Quadrilha armada invade festa infantil e causa pânico em casa de eventos em Fortaleza

NOITE DE TERROR

Quadrilha armada invade festa infantil e causa pânico em casa de eventos em Fortaleza

O grupo fortemente armado queria matar um rival. Em meio ao pânico, pais e filhos chegaram a se esconder nos banheiros

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

30 de abril de 2018 às 09:50

Há 1 ano

Armados e usando capuz, sete homens invadiram uma casa de eventos onde era realizado um aniversário infantil. O caso ocorreu no Bairro Sapiranga, em Fortaleza, durante a noite do último sábado (28). De acordo com informações, os bandidos tinha um alvo certo: procuravam um rival para executá-lo. Segundo relatos, o grupo saiu sem roubar nada.

A quadrilha teria percorrido diversos ambientes do local, apontando as armas para pais e crianças. O local estava lotado de crianças, que se divertiam em um parquinho, no campo de futebol e outros ambientes.

Com a invasão, houve gritaria e pânico. Muitos se esconderam na cozinha e nos banheiros. A ação ocorreu apesar de haver seguranças no local.

Nas redes sociais, relatos de indignação se espalham. Em um deles, uma vítima afirma que os bandidos estavam fortemente armados. A vítima contou que ficou com os filhos em um banheiro que já estava lotado de outros pais e seus filhos.

O Tribuna do Ceará procurou a Secretaria de Segurança Pública (SSPDS), e aguarda nota sobre o caso.

Publicidade

Dê sua opinião

NOITE DE TERROR

Quadrilha armada invade festa infantil e causa pânico em casa de eventos em Fortaleza

O grupo fortemente armado queria matar um rival. Em meio ao pânico, pais e filhos chegaram a se esconder nos banheiros

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

30 de abril de 2018 às 09:50

Há 1 ano

Armados e usando capuz, sete homens invadiram uma casa de eventos onde era realizado um aniversário infantil. O caso ocorreu no Bairro Sapiranga, em Fortaleza, durante a noite do último sábado (28). De acordo com informações, os bandidos tinha um alvo certo: procuravam um rival para executá-lo. Segundo relatos, o grupo saiu sem roubar nada.

A quadrilha teria percorrido diversos ambientes do local, apontando as armas para pais e crianças. O local estava lotado de crianças, que se divertiam em um parquinho, no campo de futebol e outros ambientes.

Com a invasão, houve gritaria e pânico. Muitos se esconderam na cozinha e nos banheiros. A ação ocorreu apesar de haver seguranças no local.

Nas redes sociais, relatos de indignação se espalham. Em um deles, uma vítima afirma que os bandidos estavam fortemente armados. A vítima contou que ficou com os filhos em um banheiro que já estava lotado de outros pais e seus filhos.

O Tribuna do Ceará procurou a Secretaria de Segurança Pública (SSPDS), e aguarda nota sobre o caso.