Publicidade

Física Marginal

por Idelfranio Moreira

vetores

A resultante, a velocidade e o movimento

Por Idelfranio Moreira em mecânica

23 de Março de 2018

O ângulo entre o vetor da resultante das forças e o vetor velocidade define o movimento do corpo:

Se 0o, então o valor da velocidade aumenta, mas sua direção não muda, logo M.R.V. acelerado;

Se 180o, então o valor da velocidade diminui, mas sua direção não muda, logo M.R.V. retardado;

Se 90o, então o valor da velocidade não aumenta nem diminui, mas sua direção muda constantemente, logo M.C.U.;

Se <90o, então o valor da velocidade aumenta enquanto a direção muda, logo M.C.V. acelerado;

Se >90o, então o valor da velocidade diminui enquanto a direção muda, logo M.C.V. retardado.

Conclusão: quando a força – ou componente – é tangencial à trajetória, funciona como força aceleradora ou retardadora; quando a força – ou componente – é perpendicular à trajetória, funciona como centrípeta, compondo, portanto, trajetória curvilínea.


Publicidade

A resultante, a velocidade e o movimento

Por Idelfranio Moreira em mecânica

23 de Março de 2018

O ângulo entre o vetor da resultante das forças e o vetor velocidade define o movimento do corpo:

Se 0o, então o valor da velocidade aumenta, mas sua direção não muda, logo M.R.V. acelerado;

Se 180o, então o valor da velocidade diminui, mas sua direção não muda, logo M.R.V. retardado;

Se 90o, então o valor da velocidade não aumenta nem diminui, mas sua direção muda constantemente, logo M.C.U.;

Se <90o, então o valor da velocidade aumenta enquanto a direção muda, logo M.C.V. acelerado;

Se >90o, então o valor da velocidade diminui enquanto a direção muda, logo M.C.V. retardado.

Conclusão: quando a força – ou componente – é tangencial à trajetória, funciona como força aceleradora ou retardadora; quando a força – ou componente – é perpendicular à trajetória, funciona como centrípeta, compondo, portanto, trajetória curvilínea.