Deputados estaduais do Ceará contam com aposentadoria diferenciada

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Deputados estaduais do Ceará contam com aposentadoria diferenciada

Na Assembleia Legislativa do Ceará, basta que o deputado complete 60 anos e contribua por 35 anos, sendo 20 como parlamentar

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

4 de abril de 2017 às 18:34

Há 2 anos
Insatisfação com a reforma da Previdência

Insatisfação com a reforma da Previdência (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O trabalhador cearense não está nada satisfeito com a reforma da Previdência. O Governo Federal tenta aprovar a medida que vai obrigar os brasileiros a trabalhar ainda mais. Enquanto isso, no Ceará, os deputados conseguem se aposentar “trabalhando” bem menos. E com um salário 21 vezes maior que o trabalhador.

Se a proposta do Governo Federal for aprovada, para se aposentar, o trabalhador vai precisar ter a idade mínima de 65 anos, sendo homem ou mulher. Para receber o valor integral, que só pode chegar no máximo R$ 5.531, vai ter que contribuir 49 anos de trabalho.

Enquanto isso, os deputados estaduais contam com uma aposentadoria diferenciada. Na Assembleia Legislativa do Ceará, basta que o parlamentar complete 60 anos e contribua por 20 anos para a carteira de Previdência da Casa e mais 15 anos para o regime geral. O benefício pode chegar a ser cerca de R$ 20 mil por mês, bem acima do teto da população comum.

Na última semana, a Assembleia enviou ao Tribunal de Contas do Estado, pedidos de aposentadoria para dois ex-deputado da Casa, Gorete Pereira, que hoje é deputada federal, e o ex-deputado Vasques Landim. A primeira vai receber benefício de R$ 19.300 e o segundo de R$ 18.960.

Veja todos os detalhes nos vídeos do Jornal Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Deputados estaduais do Ceará contam com aposentadoria diferenciada

Na Assembleia Legislativa do Ceará, basta que o deputado complete 60 anos e contribua por 35 anos, sendo 20 como parlamentar

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

4 de abril de 2017 às 18:34

Há 2 anos
Insatisfação com a reforma da Previdência

Insatisfação com a reforma da Previdência (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O trabalhador cearense não está nada satisfeito com a reforma da Previdência. O Governo Federal tenta aprovar a medida que vai obrigar os brasileiros a trabalhar ainda mais. Enquanto isso, no Ceará, os deputados conseguem se aposentar “trabalhando” bem menos. E com um salário 21 vezes maior que o trabalhador.

Se a proposta do Governo Federal for aprovada, para se aposentar, o trabalhador vai precisar ter a idade mínima de 65 anos, sendo homem ou mulher. Para receber o valor integral, que só pode chegar no máximo R$ 5.531, vai ter que contribuir 49 anos de trabalho.

Enquanto isso, os deputados estaduais contam com uma aposentadoria diferenciada. Na Assembleia Legislativa do Ceará, basta que o parlamentar complete 60 anos e contribua por 20 anos para a carteira de Previdência da Casa e mais 15 anos para o regime geral. O benefício pode chegar a ser cerca de R$ 20 mil por mês, bem acima do teto da população comum.

Na última semana, a Assembleia enviou ao Tribunal de Contas do Estado, pedidos de aposentadoria para dois ex-deputado da Casa, Gorete Pereira, que hoje é deputada federal, e o ex-deputado Vasques Landim. A primeira vai receber benefício de R$ 19.300 e o segundo de R$ 18.960.

Veja todos os detalhes nos vídeos do Jornal Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.