Warning: Use of undefined constant S3_URL - assumed 'S3_URL' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/tribu/public_html/blogs/wp-content/themes/2016_tribuna_blogs/functions.php on line 11
desigualdade Archives - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

desigualdade

Humanidade Dividida: confrontando desigualdade em países em desenvolvimento

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

01 de Fevereiro de 2014

    Em 29 de janeiro de 2014, a UNDP (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD) publicou o Relatório “Humanidade Dividida: confrontando desigualdade em países em desenvolvimento”.

     Mencionado Relatório traz uma visão dos conceitos teóricos das desigualdades, bem como as tendências globais. São apresentadas as percepções dos tomadores de decisão sobre desigualdades em 15 países e identifica várias opções políticas em direção às mudanças de desenvolvimento.

    O relatório traz algumas abordagens importantes, como as abaixo transcritas:

– em média, no período de 1990 a 2010, a desigualdade nos países em desenvolvimento aumentou 11%.

– As evidências mostram que, para além de certo limite, a desigualdade prejudica o crescimento do país e a redução da pobreza, bem como a qualidade das relações nas esferas públicas e políticas e também prejudica a autoestima dos indivíduos.

Fonte: UNDP

Publicidade

O mundo que queremos 2015 – Desigualdades

The World We Want 2015O principal objetivo da consulta pública referente a esta temática, pelas Nações Unidas, é estimular a discussão abrangente global sobre as várias formas de desigualdades e apresentar as conclusões para os tomadores de decisão e líderes, no sentido de informá-los a respeito do quadro de desenvolvimento e o cenário pós-2015.

Existem desigualdades dentro e entre os países. Existem também as desigualdades em países desenvolvidos e os em desenvolvimento.

Globalmente, as desigualdades têm aumentado desde 1980. Os resultados preliminares da consulta pública “O Mundo que Queremos” sugerem que as desigualdades resultam das barreiras estruturais nos domínios: econômico, social, político e ambiental. Os resultados mostram também que as desigualdades em si são barreiras estruturais para o desenvolvimento inclusivo.

Os quatro domínios de desigualdades são distintos, mas são fortemente entrelaçados, e tendem a reproduzir as desigualdades ao longo do tempo e das gerações.

Aqueles que são de renda menor (pobres) são mais propensos a experimentar as desigualdades sociais, tais como as relacionadas a gênero, condição de incapacidade, não têm acesso aos meios de vida sustentáveis e, ainda, são mais propensos a serem expostos a danos ambientais. São estes também os menos propensos a ter voz política.

Os resultados preliminares da consulta revelaram que as desigualdades em todas as dimensões devem de ser combatidas de forma eficaz, caso as aspirações expressas na Declaração do Milênio e nos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio quiserem ser plenamente realizadas, em base sustentável no quadro pós 2015.

Para abordar as questões de forma eficaz, sugere-se que o quadro de direitos humanos, fundamentado nos princípios da universalidade e da não-discriminação, deve fornecer os padrões normativos para o novo quadro.

Além disso, adotando-se uma estrutura baseada na igualdade, nos direitos humanos e na sustentabilidade, isso implica uma priorização em melhorar a vida dos mais pobres e dos mais vulneráveis em todos os países, por meio de medidas especiais.

 

Fonte: UNDP

Publicidade

O mundo que queremos 2015 – Desigualdades

The World We Want 2015O principal objetivo da consulta pública referente a esta temática, pelas Nações Unidas, é estimular a discussão abrangente global sobre as várias formas de desigualdades e apresentar as conclusões para os tomadores de decisão e líderes, no sentido de informá-los a respeito do quadro de desenvolvimento e o cenário pós-2015.

Existem desigualdades dentro e entre os países. Existem também as desigualdades em países desenvolvidos e os em desenvolvimento.

Globalmente, as desigualdades têm aumentado desde 1980. Os resultados preliminares da consulta pública “O Mundo que Queremos” sugerem que as desigualdades resultam das barreiras estruturais nos domínios: econômico, social, político e ambiental. Os resultados mostram também que as desigualdades em si são barreiras estruturais para o desenvolvimento inclusivo.

Os quatro domínios de desigualdades são distintos, mas são fortemente entrelaçados, e tendem a reproduzir as desigualdades ao longo do tempo e das gerações.

Aqueles que são de renda menor (pobres) são mais propensos a experimentar as desigualdades sociais, tais como as relacionadas a gênero, condição de incapacidade, não têm acesso aos meios de vida sustentáveis e, ainda, são mais propensos a serem expostos a danos ambientais. São estes também os menos propensos a ter voz política.

Os resultados preliminares da consulta revelaram que as desigualdades em todas as dimensões devem de ser combatidas de forma eficaz, caso as aspirações expressas na Declaração do Milênio e nos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio quiserem ser plenamente realizadas, em base sustentável no quadro pós 2015.

Para abordar as questões de forma eficaz, sugere-se que o quadro de direitos humanos, fundamentado nos princípios da universalidade e da não-discriminação, deve fornecer os padrões normativos para o novo quadro.

Além disso, adotando-se uma estrutura baseada na igualdade, nos direitos humanos e na sustentabilidade, isso implica uma priorização em melhorar a vida dos mais pobres e dos mais vulneráveis em todos os países, por meio de medidas especiais.

 

Fonte: UNDP