#Retrospectiva2015: Relembre 7 assassinatos de mulheres que chocaram o Ceará no ano


#Retrospectiva2015: Relembre 7 assassinatos de mulheres que chocaram o Ceará no ano

Entre os mais de 200 crimes violentos, houve aqueles que foram exaustivamente investigados e divulgados pelo mídia. Relembre

Por Felipe Lima em Segurança Pública

26 de dezembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos

Crianças, adolescentes e mulheres foram alvo de crimes chocantes que marcaram o Ceará em 2015. O ano foi novamente bárbaro para as mulheres no Ceará. Até o dia 9 de dezembro, 215 perderam a vida segundo registros da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS/CE).

Entre as mais de duas centenas de crimes violentos, houve aqueles que foram exaustivamente investigados e divulgados pelo mídia. Além dos assassinatos, foram registrados estupros e outros casos de violência em geral.

Veja os 7 casos mais chocantes em 2015:

  • 1) Professora aposentada é encontrada morta em Itaitinga; genro e namorado são os responsáveis
O motivo do crime seria a herança da professora aposentada (FOTO: Reprodução/Facebook)

O motivo do crime seria a herança da professora aposentada (FOTO: Reprodução/Facebook)

A professora aposentada Maria das Graças Martins Nina, de 66 anos, foi encontrada morta, no dia 21 de março, em um terreno baldio da cidade de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. O corpo tinha marcas de espancamento. O crime foi chocante tanto quanto pela natureza quanto a premeditação.

Maria das Graças tinha um relacionamento amoroso com Júlio César Bezerra de Carvalho, de 44 anos. Eles se conheçam no Carnaval deste ano. Junto ao genro da vítima, José Walter dos Santos, Júlio César arquitetou o assassinato da aposentada para ficar com parte da herança de R$ 65 mil.

Ambos foram presos e Júlio confessou o homicídio. Em depoimento à polícia,  Júlio César disse que Walter o contratou por R$ 4 mil.

  • 2) Policial civil é morta durante tentativa de assalto no Bairro Cidade dos Funcionários

Uma policial civil morreu depois de reagir a uma tentativa de assalto em 12 de junho, no Bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. Maria Gorete de Oliveira foi abordada por um homem armado na Rua Júlio Rocha, enquanto dirigia. Ela tentou fugir e acelerou o veículo, mas o acusado efetuou quatro disparos. A policial foi baleada, e ainda conseguiu dirigir até o cruzamento das Ruas José Leon e Ieda Pereira, mas não resistiu aos ferimentos.

O suspeito prestou depoimento à polícia e declarou ser “loucura” a prática do crime. “Eu estava parado, ela encosta no sinal. Quando ela vai avançar, eu, louco… Não era queixo com ela, não era para roubar, não era nada, só loucura mesmo. Tirei a vida dela”, revelou Francisco José Ferreira Filho.

  • 3) Jovens são estupradas e espancadas na cidade de Capistrano; uma morre
Suspeitos do crime brutal foram presos (FOTO: Reprodução)

Suspeitos do crime brutal foram presos (FOTO: Reprodução)

Duas jovens foram estupradas e espancadas por homens em um terreno baldio em Pedreira, na cidade de Capistrano, a 100 quilômetros de Fortaleza, no início do mês de julho. Uma delas foi morta e teve o corpo jogado em uma cisterna. A outra conseguiu escapar com ferimentos. Entre os suspeitos, estão três adolescentes, com 14, 15 e 16 anos, além de Sebastião Pinto de Almeida, 27 anos, e John Lenon dos Santos, de 20 anos.

Todos são moradores de Capistrano e foram identificados pela sobrevivente. Ela informou que, após os homens terem usado drogas e ingerido bebidas alcoólicas, teriam ficado descontrolados. Além do abuso sexual, as jovens teriam recebidos socos e pauladas dos agressores.

  • 4) Jovens estupram deficiente mental em Icó e divulgam vídeo nas redes sociais

No segundo fim de semana do mês de julho, em Icó, a 385 quilômetros de Fortaleza, três jovens estupraram um deficiente mental na rodoviária da cidade. Na ocasião, o crime foi registrado pelos próprios envolvidos. Após o vídeo ser divulgado nas redes sociais, os eles foram encontrados.

Dois dos suspeitos, que confessaram o crime, são adolescentes, de 16 e 17 anos, que estavam acompanhados de Raynan Mota Mesquita, de 18 anos.

Segundo o Delegado Regional de Polícia Civil de Icó, Marcos Sandro Nazaré de Lira, após uma noite de bebedeira, o trio foi ao terminal rodoviário e avistou a vítima. Percebendo que ela é deficiente, um dos adolescentes propôs que Raynan praticasse atos sexuais com a mulher, para quitar uma dívida de R$ 30, enquanto o adolescente filmaria o crime.

Raynan ficou preso por alguns dias, mas foi solto no início de outubro.  Os dois adolescentes estão respondendo por ato infracional.

  • 5) Gaúcho mata esposa e filha de 8 meses em Paracuru
Pai teve relação extraconjugal, e acusação aponta crime premeditado em Paracuru (FOTO: Reprodução)

Pai teve relação extraconjugal, e acusação aponta crime premeditado em Paracuru (FOTO: Reprodução)

Uma casa de veraneio em Paracuru, cidade litorânea distante 87 quilômetros de Fortaleza, foi palco de um crime brutal no dia 22 de agosto. Mãe e filha fora assassinadas pelo próprio marido e pai da bebê de 8 meses durante a madrugada.

Detido no mesmo dia do crime, Marcelo Barbarena confessou o crime justificou como “momento de raiva”. Antes de assumir o duplo homicídio, o gaúcho de 37 anos chegou a apontar o caseiro como responsável pelas mortes e também que o caso teria acontecido após um assalto.

Preso, ele afirmou que estava em uma relação extraconjugal desde o começo do ano e não conseguia conviver bem com a esposa. A morte teria acontecido após uma briga do casal.

  • 6) Doméstica é morta pela ex-marido; ele comete suicídio dias depois

Em 3 de novembro, a doméstica Marcelina Santos Nunes, de 49 anos, foi encontrada morta em sua própria casa, localizada no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza. O corpo da vítima foi encontrado pelo filho dela.

Na ocasião, o principal suspeito era o ex-marido de Marcelino, que continuava morando junto com ela. De acordo com a vizinhança, Roberval Nunes Moreira tinha comportamento violento.

Além de ex-marido, o principal suspeito do crime era ex-pastor evangélico, fato que chocou os moradores do entorno da casa onde o casal morava.

Sete dias depois, Roberval Nunes foi encontrado morto na Praia do Pacheco, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Junto ao corpo a polícia achou um bilhete escrito à mão, supostamente pelo ex-pastor, com frases de perdão.

  • 7) Mulher é encontrada morta dentro de freezer em Fortaleza
A polícia confirmou que o crime foi passional (FOTO: Reprodução)

A polícia confirmou que o crime foi passional (FOTO: Reprodução)

A técnica de enfermagem Maria Elisângela Gomes Lemos, morta provavelmente por estrangulamento pelo então marido Francisco Roberto Oliveira, foi encontrada sem vida em um freezer no dia 24 de novembro em Fortaleza.

Francisco Roberto confessou o crime enquanto fazia o vice-prefeito de  Choró, Sidnney Cavalcante, refém. Ela invadiu a sala do político localizada no Centro Administrativo Expedito Quirino Borges, sede da prefeitura da cidade.

Por cerca de duas horas, a polícia esteve em negociações com Francisco Roberto, mas ele foi irredutível quanto à liberação de Sidnney Cavalcante e o matou. Logo após o crime, ele tentou suicídio, mas resistiu ao ferimento provocado por um tiro de arma de fogo e foi levado ao hospital Instituto Dr. José Frota, em Fortaleza.

O crime teria sido motivado por uma suposta traição da então esposa Maria Elisângela Gomes. Francisco Roberto morreu na noite do dia 27 de novembro, após três dias internado.

Acompanhe a cobertura sobre o ano que ficou marcado pela violência contra a mulher no Ceará:

25 de dezembro – #Retrospectiva2015: Por que se mata tanta mulher no Ceará? No ano, foram mais de 200

26 de dezembro – #Retrospectiva2015: Relembre 7 assassinatos de mulheres que chocaram o Ceará no ano

27 de dezembro – #Retrospectiva2015: “Fiu fiu na rua não é cantada, é terrorismo sexual”, defende líder feminista

Publicidade

Dê sua opinião

#Retrospectiva2015: Relembre 7 assassinatos de mulheres que chocaram o Ceará no ano

Entre os mais de 200 crimes violentos, houve aqueles que foram exaustivamente investigados e divulgados pelo mídia. Relembre

Por Felipe Lima em Segurança Pública

26 de dezembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos

Crianças, adolescentes e mulheres foram alvo de crimes chocantes que marcaram o Ceará em 2015. O ano foi novamente bárbaro para as mulheres no Ceará. Até o dia 9 de dezembro, 215 perderam a vida segundo registros da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS/CE).

Entre as mais de duas centenas de crimes violentos, houve aqueles que foram exaustivamente investigados e divulgados pelo mídia. Além dos assassinatos, foram registrados estupros e outros casos de violência em geral.

Veja os 7 casos mais chocantes em 2015:

  • 1) Professora aposentada é encontrada morta em Itaitinga; genro e namorado são os responsáveis
O motivo do crime seria a herança da professora aposentada (FOTO: Reprodução/Facebook)

O motivo do crime seria a herança da professora aposentada (FOTO: Reprodução/Facebook)

A professora aposentada Maria das Graças Martins Nina, de 66 anos, foi encontrada morta, no dia 21 de março, em um terreno baldio da cidade de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. O corpo tinha marcas de espancamento. O crime foi chocante tanto quanto pela natureza quanto a premeditação.

Maria das Graças tinha um relacionamento amoroso com Júlio César Bezerra de Carvalho, de 44 anos. Eles se conheçam no Carnaval deste ano. Junto ao genro da vítima, José Walter dos Santos, Júlio César arquitetou o assassinato da aposentada para ficar com parte da herança de R$ 65 mil.

Ambos foram presos e Júlio confessou o homicídio. Em depoimento à polícia,  Júlio César disse que Walter o contratou por R$ 4 mil.

  • 2) Policial civil é morta durante tentativa de assalto no Bairro Cidade dos Funcionários

Uma policial civil morreu depois de reagir a uma tentativa de assalto em 12 de junho, no Bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. Maria Gorete de Oliveira foi abordada por um homem armado na Rua Júlio Rocha, enquanto dirigia. Ela tentou fugir e acelerou o veículo, mas o acusado efetuou quatro disparos. A policial foi baleada, e ainda conseguiu dirigir até o cruzamento das Ruas José Leon e Ieda Pereira, mas não resistiu aos ferimentos.

O suspeito prestou depoimento à polícia e declarou ser “loucura” a prática do crime. “Eu estava parado, ela encosta no sinal. Quando ela vai avançar, eu, louco… Não era queixo com ela, não era para roubar, não era nada, só loucura mesmo. Tirei a vida dela”, revelou Francisco José Ferreira Filho.

  • 3) Jovens são estupradas e espancadas na cidade de Capistrano; uma morre
Suspeitos do crime brutal foram presos (FOTO: Reprodução)

Suspeitos do crime brutal foram presos (FOTO: Reprodução)

Duas jovens foram estupradas e espancadas por homens em um terreno baldio em Pedreira, na cidade de Capistrano, a 100 quilômetros de Fortaleza, no início do mês de julho. Uma delas foi morta e teve o corpo jogado em uma cisterna. A outra conseguiu escapar com ferimentos. Entre os suspeitos, estão três adolescentes, com 14, 15 e 16 anos, além de Sebastião Pinto de Almeida, 27 anos, e John Lenon dos Santos, de 20 anos.

Todos são moradores de Capistrano e foram identificados pela sobrevivente. Ela informou que, após os homens terem usado drogas e ingerido bebidas alcoólicas, teriam ficado descontrolados. Além do abuso sexual, as jovens teriam recebidos socos e pauladas dos agressores.

  • 4) Jovens estupram deficiente mental em Icó e divulgam vídeo nas redes sociais

No segundo fim de semana do mês de julho, em Icó, a 385 quilômetros de Fortaleza, três jovens estupraram um deficiente mental na rodoviária da cidade. Na ocasião, o crime foi registrado pelos próprios envolvidos. Após o vídeo ser divulgado nas redes sociais, os eles foram encontrados.

Dois dos suspeitos, que confessaram o crime, são adolescentes, de 16 e 17 anos, que estavam acompanhados de Raynan Mota Mesquita, de 18 anos.

Segundo o Delegado Regional de Polícia Civil de Icó, Marcos Sandro Nazaré de Lira, após uma noite de bebedeira, o trio foi ao terminal rodoviário e avistou a vítima. Percebendo que ela é deficiente, um dos adolescentes propôs que Raynan praticasse atos sexuais com a mulher, para quitar uma dívida de R$ 30, enquanto o adolescente filmaria o crime.

Raynan ficou preso por alguns dias, mas foi solto no início de outubro.  Os dois adolescentes estão respondendo por ato infracional.

  • 5) Gaúcho mata esposa e filha de 8 meses em Paracuru
Pai teve relação extraconjugal, e acusação aponta crime premeditado em Paracuru (FOTO: Reprodução)

Pai teve relação extraconjugal, e acusação aponta crime premeditado em Paracuru (FOTO: Reprodução)

Uma casa de veraneio em Paracuru, cidade litorânea distante 87 quilômetros de Fortaleza, foi palco de um crime brutal no dia 22 de agosto. Mãe e filha fora assassinadas pelo próprio marido e pai da bebê de 8 meses durante a madrugada.

Detido no mesmo dia do crime, Marcelo Barbarena confessou o crime justificou como “momento de raiva”. Antes de assumir o duplo homicídio, o gaúcho de 37 anos chegou a apontar o caseiro como responsável pelas mortes e também que o caso teria acontecido após um assalto.

Preso, ele afirmou que estava em uma relação extraconjugal desde o começo do ano e não conseguia conviver bem com a esposa. A morte teria acontecido após uma briga do casal.

  • 6) Doméstica é morta pela ex-marido; ele comete suicídio dias depois

Em 3 de novembro, a doméstica Marcelina Santos Nunes, de 49 anos, foi encontrada morta em sua própria casa, localizada no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza. O corpo da vítima foi encontrado pelo filho dela.

Na ocasião, o principal suspeito era o ex-marido de Marcelino, que continuava morando junto com ela. De acordo com a vizinhança, Roberval Nunes Moreira tinha comportamento violento.

Além de ex-marido, o principal suspeito do crime era ex-pastor evangélico, fato que chocou os moradores do entorno da casa onde o casal morava.

Sete dias depois, Roberval Nunes foi encontrado morto na Praia do Pacheco, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Junto ao corpo a polícia achou um bilhete escrito à mão, supostamente pelo ex-pastor, com frases de perdão.

  • 7) Mulher é encontrada morta dentro de freezer em Fortaleza
A polícia confirmou que o crime foi passional (FOTO: Reprodução)

A polícia confirmou que o crime foi passional (FOTO: Reprodução)

A técnica de enfermagem Maria Elisângela Gomes Lemos, morta provavelmente por estrangulamento pelo então marido Francisco Roberto Oliveira, foi encontrada sem vida em um freezer no dia 24 de novembro em Fortaleza.

Francisco Roberto confessou o crime enquanto fazia o vice-prefeito de  Choró, Sidnney Cavalcante, refém. Ela invadiu a sala do político localizada no Centro Administrativo Expedito Quirino Borges, sede da prefeitura da cidade.

Por cerca de duas horas, a polícia esteve em negociações com Francisco Roberto, mas ele foi irredutível quanto à liberação de Sidnney Cavalcante e o matou. Logo após o crime, ele tentou suicídio, mas resistiu ao ferimento provocado por um tiro de arma de fogo e foi levado ao hospital Instituto Dr. José Frota, em Fortaleza.

O crime teria sido motivado por uma suposta traição da então esposa Maria Elisângela Gomes. Francisco Roberto morreu na noite do dia 27 de novembro, após três dias internado.

Acompanhe a cobertura sobre o ano que ficou marcado pela violência contra a mulher no Ceará:

25 de dezembro – #Retrospectiva2015: Por que se mata tanta mulher no Ceará? No ano, foram mais de 200

26 de dezembro – #Retrospectiva2015: Relembre 7 assassinatos de mulheres que chocaram o Ceará no ano

27 de dezembro – #Retrospectiva2015: “Fiu fiu na rua não é cantada, é terrorismo sexual”, defende líder feminista