Saiba como bloquear dados e informações do WhatsApp para evitar cair em golpes

OLHO NAS DICAS

Saiba como bloquear dados e informações do WhatsApp para evitar cair em golpes

Os bandidos resgatam o chip, que traz os contatos da pessoa, e conversam com amigos e parentes para pedir dinheiro. Veja dicas do diretor responsável pelo Departamento de Inteligência Policial, da Polícia Civil.

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

9 de dezembro de 2018 às 07:00

Há 7 meses
WhatsApp

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil/Agência Brasil)

Pelo menos 50 vítimas de crime através de aplicativo de mensagens de celular registraram boletim de ocorrência só em Fortaleza. Os bandidos resgatam o chip, que traz os contatos da pessoa, e conversam com amigos e parentes para pedir dinheiro. Você sabe como proteger seus dados e contatos do WhatsApp para evitar cair nesse tipo de golpe?

O diretor responsável pelo Departamento de Inteligência Policial, Julius Bernardo, passou orientações em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (5), na sede da Polícia Civil. Com informações do programa Barra Pesada.

Neste tipo de golpe, o bandido pega o número antigo do WhatsApp e põe no aparelho novo. Ao instalar, digita o número, ele recebe mensagem do aplicativo que avisa que vai enviar sms para confirmar. Assim, o criminoso resgata a linha telefônica de outra pessoa em um chipe novo e usa como se fosse dele, pois vai receber o sms do mesmo jeito. Automaticamente, sua linha telefônica e seu wapp param de funcionar.

O diretor explica que muitas vezes, quando a vítima tenta resgatar de volta o Wapp, não tem mais acesso porque os bandidos usam recurso do próprio aplicativo para bloquear o acesso: uma senha. Ação que toda pessoa que usa o WhatsApp deveria tomar como precaução. Feito isto, quando o criminoso tentar confirmar que está com a linha em um novo aparelho, ele não poderá fazer pois não vai saber a senha e o golpe não vai funcionar. Para se prevenir, Julius Bernardo explica como usar o recurso nos sistemas Android e IOS.

Android
“No aplicativo, vá em Configurações, depois em Conta e escola a opção “Verificação em duas etapas. Vai aparecer uma mensagem e aí você clica em ativar. Ele vai pedir uma senha númerica de 6 dígitos. Você digita os números de sua escola e aí confirma a senha. Depois, ele pede um email, que serve justamente para o WhatsApp comunicar se alguém tentar desbloquear seu aplicativo ou desativar essa funcionalidade. Qualquer comunicado a respeito de segurança vai ser enviado para este email. Depois é só concluir”, disse o diretor.

IOS
No IOS, o método é praticamente o mesmo: “Você clica em conta, depois em Verificação em duas etapas, clica em ativar, então digita a senha númerica de 6 dígitos. Depois, confirma a senha e põe o e-mail para avisos de segurança e pronto’, concluiu.

Publicidade

Dê sua opinião

OLHO NAS DICAS

Saiba como bloquear dados e informações do WhatsApp para evitar cair em golpes

Os bandidos resgatam o chip, que traz os contatos da pessoa, e conversam com amigos e parentes para pedir dinheiro. Veja dicas do diretor responsável pelo Departamento de Inteligência Policial, da Polícia Civil.

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

9 de dezembro de 2018 às 07:00

Há 7 meses
WhatsApp

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil/Agência Brasil)

Pelo menos 50 vítimas de crime através de aplicativo de mensagens de celular registraram boletim de ocorrência só em Fortaleza. Os bandidos resgatam o chip, que traz os contatos da pessoa, e conversam com amigos e parentes para pedir dinheiro. Você sabe como proteger seus dados e contatos do WhatsApp para evitar cair nesse tipo de golpe?

O diretor responsável pelo Departamento de Inteligência Policial, Julius Bernardo, passou orientações em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (5), na sede da Polícia Civil. Com informações do programa Barra Pesada.

Neste tipo de golpe, o bandido pega o número antigo do WhatsApp e põe no aparelho novo. Ao instalar, digita o número, ele recebe mensagem do aplicativo que avisa que vai enviar sms para confirmar. Assim, o criminoso resgata a linha telefônica de outra pessoa em um chipe novo e usa como se fosse dele, pois vai receber o sms do mesmo jeito. Automaticamente, sua linha telefônica e seu wapp param de funcionar.

O diretor explica que muitas vezes, quando a vítima tenta resgatar de volta o Wapp, não tem mais acesso porque os bandidos usam recurso do próprio aplicativo para bloquear o acesso: uma senha. Ação que toda pessoa que usa o WhatsApp deveria tomar como precaução. Feito isto, quando o criminoso tentar confirmar que está com a linha em um novo aparelho, ele não poderá fazer pois não vai saber a senha e o golpe não vai funcionar. Para se prevenir, Julius Bernardo explica como usar o recurso nos sistemas Android e IOS.

Android
“No aplicativo, vá em Configurações, depois em Conta e escola a opção “Verificação em duas etapas. Vai aparecer uma mensagem e aí você clica em ativar. Ele vai pedir uma senha númerica de 6 dígitos. Você digita os números de sua escola e aí confirma a senha. Depois, ele pede um email, que serve justamente para o WhatsApp comunicar se alguém tentar desbloquear seu aplicativo ou desativar essa funcionalidade. Qualquer comunicado a respeito de segurança vai ser enviado para este email. Depois é só concluir”, disse o diretor.

IOS
No IOS, o método é praticamente o mesmo: “Você clica em conta, depois em Verificação em duas etapas, clica em ativar, então digita a senha númerica de 6 dígitos. Depois, confirma a senha e põe o e-mail para avisos de segurança e pronto’, concluiu.