Professor é preso ao tentar matar esposa por não aceitar fim de relacionamento

FEMINICÍDIO

Professor é preso ao tentar matar esposa por não aceitar fim de relacionamento

O suspeito de 50 anos foi capturado após atingir a companheira de 33 anos, com golpes de faca, e tentar se matar em seguida

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

23 de novembro de 2017 às 08:55

Há 2 anos
O caso foi para a Delegacia da Mulher (FOTO: Divulgação)

O caso foi para a Delegacia da Mulher (FOTO: Divulgação)

Um professor da rede municipal de ensino foi preso após tentar matar a esposa, no Bairro Vila Peri, em Fortaleza, na última terça-feira (21). A prisão, realizada pela Polícia Militar, ocorreu após populares acionarem a Polícia, informando sobre uma mulher, que havia sido lesionada a faca pelo companheiro, que logo em seguida, tentou cometer suicídio.

Um inquérito policial por tentativa de feminicídio e violência doméstica foi realizado na Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza.

O suspeito de 50 anos, que não teve a identificação divulgada, foi capturado após atingir a companheira de 33 anos, com golpes de faca, no interior de sua residência.

Durante o ocorrido, a mulher conseguiu correr, chegando a desmaiar ainda nas proximidades da casa. Já o homem tentou cometer suicídio, mas ambos foram socorridos para o hospital Frotinha da Parangaba. O filho do casal, uma criança de oito anos, presenciou o fato.

Após os primeiros levantamentos no local de crime, onde foi apreendida uma faca ensanguentada, a equipe policial seguiu até a unidade médica, onde ouviu a vítima. De acordo com a delegada Érika Moura, a mulher alegou que vinha sofrendo ameaças do companheiro, pois este não aceitava o término do relacionamento. E que após deixar os filhos do casal na escola, o suspeito teria tentado matá-la.

Ambos foram transferidos para o Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro, onde foram submetidos aos atendimentos médicos necessários e receberam alta hospitalar. O homem foi conduzido para a Delegacia da Mulher, onde foi ouvido e autuado em flagrante. Em seguida, ele foi transferido para o 1° Distrito Policial, no bairro Ellery, em razão de possuir ensino superior completo. Já a mulher solicitou uma medida protetiva, que teve seu pedido encaminhado ao Poder Judiciário.

Publicidade

Dê sua opinião

FEMINICÍDIO

Professor é preso ao tentar matar esposa por não aceitar fim de relacionamento

O suspeito de 50 anos foi capturado após atingir a companheira de 33 anos, com golpes de faca, e tentar se matar em seguida

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

23 de novembro de 2017 às 08:55

Há 2 anos
O caso foi para a Delegacia da Mulher (FOTO: Divulgação)

O caso foi para a Delegacia da Mulher (FOTO: Divulgação)

Um professor da rede municipal de ensino foi preso após tentar matar a esposa, no Bairro Vila Peri, em Fortaleza, na última terça-feira (21). A prisão, realizada pela Polícia Militar, ocorreu após populares acionarem a Polícia, informando sobre uma mulher, que havia sido lesionada a faca pelo companheiro, que logo em seguida, tentou cometer suicídio.

Um inquérito policial por tentativa de feminicídio e violência doméstica foi realizado na Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza.

O suspeito de 50 anos, que não teve a identificação divulgada, foi capturado após atingir a companheira de 33 anos, com golpes de faca, no interior de sua residência.

Durante o ocorrido, a mulher conseguiu correr, chegando a desmaiar ainda nas proximidades da casa. Já o homem tentou cometer suicídio, mas ambos foram socorridos para o hospital Frotinha da Parangaba. O filho do casal, uma criança de oito anos, presenciou o fato.

Após os primeiros levantamentos no local de crime, onde foi apreendida uma faca ensanguentada, a equipe policial seguiu até a unidade médica, onde ouviu a vítima. De acordo com a delegada Érika Moura, a mulher alegou que vinha sofrendo ameaças do companheiro, pois este não aceitava o término do relacionamento. E que após deixar os filhos do casal na escola, o suspeito teria tentado matá-la.

Ambos foram transferidos para o Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro, onde foram submetidos aos atendimentos médicos necessários e receberam alta hospitalar. O homem foi conduzido para a Delegacia da Mulher, onde foi ouvido e autuado em flagrante. Em seguida, ele foi transferido para o 1° Distrito Policial, no bairro Ellery, em razão de possuir ensino superior completo. Já a mulher solicitou uma medida protetiva, que teve seu pedido encaminhado ao Poder Judiciário.