Em tempos de pandemia, coleta solidária - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Em tempos de pandemia, coleta solidária

Por Nájila Cabral em Educação Ambiental, Meio Ambiente, Saúde Ambiental

20 de Maio de 2020

    A fome não escolhe tempo… Em todos os tempos, há pessoas que têm fome. O alimento é algo necessário para a manutenção da vida, portanto mais que um direito de todos os seres humanos, o alimento é sagrado e deve ser diário, para viabilizar a dignidade da vida humana.

     O combate à fome se constitui em um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), especificamente o ODS 2 – Fome zero e agricultura sustentável, cuja meta é acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável.

    Em tempos de pandemia do novo Coronavírus em que, por medida de prevenção para proteção de nossas vidas somos, fortemente, chamados a nos recolhermos em nossas casas e a fecharmos as portas de muitos comércios para evitar aglomerações, o cenário da fome permanece e parece aumentar.

     São muitas as iniciativas individuais e coletivas para doar alimentos àqueles que têm fome. Uma dessas iniciativas com promoção da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), seção Ceará, em parceria com um supermercado de Fortaleza, é a Coleta Solidária.

     A Coleta Solidária conseguiu arrecadar doações em dinheiro de muitas pessoas físicas e jurídicas, a quem somos imensamente gratos, que foram transformadas em cestas básicas doadas à Associação de Catadores. As fotos abaixo, gentilmente cedidas pelo prof. Gemmelle Santos e pela Janete Cabral, são dos dias da entrega das cestas básicas às associações ASCAJAN (Associação dos Catadores do Jangurussu) e SOCRELP (Sociedade Comunitária de Reciclagem de Lixo do bairro do Pirambu).

Foto: Gemmelle Santos, em 15/05/2020

Foto: Janete Cabral, em 18/05/2020.

    

 

 

 

 

    Toda prestação de contas está sendo feita pelos representantes das Associações à ABES-CE. Cada família recebe uma cesta básica. Não é muito… Mas permite atender à necessidade mais urgente, neste momento de tanta dor, que é matar a fome dos que mais precisam.

     A Coleta Solidária permanecerá. Se você se sentir tocado, por gentileza, faça sua doação. Que seu coração se encha de alegria neste ato de amor ao próximo, que sua generosidade seja multiplicada em cem vezes retornando à você em forma de saúde e longa vida para que você seja testemunha, no cenário futuro, de que juntos vencemos essa pandemia, mantendo a dignidade da vida humana.

     Caro leitor do Blog Verde, muito obrigada, por fazer parte dessa corrente do bem.

Publicidade aqui

Em tempos de pandemia, coleta solidária

Por Nájila Cabral em Educação Ambiental, Meio Ambiente, Saúde Ambiental

20 de Maio de 2020

    A fome não escolhe tempo… Em todos os tempos, há pessoas que têm fome. O alimento é algo necessário para a manutenção da vida, portanto mais que um direito de todos os seres humanos, o alimento é sagrado e deve ser diário, para viabilizar a dignidade da vida humana.

     O combate à fome se constitui em um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), especificamente o ODS 2 – Fome zero e agricultura sustentável, cuja meta é acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável.

    Em tempos de pandemia do novo Coronavírus em que, por medida de prevenção para proteção de nossas vidas somos, fortemente, chamados a nos recolhermos em nossas casas e a fecharmos as portas de muitos comércios para evitar aglomerações, o cenário da fome permanece e parece aumentar.

     São muitas as iniciativas individuais e coletivas para doar alimentos àqueles que têm fome. Uma dessas iniciativas com promoção da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), seção Ceará, em parceria com um supermercado de Fortaleza, é a Coleta Solidária.

     A Coleta Solidária conseguiu arrecadar doações em dinheiro de muitas pessoas físicas e jurídicas, a quem somos imensamente gratos, que foram transformadas em cestas básicas doadas à Associação de Catadores. As fotos abaixo, gentilmente cedidas pelo prof. Gemmelle Santos e pela Janete Cabral, são dos dias da entrega das cestas básicas às associações ASCAJAN (Associação dos Catadores do Jangurussu) e SOCRELP (Sociedade Comunitária de Reciclagem de Lixo do bairro do Pirambu).

Foto: Gemmelle Santos, em 15/05/2020

Foto: Janete Cabral, em 18/05/2020.

    

 

 

 

 

    Toda prestação de contas está sendo feita pelos representantes das Associações à ABES-CE. Cada família recebe uma cesta básica. Não é muito… Mas permite atender à necessidade mais urgente, neste momento de tanta dor, que é matar a fome dos que mais precisam.

     A Coleta Solidária permanecerá. Se você se sentir tocado, por gentileza, faça sua doação. Que seu coração se encha de alegria neste ato de amor ao próximo, que sua generosidade seja multiplicada em cem vezes retornando à você em forma de saúde e longa vida para que você seja testemunha, no cenário futuro, de que juntos vencemos essa pandemia, mantendo a dignidade da vida humana.

     Caro leitor do Blog Verde, muito obrigada, por fazer parte dessa corrente do bem.