População de Milagres se reúne para missa em homenagem aos mortos na tragédia

CELEBRAÇÃO

População de Milagres se reúne para missa em homenagem aos mortos na tragédia

A população segue em choque após o crime que ganhou repercussão em manchetes no Brasil e no mundo. No momento, 40 profissionais seguem investigando o caso

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

13 de dezembro de 2018 às 19:48

Há 8 meses
Missa foi realizada no Centro de Milagres (FOTO: Reprodução WhatsApp)

Missa foi realizada no Centro de Milagres (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Na noite desta quinta-feira (13) aconteceu a missa de sétimo dia em homenagem aos 14 mortos no município de Milagres, Região Sul do Ceará. As mortes aconteceram após uma tentativa de assalto a agências bancárias no município. A celebração foi realizada em frente aos bancos que seriam alvo da ação criminosa.

A missa teve início por volta das 19h e contou com a presença de muitos fiéis da região, que foram vestidos de branco em apologia à paz. A população segue em choque após o crime que ganhou repercussão em manchetes no Brasil e no mundoNo momento, 40 profissionais seguem investigando o caso.

Entenda o caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade de Milagres durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos.

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, seis reféns foram feridos e morreram. Até o momento, oito pessoas foram presas.

De acordo com o governador Camilo Santana, os policiais envolvidos na ação foram afastados e cumprem trabalhos administrativos.

http://mais.uol.com.br/view/16583169

Acompanhe as últimas matérias sobre o caso:

10/12/18 – “Passamos todos os detalhes”, informa Polícia de Sergipe, após secretário dizer que não sabia sobre reféns

10/12/18 – Polícia investiga 5 casos de mortes em operações da PM no Ceará

10/12/18 – Governo afasta 12 policiais que participaram da operação que resultou na morte de reféns

10/12/18 – Tragédia em Milagres é reflexo da falta de preparo da PM do Ceará, apontam especialistas

10/12/18 – “Ano começou com chacina que matou 14 e termina com a morte de 14”, critica General Theophilo

10/12/18 – Armas de policiais e de bandidos do ataque em Milagres foram recolhidas para perícia

9/12/18 – Familiares de reféns mortos em Milagres reclamam da ausência de membros do Governo em velório

9/12/18 – “Vimos uma cena horrorosa de guerra”, diz homem que perdeu 5 familiares em Milagres

8/12/18 – Governo ainda não responde de onde partiram os tiros que mataram 6 reféns em Milagres

8/12/18 – Caso de mortes em Milagres ganha repercussão internacional

Publicidade

Dê sua opinião

CELEBRAÇÃO

População de Milagres se reúne para missa em homenagem aos mortos na tragédia

A população segue em choque após o crime que ganhou repercussão em manchetes no Brasil e no mundo. No momento, 40 profissionais seguem investigando o caso

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

13 de dezembro de 2018 às 19:48

Há 8 meses
Missa foi realizada no Centro de Milagres (FOTO: Reprodução WhatsApp)

Missa foi realizada no Centro de Milagres (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Na noite desta quinta-feira (13) aconteceu a missa de sétimo dia em homenagem aos 14 mortos no município de Milagres, Região Sul do Ceará. As mortes aconteceram após uma tentativa de assalto a agências bancárias no município. A celebração foi realizada em frente aos bancos que seriam alvo da ação criminosa.

A missa teve início por volta das 19h e contou com a presença de muitos fiéis da região, que foram vestidos de branco em apologia à paz. A população segue em choque após o crime que ganhou repercussão em manchetes no Brasil e no mundoNo momento, 40 profissionais seguem investigando o caso.

Entenda o caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade de Milagres durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos.

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, seis reféns foram feridos e morreram. Até o momento, oito pessoas foram presas.

De acordo com o governador Camilo Santana, os policiais envolvidos na ação foram afastados e cumprem trabalhos administrativos.

http://mais.uol.com.br/view/16583169

Acompanhe as últimas matérias sobre o caso:

10/12/18 – “Passamos todos os detalhes”, informa Polícia de Sergipe, após secretário dizer que não sabia sobre reféns

10/12/18 – Polícia investiga 5 casos de mortes em operações da PM no Ceará

10/12/18 – Governo afasta 12 policiais que participaram da operação que resultou na morte de reféns

10/12/18 – Tragédia em Milagres é reflexo da falta de preparo da PM do Ceará, apontam especialistas

10/12/18 – “Ano começou com chacina que matou 14 e termina com a morte de 14”, critica General Theophilo

10/12/18 – Armas de policiais e de bandidos do ataque em Milagres foram recolhidas para perícia

9/12/18 – Familiares de reféns mortos em Milagres reclamam da ausência de membros do Governo em velório

9/12/18 – “Vimos uma cena horrorosa de guerra”, diz homem que perdeu 5 familiares em Milagres

8/12/18 – Governo ainda não responde de onde partiram os tiros que mataram 6 reféns em Milagres

8/12/18 – Caso de mortes em Milagres ganha repercussão internacional