Moradores vivem drama de perder o lar do dia para a noite após queda parcial de prédio

INCERTEZA

Moradores vivem drama de perder o lar do dia para a noite após queda parcial de prédio

O prédio era a construção mais alta da área no bairro Maraponga, com quatro andares. Parte da estrutura caiu no último sábado (1)

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

4 de junho de 2019 às 11:43

Há 1 mês

 

Prédio desabou no último sábado. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Moradores do prédio que ameaça cair, desde o último sábado (1), no bairro Maraponga, em Fortaleza, estão alojados em casa de familiares. Apesar dos apartamentos alugados, tudo que eles tinham está perdido. Quem reside em locais próximos também precisou deixar a área. 

Não existe a possibilidade de retirar nada do local. Parte da Travessa Campo Grande está interditada. Além do prédio, os moradores de 12 casas vizinhas foram retirados, após o desabamento parcial, por questões de segurança.

As casas evacuadas são aquelas que ficam muito próximas ao local. Outros imóveis ao longo da Rua Altair também estão com o cordão de isolamento passando em frente. E até mesmo quem está fora dessa área, considerada insegura, não consegue ficar tranquilo.

Os motivos que levaram ao desabamento parcial do prédio ainda serão apurados. Nesta segunda-feira (3), representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea) usaram drones para fazer imagens do local para a elaboração de um documento para iniciar a investigação do caso.

O prédio tinha quatro andares, sendo a construção mais alta da área. Os demais imóveis tem no máximo dois pavimentos. A reportagem ouviu um engenheiro que aponta possíveis causas para o desabamento e o risco do restante da estrutura desabar. As casas isoladas estão na rota dos escombros.

Publicidade

Dê sua opinião

INCERTEZA

Moradores vivem drama de perder o lar do dia para a noite após queda parcial de prédio

O prédio era a construção mais alta da área no bairro Maraponga, com quatro andares. Parte da estrutura caiu no último sábado (1)

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

4 de junho de 2019 às 11:43

Há 1 mês

 

Prédio desabou no último sábado. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Moradores do prédio que ameaça cair, desde o último sábado (1), no bairro Maraponga, em Fortaleza, estão alojados em casa de familiares. Apesar dos apartamentos alugados, tudo que eles tinham está perdido. Quem reside em locais próximos também precisou deixar a área. 

Não existe a possibilidade de retirar nada do local. Parte da Travessa Campo Grande está interditada. Além do prédio, os moradores de 12 casas vizinhas foram retirados, após o desabamento parcial, por questões de segurança.

As casas evacuadas são aquelas que ficam muito próximas ao local. Outros imóveis ao longo da Rua Altair também estão com o cordão de isolamento passando em frente. E até mesmo quem está fora dessa área, considerada insegura, não consegue ficar tranquilo.

Os motivos que levaram ao desabamento parcial do prédio ainda serão apurados. Nesta segunda-feira (3), representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea) usaram drones para fazer imagens do local para a elaboração de um documento para iniciar a investigação do caso.

O prédio tinha quatro andares, sendo a construção mais alta da área. Os demais imóveis tem no máximo dois pavimentos. A reportagem ouviu um engenheiro que aponta possíveis causas para o desabamento e o risco do restante da estrutura desabar. As casas isoladas estão na rota dos escombros.