Publicidade

Agregando valor

por Rodrigo Goyanna

estrategia

Grupo Aço Cearense reforça projetos de tecnologia durante pandemia

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, experiencia, Marketing

09 de julho de 2020

ase do Grupo foi apresentado na Live 50 CIOs sobre aceleração da tecnologia

 

A pandemia da Covid-19 tornou as pessoas mais receptivas ao uso das tecnologias e investir nas ferramentas digitais passou a ser um quesito fundamental para as empresas neste momento. A observação é do gerente de TI do Grupo Aço Cearense, Vinicius Amanajás, que participou da Live 50 CIOs, promovida pela Netglobe, nesta terça-feira (7), contando um pouco da experiência da companhia nos últimos meses.

 

Vinícius apresentou o case do Grupo Aço Cearense, que possui empresas no Ceará e também no Pará e em Tocantins, onde estão localizadas a SINOBRAS e a SINOBRAS FLORESTAL. Com empresas geograficamente distantes, o Grupo investe em tecnologia para aproximar cada vez mais e atender com excelência clientes, fornecedores e colaboradores. “Já estávamos trabalhando de forma muito positiva a nossa tecnologia, tanto que este ano ganhamos o prêmio SAP Innovation Awards 2020 com um projeto voltado para o desenvolvimento de soluções orçamentárias, após concorrer com projetos do mundo todo. Estamos focados em utilizar, da melhor forma, a tecnologia ao nosso favor e de nossos clientes, e isso ficou ainda mais evidente e necessário agora com a pandemia”, destacou Vinícius.

 

Além do Grupo Aço Cearense, também foram apresentados os cases das empresas Avon, Electrolux, Lenovo e GRSA.

 

Publicidade

Crie, reinvente-se ou morra.

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

19 de Maio de 2020

Luiz Fernando Paiva é Sócio-Diretor da América Marketing e novo Parceiro do Blog

Já há alguns anos, especialistas das áreas de tecnologia, marketing e negócios alertam que apenas as empresas que se transformarem digitalmente sobreviverão no futuro. Bem, o futuro chegou mais rápido do que se esperava, não é mesmo?

Apesar do claro conceito de globalização e dos seus paradigmas serem aceitos e entendidos por todos, nós só passamos a acreditar quando a mudança bateu (duramente) em nossa porta.

A chegada da pandemia impôs uma exigência planetária: de NY a Xangai, país a país e dia após dia, assistimos às pessoas mudando suas rotinas, buscando novas soluções e meios de adaptação as medidas de segurança impostas pelo isolamento social.

Os negócios tiveram que adaptar suas rotinas, jogar no lixo o planejamento e se preparar para uma mudança de paradigma e um novo normal. E essa nova realidade passa, necessariamente, por uma ‘’transformação digital.’’

Os números são claros.

Independente da adoção ou não das medidas de distanciamento, o consumo caiu em todas as regiões, mostrando que o consumidor está com receio, economizando para essa nova realidade em que estamos imersos. Como apresenta o gráfico abaixo, o qual compara 2 estados norte-americanos, Minnesota, que optou pelo Lockdown, e Dakota do Sul, que não optou pelo Lockdown, em que ambos apresentam diminuição geral do consumo.

Fonte: tracktherecovery.org

 

A crise, assim como o coronavírus, vai fazer com que as empresas que não estavam com a saúde em dia sofram gravemente ou, até, fechem suas portas. Vão sobreviver aquelas que, além de estarem muito bem preparadas, adaptarem-se rapidamente para a transformação digital.

Se sua empresa não cabe na palma da mão do seu cliente, fique alerta.

Mas o que consiste em uma transformação digital? Segundo o autor David L. Rogers em seu livro ‘’Transformação Digital’’, ela consiste em mudanças em 5 áreas de conhecimentos:

 

  • DADOS

Crie, armazene e trate seus dados de maneira que eles virem ativos importantes para sua empresa. Aprenda a importância dos dados não estruturados e conecte o resultado em cada departamento da empresa.

  • CLIENTES

Os clientes são o principal influenciador de marketing para inspirar a compra, a lealdade e a defesa da marca. Explore as redes de clientes sempre em mão dupla, ou seja, ouvir o que ele está dizendo e responder. Perguntas como: Qual comportamento online do meu cliente? Qual sua jornada até a compra e qual seu funil de marketing? Devem ser respondidas.

  • COMPETIÇÃO

Com os mercados competindo em níveis globais, cada vez fica mais nebuloso a relação entre rival e parceiro. Veja o caso do AirBnb, considerado por muitos um rival e por outros um parceiro. Construa comunidades, não só produtos.

 

  • INOVAÇÃO

As decisões são baseadas em TESTE.  Inove por experimentação rápida, teste, analise e comprove qual melhor caminho para o seu negócio. Os experimentos são contínuos e conduzidos por todos. O teste de ideias é barato, rápido e fácil.

  • VALOR

Analise bem sua proposta de valor. Caso o mercado esteja em declínio, adapte. Veja qual é o valor que o seu mercado percebe, pois ele é mutante. Como exemplo, na crise atual, a percepção de valor do cliente mudou drasticamente.

 

Empresas que já trabalham com esses conceitos ou já tem experiência em áreas de tecnologia ou marketing digital, por exemplo, conseguiram se adaptar um pouco mais rápido, pois o DNA da transformação digital é de mudança e evolução contínua.

 

Líderes não devem esperar mais para fazer este movimento acredite e siga em frente.

Crie, reinvente-se ou morra.

Autor: Luiz Fernando Paiva – Sócio-Diretor da América Marketing.
Formação em Administração de empresas (FGV), pós em Marketing Digital e gestão de Redes Sociais. (Unifor).

 

Publicidade

Mercado Vida Saudável oferece box happy hour com vinho orgânico e petiscos saudáveis

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, experiencia

27 de Abril de 2020

Para acompanhar os shows online que têm sido a diversão das pessoas em meio à quarentena, o Mercado Vida Saudável lançou o Box Happy Hour, um kit com vinho orgânico e petiscos saudáveis. O mix de produtos, completamente orgânico e saudável, custa R$118,00 e pode ser pedido pelo WhatsApp do Mercado no número (85) 98160.0292, ou pelo telefone (85) 2180.6349.

No box, sete petiscos de variados sabores acompanham o Vinho Tinto 1551 ConoSur Cabernet Sauvignon. Entre eles, estão os crispies de quinoa e mix de sementes, homus chips sabor ervas finas com azeite, os snacks de feijão defumados com páprica e o patê Natupalm de palmito sabor tomate seco. Além disso, o Mercado Vida Saudável oferece de brinde um molho da casa.

Delivery

O Mercado Vida Saudável, espaço com produtos e refeições plant based, segue operando apenas com plataforma de delivery durante o período de quarentena. O serviço é gratuito para 10 bairros da cidade e os pedidos podem ser feitos através do WhatsApp do Mercado, no número (85) 98160.0292, ou pelo telefone (85) 2180.6349.

Entre os produtos que podem ser pedidos, estão as kombuchas de diferentes sabores, que fortalecem o sistema imunológico e intestinal; os hambúrgueres veganos congelados de grão de bico, lentilha e quinua; e a coxinha vegana de carne de jaca, entre outros produtos. As refeições do Mercado, como o Baião Vida Saudável, as Esfihas Plant Based e o Bolo de Banana também estão disponíveis para pedidos.

leia tudo sobre

Publicidade

Unifametro dá dicas para se recolocar profissionalmente no cenário de pandemia

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

23 de Abril de 2020

O atual cenário de pandemia do novo coronavírus impactou diretamente o mercado de trabalho. Enquanto alguns setores apresentam cenário positivo e aumentam as contratações, outros veem a necessidade de cortar custos, suspender contratos ou reduzir o salário de seus funcionários.

Para quem está em busca de uma nova posição no mercado de trabalho, transição de carreira, recolocação ou primeiro emprego, é importante estar atento às transformações e as novas exigências do mercado. Por isso,  a analista de carreiras da Unifametro, Marta Brandão, dá dicas valiosas para quem está buscando uma nova empreitada. “O atual momento exige que os profissionais tenham mais flexibilidade e estejam abertos às mudanças. Além disso, é fundamental ter foco, disciplina, dedicação e estar empenhado para intensificar a busca de vagas e se destacar entre os concorrentes”, explica a analista de carreiras. Confira as dicas:

  1. Atualize seu currículo

Em um mercado de trabalho cada vez mais concorrido, um currículo bem feito pode se tornar uma vantagem competitiva. Muitas vezes, o documento é o primeiro contato da empresa com o candidato e, por isso, deve ser claro, objetivo e focado na área em que você está buscando. Não deixe de destacar: objetivo profissional; experiências profissionais/acadêmicas; formação e/ou cursos complementares. Mantenha suas informações sempre atualizadas, organize as informações em tópicos e opte por um modelo de currículo neutro.

  1. Como encontrar vagas?

O primeiro passo é avaliar quais suas áreas de interesse e fazer um levantamento de sites de emprego, consultorias e empresas em que você gostaria de trabalhar. Depois disso, acesse diariamente o site e as redes sociais dessas organizações para que você possa estar atento às oportunidades. E, mesmo que a oferta de vagas seja menor em decorrência da pandemia, tente manter sua autoconfiança.

  1. LinkedIn 

O LinkedIn é uma rede social exclusiva para relações profissionais e, se usada de forma estratégica, pode ajudar o profissional na busca de novas oportunidades. A plataforma permite disponibilizar o currículo online, fazer busca de oportunidades, ampliar rede de contatos profissionais, além de permitir que empresas busquem por novos talentos. Mantenha suas informações atualizadas, ative o alerta de vagas e utilize palavras-chave que facilitem que os recrutadores o encontrem.

  1. Amplie seus conhecimentos

Aproveite o momento para adquirir e expandir conhecimentos tanto na sua área de formação como conhecimentos para se manter atualizado diante das mudanças no mercado. Grandes instituições estão oferecendo cursos online, gratuitos e com certificados. Essa pode ser uma excelente oportunidade para você dar um up no seu currículo e ficar ainda mais preparado para o mercado de trabalho.

  1. Soft skills (habilidades comportamentais)

As soft skills dizem respeito às habilidades comportamentais e sociais. Cada vez mais as empresas têm utilizado as competências comportamentais como critério na hora da contratação, visando admitir pessoas alinhadas aos valores e cultura da organização. Estas capacidades são muito valorizadas pelo mercado de trabalho e importantes em profissionais de qualquer área. Por isso, identificar e ampliar suas capacidades é tão importante quanto ter uma formação específica na área de atuação. Alguns exemplos de soft skills que são requeridas no mercado e que convergem com o cenário atual: flexibilidade, capacidade de se adaptar às mudanças , resiliência, resolução de problemas, inteligência emocional, proatividade, comprometimento, comunicação eficaz e relacionamento interpessoal.

  1. Networking 

Construir, ampliar e cultivar sua rede de contatos é fundamental para se recolocar mais rápido. Colegas e chefes de empresas anteriores, colegas da faculdade, professores, pessoas que você adicionou e as empresas em que você gostaria de trabalhar são, neste momento, bastante importantes. Mas, para garantir que você seja lembrado quando alguém precisar de um profissional com seu perfil, é importante que sua rede de contatos saiba que você está buscando novas oportunidades. Essas são as dicas do Unifametro Carreiras nesse momento delicado que estamos vivendo.

leia tudo sobre

Publicidade

O que os brasileiros esperam das marcas nesse momento de crise ?

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia

27 de Março de 2020

Eles realmente querem saber sobre marcas durante a pandemia ?

Essas e outras perguntas estão no estudo Global de COVID-19 lançado pela Kantar, que através de um monitoramento semanal busca entender quais são os hábitos, preocupações e expectativas sobre as marcas nesse momento de crise.

Além de trazer o comparativo da percepção dos brasileiros versus outros países, o estudo aborda entendimento de como as marcas e suas comunicações devem ser trabalhadas nesse novo contexto.

Tudo isso associado a análise da nossa plataforma de search & social diagnostic que faz um mapeamento das reações digitais dos consumidores frente a essa situação e as ações das marcas no ambiente online.

Clique no link abaixo e confira:

C19 Proposta_Brasil

leia tudo sobre

Publicidade

Grand Shopping realiza tributo a Fábio Júnior e Roupa Nova em homenagem ao Dia da Mulher

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, experiencia, Marketing

03 de Março de 2020

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, o Grand Shopping apresenta o show do cantor Jerrivan Cardoso, que traz para o público um tributo a banda Roupa Nova e ao cantor Fábio Júnior. O evento, que é gratuito, acontece a partir das 12 horas, na Praça de Alimentação.

 

As clientes do empreendimento também receberão brindes especiais e poderão degustar brigadeiros gourmet que serão distribuídos gratuitamente. “O Grand Shopping não poderia deixar de comemorar essa data que é tão significativa para as mulheres. Espero que nossas clientes se sintam homenageadas e curtam bastante o dia”, comenta a gerente de marketing do empreendimento, Carla Werneck.

 

O Grand Shopping                                                                           

Com três anos de atuação e de intenso crescimento, o Grand Shopping foi pensado para proporcionar grandes experiências para toda a família. Localizado na área Sul da cidade, região que abrange 33 bairros nas redondezas da Avenida Frei Cirilo (Messejana), o empreendimento reúne quatro pisos, 182 lojas, cinco lojas âncoras e seis megalojas, praça de alimentação com restaurantes e fast foods. Buscando sempre o máximo de integração entre praticidade e serviços, o shopping oferece o máximo em conforto e segurança. A estrutura conta ainda com cinco salas de cinema, game center e dois subsolos de estacionamento para 970 veículos.

Serviço

Tributo a Fábio Júnior e Roupa Nova no Grand Shopping
Endereço: Av. Frei Cirilo, 3840 – Messejana
Data: Domingo, 08 de março
Horário: 12 horas.
Local: Praça de alimentação.

Publicidade

Faculdade CDL oferta bolsa de até 50% no Vestibular 2020.1

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

20 de Janeiro de 2020

A Faculdade CDL inicia as matrículas de 2020.1 com descontos especiais para seus oito cursos, sendo seis de graduação tecnológica e dois de bacharelado. Os candidatos que fizeram 400 pontos ou mais no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem ingressar sem necessidade de outro vestibular. De acordo com a pontuação da média simples, a instituição de ensino oferece descontos entre 25% e 50%.

O candidato que obteve de 400 a 500 pontos no Enem 2019 terá 25% de desconto durante todo o curso escolhido, ingressando no primeiro semestre deste ano. De 501 a 600 pontos, o abatimento é de 30% e de 601 a 800 a redução é de 40%. Para quem fez mais de 800 pontos o curso sairá pela metade do preço, com 50% de desconto.

As formações da Faculdade CDL são voltadas para quem quer ampliar conhecimentos nos segmentos do varejo ou quem já trabalha na área e busca uma formação técnica ou superior. Os dois cursos de bacharelado são Administração e Ciências Contábeis e os seis com formação tecnológica são Gestão Comercial, Logística, Marketing, Gestão de Recursos Humanos, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Redes de Computadores.

Matrícula com o Enem

Para calcular a nota o estudante pode somar as pontuações das quatro provas objetivas e da redação e dividir o resultado por cinco. Essa é a “média simples”, utilizada para ingresso sem a necessidade de prestar outro vestibular. Quem deseja efetuar matrícula, mas não fez Enem em 2019, pode usar também as notas de 2017 e 2018. O candidato deve acessar o site faculdadecdl.edu.br e inscrever-se no campo Vestibular 2020.1 escolhendo a forma de ingresso “Enem”.

Para realizar a matrícula, é necessário levar uma foto 3×4 e original e cópia dos seguintes documentos: certificado de conclusão do Ensino Médio ou equivalente, histórico escolar do ensino médio, cédula de identidade, CPF, certidão de nascimento ou de casamento, título de eleitor com o comprovante da última votação, CTPS (para associados), certificado de reservista (para homens) e comprovante de residência (atualizado com CEP).

SERVIÇO

Vestibular 2020.1 – Inscrições no site (www.faculdadecdl.edu.br)

Início das aulas: 03 de fevereiro de 2020

Local: Faculdade CDL – Rua 25 de Março, 882 – Centro

Informações: (85) 3464.5504

leia tudo sobre

Publicidade

GO! Comunicação cria ação para o QuintoAndar no Metrô de São Paulo

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

26 de dezembro de 2019

Os usuários da Linha Verde do Metrô de São Paulo estão sendo impactados com uma ação da GO! Comunicação para o QuintoAndar, a maior plataforma de moradia do Brasil. Quatro vagões da linha acabam de ser adesivados simulando os lados externos e internos de uma residência, evidenciando os benefícios da plataforma, conhecida por simplificar a locação de imóveis em diversas cidades brasileiras.

O envelopamento externo foi feito em quatro dos seis vagões de um dos trens da linha, dois deles com a comunicação da atual campanha do QuintoAndar, focada na facilidade que a plataforma oferece para quem quer alugar imóveis. Os outros dois vagões foram caracterizados como o lado externo de uma casa, com porta, janela, campainha, vaso de flores e uma placa de Aluga-se. Por dentro dos trens, a ambientação simula cortinas nas janelas, quadros na parede, tapetes e os assentos como sofás.

“Nosso objetivo é transformar o mercado para melhor, fazendo com que as pessoas encontrem a casa perfeita para o seu momento de vida – e isso tem tudo a ver com mobilidade”, explica Luciana Brito de Oliveira, gerente de marketing do QuintoAndar em São Paulo.

“Se um dos objetivos era enfatizar a facilidade para os possíveis inquilinos, o fato de que ‘o QuintoAndar leva o imóvel até você’ deixa isso muito evidente, numa analogia que beira o literal”, afirma Vivian Ferreira, diretora da GO! Comunicação.

A ação vai até o dia 19 de janeiro.

Com amplo portfólio em Propaganda, Promoção, Live Marketing, Design e Digital para marcas como Brasil Kirin, Eternit, Eucatex, IBOPE Inteligência, Itaucard, Locaweb, Mercedes Benz, Tupperware, entre outras, a GO! foi eleita por três vezes a Melhor Agência do ABC paulista. Além de ter sido premiada como Agência do Ano 2019, foi reconhecida com os prêmios de Melhor Profissional de Social Media, Melhor Agência em Marketing Direto e Relacionamento e Melhor Agência em Design pelo Prêmio ABC da Comunicação, que reconhece o desempenho das agências sediadas na região. Outros detalhes: www.gocomunicacao.com

Sobre o QuintoAndar

O QuintoAndar é uma imobiliária digital que oferece uma experiência direta e simples para proprietários inquilinos no mercado de aluguel residencial de longa duração no Brasil. Ela permite que inquilinos busquem por imóveis por meio de fotos de alta qualidade, marquem visitas e fechem negócio online, sem burocracia. Para o proprietário, o QuintoAndar assegura o recebimento do valor do aluguel em dia, independentemente do pagamento pelo inquilino, e oferece a Proteção QuintoAndar, que cobre reparos no imóvel não realizados ao fim do contrato. A companhia atualmente opera em 25 cidades nas 9 principais regiões metropolitanas do país. 

leia tudo sobre

Publicidade

O Jeito Apple de atender os clientes

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia

09 de dezembro de 2019

Cena Real. Domingo 3pm na Applestore do Montgomey Mall em Bethesda, MD, USA: “Eu amoooooo esse modelo de Ipod”, diz uma efusiva garota. Inesperadamente, uma sorridente funcionária surge rebatendo: “nossa marca também ama você”.

Não se trata de um discurso leviano. A Apple ama amar seus clientes, porque o foco no consumidor norteia cada decisão ou estratégia adotada pela empresa. Isso agrega valor ao produto, o branding que a empresa desenvolve permite cobrar mais por cada aparelho; quer você ame, ou odeie a Apple, não há dúvidas de que você percebe a experiência que a empresa cria, a marca da maçã não vende simplesmente um celular, ela entrega uma experiência de consumo acima da média para o seu cliente. Porque apesar de ser empresa de tecnologia e inovação, a Apple fala a linguagem do cliente desde da etapa de reconhecimento de necessidade e captação de informações, até a fase final do pós-venda.

Cada funcionário da empresa criada por Steve Jobs é na verdade um defensor da marca, e carrega consigo o objetivo de tornar uma simples visita a Apple Store, numa experiência única e inesquecível.

De acordo com o depoimento real de alguns funcionários, a etapa  durante o fim do treinamento denomina-se “get shirtified” – algo como “encamisado”, significa que o funcionário vestiu a camisa da empresa. Esqueçam a camisa, o comprometimento se incorpora a alma através dos valores Apple de ser, uma aula de endomarketing que resulta em produtividade.

Para a Apple, o essencial é invisível aos olhos:  você vale pelo que você pensa. Quando a empresa abandona o status quo de estereótipo de funcionário, e contrata como vendedor o idoso, o jovem tatuado de bermuda, a garota com estilo gótico; ela transmite uma mensagem, “pra nossa empresa, são todos possíveis clientes, prováveis promotores da marca, e nossa maior preocupação é que se sintam confortáveis em serem atendidos por vendedores que transmitam nossos valores como organização, de uma maneira fácil de ser entendida, ou pelo menos mais agradável de ser escutada.” Pra tudo na vida é assim, o diferente geralmente causa estranheza, mas tudo aquilo que se assemelha provoca empatia.

O vendedor precisa absorver a premissa e vender a idéia de um produto simples, como um computador, em um objeto de desejo, com usabilidade amigável; trata-se do famoso mantra dentro da empresa:  keep it simple, uma maneira de garantir que qualquer usuário, de qualquer nível, consiga operar um produto Apple com poucos minutos de interação.

Assim, os consumidores estão dispostos a pagar mais por uma melhor experiência e exclusividade, em fazer parte de um grupo seleto de amantes da marca. Isso justifica em parte o sucesso da Apple em relação às suas concorrentes.

O segredo da empresa é saber quem é verdadeiramente seu público, e identificar exatamente quais são os valores que estes priorizam. Preço é o que você paga, valor, o que você leva. É um processo, valor incorporado a produto, precisa ser percebido pelo visitante, e precisa ser capturado como venda. Valor percebido é importante pra marca, valor capturado é importante pra empresa.

Quer saber se tá dando certo? Pergunta a alguém que acabou de adquirir um Macbook o que ele comprou? Ele nunca vai dizer que comprou um notebook, ele vai estufar o peito e responder com toda emoção, “comprei um Apple”

Em um próximo post, iremos falar mais sobre Branding, Net Promoter Score, Lock in, estratégias da Apple para manter a fidelização de seus clientes.

leia tudo sobre

Publicidade

Obrigado pela crítica!

Por rodrigogoyanna em estrategia, experiencia, Marketing

26 de outubro de 2019

Com o advento da internet, a percepção do seu consumidor sobre a experiência de consumo ao produto do seu negócio se tornou não somente muito mais exposta , mas fator determinante sobre decisão de consumo de potenciais novos clientes. Uma campanha de prospects precisaria de muito mais budget pra converter uma reputação prejudicada por uma imagem negativa no mercado. Dê valor as criticas do presente, antes que saia caro ir atrás do cliente do futuro.

Cada vez mais, gestores precisam estar atentos sobre o que tem-se dito sobre sua empresa nos diferentes canais, seja no on line através de novas mídias, seja no offline, pelo famigerado boca a boca. Para monitorar a repercussão no digital, ferramentas como o Google Alert, permitem o usuário cadastrar palavras-chave, e ser avisado sempre que esta for citada no ambiente digital. Para monitorar o off-line, nada melhor que sempre buscar conversar com o cliente, seja o abordando, ou através de pesquisas de satisfação. Uma dica: ofereça vouchers de desconto cada vez que seu cliente der um feedback, é um incentivo a recompra.

Uma postura reativa de entender o pensamento do seu cliente é de extrema importância para a manutenção de uma reputação positiva perante seu target, mas agir proativamente no sentido de entender a experiência de consumo dele traz benefícios imensuráveis para a gestão do seu negócio, pois vai te ajudar a identificar a que grupo eles pertencem, quais são seus gostos e preferências, seu poder de aquisição, sua localização geográfica, e assim por diante. Com esses dados em mãos, será possível direcionar seus serviços ou produtos cada vez mais de forma a dar ao cliente exatamente o que ele deseja.

Quem não gosta de ser ouvido? A tentativa de consertar um erro pode ser tão eficaz do que de fato repará-lo, o ato de se importar com o cliente, entrega a narrativa de que ele não é apenas mais um, mas um consumidor bem mais especial.

Lembre-se, o pior cliente é o que não se comunica, porque não dá ao gestor a oportunidade de identificar onde falhou, e consequentemente, ele nao sabe exatamente onde melhorar. Incentive as criticas, elas são escadas para o sucesso. Cliente insatisfeito, e mudo, são considerados detratores da marca, e certamente irão repercutir a experiência negativa para algumas dezenas de pessoas da “sua tribo”

Puxe na memória, quando foi a última vez que desistiu de uma compra baseado em um feedback negativo? Quantos de nós pesquisam reviews de compra antes do fechamento da venda? A compra, mais do que apenas o produto, tem como um dos principais valores, a experiência, na qual está inserida o atendimento, além da efetiva conexao que o cliente criou com sua marca, através dos diversos pontos de contato. Por isso, entenda quais são os pay points do seu publico, e um por um, entregue soluções em forma de experiência positiva.

Entenda que a internet remodelou o relacionamento entre os diversos stakeholders, antes, essa corrente sobre percepções de experiências eram feitas a nível local, o vizinho comentava com a dona de casa, a mesa de bar ajudava a decidir sobre a venda, agora, a internet virou um balcão de opiniões, onde cabe ao gestor, entender ate que ponto aquele julgamento é pertinente, e até que ponto a critica pode servir de aprendizado para melhoria de produto: ESCUTE TUDO, RESPONDA A TUDO, E SEJA REATIVO ÀQUILO QUE TRARÁ VALOR AO SEU NEGÓCIO.

Não pedir um feedback ao cliente não significa que ele não dirá sua opinião sobre os seus produtos ou serviços: pelo contrário, se você não se preocupar em buscá-la para garantir sua satisfação no pós-venda, ele pode expô-la com estardalhaço e prejudicar a imagem do seu empreendimento.

Enquanto empreendedor, é preciso expandir sua capacidade/maturidade de reagir positivamente diante de uma critica construtiva. Existe um ditado que diz que “ as vezes quem menos sabe da água, é o peixe”, precisamos de um olhar externo pra entender, diante do que já acontece rotineiramente em nossa empresa, o que pode ser entendido como ponto fora da curva sobre a experiência de consumo.

Um dos exemplos mais emblemáticos foi o das pastilhas Halls:

Com o tema de campanha: Errar é humano, ACABAR COM O ERRO É HALLS! A empresa absorveu as criticas e deu a volta por cima ao reagir inteligentemente nessa campanha ao escutar seu consumidor.

Se houve falha de pesquisa de mercado sobre desenvolvimento de um novo produto, a empresa foi muito perspicaz no momento que absorveu as criticas, e ao invés de ficar apanhando do mercado, deu um passo atrás, e através do humor,  oportunizou o lançamento de um produto pra substituir o que não performou bem.

No comercial, a empresa diz: “ se vocês não estão felizes, nós também não”. Isso é valorizar o maior ativo de qualquer organização, o seu cliente. Ela deu voz e poder de decisão àquele que é o centro de tudo, e norteia a proposta de valor do negócio.

Marketing de relacionamento é isso, ao invés de mostrar uma postura distante e petulante, ao reconhecer o erro, a empresa acaba se humanizando, e se aproximando do seu publico.

O gerente inicia o comercial  dentro de um escritório estando com o estilo “engomadinho” (um visual típico de distanciamento e isolamento), e ao participar in loco da eliminação do produto (se sujando inclusive), ele se mostra engajado com as reclamações do seu publico, como se não medisse esforços para entregar o que o mercado tem demandado.

Na ultima cena do comercial, o gerente do SAC caminha sozinho, e recolhe sua maleta de trabalho do chão. É uma mensagem clara: “estamos de volta ao jogo”

Ponto pra Halls!

Publicidade

Obrigado pela crítica!

Por rodrigogoyanna em estrategia, experiencia, Marketing

26 de outubro de 2019

Com o advento da internet, a percepção do seu consumidor sobre a experiência de consumo ao produto do seu negócio se tornou não somente muito mais exposta , mas fator determinante sobre decisão de consumo de potenciais novos clientes. Uma campanha de prospects precisaria de muito mais budget pra converter uma reputação prejudicada por uma imagem negativa no mercado. Dê valor as criticas do presente, antes que saia caro ir atrás do cliente do futuro.

Cada vez mais, gestores precisam estar atentos sobre o que tem-se dito sobre sua empresa nos diferentes canais, seja no on line através de novas mídias, seja no offline, pelo famigerado boca a boca. Para monitorar a repercussão no digital, ferramentas como o Google Alert, permitem o usuário cadastrar palavras-chave, e ser avisado sempre que esta for citada no ambiente digital. Para monitorar o off-line, nada melhor que sempre buscar conversar com o cliente, seja o abordando, ou através de pesquisas de satisfação. Uma dica: ofereça vouchers de desconto cada vez que seu cliente der um feedback, é um incentivo a recompra.

Uma postura reativa de entender o pensamento do seu cliente é de extrema importância para a manutenção de uma reputação positiva perante seu target, mas agir proativamente no sentido de entender a experiência de consumo dele traz benefícios imensuráveis para a gestão do seu negócio, pois vai te ajudar a identificar a que grupo eles pertencem, quais são seus gostos e preferências, seu poder de aquisição, sua localização geográfica, e assim por diante. Com esses dados em mãos, será possível direcionar seus serviços ou produtos cada vez mais de forma a dar ao cliente exatamente o que ele deseja.

Quem não gosta de ser ouvido? A tentativa de consertar um erro pode ser tão eficaz do que de fato repará-lo, o ato de se importar com o cliente, entrega a narrativa de que ele não é apenas mais um, mas um consumidor bem mais especial.

Lembre-se, o pior cliente é o que não se comunica, porque não dá ao gestor a oportunidade de identificar onde falhou, e consequentemente, ele nao sabe exatamente onde melhorar. Incentive as criticas, elas são escadas para o sucesso. Cliente insatisfeito, e mudo, são considerados detratores da marca, e certamente irão repercutir a experiência negativa para algumas dezenas de pessoas da “sua tribo”

Puxe na memória, quando foi a última vez que desistiu de uma compra baseado em um feedback negativo? Quantos de nós pesquisam reviews de compra antes do fechamento da venda? A compra, mais do que apenas o produto, tem como um dos principais valores, a experiência, na qual está inserida o atendimento, além da efetiva conexao que o cliente criou com sua marca, através dos diversos pontos de contato. Por isso, entenda quais são os pay points do seu publico, e um por um, entregue soluções em forma de experiência positiva.

Entenda que a internet remodelou o relacionamento entre os diversos stakeholders, antes, essa corrente sobre percepções de experiências eram feitas a nível local, o vizinho comentava com a dona de casa, a mesa de bar ajudava a decidir sobre a venda, agora, a internet virou um balcão de opiniões, onde cabe ao gestor, entender ate que ponto aquele julgamento é pertinente, e até que ponto a critica pode servir de aprendizado para melhoria de produto: ESCUTE TUDO, RESPONDA A TUDO, E SEJA REATIVO ÀQUILO QUE TRARÁ VALOR AO SEU NEGÓCIO.

Não pedir um feedback ao cliente não significa que ele não dirá sua opinião sobre os seus produtos ou serviços: pelo contrário, se você não se preocupar em buscá-la para garantir sua satisfação no pós-venda, ele pode expô-la com estardalhaço e prejudicar a imagem do seu empreendimento.

Enquanto empreendedor, é preciso expandir sua capacidade/maturidade de reagir positivamente diante de uma critica construtiva. Existe um ditado que diz que “ as vezes quem menos sabe da água, é o peixe”, precisamos de um olhar externo pra entender, diante do que já acontece rotineiramente em nossa empresa, o que pode ser entendido como ponto fora da curva sobre a experiência de consumo.

Um dos exemplos mais emblemáticos foi o das pastilhas Halls:

Com o tema de campanha: Errar é humano, ACABAR COM O ERRO É HALLS! A empresa absorveu as criticas e deu a volta por cima ao reagir inteligentemente nessa campanha ao escutar seu consumidor.

Se houve falha de pesquisa de mercado sobre desenvolvimento de um novo produto, a empresa foi muito perspicaz no momento que absorveu as criticas, e ao invés de ficar apanhando do mercado, deu um passo atrás, e através do humor,  oportunizou o lançamento de um produto pra substituir o que não performou bem.

No comercial, a empresa diz: “ se vocês não estão felizes, nós também não”. Isso é valorizar o maior ativo de qualquer organização, o seu cliente. Ela deu voz e poder de decisão àquele que é o centro de tudo, e norteia a proposta de valor do negócio.

Marketing de relacionamento é isso, ao invés de mostrar uma postura distante e petulante, ao reconhecer o erro, a empresa acaba se humanizando, e se aproximando do seu publico.

O gerente inicia o comercial  dentro de um escritório estando com o estilo “engomadinho” (um visual típico de distanciamento e isolamento), e ao participar in loco da eliminação do produto (se sujando inclusive), ele se mostra engajado com as reclamações do seu publico, como se não medisse esforços para entregar o que o mercado tem demandado.

Na ultima cena do comercial, o gerente do SAC caminha sozinho, e recolhe sua maleta de trabalho do chão. É uma mensagem clara: “estamos de volta ao jogo”

Ponto pra Halls!