Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Ambev

Orgulho o ano inteiro: O respeito à diversidade precisa ir além de junho por um mundo melhor

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

04 de julho de 2019

De uns tempos para cá, as discussões sobre diversidade vêm ocupando cada vez mais espaço – se pensarmos em alguns anos atrás, o assunto ainda era um tabu na sociedade e, principalmente, no mundo corporativo. Felizmente, junho foi o mês do Orgulho LGBT+ e vimos um número sem precedentes de empresas se manifestando a favor da causa. Mas, hoje, ainda são poucas as companhias que saem do discurso e adotam políticas reais de inclusão.

Por que isso interessa? Pesquisas feitas nos últimos anos mostram que ainda existe resistência para a contratação de LGBTs, principalmente para cargos de liderança. Ou, quando contratados, sofrem discriminação. Da porta para dentro, o preconceito ainda segue impregnado em alguns casos.

Por sorte, sou de uma geração que cresceu numa sociedade mais tolerante, e ingressei no mercado de trabalho já fora do armário. Por isso, sempre escolhi trabalhar em ambientes a favor do respeito, e quando entrei na Cervejaria Ambev, fiz questão de entender quais iniciativas existiam nesse sentido e me deparei com uma grande abertura para a diversidade – em linha com o propósito da empresa, que é unir as pessoas por um mundo melhor. Então, não pensei duas vezes quando pude participar da criação de um grupo focado em melhores práticas para evoluir o tema.

Olhando para trás, o resultado foi só alegria: os funcionários passaram a se sentir mais à vontade para se expressar. Mais do que garantir os direitos LGBT+, nosso propósito era trabalhar a causa dentro e fora da companhia e inspirar outras empresas.

Em 2016, aderimos ao Fórum de Empresas e Direitos LGBT+. Em 2018, nos tornamos apoiadores das cinco normas de conduta da ONU para empresas que suportam direitos LGBT+.Também desenvolvemos o Manual do Código de Conduta de Marketing e Comunicação Responsável, para garantir que não haja preconceito ou sexismo em nossas marcas. Skol, por exemplo, abraça a diversidade e, historicamente, apoia iniciativas como a campanha “Marcas Aliadas”, que une esforços de empresas para ampliar ações de apoio a esse público. Recentemente, lançamos a Skol Beats Queen, uma homenagem às drag queens da cena brasileira.

Este ano, demos outro importante passo no caminho à igualdade. Lançamos uma campanha nas redes sociais para celebrar o Dia do Orgulho LGBTI+, com depoimentos de funcionários, além de um “twitaço” do bem, que doou R$ 1 a cada post com a #OrgulhoDaMinhaHistória a duas ONGs LGBT+, alcançando R$ 100 mil.

Mas a grande lição desse movimento foi a oportunidade de contar e conhecer histórias inspiradoras da nossa gente. Rompemos barreiras que dividem a vida pessoal e profissional para compartilharmos, juntos, a riqueza de sermos diversos. E isso é imensurável.

Sabemos que há um longo caminho pela frente e que a diversidade nas empresas precisa considerar tantas outras minorias. Por isso, estamos sempre aprimorando nossas iniciativas para que cada funcionário se sinta livre para ser quem é e crescer na velocidade do seu talento. O respeito é nossa premissa e a ferramenta mais poderosa para chegar aonde quisermos.

Bruno Rigonatti, gerente de Marketing Institucional da Cervejaria Ambev

Publicidade

Laninha Show anima festa de lançamento da LEGÍTIMA, a cerveja cearense valendo

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de junho de 2019


A cantora colocou o público para dançar com grandes sucessos do forró. Quem esteve presente também pôde provar a cerveja LEGÍTIMA, que já está disponível nos principais pontos de venda

Forró agarradinho e boa cerveja gelada. Foi assim a festa de lançamento da LEGÍTIMA, nova cerveja da Ambev desenvolvida por e para cearenses, do campo ao copo. O produto foi anunciado na última quinta-feira, 13, em grande celebração no Mercado dos Pinhões. O público pôde curtir o melhor do forró cearense ao som da cantora Laninha Show e degustar gratuitamente a cerveja cearense valendo.

Além de músicas autorais, Laninha Show tocou clássicos tão conhecidos pelos cearenses quanto o famoso “ieeeeeiii”. A cantora considera que fazer parte do lançamento foi para ela uma grande honra. “Quem chegava lá não saia mais, porque além de estar degustando uma nova cerveja, que eu particularmente gostei muito, estavam curtindo um bom forró”, diz.

A LEGÍTIMA é uma cerveja produzida a base de mandioca cultivada por agricultores da região de Salitre, no sul do estado. O produto já pode ser encontrado nos principais pontos de venda do Ceará e tem venda exclusiva no estado.

Publicidade

Ambev convoca imprensa do Ceará para anunciar novidade

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

11 de junho de 2019

As melhores notícias são sempre acompanhadas de um brinde legítimo. É assim que a cervejaria Ambev anunciará uma novidade exclusiva para os cearenses na próxima quinta-feira (13), às 11h, no Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas, S/N – Centro, Fortaleza).

O evento contará com a presença do presidente da Ambev, Jean Jereissati, de autoridades governamentais envolvidas no projeto, artistas, influenciadores digitais e formadores de opinião. O evento é exclusivo para convidados.

De acordo a Cervejaria a novidade tem a cara do Ceará, valoriza o orgulho de ser cearense, formenta a economia regional através de incentivo a agricultura familiar, e é exclusiva para o Estado.

Após a coletiva será servido um almoço em rítmo de forró, e um cardápio com o melhor da gastronomia local. A celebração não pára por aí. A partir das 15h, os portões do Mercado dos Pinhões serão abertos ao público, que poderá curtir um show exclusivo da forrozeira Laninha Show.

Coletiva de Imprensa
O quê: Ambev anunciará novidade para o Ceará
Quando: Quinta-feira, dia 13 de Junho, às 11h
Onde: Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas, S/N – Centro, Fortaleza)

Publicidade

Centro de Inovação Cervejeira da Ambev no Rio de Janeiro será 100% abastecido com energia solar

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de Março de 2019

A instalação de mais de duas mil placas solares no CIT para geração de energia limpa foi concluída no início do ano; projeto marca mais um passo importante da cervejaria para ter 100% da eletricidade comprada de fontes renováveis

Março, 2019 – A partir da segunda quinzena de março, todo o Centro de Inovação e Tecnologia Cervejeira (CIT) da Cervejaria Ambev, localizado no Parque Tecnológico da UFRJ – Rio de Janeiro, será abastecido por energia renovável e limpa. No início do ano, foi concluída a instalação de mais de duas mil placas solares sobre o telhado do local, que juntas podem produzir até 720 kWp de geração, o suficiente para abastecer 100% operações da unidade durante o período do dia com maior incidência de sol.

Quando o consumo de energia no CIT for menor do que a capacidade gerada pela usina solar, o excedente será disponibilizado para a concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica na região, gerando crédito pela energia injetada e abatimento no valor da conta de luz.

O projeto marca mais um importante passo da Cervejaria Ambev rumo a ter 100% da eletricidade comprada proveniente de fontes renováveis, meta que a companhia prevê atingir até 2025. No fim do ano passado, a empresa anunciou a construção de uma usina solar na cervejaria de Uberlândia, que será inaugurada neste ano e terá capacidade para abastecer a operação de todos os 13 centros de distribuição mantidos no estado.

“Esse é mais um marco importante na história que estamos desenvolvendo com o meio ambiente. Junto a outras iniciativas como a construção da usina solar em Minas Gerais e o uso de caminhões elétricos em nossa frota parceira, estamos investindo em alternativas que preservem nosso planeta e construam um futuro sustentável para as próximas gerações”, afirma Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Cervejaria Ambev.

A Enel X realizou o projeto de geração distribuída solar desde o estágio de desenvolvimento até a instalação dos mais de 2 mil painéis, e também vai monitorar remotamente o sistema uma vez que ele esteja integralmente em operação. A instalação dos painéis solares começou em maio de 2018, após três meses de planejamento e testes realizados em duas micro usinas-piloto em Jacareí (SP). O projeto fotovoltaico deverá gerar até 958 MWh por ano, reduzindo as emissões de CO2 em até 131 toneladas anualmente. Este impacto positivo no meio ambiente corresponde ao plantio de 783 árvores.

“O Brasil deverá crescer no mercado de geração distribuída nos próximos anos e queremos desempenhar um papel fundamental neste setor, em linha com nossa estratégia de ampliar nossa presença no mercado de soluções inovadoras de energia no país”, afirma o responsável pela Enel X no Brasil, Nestor Benito.

Além da busca por fontes de energia limpa, a Cervejaria Ambev tem outras três metas socioambientais a serem atingidas até 2025, conforme anunciado no ano passado pela AB InBev. Essas metas incluem o uso somente de embalagens retornáveis ou feitas de material reciclado, a melhora na disponibilidade de água para as comunidades em áreas de alto estresse hídrico com as quais a cervejaria se relaciona e, por fim, o treinamento e suporte dos agricultores parceiros da cervejaria para o desenvolvimento de um plantio cada vez mais sustentável.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Cervejaria Ambev seleciona 50 novas ONGs para programa de mentoria em gestão

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

17 de Janeiro de 2019

As organizações poderão se inscrever até 17/02 na segunda edição do VOA, programa para ONGs, focado em capacitação em gestão e mentoria com funcionários voluntários

O VOA, programa criado pela Cervejaria Ambev para ajudar ONGs a administrarem melhor seus processos, orçamentos e também a gerenciar pessoas e carreiras, abre hoje (17) o edital para a inscrição na edição desse ano. A companhia irá selecionar mais 50 organizações de todo o País para receberem mentoria dos funcionários da cervejaria, que se voluntariam para contribuir com conhecimentos sobre sua área de especialidade. As ONGs selecionadas serão divulgadas no final do mês de março. No total, o programa espera impactar cerca de 200 organizações ao longo de 2019, considerando o acompanhamento das ONGs de 2018 e as novas que serão selecionadas.

Em 2018, em sua primeira edição, a procura foi grande, com mais de 2 mil organizações interessadas pelo programa. Com isso, a cervejaria decidiu por ampliá-lo, selecionando ao total 185 ONGs no Brasil. O programa está em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 1, 4, 8 e 17 da ONU, que buscam um mundo mais inclusivo e sustentável.

A companhia compartilhou um total de 12 mil horas de trabalho voluntário com as ONGs participantes do VOA 2018, com participação ativa de quase 200 funcionários voluntários, incluindo o presidente Bernardo Paiva, que se voluntariaram para doar tempo e conhecimento para as organizações sociais que participaram do programa.

Durante cerca de seis meses, as ONGs participaram de aulas sobre gestão de orçamento, gerenciamento de projetos, elaboração de metas, planos de carreira e, ao final, elaboraram um projeto de conclusão. Isso as ajudou a impactarem socialmente cerca de 2 milhões de pessoas.

“Estamos muito felizes em dar continuidade a um projeto tão importante para nossa companhia, e que contribui com o nosso sonho de unir as pessoas por um mundo melhor. Apesar das diferenças que existem entre o mundo corporativo e as entidades de cunho social, entendemos que existem métodos de gestão que podem ser aplicados para as duas realidades, e por isso decidimos compartilhá-los”, afirma Richard Lee, gerente de Sustentabilidade da Cervejaria Ambev.

Ao longo de 2018, a dedicação dos funcionários ao VOA foi equivalente a cerca de R$ 12 milhões em consultoria, considerando a remuneração média de um consultor no mercado.

“Nossa expectativa para 2019 é continuar contribuindo com o desenvolvimento do terceiro setor no Brasil e ampliar seu impacto positivo na sociedade, considerando que a atuação das ONGs é de extrema importância para a construção de um país melhor e mais solidário”, completa Lee.

Para participar, a ONG deve se inscrever pelo site www.programavoa.prosas.com.br até o dia 17/02. No final de março, serão anunciadas as escolhidas.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Fortaleza participa do primeiro programa de voluntariado da Ambev

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de dezembro de 2018

Na cidade, cerca de 100 voluntários promoveram melhorias na unidade do bairro Passaré

Cerca de mil funcionários da Ambev espalhados por diversas cidades do país se mobilizaram para o Dia do VOA no último sábado (1), data que marcou a conclusão do primeiro ano do programa de voluntariado da companhia e celebrou o Dia Internacional do Voluntariado, comemorado em 5 de dezembro. Batizado de VOA, o programa compartilhou conhecimentos em gestão com quase 200 ONGs e contou com a participação voluntária de funcionários da Ambev, que dedicaram 12 mil horas de seu tempo em consultoria personalizada.

Em Fortaleza, o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF) recebeu no último sábado (1) a visita de cerca de 100 voluntários da Cervejaria Ambev para promoção de melhorias na unidade do bairro Passaré, com pequenas reformas, pintura de paredes e organização da biblioteca e brinquedoteca. Para isso, arrecadaram livros – principalmente voltados a educação esportiva e musical – e brinquedos educativos. O Instituto Beatriz e Lauro Fiuza fica na rua Elias de Freitas, 996, e tem por objetivo criar oportunidades para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade por meio de atividades de música e karatê.

Pelo país, outras nove ONGs nas cidades de São Paulo, Jaguariúna (SP), Brasília (DF), Salvador (BA), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Anápolis (GO), além da Gerando Falcões, em Poá (SP), abriram suas portas no fim de semana para receber atividades recreativas, aulas de gestão, pequenos serviços de reforma e pintura, doações de livros, alimentos e brinquedos.

Ao longo do ano, a dedicação dos funcionários da Ambev ao VOA foi equivalente a cerca de R$ 12 milhões em consultoria, considerando a remuneração média de um consultor no mercado. O valor se aproxima, por exemplo, do montante arrecadado pelo Criança Esperança, uma das maiores e mais bem-sucedidas campanhas de mobilização nacional em prol dos direitos de crianças e adolescentes.

“Acreditamos que, quando se tem um projeto com boas intenções, que visa um impacto positivo, o resultado é muito maior do que o esperado e é possível atingir ainda mais pessoas. Além disso, poder se engajar em um trabalho voluntário, conhecendo novas realidades e contribuindo com conhecimento, traz uma motivação ainda maior para os nossos funcionários, e isso é algo que se reflete positivamente no nosso dia a dia”, afirma Bernardo Paiva, presidente da Ambev.

Criado para compartilhar com as ONGs o jeito Ambev de fazer gestão, ajudando em seu desenvolvimento e aumentando o impacto social que elas têm, o VOA contou com a participação ativa de quase 200 voluntários da companhia especialistas em sua área de atuação, que dedicaram tempo e conhecimento para ajudar as ONGs participantes a impactarem cerca de 2 milhões de pessoas.

Durante cerca de seis meses, as ONGs participaram de aulas – ministradas pelos próprios funcionários da empresa – sobre gestão de orçamento, elaboração de metas, incentivos e planos de carreira e, ao final, elaboraram um projeto de conclusão. Um primeiro grupo de 25 ONGs assistiram a encontros presenciais na sede da Ambev, enquanto as demais receberam consultoria em suas próprias cidades de atuação.

Dentre as ONGs do primeiro grupo, o projeto apresentado pela Pró-Saber SP, que atua em Paraisópolis (zona sul de São Paulo), foi escolhido pela Ambev como o melhor do VOA e recebeu o reconhecimento do presidente Bernardo Paiva, em visita à instituição durante a semana. O projeto prevê a ampliação da iniciativa Pró Ler & Brincar, que incentiva a leitura, e quer implementar a iniciativa em 80% das escolas públicas da comunidade. Também pretende impactar, nos próximos três anos, 50% das crianças entre 4 e 8 anos que vivem na comunidade.

Além do reconhecimento, no sábado cerca de 80 crianças atendidas pela organização também puderam participar das atividades do Dia do VOA, com recreação e oficinas de máscaras e pintura, revitalização da praça no entorno da organização e criação de um mosaico no muro externo da ONG.

Entre os funcionários da Ambev que estiveram nas ações em São Paulo estão Fernando Tennenbaum, vice-presidente financeiro, Daniel Cocenzo, vice-presidente de vendas, Ricardo Targino, vice-presidente de atendimento ao cliente e Ricardo Melo, vice-presidente de gente e gestão. Na tarde de sábado, o presidente Bernardo Paiva e o vice-presidente de relações corporativas, Ricardo Melo, visitaram a Gerando Falcões, a primeira ONG a receber compartilhamento de gestão da Ambev.

Também foi feito um reconhecimento para o segundo grupo de ONGs. A escolhida foi a Passos Mágicos, de Embu Guaçu. A organização atende crianças de 7 a 14 anos e promove aulas de português, matemática e inglês para jovens do ensino público no contra turno escolar, além de realizar o acompanhamento psicológico de todos seus alunos e, aos finais de semana, atividades de campo, com foco em expandir o universo das crianças.

 

O projeto apresentado no VOA visa à expansão do alcance da ONG para atingir 2 mil crianças em dois anos – em 2018, foram 500 crianças atendidas – e aumentar o alcance do projeto para outras cidades.

“Somos uma companhia com propósito e temos consciência de que, com nosso tamanho, podemos ter uma influência bastante grande na sociedade. Por isso, além de sempre buscarmos sempre atuar da melhor forma em nosso mercado, também buscamos expandir nossa atuação para o lado social, em projetos que contribuem para a construção de um mundo melhor para todos”, conclui Paiva.

Sobre o VOA

O VOA é o programa criado pela Ambev para compartilhar com ONGs seus conhecimentos em gestão. O objetivo é ajudar essas organizações a se estruturaram melhor e, assim, ampliarem seu impacto positivo na sociedade. Por meio do VOA, a Ambev capacita as ONGs e, ainda, incentiva o voluntariado entre seus funcionários. Todas as aulas do programa VOA são dadas por funcionários da Ambev que se voluntariam para doar tempo e conhecimento para as ONGs, transmitindo conceitos de gestão de orçamento, planejamento estratégico, captação de recursos, estabelecimento de metas e indicadores. Neste primeiro ano do programa VOA, 185 ONGs de todo o Brasil, selecionadas entre quase 2 mil inscritas, receberam consultoria personalizada dos funcionários da Ambev. Foram quase 200 voluntários ao longo do ano que dedicaram 12 mil horas para ajudar as ONGs participantes a impactarem cerca de 2 milhões de pessoas.

Publicidade

Wesley Safadão e Ceará Sporting Club aderem campanha de consumo responsável de bebidas alcoólicas

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

14 de setembro de 2018

O cantor Wesley Safadão aderiu na tarde desta sexta-feira, 14, a campanha Dia de Responsa, data criada pela Cervejaria Ambev no Brasil para promover o consumo inteligente de bebidas alcoólicas.

O fenômeno brasileiro postou em suas redes sociais o tema da campanha e escreveu a seguinte legenda: “A bebida só é legal quando consumida de forma certa”.

A publicação acompanhou as hastags #atitudederesponsa, #diadereponsa2018 e #GeoNO.

Quem também aderiu foi o Ceará Sporting Club, que fez postagens da campanha em suas redes sociais, com o objetivo de concientizar seus torcedores.

Em Fortaleza, a programação iniciou cedo, com uma treinamento com todos os funcionários do Centro de Distribuição, em seguida, aconteceu um café da manhã e encontro com a imprensa, funcionários, empresas de eventos e órgãos públicos, como o Detran-CE, para alertar sobre o consumo consciente.

Na ocasião, estiveram presentes o diretor regional da Ambev, Roberto Mattos, e o gerente de núcleo de imprensa e comunicação do Detran-CE, Paulo Ernesto Serpa.

Logo após o time da Ambev e convidados visitaram barracas da Praia do Futuro, onde orientou consumidores, garçons e donos de bares e restaurantes sobre o consumo responsável.

Após, os funcionários da Cervejaria conferiram de perto o trabalho do coletivo de arte urbana Acidum Project , que realizou uma oficina em parceria com o Instituto Povo do Mar.

“Estamos muito felizes com o convite da Ambev. Conversamos com os jovens para explicar o que é o Dia de Responsa. Depois, conscientizamos elas sobre o consumo responsável. Por fim, fizemos a arte com dizeres que remetem a este momento muito importante”, explica Teresa Dequinta, artista plástica do coletivo Acidum.

Inclusive, a ONG ganhou uma nova fachada com grafites que remetem ao consumo responsável.

“Hoje, o grafite é uma das melhores maneiras deles se expressarem. E aí, nós estamos expressando dizeres que remetem a esta parceria com a Ambev nos grafites”, diz a diretora da ONG Fabrini Andrade.

Em sua nona edição, a iniciativa também foi adotada pela Anheuser-Busch InBev (ABI), grupo do qual a Ambev faz parte, e é comemorada em outros 24 países onde a empresa atua.

“Nosso sonho é unir as pessoas por um mundo melhor e isso passa pelo nosso compromisso genuíno com o consumo inteligente de bebidas alcoólicas”, afirma o diretor regional da Ambev Roberto Mattos.

A ação serve para disseminar mensagens sobre a importância de não vender, servir ou estimular o consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos, não consumir em excesso ou associado à direção.

O Dia de Responsa mobilizou mais de 30 mil funcionários da Cervejaria Ambev, que visitaram mais de um milhão de pontos de vendas em todo o Brasil. No Ceará, ao todo, 30 mil pontos de vendas foram visitados. A ação segue até o fim de setembro.

Publicidade

Ambev vai às ruas de Fortaleza pelo consumo responsável de bebidas alcoólicas

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

14 de setembro de 2018

Ambev promoveu na manhã desta sexta-feira (14), o Dia de Responsa, data criada pela companhia no Brasil para promover o consumo inteligente de bebidas alcoólicas.

Em Fortaleza, a programação iniciou cedo, com uma treinamento com todos os funcionários do Centro de Distribuição, em seguida aconteceu um café da manhã e encontro com a imprensa, funcionários, empresas de eventos e órgãos públicos, como o Dentran-CE, para alertar sobre o consumo consciente.

Na ocasião, estiveram presentes o diretor regional da Ambev, Roberto Mattos, e o gerente de núcleo de imprensa e comunicação do Dentra-CE, Paulo Ernesto Serpa.

Logo após o time da Ambev e convidados visitaram barracas da Praia do Futuro, onde orientou consumidores, garçons e donos de bares e restaurantes sobre o consumo responsável.

Após, os funcionários da Cervejaria conferiram de perto o trabalho do coletivo de arte urbana Acidum Project , que realizou uma oficina em parceria com o Instituto Povo do Mar.

“Estamos muito felizes com o convite da Ambev. Conversamos com os jovens para explicar o que é o Dia de Responsa. Depois, conscientizamos elas sobre o consumo responsável. Por fim, fizemos a arte com dizeres que remetem a este momento muito importante”, explica Teresa Dequinta, artista plástica do coletivo Acidum.

Inclusive, a ONG ganhou uma nova fachada com grafites que remetem ao consumo responsável.

“Hoje, o grafite é uma das melhores maneiras deles se expressarem. E aí, nós estamos expressando dizeres que remetem a esta parceria com a Ambev nos grafites”, diz a diretora da ONG Fabrini Andrade.

Em sua nona edição, a iniciativa também foi adotada pela Anheuser-Busch InBev (ABI), grupo do qual a Ambev faz parte, e é comemorada em outros 24 países onde a empresa atua.

“Nosso sonho é unir as pessoas por um mundo melhor e isso passa pelo nosso compromisso genuíno com o consumo inteligente de bebidas alcoólicas”, afirma o diretor regional da Ambev Roberto Mattos.

A ação serve para disseminar mensagens sobre a importância de não vender, servir ou estimular o consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos, não consumir em excesso ou associado à direção.

O Dia de Responsa mobilizou mais de 30 mil funcionários da Cervejaria Ambev, que visitaram mais de um milhão de pontos de vendas em todo o Brasil. No Ceará, ao todo, 30 mil pontos de vendas foram visitados. A ação segue até o fim de setembro.

Publicidade

Ambev faz campanha em prol do consumo responsável em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

11 de setembro de 2018

Além do Brasil, mais 24 países reúnem funcionários, artistas e influenciadores digitais em torno da conscientização para o consumo responsável

A Ambev promove, na próxima sexta-feira (14), o Dia de Responsa, data criada pela companhia no Brasil para promover o consumo inteligente de bebidas alcoólicas. Em Fortaleza a programação inicia com um café da manhã e um encontro com a imprensa para alertar sobre o consumo consciente.

Em seguida o time da Ambev visitará bares e restaurantes da cidade. O ponto alto será a Praia do Futuro. O coletivo de arte urbana Acidum Project fará parte da jornada, com a realização de uma oficina em parceria com a ONG Ipom. A ONG ganhará uma nova fachada com grafites que remetem ao consumo responsável.

Em sua nona edição, a iniciativa também foi adotada pela Anheuser-Busch InBev (ABI), grupo do qual a Ambev faz parte, e é comemorada em outros 24 países onde a empresa atua. Milhares de pessoas, como funcionários, artistas e influenciadores digitais, estarão envolvidas em ações para disseminar mensagens sobre a importância de não vender, servir ou estimular o consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos, não consumir em excesso ou associado à direção.

Publicidade

Ambev anuncia 25 ONGs escolhidas para fazerem curso de gestão com seus executivos

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

20 de Abril de 2018

 

Conheça as organizações que vão participar do VOA; executivos da companhia serão professores do curso e aula de estreia terá participação do CEO Bernardo Paiva

 

A Ambev anunciou os nomes das 25 ONGs brasileiras selecionadas para participarem do programa VOA, curso criado pela companhia para compartilhar seus conhecimentos em gestão. O objetivo do programa é transferir o conhecimento de gestão que a Ambev tem para essas organizações e assim ajudá-las expandirem sua atuação e, em consequência, seu impacto na sociedade.

 

O VOA terá quatro módulos, que serão divididos em seis encontros presenciais que acontecerão ao longo do ano na sede da Ambev. As aulas terão início na segunda metade de abril e serão lideradas por executivos e funcionários da Ambev, que se candidataram como voluntários do VOA. A primeira aula contará com a participação especial do CEO Bernardo Paiva, que vai abrir o programa.

 

Os voluntários da Ambev, especialistas em suas áreas de atuação, também serão responsáveis por oferecer mentoria personalizada para as organizações participantes. Cada ONG terá seu próprio padrinho, responsável pelo acompanhamento de sua evolução nas aulas, implementação do conteúdo e desenvolvimento do projeto a ser apresentado ao final do curso. Foram mais de 700 funcionários interessados em participar como voluntários do programa.

 

Após participarem dos encontros do VOA, as ONGs apresentarão um projeto prático realizado com base no aprendizado. A organização com o projeto mais bem avaliado receberá, ainda, um auxílio financeiro para aplicação na ONG.

 

O VOA foi criado alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 1, 4, 8 e 17 da ONU, que buscam tornar o mundo mais inclusivo e sustentável. O programa nasceu da vontade da cervejaria de ajudar a construir um mundo melhor, compartilhando os conhecimentos e práticas adotados pela própria companhia e reconhecidos no mercado. Assim, o VOA quer oferecer apoio às ONGs para que elas atinjam seus propósitos e ajudem suas causas de maneira mais eficiente e estruturada.

 

“Em nosso dia a dia, atendemos e visitamos diversas comunidades pelo país e, no contato com essas diferentes realidades, percebemos que poderíamos ajudar. Compartilhando nossas experiências em gestão, estamos ajudando o mundo a ser melhor. Junto com as ONGs, por meio de nossa troca de experiências, queremos deixar um legado de boas práticas”, afirma Carla Crippa, diretora de sustentabilidade da Ambev.

 

Mais de 2.000 ONGs se cadastraram para a seleção do programa. A escolha das participantes envolveu critérios como potencial de impacto social nas novas gerações, visão de futuro e comprometimento. Veja abaixo as ONGs que vão participar do VOA:

 

  • Arrastão Movimento de Promoção Humana:atua em São Paulo desde 1968. Oferece projetos de capacitação e programa de formação e empreendedorismo para jovens.

 

  • Associação Brasileira de Assistência e Desenvolvimento Social – ABADS: atende cerca de 1.000 pessoas por mês e promove a inclusão e capacitação de crianças e jovens com deficiência intelectual e transtorno do espectro autista na Grande SP.

 

  • Associação Celebreiros: capacita e encaminha jovens na região do Vale do Paraíba (SP); já produziu espetáculos teatrais, oficinais de cinema e tem um canal de TV produzido pelos jovens atendidos.

 

  • Associação Junior Achievement do Brasil:tem três pilares de atuação (educação financeira, preparação para o mercado de trabalho e empreendedorismo) para inspirar e capacitar jovens em todo o território nacional.

 

  • Associação Luta pela Paz: trabalha com crianças e jovens da comunidade da Maré (RJ) e oferece oportunidades em educação, esportes, qualificação profissional e liderança juvenil.

 

  • Associação Rede de Desenvolvimento da Maré: atendeu cerca de 4.500 pessoas em 2017 na comunidade da Maré (RJ); oferece curso pré-vestibular gratuito e desenvolve ações em diversas áreas como educação, arte, cultura e acesso à justiça.

 

  • Associação Social e Educacional Casa do Zezinho: com atuação na zona sul da cidade de São Paulo, atende crianças e jovens e oferece múltiplas atividade de educação e cultura.

 

  • Associação de ensino Profissionalizante – ESPRO: com abrangência nacional, atua desde 1979 promovendo a inclusão social por meio de ações socioeducativas.

 

  • Casa Azul Felipe Augusto: com atuação nas cidades satélite de Brasília (DF), oferece atividades de contraturno escolar, aulas de artes, música, dança, informática, esportes e capacitação profissional.

 

  • Ensina Brasil: recruta e seleciona jovens talentos oferecendo capacitação e mentoria constantes, tornando-os aptos a darem aulas em escolas vulneráveis da rede pública em sete cidades brasileiras.

 

  • Foco empreendedor: fomenta o empreendedorismo, desenvolvendo projetos com base na educação. Atua na região de Porto Alegre (RS).

 

  • Grupo Nós do Morro: oferece ações culturais e capacitação na comunidade do Vidigal, no Rio de Janeiro, onde atua desde 1987.

 

  • Grupo de Informática, Comunicação e Ação Local (GIRAL): tem como objetivo formar jovens agentes de desenvolvimento por meio de projetos de produção audiovisual em Pernambuco.

 

  • Instituição de Incentivo à Criança e ao adolescente de Mogi-Mirim: utiliza a arte-educação como ferramenta de transformação social e desenvolvimento de competências.

 

  • Instituto Beatriz e Lauro Fiuza: desenvolve programas de apoio à formação de crianças e adolescentes em Fortaleza (CE).

 

  • Instituto Bom Aluno do Brasil: fornece apoio educativo a alunos de escolas públicas e realiza atividades de desenvolvimento socioeducacional até a graduação na região metropolitana de Curitiba (PR).

 

  • Instituto Esporte Educação: criado pela ex-jogadora de vôlei Ana Moser, leva projetos esportivos e educacionais para crianças e jovens e também atua na formação de professores em São Paulo.

 

  • Instituto Gabriel Medina: é referência no trabalho de base para a formação de novos surfistas; jovens recebem, além dos treinos específicos, aulas de inglês, tecnologia, acompanhamento médico e palestras socioeducativas na região de São Sebastião (litoral de SP).

 

  • Instituto Guga Kuerten: atua prioritariamente em Florianópolis (SC) com projetos de educação e integração social de pessoas com deficiência e de uso do esporte como estratégia de desenvolvimento integral de crianças e adolescentes.

 

  • Instituto Verdescola: oferece cursos profissionalizantes em parceria com outras instituições e um programa multidisciplinar para crianças e jovens da rede pública de ensino do litoral norte do estado de São Paulo.

 

  • Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação – IPTI: promove o desenvolvimento com soluções inovadoras e utilizando tecnologias sociais, que associam arte, ciência e tecnologia no Sergipe.

 

  • Instituto de Responsabilidade e Investimento Social | IRIS: tem como objeto social a promoção gratuita da educação, cidadania e diretos humanos por meio de diversos projetos em Salvador (BA).

 

  • Projeto Ruas: trabalha para o bem-estar e a cidadania da população em situação de rua e treina voluntários para liderarem atividades com essa população no Rio de Janeiro.

 

  • Pró-Saber SP: oferece contraturno escolar para crianças e adolescentes da comunidade de Paraisópolis (SP) com atividades de música, literatura, dança e jogos.

 

  • União de Núcleos e Associações de Heliópolis e Região – UNAS: contribui para o desenvolvimento da comunidade de Heliópolis (SP) com ações nas áreas de educação e assistência social.

 

Sobre a Cervejaria Ambev

 

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Cervejaria Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão.

 

A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos, sucos (de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem) e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro.

 

Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

leia tudo sobre

Publicidade

Ambev anuncia 25 ONGs escolhidas para fazerem curso de gestão com seus executivos

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

20 de Abril de 2018

 

Conheça as organizações que vão participar do VOA; executivos da companhia serão professores do curso e aula de estreia terá participação do CEO Bernardo Paiva

 

A Ambev anunciou os nomes das 25 ONGs brasileiras selecionadas para participarem do programa VOA, curso criado pela companhia para compartilhar seus conhecimentos em gestão. O objetivo do programa é transferir o conhecimento de gestão que a Ambev tem para essas organizações e assim ajudá-las expandirem sua atuação e, em consequência, seu impacto na sociedade.

 

O VOA terá quatro módulos, que serão divididos em seis encontros presenciais que acontecerão ao longo do ano na sede da Ambev. As aulas terão início na segunda metade de abril e serão lideradas por executivos e funcionários da Ambev, que se candidataram como voluntários do VOA. A primeira aula contará com a participação especial do CEO Bernardo Paiva, que vai abrir o programa.

 

Os voluntários da Ambev, especialistas em suas áreas de atuação, também serão responsáveis por oferecer mentoria personalizada para as organizações participantes. Cada ONG terá seu próprio padrinho, responsável pelo acompanhamento de sua evolução nas aulas, implementação do conteúdo e desenvolvimento do projeto a ser apresentado ao final do curso. Foram mais de 700 funcionários interessados em participar como voluntários do programa.

 

Após participarem dos encontros do VOA, as ONGs apresentarão um projeto prático realizado com base no aprendizado. A organização com o projeto mais bem avaliado receberá, ainda, um auxílio financeiro para aplicação na ONG.

 

O VOA foi criado alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 1, 4, 8 e 17 da ONU, que buscam tornar o mundo mais inclusivo e sustentável. O programa nasceu da vontade da cervejaria de ajudar a construir um mundo melhor, compartilhando os conhecimentos e práticas adotados pela própria companhia e reconhecidos no mercado. Assim, o VOA quer oferecer apoio às ONGs para que elas atinjam seus propósitos e ajudem suas causas de maneira mais eficiente e estruturada.

 

“Em nosso dia a dia, atendemos e visitamos diversas comunidades pelo país e, no contato com essas diferentes realidades, percebemos que poderíamos ajudar. Compartilhando nossas experiências em gestão, estamos ajudando o mundo a ser melhor. Junto com as ONGs, por meio de nossa troca de experiências, queremos deixar um legado de boas práticas”, afirma Carla Crippa, diretora de sustentabilidade da Ambev.

 

Mais de 2.000 ONGs se cadastraram para a seleção do programa. A escolha das participantes envolveu critérios como potencial de impacto social nas novas gerações, visão de futuro e comprometimento. Veja abaixo as ONGs que vão participar do VOA:

 

  • Arrastão Movimento de Promoção Humana:atua em São Paulo desde 1968. Oferece projetos de capacitação e programa de formação e empreendedorismo para jovens.

 

  • Associação Brasileira de Assistência e Desenvolvimento Social – ABADS: atende cerca de 1.000 pessoas por mês e promove a inclusão e capacitação de crianças e jovens com deficiência intelectual e transtorno do espectro autista na Grande SP.

 

  • Associação Celebreiros: capacita e encaminha jovens na região do Vale do Paraíba (SP); já produziu espetáculos teatrais, oficinais de cinema e tem um canal de TV produzido pelos jovens atendidos.

 

  • Associação Junior Achievement do Brasil:tem três pilares de atuação (educação financeira, preparação para o mercado de trabalho e empreendedorismo) para inspirar e capacitar jovens em todo o território nacional.

 

  • Associação Luta pela Paz: trabalha com crianças e jovens da comunidade da Maré (RJ) e oferece oportunidades em educação, esportes, qualificação profissional e liderança juvenil.

 

  • Associação Rede de Desenvolvimento da Maré: atendeu cerca de 4.500 pessoas em 2017 na comunidade da Maré (RJ); oferece curso pré-vestibular gratuito e desenvolve ações em diversas áreas como educação, arte, cultura e acesso à justiça.

 

  • Associação Social e Educacional Casa do Zezinho: com atuação na zona sul da cidade de São Paulo, atende crianças e jovens e oferece múltiplas atividade de educação e cultura.

 

  • Associação de ensino Profissionalizante – ESPRO: com abrangência nacional, atua desde 1979 promovendo a inclusão social por meio de ações socioeducativas.

 

  • Casa Azul Felipe Augusto: com atuação nas cidades satélite de Brasília (DF), oferece atividades de contraturno escolar, aulas de artes, música, dança, informática, esportes e capacitação profissional.

 

  • Ensina Brasil: recruta e seleciona jovens talentos oferecendo capacitação e mentoria constantes, tornando-os aptos a darem aulas em escolas vulneráveis da rede pública em sete cidades brasileiras.

 

  • Foco empreendedor: fomenta o empreendedorismo, desenvolvendo projetos com base na educação. Atua na região de Porto Alegre (RS).

 

  • Grupo Nós do Morro: oferece ações culturais e capacitação na comunidade do Vidigal, no Rio de Janeiro, onde atua desde 1987.

 

  • Grupo de Informática, Comunicação e Ação Local (GIRAL): tem como objetivo formar jovens agentes de desenvolvimento por meio de projetos de produção audiovisual em Pernambuco.

 

  • Instituição de Incentivo à Criança e ao adolescente de Mogi-Mirim: utiliza a arte-educação como ferramenta de transformação social e desenvolvimento de competências.

 

  • Instituto Beatriz e Lauro Fiuza: desenvolve programas de apoio à formação de crianças e adolescentes em Fortaleza (CE).

 

  • Instituto Bom Aluno do Brasil: fornece apoio educativo a alunos de escolas públicas e realiza atividades de desenvolvimento socioeducacional até a graduação na região metropolitana de Curitiba (PR).

 

  • Instituto Esporte Educação: criado pela ex-jogadora de vôlei Ana Moser, leva projetos esportivos e educacionais para crianças e jovens e também atua na formação de professores em São Paulo.

 

  • Instituto Gabriel Medina: é referência no trabalho de base para a formação de novos surfistas; jovens recebem, além dos treinos específicos, aulas de inglês, tecnologia, acompanhamento médico e palestras socioeducativas na região de São Sebastião (litoral de SP).

 

  • Instituto Guga Kuerten: atua prioritariamente em Florianópolis (SC) com projetos de educação e integração social de pessoas com deficiência e de uso do esporte como estratégia de desenvolvimento integral de crianças e adolescentes.

 

  • Instituto Verdescola: oferece cursos profissionalizantes em parceria com outras instituições e um programa multidisciplinar para crianças e jovens da rede pública de ensino do litoral norte do estado de São Paulo.

 

  • Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação – IPTI: promove o desenvolvimento com soluções inovadoras e utilizando tecnologias sociais, que associam arte, ciência e tecnologia no Sergipe.

 

  • Instituto de Responsabilidade e Investimento Social | IRIS: tem como objeto social a promoção gratuita da educação, cidadania e diretos humanos por meio de diversos projetos em Salvador (BA).

 

  • Projeto Ruas: trabalha para o bem-estar e a cidadania da população em situação de rua e treina voluntários para liderarem atividades com essa população no Rio de Janeiro.

 

  • Pró-Saber SP: oferece contraturno escolar para crianças e adolescentes da comunidade de Paraisópolis (SP) com atividades de música, literatura, dança e jogos.

 

  • União de Núcleos e Associações de Heliópolis e Região – UNAS: contribui para o desenvolvimento da comunidade de Heliópolis (SP) com ações nas áreas de educação e assistência social.

 

Sobre a Cervejaria Ambev

 

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Cervejaria Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão.

 

A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos, sucos (de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem) e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro.

 

Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.