Jovem com mais de 20 tiros no corpo é resgatado em carroceria de caminhonete

VIOLÊNCIA

Jovem com mais de 20 tiros no corpo é resgatado em carroceria de caminhonete

O rapaz de 21 anos, que não teve a identidade revelada, acabou não resistindo e morreu. Ele foi socorrido para a UPA da Leste-Oeste

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

15 de abril de 2019 às 11:23

Há 3 meses

Jovem foi levado para a UPA, mas não resistiu. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma cena chocou moradores da região da Leste Oeste, em Fortaleza. Um motorista socorreu um jovem de 21 anos com mais de 20 tiros na carroceria de uma caminhonete. A vítima também apresentava uma marca no pescoço, que poderia ser um estrangulamento.

O rapaz foi levado para a UPA da região, no sábado (13). Funcionários tentaram o socorro, mas o óbito acabou sendo registrado. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

A quantidade de tiros impressionou moradores da região que acabaram registrando o momento em vídeo. O rapaz teria sido ferido na Avenida Dr. Theberge. Ao passar pelo local, o motorista viu que o rapaz estava baleado, precisando de ajuda, e o levou para a UPA da Leste-Oeste.

A Polícia esteve no local para fazer o registro da ocorrência. O pai do rapaz teria ido até a unidade de saúde para fazer o reconhecimento do corpo. A identificação da vítima não foi repassada.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), uma segunda vítima foi baleada e levada para uma unidade de saúde, onde recebe atendimento médico. Um inquérito policial foi instaurado no DHPP para investigar as circunstâncias do crime no intuito de descobrir a motivação e autoria delitiva.

Denúncia

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número ‪‪(85) 99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Publicidade

Dê sua opinião

VIOLÊNCIA

Jovem com mais de 20 tiros no corpo é resgatado em carroceria de caminhonete

O rapaz de 21 anos, que não teve a identidade revelada, acabou não resistindo e morreu. Ele foi socorrido para a UPA da Leste-Oeste

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

15 de abril de 2019 às 11:23

Há 3 meses

Jovem foi levado para a UPA, mas não resistiu. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma cena chocou moradores da região da Leste Oeste, em Fortaleza. Um motorista socorreu um jovem de 21 anos com mais de 20 tiros na carroceria de uma caminhonete. A vítima também apresentava uma marca no pescoço, que poderia ser um estrangulamento.

O rapaz foi levado para a UPA da região, no sábado (13). Funcionários tentaram o socorro, mas o óbito acabou sendo registrado. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

A quantidade de tiros impressionou moradores da região que acabaram registrando o momento em vídeo. O rapaz teria sido ferido na Avenida Dr. Theberge. Ao passar pelo local, o motorista viu que o rapaz estava baleado, precisando de ajuda, e o levou para a UPA da Leste-Oeste.

A Polícia esteve no local para fazer o registro da ocorrência. O pai do rapaz teria ido até a unidade de saúde para fazer o reconhecimento do corpo. A identificação da vítima não foi repassada.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), uma segunda vítima foi baleada e levada para uma unidade de saúde, onde recebe atendimento médico. Um inquérito policial foi instaurado no DHPP para investigar as circunstâncias do crime no intuito de descobrir a motivação e autoria delitiva.

Denúncia

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número ‪‪(85) 99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.