia Militar que resultou em 14 mortos no município de Milagres, sendo oito bandidos e seis reféns, ao frustrar ataque a banco. “O fato é que eles estavam preparados para assaltarem dois bancos e não conseguiram assaltar nenhum”, declarou o petista, em entrevista coletiva na tarde desta sexta, em Fortaleza.

Na entrevista, o governador levantou a hipótese de que as vítimas não fossem reféns, e disse que é necessário aguardar as investigações antes que seja feito algum julgamento do trabalho policial. “É estranho um refém de madrugada em um banco”, questionou Camilo.

Em nota oficial mais cedo, porém, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reconheceu que seis reféns foram mortos na operação policial. Nenhum nome foi divulgado, nem das vítimas e nem dos criminosos.

Entenda o caso

Uma tentativa de assalto a banco, por volta das 2h15 desta sexta-feira (7), terminou com mortos no município de Milagres. Testemunhas afirmam que um intenso tiroteio durou cerca de 20 minutos. Em um vídeo feito por um morador, é possível ouvir o barulho dos tiros.

O prefeito de Milagres, Lielson Landim, confirmou em entrevista à Tribuna BandNews FM que metade das vítimas eram reféns e os outros seis mortos faziam parte do grupo criminoso. Os nomes das vítimas ainda não foram confirmados oficialmente.

Segundo a comerciante Eliane Alves, que possui um comércio ao lado da loja de informática de João Batista Magalhães, em Serra Talhada (PE), os moradores estão chocados com o ocorrido. “Estamos todos sem acreditar. Ele era muito conhecido por aqui, estamos em choque. Mataram ele e a família quase toda”, relata a comerciante.

Apreensões

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), duas pessoas suspeitas de participarem da ação foram conduzidas para a delegacia da Polícia Civil. Uma pistola 9 milímetros, um revólver calibre 38, uma arma calibre 12 e explosivos foram apreendidos.

Três veículos envolvidos na ocorrência, sendo um Celta e duas caminhonetes, forma apreendidos. Equipes da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realizam trabalho de levantamento de vestígios nos locais.

Equipes do Grupo de Ações Táticas Especial (Gate), do Comando Tático Rural (Cotar), da Força Tática (FT) e do Batalhão de Divisas – da PMCE – e da delegacia de Brejo Santo participam das buscas. Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também foi destacada para auxiliar na operação.

Acompanhe:

Camilo enaltece ação da Polícia em Milagres e questiona se vítimas eram mesmo reféns

Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

Ceará já registra 47 bancos, caixas eletrônicos e carros-forte atacados em 2018

“Apuração será imparcial”, promete secretário de Segurança após mortes de 6 reféns em operação policial

Na fuga em Milagres, bandido invadiu casa, deitou na cama de criança e se escondeu com lençol

Tentativa de assalto a banco deixa pelo menos 12 mortos em Milagres, na região do Cariri