Todas as creches e escolas municipais do Eusébio ofertam tempo integral

EDUCAÇÃO

Todas as creches e escolas municipais do Eusébio ofertam tempo integral

Na avaliação do Ideb, 85% das escolas do município alcançaram a meta prevista para 2017 nos anos iniciais do fundamental

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

1 de outubro de 2018 às 14:56

Há 10 meses
Ceará é destaque no Ideb (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Ceará é destaque no Ideb (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Ler, escrever, interpretar, realizar cálculos simples de matemática são atividades que formam a base do Ensino Fundamental.

Nas escolas do município de Eusébio, na Grande Fortaleza, o aprendizado vai além disso. O que é ensinado em sala de aula é aperfeiçoado no chamado contraturno, com habilidades artísticas, esportivas, de comunicação.

Na escola da comunidade Cararu, a educação musical está atrelada também à consciência ambiental. Baldes, latinhas e pedaços de madeira viram instrumentos nas mãos das crianças.

Escola também é lugar de cidadania. Régia e Ingrid já aprenderam o valor do trabalho em equipe. Elas fizeram um curta-metragem sobre combate ao trabalho infantil. Toda a escola João de Freitas Ramos se envolveu na iniciativa. Veio até recompensa: um prêmio concedido pelo Ministério Público do Trabalho.

Todas as 10 creches e as 28 unidades municipais de ensino em Eusébio ofertam o tempo integral. Dos 14 mil alunos matriculados, 9 mil optaram pelo tempo integral.

Leia também:
A Vitória do Ensino sobre a Distância

Na avaliação do Ideb, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, 85% das escolas do município alcançaram a meta prevista para 2017 nos anos iniciais do fundamental. O trabalho desenvolvido com os alunos nessa etapa escolar também se mostra à medida que eles chegam às últimas séries.

Em 2007, somente 28% das unidades avaliadas nos anos finais haviam atingido a meta do Ideb. A partir de 2010, o sistema de tempo integral foi implantado gradativamente no município. E, em 2017, 43% das 17 unidades que passaram pela avaliação no Eusébio chegaram à meta estabelecida.

O Ideb aponta que 82 das 100 melhores escolas do Brasil nos anos iniciais estão no Ceará. Dessas, 31 ficam no município de Sobral, o que representa 37% das unidades mais bem avaliadas. Apesar dos investimentos e dos projetos, nenhuma das escolas fica em Eusébio.

E, somente o Ideb, que mede aprovação e proficiência dos alunos, é suficiente para medir o quão boa é uma escola? De acordo com o professor Arnauld Cavalcant, o contexto em que a escola está inserida deve ser levado em conta, fatores externos também interferem na educação.

Apesar das experiências positivas do ensino de tempo integral no município do Eusébio, os dados do Ideb apontam que ficam em Sobral as 31 escolas mais bem qualificadas do Brasil.

No entanto, nesta segunda-feira (1º), uma matéria do jornal Folha de São Paulo traz a denúncia de fraude nas provas do Ideb, o índice que mede o desempenho de alunos nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental. Segundo a reportagem apurou, estudantes estariam realizando provas no lugar de outros, puxando para cima o resultado Ideb nas escolas de Sobral. Eles relatam que a fraude teria sido incentivada por professores para beneficiar a avaliação das instituições.

O caso está sendo investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público. Na reportagem, o secretário de Educação de Sobral, Herbert Lima, diz que os relatos dos estudantes não têm fundamento.

Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

EDUCAÇÃO

Todas as creches e escolas municipais do Eusébio ofertam tempo integral

Na avaliação do Ideb, 85% das escolas do município alcançaram a meta prevista para 2017 nos anos iniciais do fundamental

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

1 de outubro de 2018 às 14:56

Há 10 meses
Ceará é destaque no Ideb (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Ceará é destaque no Ideb (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Ler, escrever, interpretar, realizar cálculos simples de matemática são atividades que formam a base do Ensino Fundamental.

Nas escolas do município de Eusébio, na Grande Fortaleza, o aprendizado vai além disso. O que é ensinado em sala de aula é aperfeiçoado no chamado contraturno, com habilidades artísticas, esportivas, de comunicação.

Na escola da comunidade Cararu, a educação musical está atrelada também à consciência ambiental. Baldes, latinhas e pedaços de madeira viram instrumentos nas mãos das crianças.

Escola também é lugar de cidadania. Régia e Ingrid já aprenderam o valor do trabalho em equipe. Elas fizeram um curta-metragem sobre combate ao trabalho infantil. Toda a escola João de Freitas Ramos se envolveu na iniciativa. Veio até recompensa: um prêmio concedido pelo Ministério Público do Trabalho.

Todas as 10 creches e as 28 unidades municipais de ensino em Eusébio ofertam o tempo integral. Dos 14 mil alunos matriculados, 9 mil optaram pelo tempo integral.

Leia também:
A Vitória do Ensino sobre a Distância

Na avaliação do Ideb, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, 85% das escolas do município alcançaram a meta prevista para 2017 nos anos iniciais do fundamental. O trabalho desenvolvido com os alunos nessa etapa escolar também se mostra à medida que eles chegam às últimas séries.

Em 2007, somente 28% das unidades avaliadas nos anos finais haviam atingido a meta do Ideb. A partir de 2010, o sistema de tempo integral foi implantado gradativamente no município. E, em 2017, 43% das 17 unidades que passaram pela avaliação no Eusébio chegaram à meta estabelecida.

O Ideb aponta que 82 das 100 melhores escolas do Brasil nos anos iniciais estão no Ceará. Dessas, 31 ficam no município de Sobral, o que representa 37% das unidades mais bem avaliadas. Apesar dos investimentos e dos projetos, nenhuma das escolas fica em Eusébio.

E, somente o Ideb, que mede aprovação e proficiência dos alunos, é suficiente para medir o quão boa é uma escola? De acordo com o professor Arnauld Cavalcant, o contexto em que a escola está inserida deve ser levado em conta, fatores externos também interferem na educação.

Apesar das experiências positivas do ensino de tempo integral no município do Eusébio, os dados do Ideb apontam que ficam em Sobral as 31 escolas mais bem qualificadas do Brasil.

No entanto, nesta segunda-feira (1º), uma matéria do jornal Folha de São Paulo traz a denúncia de fraude nas provas do Ideb, o índice que mede o desempenho de alunos nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental. Segundo a reportagem apurou, estudantes estariam realizando provas no lugar de outros, puxando para cima o resultado Ideb nas escolas de Sobral. Eles relatam que a fraude teria sido incentivada por professores para beneficiar a avaliação das instituições.

O caso está sendo investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público. Na reportagem, o secretário de Educação de Sobral, Herbert Lima, diz que os relatos dos estudantes não têm fundamento.

Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.