Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Argentina

Argentina é o principal parceiro comercial de Itapipoca no exterior

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

22 de Abril de 2019

Entre janeiro e fevereiro de 2019 Itapipoca exportou US$ 6,5 milhões, tornando-se o nono município que mais exporta no Ceará. As importações somaram US$ 1,08 milhões no período, o que gerou um saldo comercial superavitário de US$ 5,41 milhões. Os dados são do estudo do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

Bebidas como sucos e água de coco são os principais produtos exportados por Itapipoca, totalizando US$ 2,5 milhões no primeiro bimestre de 2019. O setor de calçados também tem bastante relevância na pauta exportadora da cidade, de modo que o total exportado pelos três principais subgrupos de calçados foi de US$ 3,4 milhões, 52% do total enviado ao exterior por Itapipoca. A Argentina, principal destino das exportações da cidade, obteve, em 2019, um avanço de 136,2%, chegando à marca de US$ 3,8 milhões. Outros países como, Estados Unidos, Canadá e Reino Unido também são destaques nas vendas de Itapipoca.

Os sumos de frutas estão presentes também nas importações, uma vez que são os itens mais comprados dos mercados estrangeiros. O total importado em sumos foi de US$ 791,8 mil, no intervalo analisado, tendo as Filipinas como principal fornecedor. Israel é o 2° país que mais exporta à Itapipoca, com US$ 167,4 mil.

O município de Itapipoca alcançou, em 2015, um PIB de R$ 1,19 bilhão, sendo 77% desse valor abarcado pelo setor de serviços, 16% pela indústria e menos de 6% pelo setor agropecuário. O setor industrial da cidade é caracterizado pela produção de calçados e sucos de frutas, além da água de coco. (IBGE).

Saiba mais

O Centro Internacional de Negócios da FIEC apoia a internacionalização das empresas cearenses e promove ações estratégicas, de capacitação e relações institucionais, com o objetivo de impulsionar as exportações e importações da indústria do Ceará. Faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), que junto com Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará), Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) e o Observatório da Indústria formam o Sistema FIEC.

Publicidade

Criatividade e inovação latina

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de novembro de 2018


Luiz Augusto Filho (foto), presidente da Agência UM – que atua fortemente no mercado publicitário alagoano -, participou em Buenos Aires do festival El Ojo de Iberoamerica, 31 de outubro a 2 de novembro. Criado em 1998, como um reconhecimento ao melhor da indústria ibero-americana e de cada um dos seus países (com base no período 1994-1998), El Ojo de Iberoamérica é o primeiro festival internacional com um critério e um olhar latino da criatividade, comunicação e entretenimento, que a cada ano impulsiona os limites do talento, criatividade e comunicação latina. Atualmente é um dos cinco festivais mais reconhecidos do mundo e o principal da Ibero-americano.

Publicidade

Argentina é o principal destino das exportações de Horizonte

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

14 de Março de 2018

O principal destino das exportações de Horizonte, que contabilizou US$ 9,4 milhões em 2017, é a Argentina, seguida por Peru e Paraguai. Esse último apresentou um crescimento de 75% entre 2016 e 2017. É o que aponta estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). O crescimento no valor exportado pelo município em 2017 foi modesto, passando de US$ 13,4 para US$ 13,9 milhões.

A Argentina é também o maior parceiro comercial de Horizonte no âmbito das importações, com US$ 14,1 milhões. Em 2017, apresentou o sétimo melhor desempenho no ranking dos municípios importadores do Ceará, com um total importado de US$ 34,5 milhões, valor esse 41,3% maior do que o de 2016.

O setor de calçados é a força motriz da pauta exportadora do município. O estudo mostra que os dois subsetores líderes são de calçados e juntos correspondem quase a totalidade das vendas externas do município.

CLIQUE AQUI e confira o estudo completo. 

Publicidade

Nissan Kicks produzido no Brasil já está disponível na Argentina

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

21 de Fevereiro de 2018

Modelo fabricado em Resende (RJ) passa a abastecer o país vizinho; Complexo Industrial tem capacidade para satisfazer a demanda dos clientes argentinos

O Nissan Kicks, primeiro modelo Nissan inspirado e desenhado para os mercados da América Latina, e veículo mais premiado da marca na região, muda sua origem no mercado argentino. Com o objetivo de atender à crescente demanda pelo modelo, o crossover produzido no México sai de cena e dá lugar ao fabricado no Complexo Industrial da Nissan em Resende, Rio de Janeiro. 

O primeiro lote de mais de 900 unidades do Nissan Kicks já está disponível em toda a rede de concessionárias da Nissan na Argentina. Esta primeira importação do Kicks proveniente da planta de Resende é um marco importante para a Nissan na região da América Latina, onde o modelo é o mais vendido pela marca japonesa.

O Nissan Kicks produzido no Brasil chega à Argentina em quatro versões: Exclusive CVT, Advance CVT, Advance MT e o Kicks Special Edition, apresentado recentemente pela marca.

A previsão é que aproximadamente 4 mil unidades do Nissan Kicks cheguem à Argentina durante os próximos seis meses. Feito no Brasil com qualidade e tecnologia japonesas, o modelo substitui os Kicks fabricados no México, país de origem do modelo comercializado na Argentina desde junho de 2017.

A exportação do Nissan Kicks feito no Brasil para Argentina demonstra a evolução do Complexo Industrial de Resende e a expansão da Nissan na América Latina. A fábrica, que em abril comemora 4 anos, coleciona conquistas expressivas. Em janeiro de 2018, a planta de Resende produziu seu motor de número 200 mil. Em novembro do ano passado, a fábrica alcançou a marca de 20 mil veículos exportados e, em setembro de 2017, comemorou a produção de 150 mil veículos.

Além do Nissan Kicks, o Complexo Industrial de Resende também produz os compactos Nissan March e Nissan Versa, bem como os motores 1.0 12 v e 1.6 16 v. A planta exporta para 8 países na América Latina (Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai) e a Argentina é o primeiro mercado a importar o Nissan Kicks feito em Resende.

Nissan Kicks
Com um estilo ousado e dinâmico, o Nissan Kicks foi criado para os clientes que levam uma vida agitada nas grandes cidades e precisam enfrentar os desafios da “selva urbana”. O modelo é um dos primeiros a integrar o conceito de “Mobilidade Inteligente” da Nissan, resultado de avançados processos de engenharia e manufatura e inclusão de itens tecnológicos que proporcionam o equilíbrio perfeito entre desempenho e economia de combustível.

O Nissan Kicks traduz este conceito em uma série de atributos, como um motor moderno, o câmbio Xtronic CVT de última geração, peso menor em comparação com seus concorrentes, além de design aerodinâmico que aumenta a eficiência. Além disso, o Nissan Kicks é equipado com tecnologias de segurança realmente úteis, como a Visão 360° com Sistema Inteligente de Câmeras, o Detector de Objetos em Movimento, Controle Inteligente de Chassi, Controle Dinâmico em Curvas, Estabilizador Ativo de Carroceria e Controle Inteligente de Freio Motor, nos modelos topo de linha.

A comercialização do Nissan Kicks foi iniciada mundialmente no Brasil, seguindo depois para outros mercados da América Latina, além da China, Emirados Árabes e dos Estados Unidos, onde começa a ser vendido em 2018. O crossover global tem previsão de lançamento em mais de 80 países.

Com inúmeros prêmios em seu primeiro ano de mercado, o Nissan Kicks rapidamente se tornou um sucesso de vendas no Brasil e na região. Entre os prêmios que recebeu, destaque para “SUV do ano 2017”, concedido pela Federação Interamericana de Jornalistas Automotivos/FIPA, “Melhor Crossover da América Latina, pela Americar, “Melhor SUV Compacto”, da L´Auto Preferita (Brasil), “Melhor SUV Importado”, concedido pela Top Car TV (Brasil), “O Melhor” e “O Melhor SUV do ano”, estes dois últimos pela Car and Driver do Brasil.

Nissan no Brasil
A Nissan, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, está presente no Brasil desde 2000 e opera hoje com mais de 160 concessionárias em todos os estados do País. A empresa investiu R$ 2,6 bilhões na construção de seu Complexo Industrial próprio em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Esta unidade industrial foi inaugurada em abril de 2014 e tem a capacidade de produzir 200 mil carros e 200 mil motores por ano. Atualmente, a unidade industrial fabrica o Nissan March, o Nissan Versa e o Nissan Kicks, além dos motores flexfuel 1.0 12V e 1.6 16V. A Nissan tem cerca de 2.400 funcionários no Brasil.

Sobre a Nissan Motor Co.
A Nissan é um fabricante global de veículos de linha completa, que vende mais de 60 modelos sob as marcas Nissan, INFINITI e Datsun. No Ano Fiscal de 2016, a empresa vendeu 5,63 milhões de veículos no mundo, gerando uma receita de 11,72 trilhões de ienes. No Ano Fiscal 2017, a companhia iniciou o “Nissan M.O.V.E. to 2022”, um plano de seis anos com o objetivo de aumentar em 30% os lucros anuais, para 16,5 trilhões de ienes no fim do Ano Fiscal de 2022, juntamente com uma margem de lucro operacional de 8% e fluxo de caixa livre acumulado de 2,5 trilhões de ienes. Como parte do “Nissan M.O.V.E. to 2022”, a empresa planeja ampliar sua liderança em veículos elétricos, simbolizada pelo veículo elétrico mais vendido do mundo na história, o Nissan LEAF. A sede global da Nissan, em Yokohama, Japão, gerencia operações em seis regiões: Ásia & Oceania; África, Oriente Médio e Índia; China; Europa; América Latina; e América do Norte. A Nissan tem uma força de trabalho global de 247.500 funcionários e tem sido parceira da fabricante francesa Renault, sob a Aliança Renault-Nissan, desde 1999. Em 2016, a Nissan adquiriu uma participação de 34% na Mitsubishi Motors. A Renault-Nissan-Mitsubishi é hoje a maior parceria automotiva do mundo, com vendas combinadas de mais de 10,6 milhões de veículos no ano calendário de 2017.

Para obter mais informações sobre nossos produtos, serviços e compromisso com a mobilidade sustentável, visite Nissan-Global.com. Você também pode nos seguir no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn e ver todos os nossos vídeos mais recentes no YouTube.

Publicidade

Shalom se expande e abre mais cinco missões internacionais

Por Oswaldo Scaliotti em Expansão

28 de Fevereiro de 2017

Comunidade Católica Shalom agora no Panamá, Argentina, Filipinas, Polônia e Paris.

 

Neste ano comemorativo para a Comunidade Católica Shalom, mais uma novidade a ser celebrada, a abertura de novas Fundações que serão estabelecidas em meio às nações. Hoje a Comunidade se faz presente em mais de 30 países e agora se expande com presenças missionárias pelos Continentes.

Até o final deste ano o Shalom abrirá sua missão na cidade de Varsóvia na Polônia, país de São João Paulo II, a fim de continuar fortalecendo a anunciação do Evangelho.

Outra casa também será aberta no Extremo Oriente, na cidade de Manila, capital das Filipinas, no sétimo país mais populoso da Ásia. Lá os missionários da Comunidade Shalom passarão um tempo aprendendo a falar o “tagalo”, língua nativa predominante.

E a “Cidade Luz”, Paris, capital francesa também ganhará uma missão Shalom. Com esta, a Comunidade completa sua quinta casa na França, que chegará com uma Lanchonete para evangelizar, capela e uma vitrine evangelizadora no centro da cidade de Paris. Uma forma de criar laços com os jovens, bem no coração da cidade.

A cidade sede da próxima Jornada Mundial da Juventude (2019), Panamá, também contará com a presença da Comunidade Shalom. “Fomos convidados pelo Arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa, para irmos em missão intensificar e trabalhar pela Jornada de 2019, e a partir de então, firmar presença estável do Shalom do Panamá”, disse Padre Cristiano Pinheiro, responsável pela difusão internacional da Comunidade.

Ainda será aberta uma missão Shalom na cidade de Corrientes, no Nordeste da Argentina, país do Santo Padre o Papa Francisco. Uma cidade universitária, que será contemplada com uma sede Shalom para desenvolver seus trabalhos pastorais e apostólicos.

Além destas outras fundações serão inauguradas no Brasil: Niterói (RJ), Cuiabá (MT). Também mais quatro casas, nas missões que já existem: Fortaleza, Rio de Janeiro e Natal.

Em virtude do elevado número de missionários será fundado um novo Discipulado na cidade do Eusébio/Ce.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Shalom se expande e abre mais cinco missões internacionais

Por Oswaldo Scaliotti em Expansão

28 de Fevereiro de 2017

Comunidade Católica Shalom agora no Panamá, Argentina, Filipinas, Polônia e Paris.

 

Neste ano comemorativo para a Comunidade Católica Shalom, mais uma novidade a ser celebrada, a abertura de novas Fundações que serão estabelecidas em meio às nações. Hoje a Comunidade se faz presente em mais de 30 países e agora se expande com presenças missionárias pelos Continentes.

Até o final deste ano o Shalom abrirá sua missão na cidade de Varsóvia na Polônia, país de São João Paulo II, a fim de continuar fortalecendo a anunciação do Evangelho.

Outra casa também será aberta no Extremo Oriente, na cidade de Manila, capital das Filipinas, no sétimo país mais populoso da Ásia. Lá os missionários da Comunidade Shalom passarão um tempo aprendendo a falar o “tagalo”, língua nativa predominante.

E a “Cidade Luz”, Paris, capital francesa também ganhará uma missão Shalom. Com esta, a Comunidade completa sua quinta casa na França, que chegará com uma Lanchonete para evangelizar, capela e uma vitrine evangelizadora no centro da cidade de Paris. Uma forma de criar laços com os jovens, bem no coração da cidade.

A cidade sede da próxima Jornada Mundial da Juventude (2019), Panamá, também contará com a presença da Comunidade Shalom. “Fomos convidados pelo Arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa, para irmos em missão intensificar e trabalhar pela Jornada de 2019, e a partir de então, firmar presença estável do Shalom do Panamá”, disse Padre Cristiano Pinheiro, responsável pela difusão internacional da Comunidade.

Ainda será aberta uma missão Shalom na cidade de Corrientes, no Nordeste da Argentina, país do Santo Padre o Papa Francisco. Uma cidade universitária, que será contemplada com uma sede Shalom para desenvolver seus trabalhos pastorais e apostólicos.

Além destas outras fundações serão inauguradas no Brasil: Niterói (RJ), Cuiabá (MT). Também mais quatro casas, nas missões que já existem: Fortaleza, Rio de Janeiro e Natal.

Em virtude do elevado número de missionários será fundado um novo Discipulado na cidade do Eusébio/Ce.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti