Warning: Use of undefined constant S3_URL - assumed 'S3_URL' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/tribu/public_html/blogs/wp-content/themes/2016_tribuna_blogs/functions.php on line 11
Arquivos 8 de agosto de 2013 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

8 de agosto de 2013

Uma década de eventos climáticos extremos (parte 3)

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

08 de agosto de 2013

      A respeito de eventos extremos, o relatório Global Climate 2013 relata a importância em acompanhar e compreender esses eventos extremos, pois podem, muitas vezes, destruir vidas e propriedades. Eventos extremos podem, contudo, serem impedidos de se tornarem grandes catástrofes, reduzindo a vulnerabilidade das pessoas e de sua exposição.

Fonte:WMO

Fonte:WMO

      Informações e base de dados sobre catástrofes são úteis para mapear o comportamento e a magnitude do impacto de eventos extremos. O Relatório 2013 informa que os dados não demonstram que o aumento das perdas observadas é causado por um aumento da frequência e da intensidade de eventos extremos. Outros fatores entram em jogo, por exemplo, o aumento da exposição de pessoas e de seus bens aos eventos climáticos extremos.

    No entanto, é importante notar o aumento elevado (mais de 2000 por cento) de eventos extremos no período 2001-2010, a perda de vidas a partir de ondas de calor, especialmente durante os eventos extremos de calor sem precedentes que afetaram a Europa no verão de 2003 e a Federação Russa, no verão de 2010.

     Enquanto o risco de morte e ferimentos causados pelas tempestades e inundações diminuiu, segundo o relatório Global Climate 2013, a vulnerabilidade da propriedade (usos do solo) aumentou. Isso ocorre porque a expansão dos ativos socioeconômicos e de infraestrutura levou a um aumento na quantidade e no valor dos bens expostos aos eventos climáticos extremos.

Fonte: The Global Climate 2001-2010

Publicidade

Uma década de eventos climáticos extremos (parte 3)

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

08 de agosto de 2013

      A respeito de eventos extremos, o relatório Global Climate 2013 relata a importância em acompanhar e compreender esses eventos extremos, pois podem, muitas vezes, destruir vidas e propriedades. Eventos extremos podem, contudo, serem impedidos de se tornarem grandes catástrofes, reduzindo a vulnerabilidade das pessoas e de sua exposição.

Fonte:WMO

Fonte:WMO

      Informações e base de dados sobre catástrofes são úteis para mapear o comportamento e a magnitude do impacto de eventos extremos. O Relatório 2013 informa que os dados não demonstram que o aumento das perdas observadas é causado por um aumento da frequência e da intensidade de eventos extremos. Outros fatores entram em jogo, por exemplo, o aumento da exposição de pessoas e de seus bens aos eventos climáticos extremos.

    No entanto, é importante notar o aumento elevado (mais de 2000 por cento) de eventos extremos no período 2001-2010, a perda de vidas a partir de ondas de calor, especialmente durante os eventos extremos de calor sem precedentes que afetaram a Europa no verão de 2003 e a Federação Russa, no verão de 2010.

     Enquanto o risco de morte e ferimentos causados pelas tempestades e inundações diminuiu, segundo o relatório Global Climate 2013, a vulnerabilidade da propriedade (usos do solo) aumentou. Isso ocorre porque a expansão dos ativos socioeconômicos e de infraestrutura levou a um aumento na quantidade e no valor dos bens expostos aos eventos climáticos extremos.

Fonte: The Global Climate 2001-2010