Juntar as escovas de dente literalmente pode gerar doenças

SAÚDE DENTAL

Juntar as escovas de dente literalmente pode gerar doenças

Segundo uma dentista, não é correto guardar o objeto de higiene pessoal junto com outro do mesmo tipo. Essa atitude pode transferir bactéria

Por Tribuna do Ceará em Pode Contar

5 de dezembro de 2016 às 14:50

Há 3 anos
escova de dente

Juntar as escovas de dente não é fofo! (FOTO: Reprodução Nordestv)

“Juntar as escovas de dente” é uma expressão utilizada quando uma pessoa vai casar. Mas a prática real não tem nada de fofo. Na realidade, é um ato bastante perigoso.

O programa Pode Contar da Nordestv/Band procurou a dentista Isabella Resende para tirar todas as dúvidas em relação ao uso correto da escova de dente. Segundo a especialista, não é correto guardar o objeto de higiene pessoal junto com outro do mesmo tipo. Essa atitude pode transferir bactéria de uma escova para a outra e trazer doenças graves, como diarreia, gengivite, candidíase, cárie e até doenças cardíacas.

“O ideal é guardar a escova separadamente dentro de um armário, que seja de preferência amplo e arejado”. Mas como será que os moradores de Fortaleza guardam suas escovas? A repórter Catharina Maia foi até o bairro Guararapes, em Fortaleza, conferir. Veja os detalhes no vídeo.

Veja outros vídeos do Pode Contar.

Publicidade

Dê sua opinião

SAÚDE DENTAL

Juntar as escovas de dente literalmente pode gerar doenças

Segundo uma dentista, não é correto guardar o objeto de higiene pessoal junto com outro do mesmo tipo. Essa atitude pode transferir bactéria

Por Tribuna do Ceará em Pode Contar

5 de dezembro de 2016 às 14:50

Há 3 anos
escova de dente

Juntar as escovas de dente não é fofo! (FOTO: Reprodução Nordestv)

“Juntar as escovas de dente” é uma expressão utilizada quando uma pessoa vai casar. Mas a prática real não tem nada de fofo. Na realidade, é um ato bastante perigoso.

O programa Pode Contar da Nordestv/Band procurou a dentista Isabella Resende para tirar todas as dúvidas em relação ao uso correto da escova de dente. Segundo a especialista, não é correto guardar o objeto de higiene pessoal junto com outro do mesmo tipo. Essa atitude pode transferir bactéria de uma escova para a outra e trazer doenças graves, como diarreia, gengivite, candidíase, cárie e até doenças cardíacas.

“O ideal é guardar a escova separadamente dentro de um armário, que seja de preferência amplo e arejado”. Mas como será que os moradores de Fortaleza guardam suas escovas? A repórter Catharina Maia foi até o bairro Guararapes, em Fortaleza, conferir. Veja os detalhes no vídeo.

Veja outros vídeos do Pode Contar.