Publicidade

Blog Paulo Sertek

por Paulo Sertek

O ponto de inflexão no estudo

Por paulosertek em Educação, Estudo, virtude

06 de junho de 2019

CAMINHO
EDITORA QUADRANTE
AUTOR: JOSEMARIA ESCRIVÁ

Presenciei há pouco tempo um relato que, a princípio, dali não se deduziria nada especialmente científico, porém extremamente útil para os processos educativos espontâneos, que por vezes, provocam transformações essenciais na vida das pessoas.

Certo estudante relatava como foi seu ponto de inflexão no estudo: conta que era mais dado às festas, gostava de brincar, tocar o violão e sanfona, desde pequeno ganhou a facilidade de reunir pessoas e alegrar os ambientes, no entanto nada do que encontrava na escola lhe dava suficiente atração para desenvolver conhecimentos. Dizia que era um aluno medíocre e estando na situação de pré-vestibular se via sem forças. Tinha reprovado várias vezes e sempre passava de ano de forma arrastada. O seu interlocutor perguntou: e como foi a mudança? Pois é! Tomei consciência da situação do quanto precisava estudar ao ver como estava muito despreparado para poder entrar numa faculdade pública.

Estava um dia estudando na biblioteca do meu colégio e um amigo me disse: cara tu tem é que mudar! Olha você precisa ler este livro aqui: Caminho. Continua o relato: peguei o livro de forma cética e como quem não quer nada abri o livro sem mais, talvez porque já estava mais usado num capítulo, caiu no seguinte título “Estudo”! Opa! O que é isto? A curiosidade me fez ver os pontos de reflexão: um deles dizia algo assim: “Oras, mortificas-te, trabalhas em mil coisas de apostolado…, mas não estudas. – Então, não serves, se não mudas. Outro ponto falava algo do mesmo estilo: “e não estudas… Não me digas que és bom; és apenas bonzinho. Foi uma sacudida e tanto!

A partir desta inspiração caiu a “ficha”, foi como se tivesse dado um impulso como nunca para correr atrás de um grande passivo. Valeu a pena o estimulo de um amigo, valeu a pena uma leitura oportuna.

Serve de exemplo este caso, pois mostra a necessidade de refletir sobre as diversas situações da vida e tirar a partir de algum conselho de sabedoria um propósito prático de mudança.

Verifique o capítulo “Estudo” de Caminho em Escrivá Works aqui.

http://www.escrivaworks.org.br/book/caminho-capitulo-15.htm

Paulo Sertek

Doutor em Educação pela UFPR, Mestre em Tecnologia e desenvolvimento pela UTFPR, Engenheiro Mecânico pela Escola de Engenharia Maua (SP).

Diplomado pelo ISE-IESE no Program for Management Development.

Professor do Centro Universitário da Grande Fortaleza – UNIGRANDE

Confira o livro do autor

Autor: Paulo Sertek Dr
Editora Intersaberes

Editora Intersaberes

Responsabilidade Social e Competência Interpessoal

Responsabilidade social e competência interpessoal

Publicidade aqui

O ponto de inflexão no estudo

Por paulosertek em Educação, Estudo, virtude

06 de junho de 2019

CAMINHO
EDITORA QUADRANTE
AUTOR: JOSEMARIA ESCRIVÁ

Presenciei há pouco tempo um relato que, a princípio, dali não se deduziria nada especialmente científico, porém extremamente útil para os processos educativos espontâneos, que por vezes, provocam transformações essenciais na vida das pessoas.

Certo estudante relatava como foi seu ponto de inflexão no estudo: conta que era mais dado às festas, gostava de brincar, tocar o violão e sanfona, desde pequeno ganhou a facilidade de reunir pessoas e alegrar os ambientes, no entanto nada do que encontrava na escola lhe dava suficiente atração para desenvolver conhecimentos. Dizia que era um aluno medíocre e estando na situação de pré-vestibular se via sem forças. Tinha reprovado várias vezes e sempre passava de ano de forma arrastada. O seu interlocutor perguntou: e como foi a mudança? Pois é! Tomei consciência da situação do quanto precisava estudar ao ver como estava muito despreparado para poder entrar numa faculdade pública.

Estava um dia estudando na biblioteca do meu colégio e um amigo me disse: cara tu tem é que mudar! Olha você precisa ler este livro aqui: Caminho. Continua o relato: peguei o livro de forma cética e como quem não quer nada abri o livro sem mais, talvez porque já estava mais usado num capítulo, caiu no seguinte título “Estudo”! Opa! O que é isto? A curiosidade me fez ver os pontos de reflexão: um deles dizia algo assim: “Oras, mortificas-te, trabalhas em mil coisas de apostolado…, mas não estudas. – Então, não serves, se não mudas. Outro ponto falava algo do mesmo estilo: “e não estudas… Não me digas que és bom; és apenas bonzinho. Foi uma sacudida e tanto!

A partir desta inspiração caiu a “ficha”, foi como se tivesse dado um impulso como nunca para correr atrás de um grande passivo. Valeu a pena o estimulo de um amigo, valeu a pena uma leitura oportuna.

Serve de exemplo este caso, pois mostra a necessidade de refletir sobre as diversas situações da vida e tirar a partir de algum conselho de sabedoria um propósito prático de mudança.

Verifique o capítulo “Estudo” de Caminho em Escrivá Works aqui.

http://www.escrivaworks.org.br/book/caminho-capitulo-15.htm

Paulo Sertek

Doutor em Educação pela UFPR, Mestre em Tecnologia e desenvolvimento pela UTFPR, Engenheiro Mecânico pela Escola de Engenharia Maua (SP).

Diplomado pelo ISE-IESE no Program for Management Development.

Professor do Centro Universitário da Grande Fortaleza – UNIGRANDE

Confira o livro do autor

Autor: Paulo Sertek Dr
Editora Intersaberes

Editora Intersaberes

Responsabilidade Social e Competência Interpessoal

Responsabilidade social e competência interpessoal