Recursos financeiros para projetos de biogás - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Recursos financeiros para projetos de biogás

     Outra boa notícia o Blog Verde traz hoje. O Edital MMA/FNMC n. 1/2014 deve fomentar projetos e estudos para aproveitamento energético do biogás (aterros sanitários e dejetos da pecuária) e da energia solar.

     A justificativa do edital considera os dados do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas), que informa o aumento da temperatura média do planeta pode chegar a 6°C em 2100. Em relação à questão energética, o Fundo Clima constituiu uma linha de ação contendo tema específico voltado ao incentivo à eficiência e ao desenvolvimento de fontes de energia que contribuam com menor emissão de gases de efeito estufa.

    Podem se inscrever até 15 de março de 2014: universidades, institutos e fundações públicas, os entes federados (estados, distrito federal e municípios), e as organizações sem fins lucrativos da sociedade civil brasileira (entidades ambientalistas, associações de produtores ou trabalhadores, cooperativas, sindicatos, fundações ou institutos educacionais e de pesquisa) que tenham interveniência com alguma entidade pública no projeto.

    Os beneficiários finais são: no caso do aproveitamento Energético do Biogás: produtores rurais, prefeituras municipais e cadeia produtiva da agropecuária. No caso do aproveitamento da Energia Solar: empresas de pequeno porte; instituições públicas, populações vulneráveis aos efeitos da mudança do clima, segmentos sociais com potencial para melhoria de eficiência energética.

    Aos que desejam saber mais, cliquem aqui.

Fonte: MMA

 

Publicidade aqui

Recursos financeiros para projetos de biogás

     Outra boa notícia o Blog Verde traz hoje. O Edital MMA/FNMC n. 1/2014 deve fomentar projetos e estudos para aproveitamento energético do biogás (aterros sanitários e dejetos da pecuária) e da energia solar.

     A justificativa do edital considera os dados do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas), que informa o aumento da temperatura média do planeta pode chegar a 6°C em 2100. Em relação à questão energética, o Fundo Clima constituiu uma linha de ação contendo tema específico voltado ao incentivo à eficiência e ao desenvolvimento de fontes de energia que contribuam com menor emissão de gases de efeito estufa.

    Podem se inscrever até 15 de março de 2014: universidades, institutos e fundações públicas, os entes federados (estados, distrito federal e municípios), e as organizações sem fins lucrativos da sociedade civil brasileira (entidades ambientalistas, associações de produtores ou trabalhadores, cooperativas, sindicatos, fundações ou institutos educacionais e de pesquisa) que tenham interveniência com alguma entidade pública no projeto.

    Os beneficiários finais são: no caso do aproveitamento Energético do Biogás: produtores rurais, prefeituras municipais e cadeia produtiva da agropecuária. No caso do aproveitamento da Energia Solar: empresas de pequeno porte; instituições públicas, populações vulneráveis aos efeitos da mudança do clima, segmentos sociais com potencial para melhoria de eficiência energética.

    Aos que desejam saber mais, cliquem aqui.

Fonte: MMA