Publicidade

Agregando valor

por Rodrigo Goyanna

estrategia

Twitter: maior parte da geração Z não segue as marcas que consome

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

18 de setembro de 2019

O Twitter mapeou os hábitos de consumo dos jovens nascidos entre 1994 e 2010 na rede social.

Durante o uso eles buscam se informar sobre eventos ao vivo como premiações, jogos, festivais e reality shows. 

Saber o que a geração faz na rede é essencial para suprir um abismo entre o usuário e as marcas. Ao contrário da publicidade que era feita para a geração anterior, os Zs não querem seguir a última moda.

Apenas 50% dos jovens se conectam com alguma marca. Quando a faz, o principal motivo de engajamento é o conteúdo relevante e não o produto fabricado pela mesma.

“A identificação e conexão genuína entre marca e consumidor é algo considerado essencial para a Geração Z, que está cada vez mais inclinada a engajar com empresas alinhadas aos seus interesses”, diz  Camilla Guimarães, gerente de pesquisa do Twitter Brasil.

Desse modo, apenas 38% dos entrevistados admitem seguir marcas que costumam consumir. Enquanto que 76% seguem as que têm conteúdo. O estudo releva ainda que 60% compartilham conteúdos que acreditam ser interessantes.

O estudo revelou que essa geração é 10% mais propensa a seguir marcas que gostam em comparação aos Millennials, geração anterior.

“E isso é uma ótima notícia. Os anunciantes têm uma grande oportunidade de dividir conteúdos relevantes e de qualidade com uma audiência que está mais receptiva e aberta ao diálogo”, afirma Camila.

Os influenciadores e celebridades são relevantes na jornada de consumo de informação e produtos para 40% desses jovens. Além disso, um a cada dois tende a seguir blogueiros.

Veja o estudo:

 

Publicidade

Atlético MG apresenta plataforma de experiências exclusivas para seus fãs

Por rodrigogoyanna em estrategia, experiencia, futebol, Marketing

09 de setembro de 2019

O Clube Atlético Mineiro está investindo alto na entrega para seus fãs e lançou o GALO FUN, a primeira plataforma de um clube brasileiro exclusiva para experiências de seus torcedores. Trazendo condições especiais para sócios Galo na Veia, será disponibilizada uma série de eventos e ocasiões em que a massa atleticana, de todas as partes do país, poderá viver intensamente a sua paixão pelo Galo.

“Esperamos nos aproximar ainda mais do nosso torcedor. Com certeza, essa iniciativa irá fortalecer muito o nosso programa de relacionamento Galo na Veia, que se tornará ainda mais atrativo. Mas precisamos transcender e conversar, nos aproximar também de quem ainda não é sócio, inclusive de quem não mora em Minas Gerais”, destaca Pedro Melo, gerente de patrocínios do Atlético.

Toda a operação, planejamento, criação e gestão do GALO FUN (www.galofun.com.br/) será feita pela Elos Fun, liderada por Rodrigo Geammal. A Elos Fun tem foco no market place das experiências esportivas e do mundo do entretenimento, com portfólio que contempla desde visitas à fábrica da Ferrari a passeio de bike na Itália, passando por jogos dos principais torneios esportivos do mundo e pela oportunidade de uma partida de futebol nos principais centros de treinamentos de clubes do futebol mundial. Com a parceria, o Atlético passa a oferecer tais experiências para seus torcedores.

“Esse trabalho, internamente, passa por pontos fundamentais, como gestão financeira, relacionamento de longo prazo com torcedores e foco no mercado de experiência para transformação” ressalta Rodrigo Geammal, CEO da Elos Fun. O Atlético, ao lançar tal plataforma sabe que os lucros reais serás além do monetário. “Claro que temos expectativa financeira positiva. Mas não podemos contar com ela no curto prazo. É saber que estamos entretendo e fidelizando atleticanos também para o longo prazo. É preciso olhar o retorno além do financeiro” detalha Marcelo Machado – Superintendente Administrativo do Clube Atlético. Entre os primeiros produtos que serão oferecidos pelo GALO FUN, estão:

CASA GALO: O torcedor é recebido em ambiente decorado e 100% Atleticano, para acompanhar uma partida do Galo, com exposição de peças do clube, presença de um moderador acompanhado de personalidades atleticanas, serviço de alimentação e bebidas, além, claro, da transmissão do jogo e uma dinâmica de mesa redonda – próximo jogo a receber a experiência em 18.09, pela sul-americana;

SOCCER GALO: Em 14.12, o torcedor terá a experiência de ser um jogador profissional do Atlético, escolhendo a posição que irá jogar, além de receber um uniforme oficial personalizado e participar de uma partida inesquecível. Aqui, os fãs serão recebidos no local do jogo (a ser definido) e terão uma preleção com técnicos – personagens históricos do clube, entre outras ações. O pacote poderá ainda incluir uma concentração, em que o cliente poderá se hospedar no hotel na noite anterior e viver preleção, traslado e resenha dos jogadores de futebol;

GALO CAMP: Uma ação para as famílias atleticanas, com clínica realizada pela equipe do GaloFun, para crianças, com metodologias baseadas em experiências utilizadas nos treinamentos das divisões de base do clube, além de ações exclusivas para os pais – data a definir.

JANTAR VIP: Em 05/10, os torcedores do Galo poderão participar de um jantar exclusivo com seus ídolos do Atlético Mineiro, na sede do clube.

Entre outras ações previstas, estão ainda o leilão de acessórios, com itens usados por jogadores nas partidas oficiais, GALO KART, com uma corrida para os fãs do clube, e uma possível Fun Fest, caso o time alcance a final da Copa Sul-Americana.

Publicidade

Rede Marisa lança coleção de jeans feito com menos água

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

04 de setembro de 2019

A varejista de moda Marisa lançou nesta semana uma coleção de jeans que usa menos água no processo de fabricação. A coleção foi produzida em parceria com a fabricante Vicunha.

Composta por calças, blusas, bermudas, saias e macacões, a coleção economizou de 75% até 95% no consumo de água, comparado aos processos tradicionais, a depender da peça e técnicas utilizadas para tingimento e lavagem.

A investida integra a plataforma “A Moda Pela Água”, criada pelo Movimento ECOERA, que além da Marisa reúne outras empresas do setor da moda, consumidores e ONGs que buscam soluções para o desperdício de água na indústria.

A reciclagem e a reutilização de resíduos do processo produtivo, transformados novamente em fio de algodão, também ajudam a reduzir o consumo de matéria-prima virgem e de água.

A companhia não revela quanto investiu para desenvolver a coleção, que é permanente, mas garante que não há impacto no preço final do produto: as peças têm preço similar ao dos produtos jeans da Marisa.

Todos os produtos foram produzidos com uso de algodão dos programas BCI (Better Cotton Initiative) e ABR (algodão brasileiro Responsável), centrados no combate ao trabalho escravo e infantil e na melhoraria de práticas agrícolas, incluindo menor consumo de água e de pesticidas e maior segurança do trabalhador.

Nas peças, a novidade poderá ser identificada pela tag e na estampa no bolso interior dos jeans. A divulgação da nova coleção será feita via redes sociais, pontos de venda com material fixo, exposição diferenciada dos produtos em loja, mídia eletrônica (rádio e TV de loja). A Marisa também possui um podcast no Spotify, onde será divulgada a novidade.

leia tudo sobre

Publicidade

Domino’s provoca concorrência com nova ação digital e desconto de 50%

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

19 de agosto de 2019

Maior rede de pizzarias do mundo, a Domino’s Pizza estreia nesta segunda-feira (19) uma nova campanha digital que deixa a “política da boa vizinhança” de lado. Para destacar atributos artesanais do processo de fabricação da redonda, a marca convidou três ex-pizzaiolos de uma rede concorrente para colocar a mão na massa.

A Domino’s se gaba de abrir a massa fresca à mão, desde sua criação em 1960, enquanto outras redes utilizam máquinas. Assim, quando os ex-funcionários da concorrência são convidados a colocar a mão na massa, o resultado não é dos melhores.

A estratégia foi desenvolvida pela agência de publicidade GUT. Há três versões do filme, com um minuto, 30 segundos e 15 segundos, que serão postadas nas redes sociais e canais digitais da marca.

Junto com a campanha, entre os dias 19 e 25 de agosto, todas as pizzas terão desconto de 50%. A promoção é válida para todos os tamanhos e sabores de pizzas (exceto Pizza PAN, pizzas doces, bebidas e sobremesas).

As investidas fazem parte da estratégia de expansão da rede, que está investindo R$ 250 milhões nos próximos 5 anos no Brasil. No país desde 1993, a Domino´s foi comprada pela gestora de fundos Vinci Partners em setembro de 2018, adotando plano de expansão com lojas próprias e franqueadas.

A meta é chegar a 650 lojas no país, até 2023 (hoje são 255 lojas). Para 2019, a rede espera ter 70 novas lojas, sendo 50 próprias, principalmente em São Paulo.

O faturamento da companhia no Brasil, em 2018, foi de R$ 375 milhões e a rede deverá fechar 2019 com crescimento de mais 80% dado o ritmo de aberturas de novas lojas. Em média, por ano, são 10 milhões de pizzas vendidas.

Confira a  nova campanha:

Publicidade

Em nova campanha, Hapvida une amor e tecnologia para falar de saúde

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

14 de agosto de 2019

Brincadeiras em família, um carinho do filho ou um abraço nos pais. Para viver momentos assim é preciso ter saúde e, saúde de qualidade, não precisa custar caro. A partir dessa reflexão, o Hapvida lança a nova campanha publicitária do segundo semestre de 2019. No ar desde o início da semana, a operadora de saúde e odontologia leva para rádio, jornais, TVs, portais, outdoors, redes sociais e Youtube anúncios com mensagens de que o amor, o sorriso e o acolhimento do cliente são justamente o mais importante quando se busca atendimento. E, isso, não precisa ter um alto custo para quem adquire um plano. Pelo contrário, momentos felizes podem ser vividos a partir de uma saúde de qualidade, usufruindo de equipamentos modernos e profissionais capacitados a preços justos.

“Como empresa, precisamos sempre entender o momento pelo qual as pessoas estão passando. Elas pagam o plano de saúde, às vezes abrindo mão de outros serviços. Então, precisamos saber fazer valer esse esforço, não só pela nossa missão número um de gerar saúde, mas ir além. Fazer com que a experiência com o Hapvida seja plena, acolhedora e efetiva. Para fazer valer a crença de que vale a pena investir em saúde com o Hapvida”, explica a diretora de Comunicação e Marketing do Hapvida, Simone Varella.

De acordo com a diretora, a campanha, ao mesmo tempo que se propõe a despertar a empatia e a valorização de momentos “gratuitos” de amor, também inova ao disponibilizar, pela primeira vez, um “QR Code”, em todos os anúncios multimídia. O cliente, ao escanear o código já vai para página de vendas na internet. “Uma comodidade a mais para o cliente, numa realidade multicanais em que vivemos hoje”, pontua.

Sobre o Hapvida

Hoje, o Sistema Hapvida atende mais de 4 milhões de clientes, em saúde e odontologia. Com uma estratégia baseada na gestão direta da rede própria, com profissionais qualificados e tecnologia de ponta são mais de 22 mil colaboradores diretos envolvidos na operação de 27 hospitais, 82 clínicas médicas, 19 prontos atendimentos, 88 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial, distribuídos em 12 estados onde a operadora possui rede própria. Para Simone Varella, a campanha também pretende que o cliente perceba que toda essa estrutura está acompanhada de atendimento humanizado e, claro, amor. “Por mais que tenhamos todos os equipamentos e infraestrutura existem aspectos que o dinheiro não vai pagar: o acolhimento e o tratamento que as pessoas recebem no Hapvida”, finaliza.

Publicidade

Ceará acerta com fintech sueca FinanZero como patrocinador master

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

14 de agosto de 2019

em reforço importante chegando no Ceará Sporting Club. Mas dessa vez não é um artilheiro, um camisa 10 ou goleiro. A FinanZero, fintech de capital sueco que opera como correspondente bancário online para negociar empréstimos junto a instituições financeiras, vai estampar sua marca na camisa do Vozão nos jogos contra Chapecoense, São Paulo, Flamengo e Athletico.

A FinanZero busca ganhar ainda mais exposição em território nacional. “O Nordeste é um mercado muito importante para a FinanZero e apoiar o Ceará irá trazer uma grande visibilidade para marca na região. Com essa iniciativa, queremos nos consolidar como o melhor parceiro dos consumidores nordestinos na busca por opções de crédito”, explica Olle Widén, CEO da FinanZero.

 (Divulgação Ceará/Divulgação)

Segundo Ricardo Costa, gerente comercial do Ceará Sporting Club, a chegada da marca para o grupo de parceiros do Mais Querido será muito importante para o clube. “A parceria é algo bom para as duas partes. A FinanZero tem buscado colocar sua marca em evidência em todo o Brasil e colocar seu nome na camisa de um dos maiores clubes do país é algo muito positivo neste aspecto. Para o Ceará a parceria é uma oportunidade de ter consigo uma empresa importante no cenário onde atua e, principalmente, na forma de patrocínio master”, finalizou Ricardo. Com o patrocínio, além da exposição visual no uniforme e Backdrop, haverá ativações nas redes sociais e no estádio, com vídeos no telão.

leia tudo sobre

Publicidade

Para atrair jovens, Bauducco investe em conteúdo digital e experiências

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

30 de julho de 2019

Há três anos, menos de 5% dos investimentos em publicidade da tradicional fabricante de panetones e biscoitos Bauducco eram atrelados às mídias digitais. Para 2019, a expectativa é fechar o ano com 25% destinado ao ambiente online. A marca, que está presente em 35 milhões de lares brasileiros e responde por 70% das vendas do grupo Pandurata, reconhece que abraçou tardiamente essa tendência.

“Historicamente, nosso crescimento tem sido ancorado basicamente na televisão. Demoramos para aderir o digital e implementar esforços de marketing online”, disse ao site EXAME André Britto, diretor de marketing da Bauducco.  Para recuperar o tempo perdido e crescer, a empresa foca no público jovem, que vive conectado a smartphones e outros gadgets.

Em uma palavra, a meta é rejuvenescer. Para alcançá-la a empresa tem investido em duas frentes: conteúdo digital e marketing de experiência. Investir em ações 100% digitais agora é regra. Em outubro passado, a empresa lançou sua primeira série para o Instagram TV em parceria com a GNT para promover a linha Bauducco Cereale.

“Utilizamos Instagram, Facebook, Google, Youtube, Twitter, mídias em portais, Spotify, plataformas de receitas, sampling e venda em aplicativos, E-commerce próprio, entre outras ações”, destaca Britto. A estratégia parece certeira. Uma pesquisa de saúde de marca e popularidade realizada pela agência de mídia Kantar Millward Brown apontou que a Bauducco possui 33% de top of mind na categoria de biscoitos e forneados, entre jovens de 12 a 21 anos.

A categoria de cookies, lançada em 2009, tem sido a principal responsável pela aproximação da Bauducco com o público jovem. Em 2012, seguindo o modelo tradicional de divulgação, a marca começou as campanhas de comunicação na TV. Foi só a partir de 2017 que passou a inovar, patrocinando eventos jovens, como o The Voice Kids, o Lollapalooza e o Rock in Rio.

Em 2019, atenta ao sucesso de redes sociais como o Instagram, onde fotos poderosas atraem mais seguidores, a marca criou um espaço especial e “instagramável” para homenagear seus cookies dentro do Museu Mais Doce do Mundo, que terá visitações até o dia 18 de agosto e depois seguirá para o Rio de Janeiro.

Mas o ponto alto das investidas em experiências de olho no público jovem é outro. Neste ano, a companhia realiza a maior promoção de sua história. Como patrocinadora da turnê “Nossa História”, que traz a dupla Sandy&Junior de volta aos palcos, a marca lançou em junho a promoção “Uma História de Amor”, que levará fãs aos shows dos irmãos.

Na linha de frente dos lançamentos de 2019 voltados aos jovens, a aposta da Bauducco é o ChocoBiscuit, uma combinação de biscoito com barra de chocolate, que marca a entrada da marca na gôndola de chocolates. O produto chega às lojas em dois sabores, chocolate ao leite e meio amargo.

“Há dez anos, quando criamos os cookies, os produtos para jovens representavam 10% do portfólio de biscoitos. Hoje ele já supera um terço do faturamento da categoria”, destaca o diretor de marketing da Bauducco. Os planos para os próximos anos são robustos. Em três anos, a meta é ter 25% do crescimento da marca sendo puxado pelo público jovem, segundo Britto.

leia tudo sobre

Publicidade

Cerveja boa pra cachorro? Colorado lança “Cãolorado”

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

17 de julho de 2019

Os cachorros já são o centro das atenções de muitas famílias e, quem diria, também podem ser “parceiros de copo”. De olho na gourmetização do mundo animal, a paulista cervejaria colorado, de Ribeirão Preto, acaba de lançar uma versão da bebida para cachorros — livre de álcool, naturalmente.

Batizada de “Cãolorado”, a bebida é feita com extrato de malte e levedo de cerveja, substâncias encontradas em rações e suplementos para animais. Ela chega em dois sabores — carne e frango — ao preço sugerido de R$12,90.

“É uma proteína líquida fabricada sem teor alcoólico, rica em vitaminas e fibras e que foi desenvolvida por experts em nutrição e veterinários especialistas em alimentação animal”, diz a fabricante em nota.

A novidade é fruto de uma parceria com a empresa de pesquisa e desenvolvimento de produtos Blue Hops e com a Padaria Pet, espaço especializado em petiscos para animais de estimação.

“Como sabemos, os animais não podem consumir a cerveja que estamos acostumados, mas queremos falar com os amantes da bebida. A nossa ideia é trazer esse produto para quem já consome as cervejas da Colorado ou para aqueles que ainda não conhecem a marca, mas possuem um cachorro em casa”, explica Guilherme Poyares, gerente de marketing de Colorado.

Além da bebida, a cervejaria lança uma linha de biscoitos para cães feitos de bagaço de malte, sem conservantes, aromatizantes e corantes artificiais.

Com os novos produtos, a Colorado entra num mercado em crescimento. Apesar do cenário econômico difícil, o segmento de produtos e serviços pet brasileiro fechou 2018 como o segundo maior do mundo, atrás apenas dos EUA. No ano passado, o setor girou mais de R$ 20 bilhões, uma alta de 9,8% ante 2017.

A “Cãolorado” e os petiscos terão sua pré-venda no site do Empório da Cerveja, de 10 a 21 de julho. Após esse período, os produtos poderão ser encontrados nos principais pet shops do Brasil e nos Bares do Urso.

Publicidade

Uber vai banir passageiros que se comportam mal

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

14 de junho de 2019

Se você gosta de bater papo com os motoristas de Uber já deve ter ouvido histórias sobre passageiros mal educados e grosseiros. Ou, pior, talvez você já tenha dividido o carro com uma pessoa assim ao optar pela opção de viagem compartilhada do app. Para lidar com o mau comportamento de determinados usuários do serviço, a Uber anunciou uma medida implacável: expulsão.

A empresa anunciou nesta semana que os passageiros com classificações “significativamente abaixo da média” podem perder o acesso ao aplicativo, parte de uma atualização das diretrizes de comunidade da empresa, que os passageiros devem seguir para continuar usando o serviço. A Uber não revelou qual nota é considerada baixa, mas diz que a comparação é feita com base na média de avaliações de usuários de uma determinada região.

Mas, calma, ninguém será pego de surpresa. Os passageiros mal avaliados terão diversas oportunidades para melhorar suas notas antes de perderem acesso ao serviço. O app vai enviar notificações com dicas para ajudá-los nessa recuperação, que incluem como ser educado, não deixar lixo no veículo e não exigir que os motoristas conduzam acima do limite de velocidade, entre outras ações básicas da cartilha de boas maneiras.

Com a medida, a Uber espera garantir um ambiente mais respeitoso e seguro para motoristas e usuários, e também mostrar que respeito é uma via de mão dupla. Os motoristas do app há tempos são obrigados a manter uma classificação mínima para permanecer credenciados. Qual a régua? A empresa não diz, mas de acordo com dados de um relatório obtido pelo Business Insider, motoristas com uma classificação de 4.6 ou inferior podem perder o acesso ao serviço.

Agora, a boa conduta esperada do motorista também será cobrada do passageiro. Em seu site, a empresa lista algumas das razões pelas quais uma pessoa poderia perder o acesso ao app:

  • Danificar bens de motoristas ou de outros usuários. Por exemplo, danificar o carro, quebrar ou vandalizar um telefone, derrubar intencionalmente comida ou bebida, fumar ou vomitar em razão de consumo excessivo de álcool.
  • Contato físico com motorista ou outro usuário. Nosso Código de Conduta é claro: você não deve tocar nem assediar ninguém no carro. Lembramos que a Uber tem uma regra que proíbe qualquer tipo de interação sexual. Isso significa que não pode haver nenhum tipo de interação sexual entre motoristas parceiros e usuários, em hipótese alguma, durante uma viagem com o aplicativo. E você jamais deve agredir fisicamente ou machucar um motorista ou usuário.
  • Uso de linguagem ou gestos inapropriados. Por exemplo, perguntas íntimas, ameaças, comentários ou gestos com apelo sexual, agressivos, de natureza discriminatória ou desrespeitosa.
  • Contato indesejado com o motorista ou outro usuário após o término da viagem. Por exemplo, enviar mensagem de texto, telefonar, entrar em contato em mídia social ou visitar alguém após o término da viagem. Lembre-se de que, na maior parte dos países, você pode mandar mensagem ou ligar para seu motorista por meio do aplicativo Uber, sem jamais ter que compartilhar seu número de telefone pessoal. Isso significa que seu telefone permanece anônimo e nunca é fornecido ao motorista.
  • Violar a lei enquanto estiver em viagem de Uber. Por exemplo, levar drogas no carro, viajar em grupos que excedam o número de cintos de segurança, pedir ao motorista que descumpra leis de trânsito, tais como limite de velocidade, ou usar a Uber para cometer crimes, inclusive tráfico de drogas, de pessoas, exploração sexual ou infantil.

leia tudo sobre

Publicidade

GoT rende publicidade de US$ 2,3 bi à Starbucks (e copo nem era da marca)

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

18 de Maio de 2019

Um copo de café semelhante aos da gigante norte-americana Starbucks posicionado numa mesa onde a Mãe dos Dragões (Daenerys Targaryen), cavaleiros e guerreiros bebem de taças e chifres de animais roubou a cena no episódio de Game of Thrones no último domingo.

Com olhos de águia, os fãs da série medieval da HBO notaram a incongruência da cena e não deixaram barato. A gafe da produção gerou milhares de memes e menções na internet e chegou a entrar para os trending topics do Twitter.

Discretamente, a HBO assumiu o erro, corrigiu o episódio com uma edição mágica e negou que se trate de uma investida de “product placement”, estratégia de marketing que se vale da inserção de mensagens publicitárias de forma sútil em determinado  conteúdo. Até porque, acredite, o copo nem era da starbucks, mas de um serviço de lanches interno da produção.

Mesmo assim, a marca de café levou a melhor com o “buzz” gerado nas mídias sociais, e sem gastar nenhum centavo por isso. 

Pelos cálculos da agência de marketing Hollywood Branded, o valor comercial aproximado de toda a comoção em torno do “copo da Starbucks” foi de 2,3 bilhoes de dólares. O cálculo levou em conta o valor hipotético que a rede teria que desembolsar para anunciar em um programa com a audiência de GoT, série de maior sucesso da HBO, e também as mais de 10,5 menções à rede de café americana e à série, que foram contabilizadas na internet, transmissões de rádio de televisão, pela agência de PR Critical Mention.

Publicidade

GoT rende publicidade de US$ 2,3 bi à Starbucks (e copo nem era da marca)

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

18 de Maio de 2019

Um copo de café semelhante aos da gigante norte-americana Starbucks posicionado numa mesa onde a Mãe dos Dragões (Daenerys Targaryen), cavaleiros e guerreiros bebem de taças e chifres de animais roubou a cena no episódio de Game of Thrones no último domingo.

Com olhos de águia, os fãs da série medieval da HBO notaram a incongruência da cena e não deixaram barato. A gafe da produção gerou milhares de memes e menções na internet e chegou a entrar para os trending topics do Twitter.

Discretamente, a HBO assumiu o erro, corrigiu o episódio com uma edição mágica e negou que se trate de uma investida de “product placement”, estratégia de marketing que se vale da inserção de mensagens publicitárias de forma sútil em determinado  conteúdo. Até porque, acredite, o copo nem era da starbucks, mas de um serviço de lanches interno da produção.

Mesmo assim, a marca de café levou a melhor com o “buzz” gerado nas mídias sociais, e sem gastar nenhum centavo por isso. 

Pelos cálculos da agência de marketing Hollywood Branded, o valor comercial aproximado de toda a comoção em torno do “copo da Starbucks” foi de 2,3 bilhoes de dólares. O cálculo levou em conta o valor hipotético que a rede teria que desembolsar para anunciar em um programa com a audiência de GoT, série de maior sucesso da HBO, e também as mais de 10,5 menções à rede de café americana e à série, que foram contabilizadas na internet, transmissões de rádio de televisão, pela agência de PR Critical Mention.