Polícia investiga assassinato de drag queen cearense que fazia cover de Lady Gaga


Polícia investiga assassinato de drag queen cearense que fazia cover de Lady Gaga

Marcelo Rodrigues, conhecido pela personagem drag queen Marcele Jean, tinha 18 anos. Ele foi morto a tiros em Messejana, e só foi identificado três dias depois

Por Renata Monte em Segurança Pública

9 de abril de 2015 às 16:56

Há 4 anos
Marcele Jean era o nome da personagem de Marcelo Rodrigues, que se apresentava como cover da Lady Gaga (FOTO: Reprodução/Facebook)

Marcele Jean era o nome da personagem de Marcelo Rodrigues, que se apresentava como cover da Lady Gaga (FOTO: Reprodução/Facebook)

A Polícia Civil investiga o assassinato do cearense Marcelo Rodrigues da Silva, morto a tiros no Bairro Messejana, na última sexta-feira (3). Mais conhecido como Marcele Jean, o transformista trabalhava como cover da cantora americana Lady Gaga. A suspeita é de que os criminosos estariam em um carro modelo Gol, de cor prata.

Marcelo, que tinha 18 anos, foi assassinado na Avenida Presidente Costa e Silva, uma das vias mais movimentadas do bairro. O crime aconteceu durante a madrugada da última sexta-feira (3). A drag queen chegou a ser socorrida e levada para o Frotinha da Messejana, mas não conseguiu sobreviver.

A cover de Lady Gaga foi encontrada sem nenhuma documentação e só foi identificada na segunda-feira (6), pelo pai da vítima, no 30º Distrito Policial. Segundo o delegado que acompanha o caso, Márcio Gutierrez, as investigações ainda estão no início, e caminham sob sigilo.

“Não sabemos ainda se foi uma morte relacionada a algum outro tipo de crime, se a vítima se relacionava com os criminosos, se foi por homofobia. Por enquanto, estamos apurando todas as informações. Aconteceu de madrugada e sem nenhuma testemunha até o momento, mas vamos seguir com as investigações”, informou o delegado.

A morte de Marcelo vem gerando comoção nas redes sociais entre amigos e admiradores do trabalho de Marcele Jean, que lamentam a perda. Segundo um amigo que não quis se identificar, o jovem já vinha sendo ameaçado de morte.

Marcelo tinha 18 anos (FOTO: Reprodução/Facebook)

Marcelo tinha 18 anos (FOTO: Reprodução/Facebook)

Publicidade

Dê sua opinião

Polícia investiga assassinato de drag queen cearense que fazia cover de Lady Gaga

Marcelo Rodrigues, conhecido pela personagem drag queen Marcele Jean, tinha 18 anos. Ele foi morto a tiros em Messejana, e só foi identificado três dias depois

Por Renata Monte em Segurança Pública

9 de abril de 2015 às 16:56

Há 4 anos
Marcele Jean era o nome da personagem de Marcelo Rodrigues, que se apresentava como cover da Lady Gaga (FOTO: Reprodução/Facebook)

Marcele Jean era o nome da personagem de Marcelo Rodrigues, que se apresentava como cover da Lady Gaga (FOTO: Reprodução/Facebook)

A Polícia Civil investiga o assassinato do cearense Marcelo Rodrigues da Silva, morto a tiros no Bairro Messejana, na última sexta-feira (3). Mais conhecido como Marcele Jean, o transformista trabalhava como cover da cantora americana Lady Gaga. A suspeita é de que os criminosos estariam em um carro modelo Gol, de cor prata.

Marcelo, que tinha 18 anos, foi assassinado na Avenida Presidente Costa e Silva, uma das vias mais movimentadas do bairro. O crime aconteceu durante a madrugada da última sexta-feira (3). A drag queen chegou a ser socorrida e levada para o Frotinha da Messejana, mas não conseguiu sobreviver.

A cover de Lady Gaga foi encontrada sem nenhuma documentação e só foi identificada na segunda-feira (6), pelo pai da vítima, no 30º Distrito Policial. Segundo o delegado que acompanha o caso, Márcio Gutierrez, as investigações ainda estão no início, e caminham sob sigilo.

“Não sabemos ainda se foi uma morte relacionada a algum outro tipo de crime, se a vítima se relacionava com os criminosos, se foi por homofobia. Por enquanto, estamos apurando todas as informações. Aconteceu de madrugada e sem nenhuma testemunha até o momento, mas vamos seguir com as investigações”, informou o delegado.

A morte de Marcelo vem gerando comoção nas redes sociais entre amigos e admiradores do trabalho de Marcele Jean, que lamentam a perda. Segundo um amigo que não quis se identificar, o jovem já vinha sendo ameaçado de morte.

Marcelo tinha 18 anos (FOTO: Reprodução/Facebook)

Marcelo tinha 18 anos (FOTO: Reprodução/Facebook)