Warning: Use of undefined constant S3_URL - assumed 'S3_URL' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/tribu/public_html/blogs/wp-content/themes/2016_tribuna_blogs/functions.php on line 11
estádio-castelão Archives - Blog do Guifil

Publicidade

Blog do Guifil

por Guilherme Custódio

estádio-castelão

Há dez anos, Clodoaldo fez a festa contra o São Paulo de Rogério Ceni

Por guilhermecustodio em Futebol, Futebol Digital

12 de dezembro de 2015

Rogério Ceni defendeu o São Paulo durante 25 anos. Foto: saopaulofc.net/Divulgação

Rogério Ceni defendeu o São Paulo durante 25 anos. Foto: saopaulofc.net/Divulgação

A noite desta última sexta-feira (11) ficará marcada na memória dos torcedores são-paulinos. O “Mito” Rogério Ceni, 42 anos, se aposentou oficialmente do futebol no seu palco preferido, o Estádio do Morumbi.

Há dez anos, o baixinho Clodoaldo fez o gol que deu a vitória do Fortaleza contra o São Paulo, em jogo do Brasileirão da Série A de 2005. Na meta do time paulista estava Rogério Ceni. O gol do “capetinha” fez o Estádio Castelão explodir de alegria. Reveja o gol . Poucos dias depois desse confronto, o time paulista viajou para o Japão, onde se sagrou tricampeão do mundo ao vencer o Liverpool-ING por 1 a 0, com destaque para a atuação memorável do camisa 01 do São Paulo.

Nesta sexta, o Fortaleza lembrou no seu perfil no Instagram da despedida do goleiro-artilheiro. O Tricolor cearense fez questão de lembrar que Rogério Ceni nunca fez gol diante do Leão do Pici. No dia 31 de agosto de 2006, São Paulo e Fortaleza se enfrentaram no Morumbi pelo Brasileirão. Aos 49 minutos do segundo tempo, então goleiro Albérico, defendeu um pênalti cobrado por Ceni e assim garantiu o empate em 1 a 1.

Ficha Técnica do confronto de 2005
Fortaleza – Albérico (goleiro), Ronaldo Angelim (zagueiro), Márcio Goiano (zagueiro), Amaral (lateral-direito), Giba (lateral-esquerdo), Erandir (volante), Dude (volante), Clodoaldo (atacante -depois; Alex Afonso), Lúcio (meio-campo), Paulo Isidoro (meio-campo, depois; Marcelo Lopes), Rinaldo (atacante -depois; Fumagalli).

São Paulo – Rogério Ceni (goleiro), Edcarlos (zagueiro), Flávio Donizete (defensor), Lugano (zagueiro), Cicinho (lateral-direito), Júnior (lateral-esquerdo, depois; Richarlyson), Josué (volante), Danilo (meio-campo), Mineiro (meio-campo), Christian (atacante, depois; Thiago Ribeiro), Amoroso (atacante, depois; Grafite).

Saiba mais
Autor da música ‘rap do Clodoaldo’ relembra sucesso no início dos anos 2000

 

Publicidade

Pelé completa 75 anos: relembre o dia que o Rei brilhou no Castelão

Por guilhermecustodio em Futebol Cearense

23 de outubro de 2015

11130261_990814837604302_1107991247021562220_n

Pelé fez o jogo 1.000 com a camisa do Santos no Estádio Presidente Vargas. Foto: Acervo Pelé/Divulgação

O Rei Pelé completa nesta sexta-feira (23) 75 anos de idade. Por isso, o Blog do Conrado relembra algumas partidas em que Edson Arantes do Nascimento jogou em solo cearense.

No dia 23 de janeiro 1973, o Fortaleza duelou contra o Santos, no Estádio Castelão, em partida válida pela 4ª rodada da segunda fase do Campeonato Brasileiro. O alvinegro praiano se impôs, e goleou o Tricolor de Aço por 5 a 1; Pelé marcou duas vezes, ajudando o Peixe a vencer o jogo.

Já no dia 3 de dezembro de 1973, o Estádio Presidente Vargas foi palco do jogo 1.000 de Pelé com a camisa do Santos Futebol Clube. Nesta ocasião, o camisa 10 da Vila tinha 32 anos de idade e já era considerado pela imprensa esportiva como o maior jogador de futebol de todos os tempos.

O Alvinegro de Porangabussu mostrou força, e venceu o time paulista pelo placar de 2 a 1, de virada, anotando a primeira vitória de um clube cearense contra o famoso “Santos de Pelé. A vitória histórica contra a equipe santista teve um dos maiores públicos da história do Estádio Presidente Vargas, foram impressionantes 35.752 pagantes (2.321 não-pagantes. (Este trecho teve como base informações do site Verminosos por Futebol). 

Confira a escalação dos dois jogos

Pelé jogou apenas uma vez no Estádio Castelão.

Pelé jogou apenas uma vez no Estádio Castelão.

Ceará foi o primeiro time a vencer o famoso "Santos de Pelé".

Ceará foi o primeiro time a vencer o famoso “Santos de Pelé”.

 

Publicidade

Estreia do Brasil no Estádio Castelão teve um público de mais de 118 mil pessoas: relembre

Por guilhermecustodio em Sem categoria

04 de outubro de 2015

Seleção venceu os uruguaios por 1 a 0. Foto:/ Divulgação

Há 35 anos a Seleção Brasileira de Futebol jogava pela primeira vez em solo cearense. A Seleção canarinho venceu o Uruguai por 1 a 0, no Estádio Castelão. O duelo sul-americano teve um público de 118.496 pessoas. O gol brasileiro foi marcado pelo ex-lateral Getúlio, em cobrança de pênalti, aos 35 minutos do segundo tempo.

O elenco do Brasil era formado por jogadores de renome nacional naquela época, como o lateral-esquerdo Júnior, o meio-campo Tita e o meia-atacante Sócrates. O técnico era Telê Santana. O amistoso sul-americano em Fortaleza foi o pontapé inicial da Seleção para disputar as Eliminatórias da Copa do Mundo de 1982, disputada na Espanha. A celeste olímpica também trouxe atletas renomados, como: o goleiro Rodolfo Rodríguez, o zagueiro Hugo De León e Venâncio Ramos. O confronto aconteceu no dia 21 de agosto de 1980.

Trinta e cinco anos depois, a Seleção Brasileira volta ao Estádio Castelão, desta vez, para o jogo contra a Venezuela, válida pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia. Este duelo contra os venezuelanos será a 11ª partida da equipe brasileira no ‘Gigante da Boa Vista’.

Saiba mais
Ingressos para jogo do Brasil no Estádio Arena Castelão começam a ser vendidos

Ficha Técnica
Competição: Amistoso.
Local: Estádio Plácido “Castelão” Castelo, em Fortaleza-CE (Brasil). Público: 118.496 espectadores.
Árbitro: Luís Carlos Félix Ferreira (Brasil). Assistentes: Arnaldo David Cezar Coelho (Brasil), José Roberto Ramiz Wright (Brasil).

Cartão Amarelo: Júnior, Tita.
Gol: Getúlio (pênalti), aos 75.
BRASIL: Carlos, Getúlio, Oscar, Luizinho e Júnior; Batista, Pita (Paulo Isidoro, aos 78) e Renato; Tita, Sócrates (Baltazar, aos 63) e Zé Sérgio. Treinador: Telê Santana da Silva.
URUGUAI: Rodolfo Rodríguez, Moreira (Aníbal Rodríguez, aos 65), Olivera, De León e Diogo; Barrios, Agresta (Krasowski, aos 78) e De La Peña (Luzardo); Vargas, Victorino e Venancio Ramos. Treinador: Gastón Roque Máspoli.

 

Publicidade

Estreia do Brasil no Estádio Castelão teve um público de mais de 118 mil pessoas: relembre

Por guilhermecustodio em Sem categoria

04 de outubro de 2015

Seleção venceu os uruguaios por 1 a 0. Foto:/ Divulgação

Há 35 anos a Seleção Brasileira de Futebol jogava pela primeira vez em solo cearense. A Seleção canarinho venceu o Uruguai por 1 a 0, no Estádio Castelão. O duelo sul-americano teve um público de 118.496 pessoas. O gol brasileiro foi marcado pelo ex-lateral Getúlio, em cobrança de pênalti, aos 35 minutos do segundo tempo.

O elenco do Brasil era formado por jogadores de renome nacional naquela época, como o lateral-esquerdo Júnior, o meio-campo Tita e o meia-atacante Sócrates. O técnico era Telê Santana. O amistoso sul-americano em Fortaleza foi o pontapé inicial da Seleção para disputar as Eliminatórias da Copa do Mundo de 1982, disputada na Espanha. A celeste olímpica também trouxe atletas renomados, como: o goleiro Rodolfo Rodríguez, o zagueiro Hugo De León e Venâncio Ramos. O confronto aconteceu no dia 21 de agosto de 1980.

Trinta e cinco anos depois, a Seleção Brasileira volta ao Estádio Castelão, desta vez, para o jogo contra a Venezuela, válida pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia. Este duelo contra os venezuelanos será a 11ª partida da equipe brasileira no ‘Gigante da Boa Vista’.

Saiba mais
Ingressos para jogo do Brasil no Estádio Arena Castelão começam a ser vendidos

Ficha Técnica
Competição: Amistoso.
Local: Estádio Plácido “Castelão” Castelo, em Fortaleza-CE (Brasil). Público: 118.496 espectadores.
Árbitro: Luís Carlos Félix Ferreira (Brasil). Assistentes: Arnaldo David Cezar Coelho (Brasil), José Roberto Ramiz Wright (Brasil).

Cartão Amarelo: Júnior, Tita.
Gol: Getúlio (pênalti), aos 75.
BRASIL: Carlos, Getúlio, Oscar, Luizinho e Júnior; Batista, Pita (Paulo Isidoro, aos 78) e Renato; Tita, Sócrates (Baltazar, aos 63) e Zé Sérgio. Treinador: Telê Santana da Silva.
URUGUAI: Rodolfo Rodríguez, Moreira (Aníbal Rodríguez, aos 65), Olivera, De León e Diogo; Barrios, Agresta (Krasowski, aos 78) e De La Peña (Luzardo); Vargas, Victorino e Venancio Ramos. Treinador: Gastón Roque Máspoli.