Sistema de cobrança eletrônica em ônibus de Fortaleza é ampliado

COBRANÇA DE PASSAGENS

Sistema de cobrança eletrônica em ônibus de Fortaleza é ampliado

Passageiros que não utilizam bilhete eletrônico reclamam da forma de pagamento, já o Sindiônibus cita vantagens e pretende manter a ampliação do novo sistema

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

11 de dezembro de 2018 às 16:12

Há 7 meses

Passageiros ainda têm dúvidas sobre a novidade (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O sistema de cobrança eletrônica exclusiva está sendo ampliado em ônibus de Fortaleza. Em alguns coletivos, apenas Bilhete Único e outros cartões eletrônicos são aceitos como forma de pagamento das passagens.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro) aponta problemas, como a demissão de cobradores. Passageiros que não utilizam bilhete eletrônico reclamam da forma de pagamento, já o Sindiônibus cita vantagens e pretende manter a ampliação do novo sistema.

No terminal da Parangaba, a linha Parangaba Náutico 2 opera com veículos: o 0-29, que aceita qualquer forma de pagamento, e o 129, que recebe apenas bilhete único, vale-transporte eletrônico e carteira de estudante com crédito.

O projeto foi implantado no fim de outubro em apenas uma linha, Siqueira Papicu. Hoje, já são 14 linhas em Fortaleza com veículos que recebem apenas pagamento com bilhetagem eletrônica. O ônibus com o sistema exclusivo é adesivado com o aviso do para-brisa “Somente crédito eletrônico”, ganhou o “1” no início da numeração da linha e não possui cobrador. 

Segundo o Sintro, pelo menos 75 cobradores foram demitidos após a instalação deste sistema de cobrança. O Sindiônibus, que representa os empregadores, garante que as demissões não têm relação com a cobrança eletrônica.

O novo sistema deve ser gradativamente ampliado, sem possibilidade de alternativa de cobrança eletrônica e em dinheiro, com duas catracas distintas, como praticado no Rio de Janeiro e São Paulo.

Linhas de ônibus que hoje só aceitam crédito eletrônico (ARTE: Esdras Nogueira/Tribuna do Ceará)

Linhas de ônibus que hoje só aceitam crédito eletrônico (ARTE: Esdras Nogueira/Tribuna do Ceará)

Confira mais detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

COBRANÇA DE PASSAGENS

Sistema de cobrança eletrônica em ônibus de Fortaleza é ampliado

Passageiros que não utilizam bilhete eletrônico reclamam da forma de pagamento, já o Sindiônibus cita vantagens e pretende manter a ampliação do novo sistema

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

11 de dezembro de 2018 às 16:12

Há 7 meses

Passageiros ainda têm dúvidas sobre a novidade (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O sistema de cobrança eletrônica exclusiva está sendo ampliado em ônibus de Fortaleza. Em alguns coletivos, apenas Bilhete Único e outros cartões eletrônicos são aceitos como forma de pagamento das passagens.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro) aponta problemas, como a demissão de cobradores. Passageiros que não utilizam bilhete eletrônico reclamam da forma de pagamento, já o Sindiônibus cita vantagens e pretende manter a ampliação do novo sistema.

No terminal da Parangaba, a linha Parangaba Náutico 2 opera com veículos: o 0-29, que aceita qualquer forma de pagamento, e o 129, que recebe apenas bilhete único, vale-transporte eletrônico e carteira de estudante com crédito.

O projeto foi implantado no fim de outubro em apenas uma linha, Siqueira Papicu. Hoje, já são 14 linhas em Fortaleza com veículos que recebem apenas pagamento com bilhetagem eletrônica. O ônibus com o sistema exclusivo é adesivado com o aviso do para-brisa “Somente crédito eletrônico”, ganhou o “1” no início da numeração da linha e não possui cobrador. 

Segundo o Sintro, pelo menos 75 cobradores foram demitidos após a instalação deste sistema de cobrança. O Sindiônibus, que representa os empregadores, garante que as demissões não têm relação com a cobrança eletrônica.

O novo sistema deve ser gradativamente ampliado, sem possibilidade de alternativa de cobrança eletrônica e em dinheiro, com duas catracas distintas, como praticado no Rio de Janeiro e São Paulo.

Linhas de ônibus que hoje só aceitam crédito eletrônico (ARTE: Esdras Nogueira/Tribuna do Ceará)

Linhas de ônibus que hoje só aceitam crédito eletrônico (ARTE: Esdras Nogueira/Tribuna do Ceará)

Confira mais detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: