Carros de luxo apreendidos pela polícia ficam parados à espera de uma destinação

EXPOSTOS AO SOL E À CHUVA

Carros de luxo apreendidos pela polícia ficam parados à espera de uma destinação

Nas portas das delegacias, é comum encontrar veículos apreendidos deteriorados. No complexo de delegacias especializadas, vários carros de luxo importados podem ter o mesmo destino

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

6 de abril de 2019 às 07:00

Há 3 meses
(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Veículos de criminosos, apreendidos em operações policiais, poderiam servir de benefício para a sociedade se fossem leiloados ou usados como viaturas descaracterizadas, mas isso pouco acontece no Ceará, e os automóveis ficam parados até virar sucatas.

Nas portas das delegacias, é comum encontrar veículos apreendidos deteriorados. No complexo de delegacias especializadas, vários carros de luxo importados podem ter o mesmo destino, uma vez que estão há meses expostos ao sol e à chuva.

Entre eles, uma BMW apreendida durante a Operação Dissimulare, que investiga crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa na indústria têxtil. E ainda duas outras BMW e duas Range Rovers apreendidas na casa de Gegê do Mangue e Paca, dois líderes do PCC mortos na Grande Fortaleza, no ano passado.

A TV Jangadeiro apurou que os quatro automóveis apreendidos após as mortes dos lideres do PCC tiveram pedido de alienação antecipada feito pelo Ministério Público estadual, mas o processo seguiu para a Justiça Federal, porque as investigações também envolvem tráfico internacional de drogas. 

Os veículos vão ser leiloados, mas ainda não há data prevista para isso devido ao processo burocrático de avaliação de bens e aviso de leilão. Outra possibilidade seria a transferência dos automóveis para o poder público.

A TV Jangadeiro também apurou que um dos contratos do Governo do Estado prevê o aluguel de veículos do tipo Renault Duster e Jeep Renegade para uso dos órgãos de segurança. Cada Duster custa, por ano, mais de R$ 38 mil. Já cada Renegade sai por R$ 50 mil anuais.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis, os automóveis parados nas delegacias poderiam economizar esse dinheiro ao serem usados como viaturas descaracterizadas em investigações policiais.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

EXPOSTOS AO SOL E À CHUVA

Carros de luxo apreendidos pela polícia ficam parados à espera de uma destinação

Nas portas das delegacias, é comum encontrar veículos apreendidos deteriorados. No complexo de delegacias especializadas, vários carros de luxo importados podem ter o mesmo destino

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

6 de abril de 2019 às 07:00

Há 3 meses
(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Veículos de criminosos, apreendidos em operações policiais, poderiam servir de benefício para a sociedade se fossem leiloados ou usados como viaturas descaracterizadas, mas isso pouco acontece no Ceará, e os automóveis ficam parados até virar sucatas.

Nas portas das delegacias, é comum encontrar veículos apreendidos deteriorados. No complexo de delegacias especializadas, vários carros de luxo importados podem ter o mesmo destino, uma vez que estão há meses expostos ao sol e à chuva.

Entre eles, uma BMW apreendida durante a Operação Dissimulare, que investiga crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa na indústria têxtil. E ainda duas outras BMW e duas Range Rovers apreendidas na casa de Gegê do Mangue e Paca, dois líderes do PCC mortos na Grande Fortaleza, no ano passado.

A TV Jangadeiro apurou que os quatro automóveis apreendidos após as mortes dos lideres do PCC tiveram pedido de alienação antecipada feito pelo Ministério Público estadual, mas o processo seguiu para a Justiça Federal, porque as investigações também envolvem tráfico internacional de drogas. 

Os veículos vão ser leiloados, mas ainda não há data prevista para isso devido ao processo burocrático de avaliação de bens e aviso de leilão. Outra possibilidade seria a transferência dos automóveis para o poder público.

A TV Jangadeiro também apurou que um dos contratos do Governo do Estado prevê o aluguel de veículos do tipo Renault Duster e Jeep Renegade para uso dos órgãos de segurança. Cada Duster custa, por ano, mais de R$ 38 mil. Já cada Renegade sai por R$ 50 mil anuais.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis, os automóveis parados nas delegacias poderiam economizar esse dinheiro ao serem usados como viaturas descaracterizadas em investigações policiais.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: