Polícia prende bandido que expulsou famílias, mas admite que não pode garantir segurança de quem voltar

REFUGIADOS URBANOS

Polícia prende bandido que expulsou famílias, mas admite que não pode garantir segurança de quem voltar

Delegado de Maracanaú prometeu ação incisiva contra facções que expulsam famílias, mas recomendou cuidado a quem voltar para casa

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

27 de dezembro de 2018 às 10:41

Há 6 meses
arma

Suspeito de expulsar famílias em Maracanaú é preso. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Um jovem de 19 anos foi preso em flagrante suspeito de expulsar famílias de suas casas em Maracanaú, nesta quarta-feira (26), por disputa entre facções rivais de dois bairros. Em conjunto, a Polícia Militar e a Polícia Civil trabalharam na prisão de Ítalo da Silva Castro, conhecido por “Molar”, que tem ficha criminal extensa.

As denúncias chegaram por meio de um vídeo em que um rapaz fala da mãe que foi obrigada a sair da própria residência, informou o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

A polícia recebeu informações de que as famílias estavam sendo expulsas do bairro Colônia e chegou a prisão de Ítalo. De acordo com o Inspetor Morais, responsável pela Delegacia Regional de Maracanaú, o rapaz e os irmãos são suspeitos de vários crimes.

“Ele tem dois irmãos presos, acusados de diversos homicídios na região, tem outro que está foragido. E nós asseguramos para a sociedade, para o cidadão que mora na Colônia e no Mutirão, que vamos colocar na cadeia. Nós, Polícia Militar e Civil, não aceitamos essa prática de expulsar cidadão de sua casa. A polícia vai se dedicar, com todas as forças, para combater esse crime de forma incisiva”, disse o inspetor.

Ainda de acordo com a polícia, Ítalo é suspeito de ter praticado um homicídio durante o feriado e de uma tentativa na terça-feira. A vítima está em estado delicado no Instituto Dr. José Frota (IJF). Ele foi autuado por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma e pelo artigo 161, que prevê como crime invadir a casa de alguém para expulsá-lo.

O inspetor reconhece que há um domínio de facções nos bairros Colônia e Mutirão e que há rivalidade entre elas, mas que ainda desconhece o motivo.

“Existe uma rivalidade entre a Colônia e o Mutirão. Tanto é que quando chegam aqui na delegacia, eles querem se estranhar nos xadrezes. Não sabemos ainda o motivo, mas sabemos que é uma realidade essa disputa. Quem mora no bairro da Colônia não pode ir para o Mutirão e vice-versa”, revelou o Inspetor Morais.

A polícia também procura o irmão de Ítalo, identificado apenas por “Patu”. Ele também teve participação na expulsão das famílias naquela comunidade. O inspetor diz ainda que a polícia vai seguir trabalhando para evitar esses crimes.

“Quanto às pessoas que saíram de suas casas, infelizmente não podemos garantir que, se essas pessoas continuarem, vão ter segurança. A gente recomenda que tenha o máximo de cuidado possível, mas a gente garante que vamos lutar pra evitar esse tipo de problema nessa área”, concluiu.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta quinta-feira (27).

Publicidade

Dê sua opinião

REFUGIADOS URBANOS

Polícia prende bandido que expulsou famílias, mas admite que não pode garantir segurança de quem voltar

Delegado de Maracanaú prometeu ação incisiva contra facções que expulsam famílias, mas recomendou cuidado a quem voltar para casa

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

27 de dezembro de 2018 às 10:41

Há 6 meses
arma

Suspeito de expulsar famílias em Maracanaú é preso. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Um jovem de 19 anos foi preso em flagrante suspeito de expulsar famílias de suas casas em Maracanaú, nesta quarta-feira (26), por disputa entre facções rivais de dois bairros. Em conjunto, a Polícia Militar e a Polícia Civil trabalharam na prisão de Ítalo da Silva Castro, conhecido por “Molar”, que tem ficha criminal extensa.

As denúncias chegaram por meio de um vídeo em que um rapaz fala da mãe que foi obrigada a sair da própria residência, informou o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

A polícia recebeu informações de que as famílias estavam sendo expulsas do bairro Colônia e chegou a prisão de Ítalo. De acordo com o Inspetor Morais, responsável pela Delegacia Regional de Maracanaú, o rapaz e os irmãos são suspeitos de vários crimes.

“Ele tem dois irmãos presos, acusados de diversos homicídios na região, tem outro que está foragido. E nós asseguramos para a sociedade, para o cidadão que mora na Colônia e no Mutirão, que vamos colocar na cadeia. Nós, Polícia Militar e Civil, não aceitamos essa prática de expulsar cidadão de sua casa. A polícia vai se dedicar, com todas as forças, para combater esse crime de forma incisiva”, disse o inspetor.

Ainda de acordo com a polícia, Ítalo é suspeito de ter praticado um homicídio durante o feriado e de uma tentativa na terça-feira. A vítima está em estado delicado no Instituto Dr. José Frota (IJF). Ele foi autuado por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma e pelo artigo 161, que prevê como crime invadir a casa de alguém para expulsá-lo.

O inspetor reconhece que há um domínio de facções nos bairros Colônia e Mutirão e que há rivalidade entre elas, mas que ainda desconhece o motivo.

“Existe uma rivalidade entre a Colônia e o Mutirão. Tanto é que quando chegam aqui na delegacia, eles querem se estranhar nos xadrezes. Não sabemos ainda o motivo, mas sabemos que é uma realidade essa disputa. Quem mora no bairro da Colônia não pode ir para o Mutirão e vice-versa”, revelou o Inspetor Morais.

A polícia também procura o irmão de Ítalo, identificado apenas por “Patu”. Ele também teve participação na expulsão das famílias naquela comunidade. O inspetor diz ainda que a polícia vai seguir trabalhando para evitar esses crimes.

“Quanto às pessoas que saíram de suas casas, infelizmente não podemos garantir que, se essas pessoas continuarem, vão ter segurança. A gente recomenda que tenha o máximo de cuidado possível, mas a gente garante que vamos lutar pra evitar esse tipo de problema nessa área”, concluiu.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta quinta-feira (27).