Publicidade

Física Marginal

por Idelfranio Moreira

Sem categoria

A Física Marginal de Italo Calvino, ano-luz

Por Idelfranio Moreira em Sem categoria

02 de Abril de 2018

A luz viaja no vácuo a uma velocidade de 300 mil km/s. Em um ano (mais de 31 milhões de segundos), viajando em linha reta, o espaço percorrido seria mais que 9 trilhões de km. Este comprimento é chamado ano-luz e é usado como régua para medidas de distâncias no cosmos, medidas astronômicas.

Perceba, a ironia de Calvino ao imaginar em responder a uma mensagem emitida 100 milhões de anos antes, cuja resposta levaria outros 100 milhões de anos para retornar ao interlocutor! Haha!


leia tudo sobre

Publicidade

O vetor peso e o vetor velocidade no lançamento oblíquo

Por Idelfranio Moreira em Sem categoria

26 de Março de 2018

PROJÉTIL

Adj. | que pode ser arremessado. | Que obedece a uma força de projeção. | s. m. (mecân.) corpo sólido que se move livremente no espaço em consequência de um impulso recebido.
(http://www.aulete.com.br/projetil)


Desprezando-se a resistência do ar (em todo o estudo a seguir), a força peso é a única força atuante sobre um projétil depois de lançado. Em outras palavras: durante o movimento do projétil, a força peso é a resultante que atua sobre ele, determinando seu movimento.
Sabendo que o peso tem direção sempre vertical (e sentindo sempre apontando para o centro do planeta, ou seja, “para baixo”), o que muda/pode mudar entre um lançamento e outro é a direção do vetor velocidade inicial; quer dizer, o ângulo que o vetor velocidade inicial do lançamento faz com o vetor peso.
Assim, temos os lançamentos
> vertical, em que a velocidade inicial do lançamento é vertical (tangencial ao vetor peso) e para cima (sentindo contrário ao do vetor peso);
> horizontal, em que a velocidade inicial do lançamento é horizontal (perpendicular ao vetor peso);
> oblíquo, em que a velocidade inicial do lançamento faz com o vetor peso um ângulo (inicial) maior que 90o e menor do que 180o.


leia tudo sobre

Publicidade

Ondas Eletromagnéticas, Queijo e Fornos de Micro-ondas

Por Idelfranio Moreira em Sem categoria

13 de julho de 2017

<<a Referência>>

ENEM 2016, 1a aplicação, caderno azul, questão 86

<<o Texto-Base>>

Um experimento para comprovar a natureza ondulatória da radiação de micro-ondas foi realizado da seguinte forma: anotou-se a frequência de operação de um forno de micro-ondas e, em seguida, retirou-se sua plataforma giratória. No seu lugar, colocou-se uma travessa refratária com uma camada grossa de manteiga. Depois disso, o forno foi ligado por alguns segundos. Ao se retirar a travessa refratária do forno, observou-se que havia três pontos de manteiga derretida alinhados sobre toda a travessa. Parte da onda estacionária gerada no interior do forno é ilustrado na figura.

<<o Enunciado>>

De acordo com a figura, que posições correspondem a dois pontos consecutivos da manteiga derretida?

<<as Alternativas>>

a) I e III

b) I e V

c) II e III

d) II e IV

e) II e V

<<os Comentários>>



leia tudo sobre

Publicidade

Os ângulos de incidência e de refração e a lei de Snell-Descartes – videoaula#19

Por Idelfranio Moreira em Sem categoria

12 de julho de 2017


Se um raio de luz incide obliquamente sobre a superfície de separação entre dois meios de propagação além de refratar (ter o valor de sua velocidade de propagação alterado) sofrerá desvio em sua trajetória.
Assim, o ângulo de refração é diferente do ângulo de incidência, podendo ser maior ou menor, dependendo da velocidade ter se tornado maior ou menor, respectivamente.
Esse desvio na trajetória retilínea da luz tem como consequência a formação de uma imagem deslocada da posição real, podendo parecer mais próxima ou mais afastada do observador.



leia tudo sobre

Publicidade

O empuxo como resultante da diferença de pressão – videoaula#06

Por Idelfranio Moreira em Sem categoria

26 de junho de 2017

O empuxo pode ser entendido como a resultante das forças de pressão (hidrostática) exercidas em toda a superfície da porção submersa do corpo no fluido. Essa definição permite entender que nem sempre o empuxo é uma força vertical para cima.



leia tudo sobre

Publicidade

Como Ler Questões de Física, #49, da série ENEM

Por Idelfranio Moreira em Sem categoria

14 de junho de 2017

<<a Referência>>

ENEM 2015, 2a aplicação, caderno branco, questão 58

<<o Texto-Base>>

O avanço tecnológico da medicina propicia o desenvolvimento de tratamento para diversas doenças, como as relacionadas à visão. As correções que utilizam laser para o tratamento da miopia são consideradas seguras até 12 dioptrias, dependendo da espessura e curvatura da córnea. Para valores de dioptria superiores a esse, o implante de lentes intraoculares é mais indicado. Essas lentes, conhecidas como lentes fácicas (LF), são implantadas junto à córnea, antecedendo o cristalino (C), sem que esse precisa ser removido, formando a imagem correta sobre a retina (R).

<<o Enunciado>>

O comportamento de um feixe de luz incidindo no olho que possui um implante de lentes fácicas para correção do problema de visão apresentado é esquematizado por

<<as Alternativas>>

 

 

<<os Comentários>>


Observação (1):

Para ver a prova na íntegra, acesse http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/ppl/2015/PPL_ENEM_2011_09_BRANCO.pdf.



leia tudo sobre

Publicidade

Como ler questões de Física, #46, da série ENEM

Por Idelfranio Moreira em ENEM, Sem categoria

09 de junho de 2017

<<a Referência>>

ENEM 2016, 3a aplicação, PPL, caderno branco, questão 79

<<o Texto-Base>>

Durante a formação de uma tempestade, são observadas várias descargas elétricas, os raios, que podem ocorrer: das nuvens para o solo (descarga descendente), do solo para as nuvens (descarga ascendente) ou entre uma nuvem e outra. As descargas ascendentes e descendentes podem ocorrer por causa do acúmulo de cargas elétricas positivas ou negativas, que induz uma polarização oposta no solo.

<<o Enunciado>>

Essas descargas elétricas ocorrem devido ao aumento da intensidade do(a)

<<as Alternativas>>

A) campo magnético da Terra.
B) corrente elétrica gerada dentro das nuvens.
C) resistividade elétrica do ar entre as nuvens e o solo.
D) Campo elétrico entre as nuvens e a superfície da Terra.
E) força eletromotriz induzida nas cargas acumuladas no solo.

<<o Comentário e a Resolução>>

Raios, relâmpagos e trovões são fenômenos super didáticos cuja explicação permite uma estudo/uma revisão de vários conteúdos da eletricidade/eletrostática!

Assista à seguinte (mini) videoaula do canal da Física Marginal no Youtube para ver, em detalhes, a formação de raios:


Observação (1):

Sabia que se você inscrever-se no canal sempre receberá uma notificação quando um novo vídeo for publicado? Assim você não perde nenhum conteúdo!


Observação (2):

Acesse a prova completa e o gabarito em http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/ppl/2016/prova_caderno_branco_9_2016.pdf .


Observação (3):

Utilize o espaço de comentários abaixo para tirar dúvidas, sugerir questões etc!


#ClínicadeFísica #FaçaSeuPróprioCursodeFérias 1. Como Funciona: * Adquira um pacote de horas para atendimento individual * Agende seus horários (disponibilidade para todo o mês de julho) * Roteirize/Planeje seu estudo com o auxílio do Professor * Disponibilidade de tira-dúvidas diariamente, via Whatsapp, com o Professor 2. Quais as Vantagens/os Diferenciais – Escolha seus horários – Decida seu roteiro – Otimize seus resultados – Tire suas dúvidas e desencalhe sua lista de exercícios não-resolvidos (em vez de aumentar sua lista de dúvidas não tiradas e de exercícios não resolvidos) – Termine as férias com a sensação/satisfação de avanço/progresso real > Maiores informações via Whatsapp: +55 85 97496376 #CursodeFérias #Física #ENEM #ENEM2017

A post shared by idelfranio (@fisicamarginal) on

leia tudo sobre

Publicidade

Como ler questões de Física, #42, da série ENEM

Por Idelfranio Moreira em ENEM, Sem categoria

05 de junho de 2017

<<a Referência>>

ENEM 2016, 2a aplicação, caderno azul, questão 86

<<o Texto-Base>>

A figura mostra uma balança de braços iguais, em equilíbrio, na Terra, onde foi colocada uma massa m, e a indicação de uma balança de força na Lua, onde a aceleração da gravidade é igual a 1,6 m/s2, sobre a qual foi colocada uma massa M.

<<o Enunciado>>

A razão das massas M/m é

<<as Alternativas>>

A) 4,0.
B) 2,5.
C) 0,4.
D) 1,0.
E) 0,25.

<<o Comentário>>

(i) Na “superfície da Terra”, a balança de braços iguais, equilibrada, permite deduzir que m = 0,50 kg + 0,50 kg = 1,0 kg.

(ii) Na “superfície da Lua”, a balança de força mostra que P = 4,0 N. O texto mostra que gLua = 1,6 m/s2. E a lei de Newton permite deduzir que

4,0 N = M . 1,6 m/s2

ou seja

M = (4,0/1,6) kg

(iii) Logo, M/m = 1,0 kg / (4,0/1,6) kg = 1,6 / 4,0 = 0,4.


Observação (1):

Para ver a prova completa e o gabarito acesse http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/provas/2016/CAD_ENEM_2016_DIA_1_01_AZUL_2.pdf


Observação (2):

Se você quiser trocar alguma ideia/dúvida/sugestão, utilize o espaço dos comentários abaixo, à vontade.


Observação (3):

Envie sua sugestão/pedido de questão! Ainda estou preparando a programação da semana que vem. Basta indicar o ano (e a cor) da prova, se foi a 1a ou a 2a aplicação e o número da questão. Valeu!


facebook.com/FisicaMarginal | twitter.com/FisicaMarginal | instagram.com/FisicaMarginal | youtube.com/FisicaMarginal

leia tudo sobre

Publicidade

Como ler questões de Física, #42, da série ENEM

Por Idelfranio Moreira em ENEM, Sem categoria

05 de junho de 2017

<<a Referência>>

ENEM 2016, 2a aplicação, caderno azul, questão 86

<<o Texto-Base>>

A figura mostra uma balança de braços iguais, em equilíbrio, na Terra, onde foi colocada uma massa m, e a indicação de uma balança de força na Lua, onde a aceleração da gravidade é igual a 1,6 m/s2, sobre a qual foi colocada uma massa M.

<<o Enunciado>>

A razão das massas M/m é

<<as Alternativas>>

A) 4,0.
B) 2,5.
C) 0,4.
D) 1,0.
E) 0,25.

<<o Comentário>>

(i) Na “superfície da Terra”, a balança de braços iguais, equilibrada, permite deduzir que m = 0,50 kg + 0,50 kg = 1,0 kg.

(ii) Na “superfície da Lua”, a balança de força mostra que P = 4,0 N. O texto mostra que gLua = 1,6 m/s2. E a lei de Newton permite deduzir que

4,0 N = M . 1,6 m/s2

ou seja

M = (4,0/1,6) kg

(iii) Logo, M/m = 1,0 kg / (4,0/1,6) kg = 1,6 / 4,0 = 0,4.


Observação (1):

Para ver a prova completa e o gabarito acesse http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/provas/2016/CAD_ENEM_2016_DIA_1_01_AZUL_2.pdf


Observação (2):

Se você quiser trocar alguma ideia/dúvida/sugestão, utilize o espaço dos comentários abaixo, à vontade.


Observação (3):

Envie sua sugestão/pedido de questão! Ainda estou preparando a programação da semana que vem. Basta indicar o ano (e a cor) da prova, se foi a 1a ou a 2a aplicação e o número da questão. Valeu!


facebook.com/FisicaMarginal | twitter.com/FisicaMarginal | instagram.com/FisicaMarginal | youtube.com/FisicaMarginal