Publicidade

Blog Paulo Sertek

por Paulo Sertek

Maio 2020

Liderar na crise

 

 

Os exércitos em tempo de paz são gerenciados, e em épocas de guerra devem necessariamente ser liderados. Este pensamento da área de gestão empresarial ganha força em tempos de crise, pois reclamam a presença de pessoas dotadas de qualidades que escasseiam no cenário da pandemia covid19.

Warren Bennis ensina que lideres atraem a atenção dos colaboradores pela capacidade de dirigir os esforços de pessoas, e a alocação de recursos físicos, financeiros, que são orientados para um ponto futuro envolto em incertezas. Peter Drucker também considerava que os lideres, não simplesmente assumiam riscos, mas sobretudo procuravam minimizar prudencialmente estes riscos, pois: “toda atividade econômica é, por definição de alto risco. E defender o ontem, isto é, não inovar, é muito mais arriscado do que fazer o amanhã”.

O pai da administração moderna empregava um paradoxo para a inovação social, demográfica e de mudanças de percepções das coletividades, porquanto era preciso trabalhar para “um futuro que já aconteceu”! As mudanças de percepção, provocadas pelo covid19, de caráter econômico, de saúde, de trabalhos a distância, de estrutura de mercados, já impactaram nas mentes e no bolso de nações e pessoas e viraram do avesso as concepções de trabalho, de relacionamento interpessoal, de vida familiar, de relação com o meio ambiente e das estruturas de segurança social.

Entre as capacidades do líder está a vontade determinada de propor e conduzir mudanças e saber ver nos grandes desafios as oportunidades de inovar como método de trabalho e de uma disciplina esforçada.

O Covid19 desafia as instituições implantadas no mundo e está testando o grau de resiliência das pessoas. Surge a necessidade de lideres inovadores que sabem intervir na realidade com domínio de conhecimentos, habilidades e atitudes especialmente em algumas áreas-chave: 1) saber avaliar a situação atual da sua atividade, 2) medir a sua real capacidade de enfrentar a crise e a pós-crise e 3) realizar mudanças decisivas.

Assista vídeo Liderar na Crise no canal youtube do autor clicando aqui.

Paulo Sertek

Doutor em Educação pela UFPR, Mestre em Tecnologia e Desenvolvimento pela UTFPR, Engenheiro Mecânico pela Escola de Engenharia Maua (SP).

Diplomado pelo ISE-IESE no Program for Management Development.

 

 

Publicidade

A prática de liderar na crise: Sertek Dr. Consulting&Mentoring

Por paulosertek em Sem categoria

12 de Maio de 2020

Você que é empresário, diretor de empresa, dono de negócio e gerente. Sobretudo você que exerce a função de gestão. Todas as atividades estão exigindo pessoas de alto desempenho neste momento de crise.

Nas crises é que se revelam os verdadeiros líderes.

O líder, neste momento crítico do covid19 e do pós-covid19 têm que ter o domínio de conhecimentos, habilidades e atitudes em três áreas-decisivas:

  1. Autoconhecimento;
  2. Avaliação de desempenho;
  3. Mudança comportamental.

Energize-se no programa: A prática de liderar na crise. Habilite-se em práticas de gestão de crise para: 1) saber avaliar a situação atual da sua atividade, 2) medir a sua real capacidade de enfrentar a crise e a pós-crise e 3) realizar mudanças decisivas.

Participe de: A prática de liderar na crise.

Contate SERTEK DR. CONSULTING&MENTORING

Publicidade

A prática de liderar na crise: Sertek Dr. Consulting&Mentoring

Por paulosertek em Sem categoria

12 de Maio de 2020

Você que é empresário, diretor de empresa, dono de negócio e gerente. Sobretudo você que exerce a função de gestão. Todas as atividades estão exigindo pessoas de alto desempenho neste momento de crise.

Nas crises é que se revelam os verdadeiros líderes.

O líder, neste momento crítico do covid19 e do pós-covid19 têm que ter o domínio de conhecimentos, habilidades e atitudes em três áreas-decisivas:

  1. Autoconhecimento;
  2. Avaliação de desempenho;
  3. Mudança comportamental.

Energize-se no programa: A prática de liderar na crise. Habilite-se em práticas de gestão de crise para: 1) saber avaliar a situação atual da sua atividade, 2) medir a sua real capacidade de enfrentar a crise e a pós-crise e 3) realizar mudanças decisivas.

Participe de: A prática de liderar na crise.

Contate SERTEK DR. CONSULTING&MENTORING