Em nova rebelião, 21 jovens infratores quebram tudo e fogem de unidade prisional

CRISE NO ESTADO

Em nova rebelião, 21 jovens infratores quebram tudo e fogem de centro de detenção

Dois agentes educacionais ficaram feridos. Neste domingo, também houve fuga de oito presos na cadeia de Aquiraz

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

2 de maio de 2016 às 08:30

Há 3 anos
Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

Uma rebelião na Unidade de Recepção Luís Barros Montenegro, no Bairro São Gerardo, em Fortaleza, ocasionou na fuga de pelo menos 21 adolescentes na noite deste domingo (1º). O Centro de Triagem, que fica próximo à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), funciona como um ponto de recepção dos menores infratores que aguardam julgamento e que serão encaminhados ao Ministério Público do Ceará (MP-CE).

De acordo com as informações da Polícia Militar, o motim iniciou por volta das 22h. Os adolescentes quebraram diversos objetos dentro da unidade e arrancaram barras de ferro e cadeados que são utilizados na segurança local. No momento do incidente, pelo menos 43 jovens estavam nas cinco celas da unidade, que possui capacidade máxima para apenas 25 internos.

Conforme uma coordenadora da unidade socioeducativa, que não quis se identificar, dois agentes educacionais foram feridos durante a rebelião dos adolescentes. Segundo ela, a unidade estava com superlotação devido à falta de audiências durante o fim de semana.

“Não houve audiência nem no sábado, por causa de falta de energia, e nem no domingo. Por conta disso houve essa superlotação”, contou. Mesmo com diversas viaturas acionadas para atender a ocorrência, apenas três adolescentes foram recapturados até a manhã desta segunda-feira (2).

Confira como ficou a unidade:

http://mais.uol.com.br/view/15847768

 

Clique nas imagens para ampliar:

Rebelião Centro de Triagem
1/2

Rebelião Centro de Triagem

Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

Rebelião Centro de Triagem
2/2

Rebelião Centro de Triagem

Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

 

Fuga em Caucaia

Ainda na noite deste domingo, pelo menos oito detentos também fugiram da Cadeia Pública de Aquiraz, situada na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). De acordo com a Secretaria de Justiça (Sejus), a fuga aconteceu por volta das 12h, quando internos cavaram um buraco em uma das paredes de uma cela que dava acesso à área externa da unidade.

Segundo a Sejus, os fugitivos foram: Luiz Paulo Castro Silva, José Adriano Ferreira de Sousa, Erinaldo de Lima Santiago, Helio Felipe Lima Alves, Francisco Hicario de Almeida da Costa, José Hozenil Tom Costa Kim, Antônio Augusto Abreu de Souza Filho e Antonio Carlos Alves da Silva.

Recorrência

Esta é a terceira fuga ocorrida em presídios do Ceará em menos de um mês. Na semana passada, nove detentos da carceragem da Cadeia Pública de Limoeiro do Norte, no Vale Jaguaribano, a 200 quilômetros de Fortaleza, fugiram durante a noite do dia 25 de abril. A fuga só foi percebida pelo agente de plantão por volta das 18h30min, quando fazia o recolhimento dos detentos do regime semiaberto. 

Segundo o boletim do 1º Batalhão da Polícia Militar, os presos usaram um alicate de construção para cortar os cadeados das celas. No dia anterior, 30 internos fugiram do Centro de Triagem e Observação Criminológica de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, durante a madrugada. Os presos do pavilhão 2 do prédio ganharam as ruas através de um túnel. Até a semana passada, apenas 12 detentos tinham sido capturados.

Interdição

Devido a crise carcerária no Ceará, pelo menos duas unidades prisionais foram interditadas na semana passada. Na última sexta-feira (27), a Defensoria Pública Geral do Ceará, por meio do Núcleo de Assistência aos Presos Provisórios e às Vítimas de Violência, determinou a interdição da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinho (CPPL II), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, em razão dos problemas encontrados na unidade.

Na petição, a Defensoria Pública relata a superlotação, as condições de acomodação dos internos, a deficiência no serviço de segurança, potencializando riscos de rebelião e fugas na unidade.

Publicidade

Dê sua opinião

CRISE NO ESTADO

Em nova rebelião, 21 jovens infratores quebram tudo e fogem de centro de detenção

Dois agentes educacionais ficaram feridos. Neste domingo, também houve fuga de oito presos na cadeia de Aquiraz

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

2 de maio de 2016 às 08:30

Há 3 anos
Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

Uma rebelião na Unidade de Recepção Luís Barros Montenegro, no Bairro São Gerardo, em Fortaleza, ocasionou na fuga de pelo menos 21 adolescentes na noite deste domingo (1º). O Centro de Triagem, que fica próximo à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), funciona como um ponto de recepção dos menores infratores que aguardam julgamento e que serão encaminhados ao Ministério Público do Ceará (MP-CE).

De acordo com as informações da Polícia Militar, o motim iniciou por volta das 22h. Os adolescentes quebraram diversos objetos dentro da unidade e arrancaram barras de ferro e cadeados que são utilizados na segurança local. No momento do incidente, pelo menos 43 jovens estavam nas cinco celas da unidade, que possui capacidade máxima para apenas 25 internos.

Conforme uma coordenadora da unidade socioeducativa, que não quis se identificar, dois agentes educacionais foram feridos durante a rebelião dos adolescentes. Segundo ela, a unidade estava com superlotação devido à falta de audiências durante o fim de semana.

“Não houve audiência nem no sábado, por causa de falta de energia, e nem no domingo. Por conta disso houve essa superlotação”, contou. Mesmo com diversas viaturas acionadas para atender a ocorrência, apenas três adolescentes foram recapturados até a manhã desta segunda-feira (2).

Confira como ficou a unidade:

http://mais.uol.com.br/view/15847768

 

Clique nas imagens para ampliar:

Rebelião Centro de Triagem
1/2

Rebelião Centro de Triagem

Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

Rebelião Centro de Triagem
2/2

Rebelião Centro de Triagem

Diversos computadores e móveis ficaram danificados após a rebelião no Centro de Triagem (FOTO: Whatsapp Tribuna do Ceará)

 

Fuga em Caucaia

Ainda na noite deste domingo, pelo menos oito detentos também fugiram da Cadeia Pública de Aquiraz, situada na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). De acordo com a Secretaria de Justiça (Sejus), a fuga aconteceu por volta das 12h, quando internos cavaram um buraco em uma das paredes de uma cela que dava acesso à área externa da unidade.

Segundo a Sejus, os fugitivos foram: Luiz Paulo Castro Silva, José Adriano Ferreira de Sousa, Erinaldo de Lima Santiago, Helio Felipe Lima Alves, Francisco Hicario de Almeida da Costa, José Hozenil Tom Costa Kim, Antônio Augusto Abreu de Souza Filho e Antonio Carlos Alves da Silva.

Recorrência

Esta é a terceira fuga ocorrida em presídios do Ceará em menos de um mês. Na semana passada, nove detentos da carceragem da Cadeia Pública de Limoeiro do Norte, no Vale Jaguaribano, a 200 quilômetros de Fortaleza, fugiram durante a noite do dia 25 de abril. A fuga só foi percebida pelo agente de plantão por volta das 18h30min, quando fazia o recolhimento dos detentos do regime semiaberto. 

Segundo o boletim do 1º Batalhão da Polícia Militar, os presos usaram um alicate de construção para cortar os cadeados das celas. No dia anterior, 30 internos fugiram do Centro de Triagem e Observação Criminológica de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, durante a madrugada. Os presos do pavilhão 2 do prédio ganharam as ruas através de um túnel. Até a semana passada, apenas 12 detentos tinham sido capturados.

Interdição

Devido a crise carcerária no Ceará, pelo menos duas unidades prisionais foram interditadas na semana passada. Na última sexta-feira (27), a Defensoria Pública Geral do Ceará, por meio do Núcleo de Assistência aos Presos Provisórios e às Vítimas de Violência, determinou a interdição da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinho (CPPL II), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, em razão dos problemas encontrados na unidade.

Na petição, a Defensoria Pública relata a superlotação, as condições de acomodação dos internos, a deficiência no serviço de segurança, potencializando riscos de rebelião e fugas na unidade.