Ministério Público investiga festas que envolvem crianças com bebidas e drogas - Noticias

COMBATE

Ministério Público investiga festas que envolvem crianças com bebidas e drogas

Polícia e o Juizado da Infância e Juventude também realizam ações para festas com a presença de crianças e adolescentes

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

27 de abril de 2016 às 17:27

Há 3 anos
Crianças e adolescentes participam festa com bebidas alcoólicas e drogas (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Crianças e adolescentes participam festa com bebidas alcoólicas e drogas (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Promover festas com venda ou fornecimento gratuito de bebidas alcoólicas ou outras drogas ilícitas para crianças e adolescentes é crime. O problema é que esse tipo de evento é comum em Fortaleza e Região Metropolitana, em casas de shows e buffets ou em residências particulares.

Nos últimos dois meses, a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), o Juizado da Infância e Juventude e o Ministério Público têm acompanhado esses casos com mais intensidade. Ações das instituições em conjunto já fecharam cinco festas, sendo a maioria bailes funk.

 

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

COMBATE

Ministério Público investiga festas que envolvem crianças com bebidas e drogas

Polícia e o Juizado da Infância e Juventude também realizam ações para festas com a presença de crianças e adolescentes

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

27 de abril de 2016 às 17:27

Há 3 anos
Crianças e adolescentes participam festa com bebidas alcoólicas e drogas (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Crianças e adolescentes participam festa com bebidas alcoólicas e drogas (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Promover festas com venda ou fornecimento gratuito de bebidas alcoólicas ou outras drogas ilícitas para crianças e adolescentes é crime. O problema é que esse tipo de evento é comum em Fortaleza e Região Metropolitana, em casas de shows e buffets ou em residências particulares.

Nos últimos dois meses, a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), o Juizado da Infância e Juventude e o Ministério Público têm acompanhado esses casos com mais intensidade. Ações das instituições em conjunto já fecharam cinco festas, sendo a maioria bailes funk.

 

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.