Subtenente da PM é preso após atirar contra a esposa no Montese

FEMINICÍDIO

Subtenente da PM é preso após atirar contra a esposa no Montese

O policial militar José Jorge de Araújo Júnior, 43 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (6) pela prática de feminicídio

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de março de 2019 às 16:01

Há 4 meses
O PM foi preso nesta quarta-feira por crime de feminicídio (FOTO: Flickr/Creative Commons/ Victor)

O PM foi preso nesta quarta-feira por crime de feminicídio (FOTO: Flickr/Creative Commons/ Victor)

Um subtenente da Polícia Militar suspeito de efetuar disparos contra a esposa na noite de segunda-feira (4), no bairro Montese, foi preso na manhã desta quarta-feira (6), em Fortaleza.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que uma equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) cumpriu o mandado de prisão preventiva contra o policial militar José Jorge de Araújo Júnior, 43 anos, pela prática de feminicídio. “A Polícia Civil informa ainda que as investigações estão em andamento para apurar as circunstâncias do fato”.

O crime aconteceu na segunda-feira (4). Após o ocorrido, o PM se apresentou espontaneamente no 11º Distrito Policial. Em seguida, foi encaminhado para a DDM de Fortaleza; mas, por ter se apresentado espontaneamente, o agente de segurança foi ouvido e liberado. “Ele foi autuado por tentativa de feminicídio e segue sendo investigado”.

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) tomou conhecimento do caso, “e uma investigação administrativa será realizada pelo órgão”.

Segundo testemunhas, por volta das 21h30, uma confusão aconteceu na residência do casal, localizada na Rua Vicente Espíndola, quando um disparo foi ouvido pelos vizinhos. Ela foi socorrida e levada ao Instituto José Frota (IJF). Na terça-feira (5), foi encaminhada a um hospital particular em Fortaleza.

O Tribuna do Ceará tentou obter informação sobre o estado de saúde da vítima, mas não recebeu retorno.

Dois crimes em menos de 24 horas

Outro caso aconteceu na madrugada de segunda-feira (4) quando um policial militar assassinou a esposa, feriu um amigo e logo depois tirou a própria vida na cidade de Paracuru, Litoral Oeste do Ceará. O sargento Alisson Carlos Lima da Silva, 42 anos, estava de folga e teria sido convidado por um amigo para passar um dia de Carnaval na cidade.

Publicidade

Dê sua opinião

FEMINICÍDIO

Subtenente da PM é preso após atirar contra a esposa no Montese

O policial militar José Jorge de Araújo Júnior, 43 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (6) pela prática de feminicídio

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de março de 2019 às 16:01

Há 4 meses
O PM foi preso nesta quarta-feira por crime de feminicídio (FOTO: Flickr/Creative Commons/ Victor)

O PM foi preso nesta quarta-feira por crime de feminicídio (FOTO: Flickr/Creative Commons/ Victor)

Um subtenente da Polícia Militar suspeito de efetuar disparos contra a esposa na noite de segunda-feira (4), no bairro Montese, foi preso na manhã desta quarta-feira (6), em Fortaleza.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que uma equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) cumpriu o mandado de prisão preventiva contra o policial militar José Jorge de Araújo Júnior, 43 anos, pela prática de feminicídio. “A Polícia Civil informa ainda que as investigações estão em andamento para apurar as circunstâncias do fato”.

O crime aconteceu na segunda-feira (4). Após o ocorrido, o PM se apresentou espontaneamente no 11º Distrito Policial. Em seguida, foi encaminhado para a DDM de Fortaleza; mas, por ter se apresentado espontaneamente, o agente de segurança foi ouvido e liberado. “Ele foi autuado por tentativa de feminicídio e segue sendo investigado”.

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) tomou conhecimento do caso, “e uma investigação administrativa será realizada pelo órgão”.

Segundo testemunhas, por volta das 21h30, uma confusão aconteceu na residência do casal, localizada na Rua Vicente Espíndola, quando um disparo foi ouvido pelos vizinhos. Ela foi socorrida e levada ao Instituto José Frota (IJF). Na terça-feira (5), foi encaminhada a um hospital particular em Fortaleza.

O Tribuna do Ceará tentou obter informação sobre o estado de saúde da vítima, mas não recebeu retorno.

Dois crimes em menos de 24 horas

Outro caso aconteceu na madrugada de segunda-feira (4) quando um policial militar assassinou a esposa, feriu um amigo e logo depois tirou a própria vida na cidade de Paracuru, Litoral Oeste do Ceará. O sargento Alisson Carlos Lima da Silva, 42 anos, estava de folga e teria sido convidado por um amigo para passar um dia de Carnaval na cidade.