Corpos da família morta em tentativa de assalto no Ceará são velados em Pernambuco

LUTO

Corpos da família morta em tentativa de assalto no Ceará são velados em Pernambuco

A família estava a caminho de Serra Talhada quando foi feita refém por bandidos que tentavam assaltar banco em Milagres. Na ação, 14 pessoas morreram

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

8 de dezembro de 2018 às 11:00

Há 7 meses
Familiares e amigos se despedem de vítimas de assalto a agência bancária no Ceará (Imagem: TV Jangadeiro)

Familiares e amigos se despedem de vítimas de assalto a agência bancária no Ceará (Imagem: TV Jangadeiro)

Os cinco corpos da família morta em tentativa de assalto a agências bancárias em Milagres, no Ceará, são velados neste sábado (8), em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

O pai João Batista Campos Magalhães, de 49 anos, e o filho Vinícius de Souza Magalhães, de 14 anos, foram vítimas da ação criminosa. Cícero Tenório dos Santos, de 60 anos, Claudineide Campos de Souza Santos, de 41 anos, e Gustavo Tenório dos Santos, de 13 anos, também foram mortos.

O velório acontece desde o início deste sábado, em uma funerária particular no Centro de Serra Talhada. 

Claudineide era cunhada de João Batista e passaria o Natal junto à família em Serra Talhada. Quando o crime aconteceu, os cinco voltavam do Aeroporto de Juazeiro do Norte, onde Cícero, Claudineide e Gustavo desembarcaram de um voo com origem em São Paulo.

Eles estavam a caminho da cidade pernambucana quando teriam sido reféns pelos bandidos e mortos em tiroteio. Outra refém, Francisca Edneide da Cruz Santos, de 49 anos, natural de Brejo Santo, no Ceará, também foi vítima da ação.

Sepultamento

João Batista e Vinícius serão sepultados em Serra Talhada. Os corpos da cunhada de João, o marido e o filho serão sepultados nesta tarde, em São José de Belmonte, cidade localizada a 60 quilômetros de Serra Talhada.

O repórter Abraão Ramos, da TV Jangadeiro/SBT, acompanha:

http://mais.uol.com.br/view/16579849

O caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos.

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, seis reféns foram feridos e morreram.

Acompanhe o caso:

Secretaria divulga lista de mortos em tentativa de assalto a banco; 2 eram adolescentes

Sindicato dos Bancários avalia tentativa de assalto com mortes: “indignação e preocupação”

Sobe para 14 o número de mortos em tentativa de assalto a banco em Milagres

Clima é de medo e comoção em Milagres, após tiroteio em tentativa de assalto a banco

Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

Camilo enaltece ação da Polícia em Milagres e questiona se vítimas eram mesmo reféns

Ceará já registra 47 bancos, caixas eletrônicos e carros-forte atacados em 2018

“Apuração será imparcial”, promete secretário de Segurança após mortes de 6 reféns em operação policial

Na fuga em Milagres, bandido invadiu casa, deitou na cama de criança e se escondeu com lençol

Tentativa de assalto a banco em Milagres deixa 12 mortos, dentre eles pessoas de uma mesma família

Publicidade

Dê sua opinião

LUTO

Corpos da família morta em tentativa de assalto no Ceará são velados em Pernambuco

A família estava a caminho de Serra Talhada quando foi feita refém por bandidos que tentavam assaltar banco em Milagres. Na ação, 14 pessoas morreram

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

8 de dezembro de 2018 às 11:00

Há 7 meses
Familiares e amigos se despedem de vítimas de assalto a agência bancária no Ceará (Imagem: TV Jangadeiro)

Familiares e amigos se despedem de vítimas de assalto a agência bancária no Ceará (Imagem: TV Jangadeiro)

Os cinco corpos da família morta em tentativa de assalto a agências bancárias em Milagres, no Ceará, são velados neste sábado (8), em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

O pai João Batista Campos Magalhães, de 49 anos, e o filho Vinícius de Souza Magalhães, de 14 anos, foram vítimas da ação criminosa. Cícero Tenório dos Santos, de 60 anos, Claudineide Campos de Souza Santos, de 41 anos, e Gustavo Tenório dos Santos, de 13 anos, também foram mortos.

O velório acontece desde o início deste sábado, em uma funerária particular no Centro de Serra Talhada. 

Claudineide era cunhada de João Batista e passaria o Natal junto à família em Serra Talhada. Quando o crime aconteceu, os cinco voltavam do Aeroporto de Juazeiro do Norte, onde Cícero, Claudineide e Gustavo desembarcaram de um voo com origem em São Paulo.

Eles estavam a caminho da cidade pernambucana quando teriam sido reféns pelos bandidos e mortos em tiroteio. Outra refém, Francisca Edneide da Cruz Santos, de 49 anos, natural de Brejo Santo, no Ceará, também foi vítima da ação.

Sepultamento

João Batista e Vinícius serão sepultados em Serra Talhada. Os corpos da cunhada de João, o marido e o filho serão sepultados nesta tarde, em São José de Belmonte, cidade localizada a 60 quilômetros de Serra Talhada.

O repórter Abraão Ramos, da TV Jangadeiro/SBT, acompanha:

http://mais.uol.com.br/view/16579849

O caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos.

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, seis reféns foram feridos e morreram.

Acompanhe o caso:

Secretaria divulga lista de mortos em tentativa de assalto a banco; 2 eram adolescentes

Sindicato dos Bancários avalia tentativa de assalto com mortes: “indignação e preocupação”

Sobe para 14 o número de mortos em tentativa de assalto a banco em Milagres

Clima é de medo e comoção em Milagres, após tiroteio em tentativa de assalto a banco

Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

Camilo enaltece ação da Polícia em Milagres e questiona se vítimas eram mesmo reféns

Ceará já registra 47 bancos, caixas eletrônicos e carros-forte atacados em 2018

“Apuração será imparcial”, promete secretário de Segurança após mortes de 6 reféns em operação policial

Na fuga em Milagres, bandido invadiu casa, deitou na cama de criança e se escondeu com lençol

Tentativa de assalto a banco em Milagres deixa 12 mortos, dentre eles pessoas de uma mesma família