Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Ambev

Desafio: Ambev busca parceiros para criar experiências únicas e entender os consumidores

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

15 de julho de 2020

Com prêmios de até R$ 20 mil, Innova Trade Challenge traz desafios e procura novos parceiros para a área de trade marketing; Inscrições vão até 02 de agosto

 Já faz tempo que a forma de consumir está mudando, com consumidores buscando experiências únicas e um mundo mais conectado. Pensando nisso, a Ambev criou o Innova Trade Challenge, que busca novos parceiros com soluções inovadoras para experiências em bares e restaurantes, nas lojas e formas de conhecer melhor os consumidores. Startups, empresas e criativos de qualquer região do País poderão se inscrever entre os dias 15 de julho e até 02 de agosto.

A segunda etapa do processo será a pré-seleção, que acontecerá durante o mês de julho. Para passar para a etapa final, os inscritos serão avaliados com base em critérios de inovação, como: phygital, Realidade Aumentada, Realidade Virtual, AI, IOT, holografia, novas opções de pagamento, wayfinding, chatbots interfaces conversacionais, voicebots e data.

Os projetos finalistas vão participar do Pitch Day, no dia 14 de agosto, quando apresentarão suas ideias para o time de Trade Marketing da Ambev. O primeiro lugar receberá aporte de R$20 mil. O segundo e terceiro lugar também receberão recompensas de R$ 12,5 mil e R$7,5 mil, respectivamente, além de entrarem para a base de possíveis fornecedores da cervejaria.

“A Covid-19 intensificou as mudanças nos hábitos de consumo, então os bares e restaurantes vão precisar se reinventar para a retomada e queremos apoiar os empreendedores nesse momento”, comenta Fernando Mazzarollo, diretor de Trade Marketing da Ambev.

Desafios

Nesse novo cenário, a inovação está no centro do processo de transformação do varejo, com a capacidade de responder e se adaptar à dinâmica do consumidor em constante evolução. Os interessados devem se inscrever no site www.ambev.com.br/innovatradechallenge/  apresentando soluções inovadoras para um dos três desafios abaixo:

  1. Inovar nos bares: os consumidores tem preferido ficar em casa para consumir. Então, como podemos criar experiências exclusivas muito além do produto, que só o bar possa proporcionar e sirva de alavanca para os bares atraírem novamente os consumidores?
  2. Tornar-se uma referência em Trade: os consumidores vão para as lojas buscando interagir com suas marcas favoritas. Assim, o as lojas são um ponto de contato para uma experiência. O desafio é: como podemos inovar e nos diferenciar no trade (supermercados, bares, no online e em eventos) criando materiais e experiências imersivas, multissensoriais e personalizadas, que vão além do produto, e levem o espírito das marcas, garantindo presença de cada uma delas no momento certo, onde o cliente estiver.
  3. Conhecer o nosso consumidor: em um mundo conectado, formar uma base de dados e saber ler essas informações para conhecer cada vez mais os consumidores é essencial. Como podemos conhecer quem são os nossos consumidores, seu comportamento e sua jornada capturando dados nos meios físicos e digitais e interpretando-os para obter insights relevantes e possa criar experiências personalizadas para eles?

SERVIÇO

Sitewww.ambev.com.br/innovatradechallenge/

Quem pode participar: startups e empreendedores com soluções inovadoras para o novo cenário do trade marketing.

Inscrições até dia: 02 de agosto

Premiação:

  • 1º lugar: R$ 20 mil
  • 2º lugar: R$ 12,5 mil.
  • 3º lugar: R$ 7,5 mil.

 

Todas as empresas inscritas entrarão para a base de possíveis fornecedores da Ambev.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 30 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos, sucos e água, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade socioambiental.

Publicidade

COVID-19: Em parceria com o Hospital Sírio-Libanês e Hospital das Clínicas da FMUSP, Ambev inova e produz equipamento médico em impressora 3D com custo 270 vezes menor do que os importados

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

10 de julho de 2020

Chamado de videolaringoscópio, o equipamento ajuda na introdução do tubo na traqueia de pacientes com a COVID-19 e insuficiência respiratória, minimizando a exposição dos profissionais de saúde ao vírus

Julho, 2020  – Utilizando sua fazenda de 30 impressoras 3D na sua cervejaria em Guarulhos (SP), a Ambev e Sírio-Libanês desenvolveram um equipamento médico chamado videolaringoscópio, que ajuda profissionais de saúde a intubar pacientes com problemas respiratórios, como os causados pela COVID-19. O equipamento é essencial para ajudar a proteger os médicos que, normalmente, precisam se aproximar muito dos pacientes para intubá-los e correm o risco de se expor ao vírus. Com o videolaringoscópio é possível realizar o procedimento a uma distância segura.

Outra inovação, além da produção na impressora 3D, foi em relação à captação de imagem do videolaringoscópio. Ao invés de ter uma tela acoplada, utilizou-se uma câmera que conecta com o celular ou computador e que serve como tela para reproduzir as imagens captadas pelo aparelho. Como a produção na impressora 3D é feita camada por camada, isso traz uma versatilidade e agilidade muito grande de adaptação.

Atualmente, nenhuma empresa brasileira produz o equipamento. O modelo nacional foi desenvolvido pela startup Forge, que faz parte do ecossistema de inovação da Ambev, e idealizado por um grupo de médicos residentes do Hospital Sírio-Libanês, coordenado pela Dra. Claudia Simões do Serviço Médico de Anestesia (SMA), além de outros médicos de grandes instituições como o Hospital das Clínicas e o Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves, RS.

Graças à fabricação local, o custo do videolaringoscopio foi reduzido a R$ 40 por unidade. Como referência, os modelos importados custam cerca de US$ 2 mil. O time de inovação da Ambev conseguiu um produto 270 vezes mais barato e vai produzir duas mil unidades e doar para os hospitais do Brasil.

“Desde o início da pandemia no Brasil, dei um desafio claro para todo o time: usar nossa capacidade e recursos para ajudar o Brasil a enfrentar esse momento. O time buscou parceiros no nosso ecossistema e encontrou essa solução incrível que protege os médicos e médicas que estão na linha de frente”, diz Jean Jereissati, CEO da Ambev.

A iniciativa foi testada em manequins e começará a ser avaliada em estudo clínico no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) e no Instituto Central (ICHC), ambos Institutos do complexo hospitalar do Hospital das Clínicas de São Paulo.

 “Neste momento estamos em fase final dos testes, com aprovações em provas do INMETRO, aguardando aprovação da ANVISA e no processo de aprovação do projeto clínico pelo Comitê de Ética em pesquisa. Além do ICESP / ICHC que coordenarão o estudo clínico, estamos mapeando outras instituições públicas de saúde que podem beneficiar-se do equipamento”, afirma Dra. Claudia.

O projeto foi possível também graças à Forge, startup que faz parte do ecossistema de inovação da Ambev e que ajudou a aprimorar o projeto do videolaringoscópio. A parceria entre as empresas não é nova: as impressoras 3D, inclusive, fazem parte de um hub que a Ambev tem dentro da sua Cervejaria de Guarulhos para trabalhar com projetos de inovação em parceria com a Forge.

“Quando as notícias da pandemia começaram a chegar de outros países, principalmente sobre a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), nós sabíamos que a impressora 3D seria uma ferramenta muito valiosa para o combate da COVID-19. Isso tudo devido à versatilidade e rapidez da tecnologia, que permitiu fazermos testes e adaptações com agilidade e sem custo. Uma vez validado o projeto, em poucos minutos começamos a produção”, afirma Gabriel Domene, fundador da Forge.

Os videolaringoscopios da Ambev já foram testados em manequins no Sírio-Libanês Ensino e Pesquisa e agora vão passar pela certificação da Anvisa.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 30 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos, sucos e água, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade socioambiental.

Publicidade

Ambev e Z-Tech fecham parceria com app Get In para ajudar na retomada de bares e restaurantes

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

25 de junho de 2020

A Ambev e a Z-Tech fecharam uma parceria com o aplicativo Get In para ajudar o ecossistema de bares e restaurantes a retomarem seus negócios com segurança conforme a reabertura dos estabelecimentos aconteça.

A Z-Tech, empresa de tecnologia da Ambev focada em produtos e serviços digitais para pequenas e médias empresas, vai ajudar a desenvolver e expandir o aplicativo para outros pontos de venda espalhados pelo país.

Get In oferece diversas ferramentas como, por exemplo, gestão de reservas, gestão e entrada na fila de espera de forma remota, cardápio digital, pagamento sem contato e, em breve, delivery.

“O Get In tem hoje o melhor mix de produtos comparado aos players do mercado e a Ambev é o impulsionamento que precisamos para escalar nosso negócio e digitalizar esse setor” afirma Marcos Maramaldo, CEO do Get In.

Com o cenário de pandemia, bares e restaurantes foram diretamente afetados pelo isolamento social, fecharam suas portas e agora precisam se preparar para atender os consumidores de maneira diferente e segura.

O aplicativo permite, por exemplo, que o usuário se coloque na fila de espera do bar ou restaurante diretamente da sua casa e, integrado com o Waze, ser avisado do melhor horário para sair de casa e chegar no estabelecimento já com a sua mesa disponível, evitando filas e aglomerações.

Com o trabalho em parceria com a Ambev e Z-Tech, a expectativa é chegar em 10 mil estabelecimentos até o final do ano.

 

“No enfrentamento à Covid-19 é essencial construir novos hábitos e aumentar a cautela no nosso setor. Um exemplo é a adoção do distanciamento entre as pessoas, o que significa uma limitação na oferta de assentos em bares e restaurantes. Por meio da tecnologia, clientes e estabelecimentos podem criar o costume de fazer reservas, uma coisa que hoje não é muito comum na nossa cultura. Por isso, vemos a tecnologia como uma grande aliada no aumento da produtividade e essa parceria entre Ambev e Get In torna acessível uma solução muito importante para superarmos esses desafios”, afirma Paulo Solmucci, Presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes).

O serviço alternativo de delivery para o restaurante também será inserido na plataforma em breve, onde o consumidor vai poder optar por retirar o pedido no restaurante ou receber em casa.

“O Covid-19 está mudando os nossos hábitos. Nossa parceria com a Get In vai ajudar na transformação digital dos bares e restaurantes e facilitar a vida dos consumidores, por exemplo permitindo que entrem de forma remota na fila de espera dos estabelecimentos, cardápio digital e pagamento sem contato físico”, afirma Jean Jereissati, CEO da Ambev.

Os estabelecimentos que tiverem interesse em utilizar o aplicativo podem acessar o link e se cadastrar: https://restaurante.getinapp.com.br/contato

 

Sobre a Get In

O Get In é uma startup de tecnologia voltada a desenvolver plataformas que ajudem bares e restaurantes a gerir seus negócios, organizar seus salões e oferecer mais comodidade e praticidade aos clientes. Atualmente, possuímos uma plataforma completa de gerenciamento de fila de espera e reserva para os estabelecimentos, um cardápio digital no qual o cliente pode realizar todo pedido de seu prato e bebida e em breve lançaremos a funcionalidade de delivery.

Sobre a Z-Tech

A Z-Tech é uma empresa da Ambev criada para desenvolver produtos e serviços digitais para atender às necessidades de pequenas e médias empresas, como bares, restaurantes e outros tipos de varejistas, com soluções tecnológicas incubadas ou investidas.

Publicidade

Ambev e Bimbo Brasil vão produzir e doar 540 mil fatias de pão feitas com malte de cevada para comunidades vulneráveis

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

17 de junho de 2020

  • A iniciativa vai beneficiar cerca de 680 entidades do Mesa Brasil SESC e CUFA (Central Única das Favelas), que destinarão os pães para pessoas que vivem em comunidades vulneráveis

 

Junho, 2020 – Ambev e Bimbo Brasil, empresa líder em panificados, anunciam que estão produzindo 540 mil fatias de pão para doar a comunidades vulneráveis das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Gravataí-RS, locais onde as duas empresas têm fábricas. A quantidade será suficiente para beneficiar 680 entidades, além da CUFA (Central Única das Favelas). A matéria-prima para produção dos pães serão os maltes da cevada utilizados no processo produtivo da Ambev.

 

A iniciativa irá utilizar os maltes da cevada fornecido pela Ambev como um dos ingredientes para produzir as 540 mil fatias de pão de cereais que serão doados para famílias das comunidades. O objetivo da parceria é ajudar as pessoas que estão passando dificuldades por conta do isolamento social e diminuir os efeitos econômicos da COVID-19. “Nós acreditamos que faz parte nossa responsabilidade olhar para o nosso negócio e pensar como podemos ajudar a sociedade nesse momento crítico que estamos vivendo”, comenta Carla Crippa, VP de Relações com a Sociedade da Ambev.

“Acreditamos que unindo os esforços das empresas podemos levar muitos benefícios para a população e ajudar no combate à esta pandemia. Nosso foco como empresa mundial de alimentos é investir em iniciativas que façam a diferença na vida de quem mais precisa neste momento”, finaliza Alfonso Argudín Álvarez, diretor geral da Bimbo Brasil. A doação será feita a partir do dia 22 de junho por meio do banco de alimentos Mesa Brasil SESC para as cidades de São Paulo, Brasília e Gravataí-RS e da CUFA, na cidade do Rio de Janeiro.

Publicidade

Cerveja Magnífica vai doar 100 mil unidades de sabão produzido com mandioca para comunidades do Maranhão

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

13 de Maio de 2020

O item foi produzido a partir de fécula de mandioca, ingrediente presente na receita da cerveja regional Magnífica, do Maranhão

Magnífica anuncia a doação 100 mil unidades de sabão, fabricado a partir da fécula de mandioca, matéria-prima presente na receita da cerveja, para ser doado à população do Maranhão. Aprovado pela Anvisa, o sabão de mandioca será destinado ao Governo do Estado e beneficiará às comunidades periféricas com maior concentração de casos de COVID-19. O produto será entregue ainda neste mês de maio.

O sabão é essencial no controle da disseminação do novo coronavírus e no cuidado da saúde da população. Por isso, a versão à base de mandioca doada pela Ambev poderá ser usada tanto para higiene pessoal, quanto doméstica. Cada unidade contém 200g e é produzida pela empresa parceira Saponóleo Santo Antônio. O Governo do Maranhão ficará responsável pela distribuição entre as comunidades no estado.

“Nascida e criada no Maranhão, a Magnífica quer apoiar as famílias locais neste momento difícil, reforçando a importância de continuarmos priorizando os cuidados com a higiene pessoal e doméstica. Estamos utilizando a mandioca plantada através da agricultura familiar do interior do Estado, agora não só na produção da cerveja, mas também, de uma forma diferente para contribuir com a comunidade. Estamos muito felizes em poder contribuir!”, comenta a gerente de Marketing da Magnífica, Tiemy Schneider.

Além dessa iniciativa, a Magnífica também está apoiando o Maranhão diante do cenário da pandemia com produção e doação semanal de 2 mil garrafas de 1L de álcool 70% à Rede Hospitalar do Estado. Assim como doou 20 mil unidades de álcool gel e mil litros de álcool 70% à Secretaria de Saúde do Estado, e máscaras de proteção facial ao Hospital Centro Médico.

Todas as iniciativas reforçam o compromisso da Ambev em olhar para o negócio e encontrar formas de ajudar o Brasil a combater ao COVID-19, além de incentivar o trabalho da comunidade local, a partir do uso da mandioca, proveniente da agricultura familiar de pequenos produtores regionais, na produção da cerveja Magnífica.

Publicidade

Ambev disponibiliza treinamentos gratuitos para ONGs  de Ceará em meio à crise de COVID-19

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

11 de Maio de 2020

-> Aulas podem ser acessadas por qualquer organização do País;
-> Material é o mesmo utilizado pelas ONGs que fazem parte do programa VOA

Por conta dos impactos socioeconômicos causados pela pandemia de COVID-19 no Brasil, a Ambev decidiu ajudar o terceiro setor de todo o País oferecendo cursos online e gratuitos com foco em gestão. Qualquer organização, de qualquer segmento, pode ter acesso ao material através da plataforma do VOA, programa da Ambev de compartilhamento de conhecimento em gestão com organizações sociais.

O conteúdo é o mesmo utilizado pelas ONGs que já participam do VOA. No total, são nove aulas sobre gestão, com vídeoaulas e apostilas. A iniciativa tem como objetivo compartilhar os métodos e processos utilizados pela própria Ambev para ajudar as organizações a melhorarem seus processos, orçamentos e alcance de seu impacto na sociedade, especialmente, nesse período de crise.

O Instituto Mandaver é uma das ONGs mentoradas pela Ambev que já fez o uso do material. A organização, que atua numa comunidade de 60 mil pessoas na cidade de Maceió (AL), promove iniciativas de cultura, esporte, qualificação profissional e geração de renda. Carlos Jorge da Silva Santos, fundador e coordenador da entidade, conta que desde o início da pandemia aumentou o número de atendimentos com a distribuição de cestas básicas, kits de higiene e limpeza e cartilha de recomendações contra a doença. “Essa crise veio e só confirmou a consolidação de um projeto bem feito. Com essas aulas do VOA, conseguimos nos profissionalizar, aprender a se planejar melhor e racionalizar nossos processos. É um material rico que dá para usar em qualquer negócio”, completa.

Para acessar as aulas, basta acessar este link e realizar um cadastro informando o CNPJ ou CPF. As organizações que tiverem interesse em fazer parte do programa VOA de 2021 deverão realizar as inscrições ainda este ano, previstas para o último trimestre. As selecionadas, além de terem acesso às aulas sobre gestão, também recebem mentorias de gerentes da Ambev.

Sobre o VOA

O VOA é o programa de mentoria voluntária em gestão da Cervejaria Ambev para ONGs. Por meio dele, funcionários da companhia doam tempo e conhecimentos para auxiliarem organizações do terceiro setor a aplicarem técnicas de gerenciamento em suas atividades. O objetivo é auxiliar essas organizações a se estruturarem melhor e, assim, ampliarem seu impacto positivo na sociedade. Por meio do VOA, a Cervejaria capacita as ONGs e, ainda, incentiva o voluntariado entre seus colaboradores. Todas as aulas do programa são ministradas por funcionários que compartilham conceitos como gestão de orçamento, planejamento estratégico, captação de recursos, estabelecimento de metas e indicadores, entre outros. Em 2018, primeiro ano da iniciativa, 185 ONGs foram beneficiadas em todo o Brasil e receberam consultoria personalizada. Foram quase 200 voluntários que, juntos, dedicaram 12 mil horas para ajudar essas organizações a impactarem ao menos 2 milhões de pessoas.

 

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Ambev doa 10 toneladas de goma de tapioca para 10 mil famílias do Ceará 

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

28 de Abril de 2020

Um dos itens básicos de alimentação da população local foi produzido a partir de fécula de mandioca, ingrediente presente na cerveja regional Legítima do Ceará

 

Ambev anuncia que produziu 10 toneladas de goma de tapioca, fabricadas a partir da doação de sete toneladas de fécula de mandioca, ingrediente presente na receita da cerveja de mandioca da companhia, a Legítima, para ser doado à população do Ceará. Considerado item básico de alimentação da população local, essa quantidade seria suficiente para atender cerca de 10 mil famílias do Ceará e será entregue ao Instituto de Agropolos do Ceará, por indicação do governo do estado.

 

Para produzir o alimento, a companhia direcionou sete toneladas de fécula de mandioca, a mesma utilizada na produção da cerveja Legítima e contou com a contribuição do parceiro Goma Fresca Pinheiro, que foi o responsável por transformar a fécula em 10 toneladas de goma de tapioca. A distribuição do alimento entre as famílias do estado será estabelecida e executada pelo Instituto de Agropolos do Ceará.

 

“A Legítima é uma cerveja cearense feita com mandioca da agricultura familiar da região de Salitre. Transformamos essa mandioca em alimento para ajudar a comunidade neste momento”, explica a gerente de Marketing da Legítima, Tiemy Schneider.

 

A iniciativa reforça o compromisso da companhia de combate ao COVID-19, além de contribuir com as comunidades impactadas pelos prejuízos causados pela pandemia.

Publicidade

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Melhores ONGs do Brasil, iniciativa realizada pelo Instituto Doar em parceria com a Ambev

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

27 de Abril de 2020

 

Já está valendo! Estão abertas as inscrições para a 4ª edição do Prêmio Melhores ONGs do Brasil, iniciativa realizada pelo Instituto Doar em parceria com a Ambev. A premiação, desde sua criação em 2017, se propõe a avaliar organizações do terceiro setor brasileiro e reconhecer aquelas que apresentam melhores critérios de governança, sustentabilidade financeira, capacidade de gestão, foco de atuação e transparência. O prêmio tem a missão de escolher anualmente as 100 melhores ONGs que se destacaram no desenvolvimento de suas atividades e no impacto positivo que oferecem para a sociedade. As inscrições vão até 30 de abril e podem ser realizadas no site oficial da iniciativa. Os vencedores serão anunciados no fim do ano, em um evento que reunirá representantes das ONGs de todo o País.

Selo Ambev VOA Doar

Ainda na premiação, acontecerá o reconhecimento das ONGs que mais se destacaram no VOA, programa voluntário da Ambev que oferece capacitação em gestão e mentoria para entidades e empreendedores sociais de todo o Brasil. O selo tem como objetivo incentivar, legitimar e destacar o profissionalismo e transparência nas organizações não-governamentais. O atestado é uma importante certificação para o terceiro setor e oferece visibilidade às iniciativas das organizações, ampliando a oportunidade de atrair novos doadores, parceiros e apoiadores, além de reconhecer a transparência e a credibilidade dos participantes do VOA.

Sobre o Instituto Doar

O Instituto Doar tem como missão ampliar a cultura de doação no Brasil. Em 7 anos de existência, trouxe para Brasil o Dia de Doar, uma iniciativa que já está em mais de 20 países. Criou o prêmio Melhores ONGs, uma espécie de Oscar do setor, cujo objetivo é além de reconhecer ONGs exemplares, oferecer às pessoas um leque de opções de doação por todo o Brasil e das mais diversas causas. E é também responsável pelo Selo Doar, uma certificação única no Brasil, que serve para medir nas organizações padrões em gestão e transparência.

Sobre o VOA

O VOA é o programa de mentoria voluntária em gestão da Cervejaria Ambev para ONGs. Por meio dele, funcionários da companhia doam tempo e conhecimentos para auxiliarem organizações do terceiro setor a aplicarem técnicas de gerenciamento em suas atividades. O objetivo é auxiliar essas organizações a se estruturarem melhor e, assim, ampliarem seu impacto positivo na sociedade. Por meio do VOA, a Cervejaria capacita as ONGs e, ainda, incentiva o voluntariado entre seus colaboradores. Todas as aulas do programa são ministradas por funcionários que compartilham conceitos como gestão de orçamento, planejamento estratégico, captação de recursos, estabelecimento de metas e indicadores, entre outros.

Em 2018, primeiro ano da iniciativa, 185 ONGs foram beneficiadas em todo o Brasil e receberam consultoria personalizada. Foram quase 200 voluntários que, juntos, dedicaram 12 mil horas para ajudar essas organizações a impactarem ao menos 2 milhões de pessoas.

 

Publicidade

COVID-19: Ambev disponibiliza passo a passo de produção de máscaras com PET para outras empresas

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos, Responsabilidade social

17 de Abril de 2020

A técnica desenvolvida e disponibilizada pela companhia permitirá que mais empresas possam ajudar na proteção dos profissionais de saúde

 

Após anunciar a produção e doação de 3 milhões de máscaras de proteção facial para o Ministério da Saúde, a Ambev agora irá disponibilizar gratuitamente a técnica de confecção dos protetores faciais para serem produzidos por outras empresas. O objetivo é estimular outras companhias a colaborarem e, a partir de um tutorial com o passo a passo detalhado da produção, ampliar a quantidade de protetores faciais produzidos.

 

Para isso, foi criado um toolkit com todas as informações de estruturas e materiais necessários para a produção da máscara do tipo face shield, que estará disponível para download na página https://www.ambev.com.br/, ou direto nesse link.

 

Todos os projetos já criados pela Ambev para ajudar no combate ao COVID-19, como produção e doação de álcool em gel e construção de leitos de hospital, contaram com o envolvimento de um grande ecossistema e a participação de diversos parceiros. Mas, dessa vez, a companhia acredita que o projeto de máscaras de proteção facial pode ir além, com outras empresas contribuindo para suprir a necessidade do equipamento pelos profissionais de saúde.

 

Os primeiros protetores faciais contaram com avaliação técnica do INOVA USP-Centro de Inovação da Universidade de São Paulo e do INOVAHC-Centro de Inovação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e foram produzidos a partir da garrafa PET, mesmo material utilizado nas embalagens de Guaraná Antarctica.

 

“Entendemos que, em momentos como esse, todos que puderem devem fazer o que está ao seu alcance para ajudar no combate ao COVID-19. Por isso, acreditamos que ao disponibilizarmos as cartilhas para outras empresas produzirem as máscaras, podemos ajudar os profissionais de saúde que estão na linha de frente nesse momento tão importante”, comenta Jean Jereissati, CEO da Ambev.

 

No site da companhia é possível acessar, gratuitamente, mais detalhes das dimensões, opções de material, recursos para a produção e orientações de montagem. Além disso, é possível encontrar também uma cartilha com instruções de uso como orientações de higienização do equipamento.

leia tudo sobre

Publicidade

COVID-19: Ambev vai fabricar e doar 3 milhões de máscaras de proteção facial para profissionais de saúde do Brasil

Por Oswaldo Scaliotti em Coronavírus, Responsabilidade social

08 de Abril de 2020

A técnica desenvolvida pela empresa junto a parceiros permite a utilização de PET de suas garrafas para a produção dos equipamentos, que serão doados aos profissionais de saúde

 

 

A Ambev vai fabricar 3 milhões de máscaras do tipo face shield, que cobrem o rosto todo, e doar para profissionais de saúde do País. Essa quantidade seria o suficiente para atender cada profissional de saúde do país, considerando que existem quase 3 milhões cadastrados oficialmente no Datasus. A matéria-prima para a produção dos protetores é o PET, mesmo material utilizado nas embalagens de Guaraná Antarctica. Os equipamentos serão produzidos por uma empresa parceira em Guarulhos (SP) e contam com avaliação técnica do INOVA USP-Centro de Inovação da Universidade de São Paulo e do INOVAHC-Centro de Inovação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Os protetores faciais são laváveis e serão doados ao Ministério da Saúde, que se encarregará de distribuí-los às unidades hospitalares em todo o País. “Estamos nos esforçando para encontrar caminhos para ajudar o Brasil a superar este momento o quanto antes. A proteção facial é um dos principais equipamentos de proteção individual para ajudar na prevenção do COVID-19 dos profissionais de saúde que estão na linha de frente, e dedicamos nosso time de design e engenharia para desenvolver o protetor”, comenta Jean Jereissati, CEO da Ambev.

Na última semana, diversos profissionais de saúde testaram o protetor facial, como Dr. Rubens Belfort, da Academia Nacional de Medicina, e o Prof. João Aléssio, do Hospital São Paulo. “Esse modelo de protetor facial tem o diferencial de ser facilmente higienizado e é uma das principais demandas da rede de saúde no país, além de complementar o uso da máscara”, afirma Rubens.

“A pandemia do COVID 19 tem desafiado toda a sociedade de várias formas e nesse momento o principal objetivo precisa ser salvar vidas. O governo, o setor privado e a academia não vão deixar ninguém para trás e todos juntos vamos ganhar esta guerra”, diz Dra Linamara Rizzo Battistella, professora titular da Faculdade de Medicina da USP.

Para a produção dos protetores faciais, a Ambev contou com a contribuição de parceiros desde a concepção da ideia, o desenvolvimento da técnica de produção e a fabricação dos equipamentos. Entre eles, estão as empresas Africa e Bizsys.

Os equipamentos terão a sua produção iniciada ainda esta semana e começarão a ser entregues no decorrer da próxima semana.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos, sucos e água, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade socioambiental.

Publicidade

COVID-19: Ambev vai fabricar e doar 3 milhões de máscaras de proteção facial para profissionais de saúde do Brasil

Por Oswaldo Scaliotti em Coronavírus, Responsabilidade social

08 de Abril de 2020

A técnica desenvolvida pela empresa junto a parceiros permite a utilização de PET de suas garrafas para a produção dos equipamentos, que serão doados aos profissionais de saúde

 

 

A Ambev vai fabricar 3 milhões de máscaras do tipo face shield, que cobrem o rosto todo, e doar para profissionais de saúde do País. Essa quantidade seria o suficiente para atender cada profissional de saúde do país, considerando que existem quase 3 milhões cadastrados oficialmente no Datasus. A matéria-prima para a produção dos protetores é o PET, mesmo material utilizado nas embalagens de Guaraná Antarctica. Os equipamentos serão produzidos por uma empresa parceira em Guarulhos (SP) e contam com avaliação técnica do INOVA USP-Centro de Inovação da Universidade de São Paulo e do INOVAHC-Centro de Inovação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Os protetores faciais são laváveis e serão doados ao Ministério da Saúde, que se encarregará de distribuí-los às unidades hospitalares em todo o País. “Estamos nos esforçando para encontrar caminhos para ajudar o Brasil a superar este momento o quanto antes. A proteção facial é um dos principais equipamentos de proteção individual para ajudar na prevenção do COVID-19 dos profissionais de saúde que estão na linha de frente, e dedicamos nosso time de design e engenharia para desenvolver o protetor”, comenta Jean Jereissati, CEO da Ambev.

Na última semana, diversos profissionais de saúde testaram o protetor facial, como Dr. Rubens Belfort, da Academia Nacional de Medicina, e o Prof. João Aléssio, do Hospital São Paulo. “Esse modelo de protetor facial tem o diferencial de ser facilmente higienizado e é uma das principais demandas da rede de saúde no país, além de complementar o uso da máscara”, afirma Rubens.

“A pandemia do COVID 19 tem desafiado toda a sociedade de várias formas e nesse momento o principal objetivo precisa ser salvar vidas. O governo, o setor privado e a academia não vão deixar ninguém para trás e todos juntos vamos ganhar esta guerra”, diz Dra Linamara Rizzo Battistella, professora titular da Faculdade de Medicina da USP.

Para a produção dos protetores faciais, a Ambev contou com a contribuição de parceiros desde a concepção da ideia, o desenvolvimento da técnica de produção e a fabricação dos equipamentos. Entre eles, estão as empresas Africa e Bizsys.

Os equipamentos terão a sua produção iniciada ainda esta semana e começarão a ser entregues no decorrer da próxima semana.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos, sucos e água, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade socioambiental.