Corpo da transexual morta a pauladas em São Paulo chega a Fortaleza

MORTE BRUTAL

Corpo da transexual morta a pauladas em São Paulo chega a Fortaleza

Larissa Rodrigues foi espancada no último sábado em um bairro nobre de São Paulo. A polícia segue em busca de testemunhas e câmeras de segurança que ajudem a reconhecer o autor do crime

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de maio de 2019 às 18:53

Há 2 meses
(FOTO: Reprodução/ Facebook)

Larissa estava na capital paulista há cerca de 5 anos (FOTO: Reprodução/ Facebook)

O corpo da transexual cearense Larissa Rodrigues, 21 anos, chegou a Fortaleza por volta das 17h desta segunda-feira (6), em Fortaleza. Ela foi morta a pauladas no último sábado (4) no bairro Saúde, zona sul de São Paulo.

Em nota divulgada pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP), o caso está sendo investigado por meio de inquérito policial no 27º DP. “Uma pessoa foi ouvida durante o registro da ocorrência. A equipe policial realiza diligências para localizar outras testemunhas e câmeras de segurança, que possam auxiliar na identificação e prisão do autor”.

Segundo informou o G1 São Paulo, a vítima foi atacada por volta das 21h30 na Alameda dos Tacaúnas com a Avenida Indianópolis, no bairro Saúde. Larissa foi socorrida para o pronto-socorro do hospital Saboya com politraumatismo no tórax e no crânio, mas chegou morta no local.

O corpo da cearense, que estava há cerca de 5 anos em São Paulo, chegou na Capital no fim da tarde desta segunda-feira (6). O velório está sendo realizado na casa da família localizado no bairro Jardim Iracema. De acordo com informações repassadas ao repórter Abraão Ramos da TV Jangadeiro/ SBT, Larissa foi para São Paulo aos 17 anos em busca de melhores condições de vida. Sua mãe informou que a possível agressão aconteceu após ela ter se recusado a fazer um programa com o suspeito.

Publicidade

Dê sua opinião

MORTE BRUTAL

Corpo da transexual morta a pauladas em São Paulo chega a Fortaleza

Larissa Rodrigues foi espancada no último sábado em um bairro nobre de São Paulo. A polícia segue em busca de testemunhas e câmeras de segurança que ajudem a reconhecer o autor do crime

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de maio de 2019 às 18:53

Há 2 meses
(FOTO: Reprodução/ Facebook)

Larissa estava na capital paulista há cerca de 5 anos (FOTO: Reprodução/ Facebook)

O corpo da transexual cearense Larissa Rodrigues, 21 anos, chegou a Fortaleza por volta das 17h desta segunda-feira (6), em Fortaleza. Ela foi morta a pauladas no último sábado (4) no bairro Saúde, zona sul de São Paulo.

Em nota divulgada pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP), o caso está sendo investigado por meio de inquérito policial no 27º DP. “Uma pessoa foi ouvida durante o registro da ocorrência. A equipe policial realiza diligências para localizar outras testemunhas e câmeras de segurança, que possam auxiliar na identificação e prisão do autor”.

Segundo informou o G1 São Paulo, a vítima foi atacada por volta das 21h30 na Alameda dos Tacaúnas com a Avenida Indianópolis, no bairro Saúde. Larissa foi socorrida para o pronto-socorro do hospital Saboya com politraumatismo no tórax e no crânio, mas chegou morta no local.

O corpo da cearense, que estava há cerca de 5 anos em São Paulo, chegou na Capital no fim da tarde desta segunda-feira (6). O velório está sendo realizado na casa da família localizado no bairro Jardim Iracema. De acordo com informações repassadas ao repórter Abraão Ramos da TV Jangadeiro/ SBT, Larissa foi para São Paulo aos 17 anos em busca de melhores condições de vida. Sua mãe informou que a possível agressão aconteceu após ela ter se recusado a fazer um programa com o suspeito.