Arquivos 21 de Maio de 2018 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

21 de Maio de 2018

Ordenamento de pesca: aspectos legais e institucionais

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

21 de Maio de 2018

   Hoje, 21/05/2018, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) acontece o seminário “A Pesca de Atum no Ceará: aspectos legais, institucionais e ordenamento”, com promoção do IBAMA, em parceria com a UFC – Labomar eo Sindifrios/FIEC.

 

 

 

   Participam do evento empresários, pesquisadores, estudantes, gestores públicos e interessados na temática, durante o dia em que ocorrem palestras. Ao final do dia, o documento final, construído com a participação de todos, deve conter propostas para o desenvolvimento da atividade de pesca de atum, de maneira mais eficiente e sustentável.

 

 

 

  “A pesca de atum, no Ceará, ocorre de maneira pouco ordenada, o que pode gerar sanções por parte de organismos internacionais que regulam a atividade, o que impacta negativamente a economia cearense, por se tratar de um produto de alto valor comercial”, menciona o Superintendente do IBAMA-CE, Dr. Herbert Lobo.

  A Diretora do Labomar, Profa. Dra. Ozilea Bezerra, comentou na mesa de abertura: “estamos buscando e discutindo possibilidades de desenvolvimento com sustentabilidade, sem colocar em risco a existência da espécie. Mais que isso, estamos disseminando novas tecnologias que nos permitam conviver harmoniosamente com o oceano”.

        Aos interessados em participar, cliquem aqui.

Fotne: IBAMA-CE, 2018

 

Publicidade

Ordenamento de pesca: aspectos legais e institucionais

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

21 de Maio de 2018

   Hoje, 21/05/2018, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) acontece o seminário “A Pesca de Atum no Ceará: aspectos legais, institucionais e ordenamento”, com promoção do IBAMA, em parceria com a UFC – Labomar eo Sindifrios/FIEC.

 

 

 

   Participam do evento empresários, pesquisadores, estudantes, gestores públicos e interessados na temática, durante o dia em que ocorrem palestras. Ao final do dia, o documento final, construído com a participação de todos, deve conter propostas para o desenvolvimento da atividade de pesca de atum, de maneira mais eficiente e sustentável.

 

 

 

  “A pesca de atum, no Ceará, ocorre de maneira pouco ordenada, o que pode gerar sanções por parte de organismos internacionais que regulam a atividade, o que impacta negativamente a economia cearense, por se tratar de um produto de alto valor comercial”, menciona o Superintendente do IBAMA-CE, Dr. Herbert Lobo.

  A Diretora do Labomar, Profa. Dra. Ozilea Bezerra, comentou na mesa de abertura: “estamos buscando e discutindo possibilidades de desenvolvimento com sustentabilidade, sem colocar em risco a existência da espécie. Mais que isso, estamos disseminando novas tecnologias que nos permitam conviver harmoniosamente com o oceano”.

        Aos interessados em participar, cliquem aqui.

Fotne: IBAMA-CE, 2018