Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Boletim Estatístico Mensal (BEM) do CIEE

Vagas de estágio e aprendizagem crescem 6,1% em julho

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de agosto de 2019

Boletim Estatístico Mensal (BEM) do CIEE comparou o período em relação ao mesmo do ano passado

O número de vagas de estágio e aprendizagem cresceu 6,1% nos sete primeiros meses do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. O Boletim Estatístico Mensal (BEM) realizado mensalmente pelo Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, entidade filantrópica sem fins lucrativos, ainda aponta que a contratação de jovens e adolescentes cresceu 2,8% no mesmo comparativo.

A região Centro-Oeste registrou crescimento de 7,1% no número de vagas no período, o maior entre as demais regiões analisadas. Seguido pelo Nordeste (6,6%), Estado de São Paulo (5,6%) e a região Norte (4,5%).

Já o número de Novos Ingressos, índice que mede a entrada de jovens que nunca participaram do programa de estágio ou aprendizagem, apresentou crescimento de 0,6% no caso de estagiários e 0,7% no caso de aprendizes no mês de junho, em comparação ao mesmo período em 2018.

Carreiras

O levantamento também apontou que entre os cursos mais buscados, Direito, Pedagogia e Administração, consideradas graduações tradicionais, lideram o topo. Ciências Contábeis e Engenharia Civil vêm em seguida no ranking.

CIEE 55 anos – Transformando vidas, construindo futuros

Desde sua fundação, há 55 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de mais de 200 mil estudantes e a aprendizagem de mais de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltada à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações prioritárias.

Acompanhe o CIEE pelas mídias sociais: Facebook,Instagram, Twitter, YouTube e Linkedin. www.ciee.org.br

5 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CIEE

1 – É uma entidade de assistência social, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos e não tem qualquer vinculação com os governos, Sistema S (Sesi, Sesc, Senai) ou entidades de classe.

2 – Promove o acesso e a integração ao mundo do trabalho a adolescentes e jovens por meio da oferta de programas de estágio e aprendizagem.

3 – É uma entidade qualificada para ministrar os encontros de capacitação socioprofissional a aprendizes.

4 – É mantida por contribuições de empresas e órgãos públicos parceiros nos programas ofertados. Nada é cobrado dos jovens e adolescentes beneficiados.

5 – É dirigido com um conselho composto por educadores, profissionais liberais e empresários, todos voluntários.

Publicidade

Vagas de estágio e aprendizagem crescem 6,1% em julho 

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de agosto de 2019

Boletim Estatístico Mensal (BEM) do CIEE comparou o período em relação ao mesmo do ano passado

O número de vagas de estágio e aprendizagem cresceu 6,1% nos sete primeiros meses do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. O Boletim Estatístico Mensal (BEM) realizado mensalmente pelo Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, entidade filantrópica sem fins lucrativos, ainda aponta que a contratação de jovens e adolescentes cresceu 2,8% no mesmo comparativo.

A região Centro-Oeste registrou crescimento de 7,1% no número de vagas no período, o maior entre as demais regiões analisadas. Seguido pelo Nordeste (6,6%), Estado de São Paulo (5,6%) e a região Norte (4,5%).

Já o número de Novos Ingressos, índice que mede a entrada de jovens que nunca participaram do programa de estágio ou aprendizagem, apresentou crescimento de 0,6% no caso de estagiários e 0,7% no caso de aprendizes no mês de junho, em comparação ao mesmo período em 2018.

Carreiras

O levantamento também apontou que entre os cursos mais buscados, Direito, Pedagogia e Administração, consideradas graduações tradicionais, lideram o topo. Ciências Contábeis e Engenharia Civil vêm em seguida no ranking. (Veja o quadro completo na apresentação anexada ao e-mail)

 

CIEE 55 anos – Transformando vidas, construindo futuros

Desde sua fundação, há 55 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de mais de  200 mil estudantes e a aprendizagem de mais de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltada à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações prioritárias.

Acompanhe o CIEE pelas mídias sociais: Facebook,Instagram, Twitter, YouTube e Linkedin. www.ciee.org.br

5 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CIEE

1 – É uma entidade de assistência social, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos e não tem qualquer vinculação com os governos, Sistema S (Sesi, Sesc, Senai) ou entidades de classe.

 

2 – Promove o acesso e a integração ao mundo do trabalho a adolescentes e jovens por meio da oferta de programas de estágio e aprendizagem.

 

3 – É uma entidade qualificada para ministrar os encontros de capacitação socioprofissional a aprendizes.

 

4 – É mantida por contribuições de empresas e órgãos públicos parceiros nos programas ofertados. Nada é cobrado dos jovens e adolescentes beneficiados.

 

5 – É dirigido com um conselho composto por educadores, profissionais liberais e empresários, todos voluntários.

 

Publicidade

Vagas de estágio e aprendizagem crescem 6,1% em julho 

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de agosto de 2019

Boletim Estatístico Mensal (BEM) do CIEE comparou o período em relação ao mesmo do ano passado

O número de vagas de estágio e aprendizagem cresceu 6,1% nos sete primeiros meses do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. O Boletim Estatístico Mensal (BEM) realizado mensalmente pelo Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, entidade filantrópica sem fins lucrativos, ainda aponta que a contratação de jovens e adolescentes cresceu 2,8% no mesmo comparativo.

A região Centro-Oeste registrou crescimento de 7,1% no número de vagas no período, o maior entre as demais regiões analisadas. Seguido pelo Nordeste (6,6%), Estado de São Paulo (5,6%) e a região Norte (4,5%).

Já o número de Novos Ingressos, índice que mede a entrada de jovens que nunca participaram do programa de estágio ou aprendizagem, apresentou crescimento de 0,6% no caso de estagiários e 0,7% no caso de aprendizes no mês de junho, em comparação ao mesmo período em 2018.

Carreiras

O levantamento também apontou que entre os cursos mais buscados, Direito, Pedagogia e Administração, consideradas graduações tradicionais, lideram o topo. Ciências Contábeis e Engenharia Civil vêm em seguida no ranking. (Veja o quadro completo na apresentação anexada ao e-mail)

 

CIEE 55 anos – Transformando vidas, construindo futuros

Desde sua fundação, há 55 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de mais de  200 mil estudantes e a aprendizagem de mais de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltada à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações prioritárias.

Acompanhe o CIEE pelas mídias sociais: Facebook,Instagram, Twitter, YouTube e Linkedin. www.ciee.org.br

5 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CIEE

1 – É uma entidade de assistência social, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos e não tem qualquer vinculação com os governos, Sistema S (Sesi, Sesc, Senai) ou entidades de classe.

 

2 – Promove o acesso e a integração ao mundo do trabalho a adolescentes e jovens por meio da oferta de programas de estágio e aprendizagem.

 

3 – É uma entidade qualificada para ministrar os encontros de capacitação socioprofissional a aprendizes.

 

4 – É mantida por contribuições de empresas e órgãos públicos parceiros nos programas ofertados. Nada é cobrado dos jovens e adolescentes beneficiados.

 

5 – É dirigido com um conselho composto por educadores, profissionais liberais e empresários, todos voluntários.