Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Coronavírus: Paraipaba decreta estado de calamidade pública e prefeito anuncia novas medidas

Por Oswaldo Scaliotti em Coronavírus

27 de Março de 2020

O prefeito de Paraipaba, Dimitri Batista, decretou estado de calamidade pública no município, e anunciou nesta sexta-feira, dia 27, novas medidas de enfrentamento ao coronavírus: entrega de, no mínimo, 4 mil cestas básicas, isenção da taxa de iluminação pública e gratificação aos servidores da saúde.

Segundo os Projetos de Lei 007 e 008 de 2020,  já enviados para a Câmara Municipal e que serão votados na próxima segunda-feira(30), a gestão irá conceder gratificação pelo aumento de produtividade aos profissionais da Secretaria de Saúde, sejam efetivos, comissionados ou contratados, que estejam trabalhando, efetivamente, nas ações de combate à redução do contágio da Covid-19. O valor a ser pago será de 10% sobre o vencimento básico do servidor.

Além disso, será suspensa a cobrança da taxa de iluminação pública, por 60 dias. Outra ação anunciada é a distribuição de, no mínimo, 4 mil cestas básicas às famílias carentes, inscritas no Cadastro Único.

O município tem atualmente 4 casos suspeitos e nenhum confirmado.

Publicidade aqui

Coronavírus: Paraipaba decreta estado de calamidade pública e prefeito anuncia novas medidas

Por Oswaldo Scaliotti em Coronavírus

27 de Março de 2020

O prefeito de Paraipaba, Dimitri Batista, decretou estado de calamidade pública no município, e anunciou nesta sexta-feira, dia 27, novas medidas de enfrentamento ao coronavírus: entrega de, no mínimo, 4 mil cestas básicas, isenção da taxa de iluminação pública e gratificação aos servidores da saúde.

Segundo os Projetos de Lei 007 e 008 de 2020,  já enviados para a Câmara Municipal e que serão votados na próxima segunda-feira(30), a gestão irá conceder gratificação pelo aumento de produtividade aos profissionais da Secretaria de Saúde, sejam efetivos, comissionados ou contratados, que estejam trabalhando, efetivamente, nas ações de combate à redução do contágio da Covid-19. O valor a ser pago será de 10% sobre o vencimento básico do servidor.

Além disso, será suspensa a cobrança da taxa de iluminação pública, por 60 dias. Outra ação anunciada é a distribuição de, no mínimo, 4 mil cestas básicas às famílias carentes, inscritas no Cadastro Único.

O município tem atualmente 4 casos suspeitos e nenhum confirmado.