Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Experimentando Diferenças

Projeto Experimentando Diferença é vencedor nacional do prêmio Melhores Praticas

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

19 de outubro de 2015

unnamed

O projeto Experimentando Diferenças, que esteve recentemente em Fortaleza, no Shopping Parangaba, acaba de ser escolhido, entre 350 inscritos do Brasil inteiro, vencedor do Programa CAIXA Melhores Práticas em Gestão Local, cujo objetivo é reconhecer e valorizar experiências bem sucedidas e que melhoram a qualidade de vida das pessoas por todo o país. Iniciada em 1999, a premiação é inspirada no programa da Organização das Nações Unidas (ONU): “As Melhores Práticas e Lideranças Locais” (Best Practices and Local Leadership Programme).

Com essa vitória, o Experimentando Diferenças, além de receber o troféu, certificado e divulgação em publicações, filmes e exposições fotográficas, será inscrito em prêmios nacionais e internacionais que tenham relação com o tema, com destaque o concurso de Dubai, organizado pela Onu-Habitat.

“Estar entre os 20 campeões dessa importante premiação é mais que especial e é uma honra, pois ela valoriza experiências bem sucedidas e que melhoram a qualidade de vida das pessoas por todo o Brasil. É o tipo de reconhecimento que nos emociona e nos inspira a seguir em frente”, diz o idealizador do projeto, Fernando Rigo.

O projeto Experimentando Diferenças tem viajado por todo o país levando uma arena de 130m2 com equipamentos de ponta e que é montada em shoppings centers. Nesse ambiente, monitores desafiam o diverso público que visita esses grandes centros comerciais a praticar atividades adaptadas desafiadoras. É possível jogar futebol com os olhos vendados e bocha desportiva, praticar basquete e corrida em uma cadeira de rodas, além de games com simulação virtual de corrida e handbike. O projeto também promove oficinas com atletas e paratletas, além de visitas monitoradas para escolas e instituições.

Presenças especiais – A cada etapa, o evento conta com as presenças de atletas e ex-atletas renomados, como Arthur Zanetti, Fernando Fernandes, Robson Caetano, Flávio Canto e Lais Souza (atleta olímpica que sofreu recentemente um acidente ao praticar esportes na neve), além, é claro, das grandes estrelas do paradesporto nacional, a exemplo de Daniel Dias, Dirceu Pinto, Terezinha Guilhermina, Verônica Almeida, Carlos Farrenberg, Jovane Guissone, Marcia Menezes e tantos outros.

Para os atletas envolvidos, o contato com um público cada vez mais abrangente é bastante gratificante e motivador. E quem confirma isso é o Ricardinho Alves, da seleção brasileira de Futebol de 5, considerado internacionalmente como o ‘Lionel Messi’ da categoria. “É um trabalho de divulgação que mexe com as pessoas. Elas saem com outra visão do atleta de paradesportos”.

O projeto – A iniciativa tem a chancela do Comitê Paralímpico Brasileiro e o patrocínio exclusivo da CAIXA Loterias. Com seu caráter itinerante, o Experimentando Diferenças já montou sua arena em shoppings do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Salvador, Recife, Natal, Curitiba, Brasília, e outras.

Cerca de 130 mil pessoas já aceitaram o desafio de ‘entrar na pele’ de uma pessoa com deficiência que pratica esportes. Em sua 30ª edição e com um cronograma que se estende até 2016, o projeto já foi objeto de mais de 1.000 reportagens nos mais diversos veículos de comunicação, sendo 96 reportagens em TVs. Além disso, tem conseguido atingir o objetivo de mostrar o dia a dia da pessoa com deficiência, disseminar a importância da inclusão e dar visibilidade aos esportes adaptados, afinal, vamos sediar os Jogos do Rio em 2016 e tudo o que nossos atletas precisam é contar com o carinho da torcida brasileira. Uma torcida à altura dos desafios que eles vêm enfrentando e das vitórias que conquistam mundialmente. Esse apoio será especial para que eles também façam bonito em nosso país!

Publicidade

Shopping Parangaba incentiva experiência com atividades paraolímpicas

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

30 de setembro de 2015

Experimentando Diferenças_Parangaba (1)

O Shopping Parangaba recebe nesta quarta-feira, 30, mais um projeto de cunho esportivo e social. Desta vez, o centro comercial sedia o “Experimentando Diferenças”, evento que tem o objetivo  proporcionar momentos de vivência da rotina de atletas paralímpicos ao maior número de pessoas. No espaço montado no shopping, as pessoas passarão por experiências que mostram que as barreiras físicas não impõem limitações para que se tenha destaque no mundo dos esportes. Esta é a primeira vez que a capital cearense recebe o evento, que ficará aberto à visitação gratuita do público na praça central do Shopping Parangaba (piso L1), até o dia 08 de outubro, e terá funcionamento conforme horários do mall.

O Experimentando Diferenças, que é patrocinado pela Caixa Loterias, vai levar atividades esportivas desafiadoras, realizadas numa grande arena com a presença de monitores, onde o visitante tem a oportunidade de vivenciar modalidades do esporte adaptado. A iniciativa tem a chancela do Comitê Paralímpico Brasileiro.

“O Shopping Parangaba tem a honra de receber esse projeto como uma ação de apoio e incentivo às práticas esportivas e faz com que nosso público possa conhecer os esportes paraolímpicos e, principalmente, promover a quebra de paradigmas”, destaca Felipe Bahiana, gerente de Marketing do Shopping Parangaba.

Além de games com simulação virtual de corrida e handbike, é possível, por exemplo, jogar futebol com os olhos vendados tendo uma bola sonora como estímulo ou conhecer o basquete a partir de uma cadeira de rodas. Os materiais esportivos utilizados no Experimentando Diferenças são os mesmos usados por atletas profissionais, de modo a assegurar alto padrão de qualidade.

“Muita gente não sabe, mas o Brasil não perde campeonatos no futebol de cegos há 08 anos. Troféus e títulos no basquete, judô, canoagem, atletismo, dentre outras modalidades esportivas adaptadas, são conquistas dos atletas brasileiros há muito tempo. Nosso sonho, desde que iniciamos o projeto em 2013, é que em 2016 o paradesporto e seus super atletas sejam mais conhecidos e que ganhem de uma vez por todas o coração da torcida brasileira”, diz Fernando Rigo, idealizador do projeto.

Para os atletas envolvidos, o contato com um público cada vez mais abrangente é bastante gratificante e motivador. “É um trabalho de divulgação que mexe com as pessoas. Elas saem com outra visão do atleta de paradesportos”, avalia Ricardo Alves, o Ricardinho da seleção brasileira de Futebol de 5, considerado internacionalmente como o Messi da categoria.

Cerca de 130 mil pessoas já aceitaram o desafio de “entrar na pele” de uma pessoa com deficiência ao praticar esportes. Em sua 29ª edição e com um cronograma que se estende até 2016, o projeto tem conseguido atingir o objetivo de dar visibilidade aos esportes adaptados para pessoas com deficiência e de conquistar o carinho da torcida brasileira. Para fazer bonito em 2016, a expectativa dos organizadores é que esta torcida esteja à altura dos desafios que eles vêm enfrentando.

 Apoio da Caixa ao Paradesporto – A CAIXA é responsável pelo repasse aos Comitês Olímpico e Paraolímpico Brasileiros de 2% da arrecadação bruta de todas as apostas efetivadas nas Loterias Federais, conforme determina a Lei Agnelo Piva. Os recursos oriundos de Loterias Caixa representam hoje a permanente garantia de realização do programa de fomento ao esporte paraolímpico, colocado em execução pelo CPB. Uma espécie de coluna vertebral da estrutura que o Comitê põe a serviço da consolidação do esporte paraolímpico no Brasil. Principal agente financeiro das políticas públicas de desenvolvimento social, a CAIXA, ao investir no paradesporto brasileiro, mais do que propiciar aos atletas de alta performance condições essenciais de treinamento em competições e torneios nacionais e internacionais, valoriza a inclusão social, a educação e a descoberta de novos talentos.

 

Serviço

Experimentando Diferenças

Data: De 30/9 a 08 de outubro

Horários: De segunda a sábado, 10h às 22h. Domingo, de 14h às 20h.

Local: Praça de central do Shopping Parangaba – Piso L1

Atração gratuita

Presença de atletas medalhistas no local:

Quinta-feira (01/10) -19h30- Jovane Guissone (esgrima) e Joana Neves (natação)

Sexta-feira (02/10) – 16h às 19h – Carlos Farrenberg (natação)

Sábado (03/10)  – 16h às 19h – Márcia Menezes (halterofilismo)

Domingo (04/10)  – 16h às 19h – Verônica Almeida (natação)

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

Shopping Parangaba incentiva experiência com atividades paraolímpicas

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

30 de setembro de 2015

Experimentando Diferenças_Parangaba (1)

O Shopping Parangaba recebe nesta quarta-feira, 30, mais um projeto de cunho esportivo e social. Desta vez, o centro comercial sedia o “Experimentando Diferenças”, evento que tem o objetivo  proporcionar momentos de vivência da rotina de atletas paralímpicos ao maior número de pessoas. No espaço montado no shopping, as pessoas passarão por experiências que mostram que as barreiras físicas não impõem limitações para que se tenha destaque no mundo dos esportes. Esta é a primeira vez que a capital cearense recebe o evento, que ficará aberto à visitação gratuita do público na praça central do Shopping Parangaba (piso L1), até o dia 08 de outubro, e terá funcionamento conforme horários do mall.

O Experimentando Diferenças, que é patrocinado pela Caixa Loterias, vai levar atividades esportivas desafiadoras, realizadas numa grande arena com a presença de monitores, onde o visitante tem a oportunidade de vivenciar modalidades do esporte adaptado. A iniciativa tem a chancela do Comitê Paralímpico Brasileiro.

“O Shopping Parangaba tem a honra de receber esse projeto como uma ação de apoio e incentivo às práticas esportivas e faz com que nosso público possa conhecer os esportes paraolímpicos e, principalmente, promover a quebra de paradigmas”, destaca Felipe Bahiana, gerente de Marketing do Shopping Parangaba.

Além de games com simulação virtual de corrida e handbike, é possível, por exemplo, jogar futebol com os olhos vendados tendo uma bola sonora como estímulo ou conhecer o basquete a partir de uma cadeira de rodas. Os materiais esportivos utilizados no Experimentando Diferenças são os mesmos usados por atletas profissionais, de modo a assegurar alto padrão de qualidade.

“Muita gente não sabe, mas o Brasil não perde campeonatos no futebol de cegos há 08 anos. Troféus e títulos no basquete, judô, canoagem, atletismo, dentre outras modalidades esportivas adaptadas, são conquistas dos atletas brasileiros há muito tempo. Nosso sonho, desde que iniciamos o projeto em 2013, é que em 2016 o paradesporto e seus super atletas sejam mais conhecidos e que ganhem de uma vez por todas o coração da torcida brasileira”, diz Fernando Rigo, idealizador do projeto.

Para os atletas envolvidos, o contato com um público cada vez mais abrangente é bastante gratificante e motivador. “É um trabalho de divulgação que mexe com as pessoas. Elas saem com outra visão do atleta de paradesportos”, avalia Ricardo Alves, o Ricardinho da seleção brasileira de Futebol de 5, considerado internacionalmente como o Messi da categoria.

Cerca de 130 mil pessoas já aceitaram o desafio de “entrar na pele” de uma pessoa com deficiência ao praticar esportes. Em sua 29ª edição e com um cronograma que se estende até 2016, o projeto tem conseguido atingir o objetivo de dar visibilidade aos esportes adaptados para pessoas com deficiência e de conquistar o carinho da torcida brasileira. Para fazer bonito em 2016, a expectativa dos organizadores é que esta torcida esteja à altura dos desafios que eles vêm enfrentando.

 Apoio da Caixa ao Paradesporto – A CAIXA é responsável pelo repasse aos Comitês Olímpico e Paraolímpico Brasileiros de 2% da arrecadação bruta de todas as apostas efetivadas nas Loterias Federais, conforme determina a Lei Agnelo Piva. Os recursos oriundos de Loterias Caixa representam hoje a permanente garantia de realização do programa de fomento ao esporte paraolímpico, colocado em execução pelo CPB. Uma espécie de coluna vertebral da estrutura que o Comitê põe a serviço da consolidação do esporte paraolímpico no Brasil. Principal agente financeiro das políticas públicas de desenvolvimento social, a CAIXA, ao investir no paradesporto brasileiro, mais do que propiciar aos atletas de alta performance condições essenciais de treinamento em competições e torneios nacionais e internacionais, valoriza a inclusão social, a educação e a descoberta de novos talentos.

 

Serviço

Experimentando Diferenças

Data: De 30/9 a 08 de outubro

Horários: De segunda a sábado, 10h às 22h. Domingo, de 14h às 20h.

Local: Praça de central do Shopping Parangaba – Piso L1

Atração gratuita

Presença de atletas medalhistas no local:

Quinta-feira (01/10) -19h30- Jovane Guissone (esgrima) e Joana Neves (natação)

Sexta-feira (02/10) – 16h às 19h – Carlos Farrenberg (natação)

Sábado (03/10)  – 16h às 19h – Márcia Menezes (halterofilismo)

Domingo (04/10)  – 16h às 19h – Verônica Almeida (natação)

* postado por Oswaldo Scaliotti