MP disponibiliza "linha direta" para denúncias em caso de Milagres

10 DIAS DEPOIS

MP disponibiliza “linha direta” para denúncias anônimas em caso de Milagres

O Ministério Público do Ceará divulgou novos meios para ajudar na investigação do crime, que deixou 14 mortos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

17 de dezembro de 2018 às 15:53

Há 7 meses
Nesta segunda-feira (17) completa dez dias da tragédia (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Nesta segunda-feira (17) completa dez dias da tragédia (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Nesta segunda-feira (17), completa 10 dias da Tragédia em Milagres, que deixou 14 mortos. Os crimes aconteceram após uma tentativa de assalto a um banco.

O Ministério Público do Ceará divulgou novos meios para ajudar na investigação do crime.

Segundo publicação do MP, se alguém tiver imagens, áudios ou vídeos do tiroteio ou qualquer informação que possa ajudar as investigações pode enviar o conteúdo para caocrim@mpce.mp.br ou para o WhatsApp (85) 99652-8441. A identidade será mantida em sigilo.

Relembre o caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade de Milagres durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos.

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, seis reféns foram feridos e morreram. Até o momento, oito pessoas foram presas.

De acordo com o governador Camilo Santana, os policiais envolvidos na ação foram afastados e cumprem trabalhos administrativos.

Acompanhe matérias sobre o caso:

10/12/18 – Tragédia em Milagres é reflexo da falta de preparo da PM do Ceará, apontam especialistas

10/12/18 – “Ano começou com chacina que matou 14 e termina com a morte de 14”, critica General Theophilo

10/12/18 – Armas de policiais e de bandidos do ataque em Milagres foram recolhidas para perícia

9/12/18 – Familiares de reféns mortos em Milagres reclamam da ausência de membros do Governo em velório

9/12/18 – “Vimos uma cena horrorosa de guerra”, diz homem que perdeu 5 familiares em Milagres

8/12/18 – Governo ainda não responde de onde partiram os tiros que mataram 6 reféns em Milagres

8/12/18 – Caso de mortes em Milagres ganha repercussão internacional

Publicidade

Dê sua opinião

10 DIAS DEPOIS

MP disponibiliza “linha direta” para denúncias anônimas em caso de Milagres

O Ministério Público do Ceará divulgou novos meios para ajudar na investigação do crime, que deixou 14 mortos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

17 de dezembro de 2018 às 15:53

Há 7 meses
Nesta segunda-feira (17) completa dez dias da tragédia (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Nesta segunda-feira (17) completa dez dias da tragédia (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Nesta segunda-feira (17), completa 10 dias da Tragédia em Milagres, que deixou 14 mortos. Os crimes aconteceram após uma tentativa de assalto a um banco.

O Ministério Público do Ceará divulgou novos meios para ajudar na investigação do crime.

Segundo publicação do MP, se alguém tiver imagens, áudios ou vídeos do tiroteio ou qualquer informação que possa ajudar as investigações pode enviar o conteúdo para caocrim@mpce.mp.br ou para o WhatsApp (85) 99652-8441. A identidade será mantida em sigilo.

Relembre o caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade de Milagres durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos.

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, seis reféns foram feridos e morreram. Até o momento, oito pessoas foram presas.

De acordo com o governador Camilo Santana, os policiais envolvidos na ação foram afastados e cumprem trabalhos administrativos.

Acompanhe matérias sobre o caso:

10/12/18 – Tragédia em Milagres é reflexo da falta de preparo da PM do Ceará, apontam especialistas

10/12/18 – “Ano começou com chacina que matou 14 e termina com a morte de 14”, critica General Theophilo

10/12/18 – Armas de policiais e de bandidos do ataque em Milagres foram recolhidas para perícia

9/12/18 – Familiares de reféns mortos em Milagres reclamam da ausência de membros do Governo em velório

9/12/18 – “Vimos uma cena horrorosa de guerra”, diz homem que perdeu 5 familiares em Milagres

8/12/18 – Governo ainda não responde de onde partiram os tiros que mataram 6 reféns em Milagres

8/12/18 – Caso de mortes em Milagres ganha repercussão internacional