Motorista de aplicativo é trancado em carro enquanto criminosos faziam assaltos em Fortaleza

ARRASTÃO GRAVADO

Motorista de aplicativo é trancado em carro enquanto criminosos faziam assaltos em Fortaleza

Motorista ficou trancado no porta-malas por cerca de 12 horas, após bandidos abandonarem o carro usado para praticar assaltos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

10 de março de 2019 às 13:46

Há 4 meses
Grupo rendeu clientes a fez arrastão em pizzaria. (Foto: Reprodução)

Grupo rendeu clientes a fez arrastão em pizzaria. (Foto: Reprodução)

O motorista de um aplicativo de compartilhamento de corridas foi rendido por um grupo armado ao atender uma corrida na comunidade do Serviluz em Fortaleza, por volta das 23h da sexta-feira (8). Com a vítima rendida no porta-malas, os criminosos realizaram uma série de assaltos, incluindo o de uma pizzaria no bairro Cidade 2000, cujas câmeras de segurança registraram o momento.

As informações foram apuradas pela reportagem do programa Barra Pesada/TV Jangadeiro, que esteve no 9° Distrito Policial, responsável pelas ocorrências. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirma, separadamente, o sequestro do motorista e o assalto à pizzaria, mas não a relação entre os casos. Ambos são investigados no 9° DP.

O motorista particular ficou por cerca de 12 horas dentro do porta-malas do carro, conforme depoimento. Segundo a SSPDS, uma equipe da Polícia Militar foi acionada na manhã do sábado (9), após denúncia de um veículo abandonado em um matagal na região do Cais do Porto. Ao chegarem ao local, os policiais localizaram a vítima. Dentro do carro, foram encontrado vários documentos e objetos, além de envelopes com valores em espécie, diz a SSPDS.

A reportagem do Barra Pesada apurou que o carro da vítima foi deixado ao lado de um trilho de trem com o material roubado pelos criminosos. Um dos assaltos foi em uma pizzaria no bairro Cidade 2000. Câmeras de segurança do local registraram o momento em que quatro bandidos, armados com facão e arma de fogo, rendem os clientes e praticam o assalto.

Policiais civis disseram ao Barra Pesada que os bandidos levaram a arma de um policial federal que estava no estabelecimento. Há a suspeita de que foram deixados outros objetos do crime dentro do carro porque a prioridade dos bandidos foi fugir com a arma, que teria valor elevado.

O motorista compareceu ao 9° DP para prestar depoimento, além de outras vítimas do grupo. A SSPDS afirmou que “o envolvimento do grupo em outros crimes é investigado pela Polícia Civil”.

Com informações da repórter Luciana Lemos, da TV Jangadeiro. Acompanhe o caso completo na edição de segunda-feira (11) do Barra Pesada, ao meio-dia.

Denúncias
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101.1144, o telefone do 9 Distrito Policial. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Publicidade

Dê sua opinião

ARRASTÃO GRAVADO

Motorista de aplicativo é trancado em carro enquanto criminosos faziam assaltos em Fortaleza

Motorista ficou trancado no porta-malas por cerca de 12 horas, após bandidos abandonarem o carro usado para praticar assaltos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

10 de março de 2019 às 13:46

Há 4 meses
Grupo rendeu clientes a fez arrastão em pizzaria. (Foto: Reprodução)

Grupo rendeu clientes a fez arrastão em pizzaria. (Foto: Reprodução)

O motorista de um aplicativo de compartilhamento de corridas foi rendido por um grupo armado ao atender uma corrida na comunidade do Serviluz em Fortaleza, por volta das 23h da sexta-feira (8). Com a vítima rendida no porta-malas, os criminosos realizaram uma série de assaltos, incluindo o de uma pizzaria no bairro Cidade 2000, cujas câmeras de segurança registraram o momento.

As informações foram apuradas pela reportagem do programa Barra Pesada/TV Jangadeiro, que esteve no 9° Distrito Policial, responsável pelas ocorrências. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirma, separadamente, o sequestro do motorista e o assalto à pizzaria, mas não a relação entre os casos. Ambos são investigados no 9° DP.

O motorista particular ficou por cerca de 12 horas dentro do porta-malas do carro, conforme depoimento. Segundo a SSPDS, uma equipe da Polícia Militar foi acionada na manhã do sábado (9), após denúncia de um veículo abandonado em um matagal na região do Cais do Porto. Ao chegarem ao local, os policiais localizaram a vítima. Dentro do carro, foram encontrado vários documentos e objetos, além de envelopes com valores em espécie, diz a SSPDS.

A reportagem do Barra Pesada apurou que o carro da vítima foi deixado ao lado de um trilho de trem com o material roubado pelos criminosos. Um dos assaltos foi em uma pizzaria no bairro Cidade 2000. Câmeras de segurança do local registraram o momento em que quatro bandidos, armados com facão e arma de fogo, rendem os clientes e praticam o assalto.

Policiais civis disseram ao Barra Pesada que os bandidos levaram a arma de um policial federal que estava no estabelecimento. Há a suspeita de que foram deixados outros objetos do crime dentro do carro porque a prioridade dos bandidos foi fugir com a arma, que teria valor elevado.

O motorista compareceu ao 9° DP para prestar depoimento, além de outras vítimas do grupo. A SSPDS afirmou que “o envolvimento do grupo em outros crimes é investigado pela Polícia Civil”.

Com informações da repórter Luciana Lemos, da TV Jangadeiro. Acompanhe o caso completo na edição de segunda-feira (11) do Barra Pesada, ao meio-dia.

Denúncias
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101.1144, o telefone do 9 Distrito Policial. O sigilo e o anonimato são garantidos.