Uma adolescente é morta e outra é espancada em estupro coletivo em Capistrano


Uma adolescente é morta e outra é espancada em estupro coletivo em Capistrano

A garota que morreu teve corpo jogado em cisterna. A amiga conseguiu fugir, com as mãos amarradas. Os quatro suspeitos estão foragidos

Por Marianna Gomes em Segurança Pública

2 de julho de 2015 às 19:39

Há 4 anos
Uma

Uma adolescente foi morta e outra ficou ferida após estupro brutal em Capistrano. (FOTO: Cidade Brasil/ Divulgação)

Duas jovens de 17 anos foram estupradas e espancadas por quatro homens em um terreno baldio em Pedreira, na cidade de Capistrano, a 100 km de Fortaleza, na noite desta quarta-feira (1). Uma delas foi morta e teve o corpo jogado em uma cisterna. A outra conseguiu escapar com ferimentos.

De acordo com a Delegacia Regional de Baturité, as jovens teriam sido vistas num carro branco. Ao fugir, ainda com as mãos amarradas, a sobrevivente foi até o hospital do município.

Ainda de acordo com a polícia, no depoimento, a jovem informou que, após os homens terem usado drogas e ingerido bebidas alcoólicas, haviam ficado descontrolados. Além do abuso sexual, as jovens teriam recebidos socos e pauladas dos agressores.

O corpo da adolescente morta foi encontrado por moradores na manhã desta quinta-feira (2). As duas jovens seriam de Baturité. A sobrevivente já recebeu alta. Os quatro suspeitos seguem foragidos.

 

 

Publicidade

Dê sua opinião

Uma adolescente é morta e outra é espancada em estupro coletivo em Capistrano

A garota que morreu teve corpo jogado em cisterna. A amiga conseguiu fugir, com as mãos amarradas. Os quatro suspeitos estão foragidos

Por Marianna Gomes em Segurança Pública

2 de julho de 2015 às 19:39

Há 4 anos
Uma

Uma adolescente foi morta e outra ficou ferida após estupro brutal em Capistrano. (FOTO: Cidade Brasil/ Divulgação)

Duas jovens de 17 anos foram estupradas e espancadas por quatro homens em um terreno baldio em Pedreira, na cidade de Capistrano, a 100 km de Fortaleza, na noite desta quarta-feira (1). Uma delas foi morta e teve o corpo jogado em uma cisterna. A outra conseguiu escapar com ferimentos.

De acordo com a Delegacia Regional de Baturité, as jovens teriam sido vistas num carro branco. Ao fugir, ainda com as mãos amarradas, a sobrevivente foi até o hospital do município.

Ainda de acordo com a polícia, no depoimento, a jovem informou que, após os homens terem usado drogas e ingerido bebidas alcoólicas, haviam ficado descontrolados. Além do abuso sexual, as jovens teriam recebidos socos e pauladas dos agressores.

O corpo da adolescente morta foi encontrado por moradores na manhã desta quinta-feira (2). As duas jovens seriam de Baturité. A sobrevivente já recebeu alta. Os quatro suspeitos seguem foragidos.