Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Fiec

Novo Atlas Eólico e Solar do Ceará será lançado na FIEC

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de outubro de 2019

Pioneiro no estímulo à geração de energia limpa no Brasil, o Ceará irá lançar no dia 22/10, às 9h, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), o Atlas Eólico e Solar, resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, através da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), FIEC e Sebrae/CE. Trata-se do primeiro atlas híbrido do país e um novo marco na pesquisa e nos negócios relacionados aos dois tipos de energia no Brasil.

O novo Atlas Eólico e Solar do Ceará é um documento de acesso público, direcionado a profissionais, empresários e investidores do setor de energias renováveis, que irá fornecer informações técnicas sobre os recursos eólico e solar no Estado do Ceará. O objetivo é facilitar a identificação de áreas com bom potencial para geração de energia a partir de fontes renováveis, além de dimensionar o potencial eólico e solar por região do estado, aumentando assim a atratividade do Ceará para investimentos na área.

O primeiro mapeamento eólico do Ceará havia sido realizado no ano 2000. De lá para cá, com o surgimento de novas tecnologias e oportunidades de negócios e investimentos, tornou-se necessário atualizá-lo e incrementá-lo com o acréscimo da energia solar e as possibilidades de aproveitamento simultâneo dos dois recursos. Para atender a essa necessidade, o novo atlas apresenta características e funcionalidades inovadoras.

Além da tradicional versão impressa (livro e mapa de parede), o atlas contém uma plataforma online e interativa na internet (site), uma plataforma voltada para smartphone (versão para Android), livro digital e mapa híbrido eólico e solar, permitindo maior facilidade de acesso aos investidores e interessados na prospecção de áreas para construção de usinas. Outro diferencial da ferramenta é o mapa eólico offshore para indicar as regiões mais promissoras na costa do estado. Visando abranger o maior público possível e potencializar o alcance, o material será disponibilizado em formato bilíngue, com dados em português e inglês.

Publicidade

FIEC recebe segunda edição da Exposorvetes nos dias 16 e 17/10

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de outubro de 2019

O Sindicato das Indústrias de Sorvetes do Estado do Ceará (Sindsorvetes), filiado à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), realiza nos dias 16 e 17 de outubro, das 14h às 22h, na Casa da Indústria (Av. Barão de Studart, 1980 – Aldeota), a segunda edição da Exposorvetes Ceará. O evento, que conta com o apoio do Sebrae, reunirá mais de 20 expositores, entre empresas de suprimentos, maquinários, serviços e tudo que envolve a cadeia produtiva do setor. Além disso, acontecerá um circuito de palestras e workshops apresentando tendências e orientações técnicas aos participantes. A Exposorvetes é voltada para empresários, profissionais e estudantes. Inscrições AQUI.

Publicidade

André Siqueira celebra 100 anos de criação do Centro Industrial do Ceará (CIC) próximo dia 21 de novembro na FIEC

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de outubro de 2019

100 anos de contribuição para a indústria, economia e política do Ceará! 2019 tem sido um ano de comemorações para o Centro Industrial do Ceará (CIC) e a festa para celebrar o centenário de criação da instituição será no próximo dia 21 de novembro. Uma programação especial, que tem à frente o atual presidente, André Siqueira, está sendo preparada para o momento, na sede da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC).

Na ocasião, serão lançados o livro do centenário e o documentário, que contam toda a história da entidade, desde a idealização até os dias atuais e perspectivas para o futuro. O documentário conta com a direção do cineasta Wolney Oliveira e roteiro com depoimentos de vários líderes empresariais que já foram membros importantes ao longo de toda a história do CIC.

“É com grande alegria que celebramos os 100 anos do CIC, uma importante instituição que, por todos estes anos, tem contribuído e apoiado o crescimento do Estado. Vários foram os marcos durante este centenário e, agora, temos o Programa de Otimização, Eficiência e Inovação no Ambiente de Negócios”, disse André Siqueira.

Publicidade

Fortaleza é o maior exportador de castanha do Brasil

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de setembro de 2019

Fortaleza permanece como o 4° município no ranking de exportadores do Ceará, tendo acumulado US$ 71,8 milhões em exportações no primeiro semestre de 2019. O valor exportado é 3,6% superior, se comparado ao mesmo período no ano anterior, e representa 6,4% das exportações totais do estado. As importações, por sua vez, têm destaque maior, trazendo a capital ao 2° lugar no ranking do estado. Houve ainda aumento em mais de 37% no valor importado pela cidade, totalizando US$ 327,7 milhões. O fato de ser o município brasileiro que mais exporta castanhas e o segundo em peixes congelados explica boa parte dos resultados obtidos para o comércio exterior da cidade cearense. Os dados são do estudo Análise em Comex – Municípios realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

Fortaleza exportou no período US$ 25,4 milhões em castanhas, representando 35,4% do total exportado pela capital cearense. Foi o produto mais exportado pela cidade. Por outro lado, os óleos betuminosos obtiveram maior aumento em demanda entre os produtos exportados. Com crescimento de 4406,4%, os óleos totalizaram US$ 17,8 milhões em vendas ao exterior. Os Estados Unidos são o maior destino das vendas ao exterior, com US$ 21,8 milhões importados de Fortaleza. Portugal, 3° maior cliente, é o que mais aumentou seu consumo, com total de US$ 5,5 milhões e crescimento de 302,4%.

Os óleos betuminosos são importantes também no âmbito das importações. O produto lidera o ranking no consumo do exterior pela cidade, com US$ 128,3 milhões e crescimento de 262,8% em relação ao ano anterior. A alta nas importações de óleo fez o produto superar a tradicional importação de trigo, que acumulou US$ 100,9 milhões em 2019. Com 42,8% do total importado por Fortaleza o mercado americano é também o principal fornecedor da capital cearense. Apesar de haver aumentado 445,6% em exportações ao município, não foram os Estados Unidos que tiveram maior elevação e sim, o Uruguai. O parceiro sul-americano forneceu ao município o total de US$ 10,2 milhões, valor que cresceu mais que 263 vezes em relação ao acumulado no primeiro semestre de 2018.

Saiba mais

Centro Internacional de Negócios da FIEC auxilia as empresas na inserção no mercado internacional, promovendo a cultura exportadora no Estado do Ceará. O CIN faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC, que junto com Serviço Social da Indústria – SESI Ceará, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Ceará e Instituto Euvaldo Lodi – IEL Ceará formam o Sistema FIEC.

Publicidade

FIEC participa de planejamento estratégico da AECIPP

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de agosto de 2019

A Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP) está construindo o seu planejamento estratégico com a contribuição de empresas associadas e instituições parceiras. Na última quinta-feira (23/8), a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) esteve presente no primeiro encontro desta iniciativa, representada por Kassandra Morais, gerente de Segurança e Saúde para a Indústria do SESI Ceará, Eduardo Salsa, gerente executivo de negócios do Sistema FIEC, e Luis Carlos Sabadia, gerente do Museu da Indústria.

“Para o SESI e a FIEC, participar do Planejamento Estratégico da AECIPP é mais uma oportunidade de colaborar para o fortalecimento e desenvolvimento da atividade empresarial da região e do Estado. Esse foi o primeiro encontro, temos muito trabalho pela frente”, disse Kassandra.

A AECIPP é uma entidade empresarial, sem fins lucrativos, com atuação específica no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), com o objetivo de fortalecer e desenvolver a atividade empresarial nessa região, por meio do atendimento permanente dos legítimos interesses das suas empresas associadas.

Publicidade

Dinalvo Diniz é eleito presidente do Sinconpe/CE

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Maio de 2019

O Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado do Ceará (Sinconpe/CE) realizou nesta segunda-feira (06/05), na Fiec, a cerimônia de posse da nova diretoria, bem como a comemoração dos 6 anos do sindicato. A chapa única liderada pelo atual presidente do sindicato, Dinalvo Diniz, foi eleita no último dia 05 de abril para o mandato de quatro anos (2019-2023).

 

O evento contou com cerca de 80 empresários do setor da construção pesada, engenheiros e do novo presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante, que fez um discurso exaltando a importância do sindicato para a federação e a sociedade cearense. “A parte de infra-estrutura é muito importante para o estado do Ceará como também para o Brasil, e é feita por vocês do Sinconpe. O sistema FIEC, através do observatório da indústria, está preparado para discutir, aprofundar e conhecer sobre o que está acontecendo no mundo no setor que o Sinconpe atua”, disse.

 

O presidente eleito destacou que continuará lutando pelo sindicato frente às dificuldade do setor. “Realizamos ações sempre em direção dos interesses da nossa categoria, mas estamos em um novo momento. A hora em que vivemos nos coloca numa posição de grande vulnerabilidade, a insegurança jurídica aliada a incerteza do cenário político e econômico”, pontua.

 

A diretoria será representada pelos próximos quatro anos pelo atual presidente, Dinalvo Diniz, pelo vice-presidente da área administrativa, Ananias Granja, e pelo vice-presidente da área financeira, Eduardo Benevides.

 

O engenheiro e consultor André Barbosa ministrou uma palestra sobre o tema “Os Desafios do Mercado de Infraestrutura e o Papel dos Associações Público-Privadas”. “Este assunto é de extrema importância para as empresas para perceber novas oportunidade de negócio, bem como para o poder público que perdeu sua capacidade de investimento.  É essencial para o crescimento da infraestrutura do estado e do país num momento de fraco desempenho econômico.

 

Sinconpe/CE

Em maio de 2013 nasce o Sinconpe/CE – Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado do Ceará. Essa organização surgiu através da necessidade das empresas locais de construção pesada em ter uma representação local em  decorrência das demandas. O Sinconpe/CE vem atuando ativamente em defesa dos interesses da classe, buscando melhorias de tabelas de preços e na qualidade das obras. Nossa missão é representar e defender os interesses do nosso segmento, com o desenvolvimento do setor da construção pesada.

Publicidade

LIDE Ceará e FIEC recebem Secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, em uma ação conjunta sobre a nova previdência

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de Abril de 2019

A reforma da previdência vem sendo a principal pauta econômica do Governo Jair Bolsonaro. O tema interessa ao setor produtivo como um todo e é encarado como estratégico para o crescimento do país nos próximos anos. Diante desse cenário, o LIDE Ceará recebe, no próximo dia 10 de maio (sexta), juntamente com a FIEC, o Secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, para debater o “Novo Brasil e a Nova Previdência”. O evento acontece no Hotel Gran Marquise e é exclusivo para filiados e convidados das entidades.

“Está claro que temos um grande problema e este debate sobre a reforma da previdência é imprescindível para pensarmos o Brasil de hoje e dos próximos anos, inclusive no âmbito dos estados e municípios. Este é um tema que foi negligenciado por vários anos e obviamente não poderia passar abaixo do radar do Lide. Garantir a solvência do país e o futuro das próximas gerações é propósito que deve ser abraçado não somente pelo empresariado, mas pela sociedade como um todo”, ressalta Emília Buarque, presidente do LIDE Ceará.

 

Rogério Marinho

Rogério Marinho é Secretário Especial de Previdência e Trabalho, secretaria diretamente ligada ao Ministério da Economia. É economista. Exerceu mandatos de deputado estadual e federal, e na Câmara dos Deputados foi o relator da modernização trabalhista e do projeto que mudou as regras do FIES. Foi também vereador, Presidente da Câmara Municipal de Natal, Secretário Municipal de Planejamento e Secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico.

 

 LIDE Ceará

O LIDE CEARÁ é um grupo de líderes empresariais multisetorial, independente, apartidário, com alta conectividade e com foco no desenvolvimento socioeconômico. O objetivo do grupo é ampliar o ambiente de negócios e as oportunidades, conectando e dando projeção para as empresas, debatendo temas diversos, influenciando e defendendo posicionamentos. O LIDE CEARÁ tem agenda mensal, de fevereiro a novembro, com conteúdo de altíssimo nível e acesso aos principais expoentes do país no campo empresarial e no poder público.

O LIDE nas unidades internacionais (China, Itália, Alemanha, Portugal, EUA, Argentina, Paraguai, dentre outras), representa um ambiente seguro para negócios e desenvolvimento, especialmente entre o mundo e a forte presença do grupo na América Latina, com destaque para o Brasil. A organização está presente nos cinco continentes.

Publicidade

Icapuí é o município do Ceará com maior queda nas exportações no primeiro bimestre de 2019

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

18 de Abril de 2019

Nos dois primeiros meses de 2019, Icapuí exportou US$ 7,3 milhões, figurando como o oitavo município que mais exporta no Ceará. Esse valor, no entanto, é 63,1% inferior ao exportado no mesmo período de 2018. Foi a maior queda entre os 20 municípios que mais exportam no Ceará. As importações, por sua vez, somaram US$ 488,5 mil no primeiro bimestre do ano, uma redução de 69,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. O saldo comercial foi positivo, com um superávit de US$ 6,8 milhões. Os dados são de estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

O subgrupo que engloba “Melões, melancias e papaias (mamões) frescos” é o maior impulsionador das vendas ao exterior, com US$ 6,31 milhões. Logo em seguida, estão os crustáceos, com US$ 754,8 mil. Os principais destinos incluem Holanda, em primeiro lugar, com US$ 3,41 milhões, seguida de Reino Unido, com US$ 2,45 milhões.

Caixas e embalagens são os produtos mais importados pela cidade, registrando US$ 390,1 mil, no primeiro bimestre de 2019. Espanha, México, Israel e Tailândia são as principais origens das importações da cidade.

O PIB a preços correntes de Icapuí foi contabilizado pelo IBGE (2015) em R$ 228,1 milhões, sendo 61% englobado pelo setor de serviços, 27% pelo setor primário e 10% pela indústria. A esfera agropecuária é caracterizada principalmente pela produção de frutas como melões, caju e bananas, além de pescados como lagostas.

Saiba mais

O Centro Internacional de Negócios da FIEC apoia a internacionalização das empresas cearenses e promove ações estratégicas, de capacitação e relações institucionais, com o objetivo de impulsionar as exportações e importações da indústria do Ceará. Faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), que junto com Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará), Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) e o Observatório da Indústria formam o Sistema FIEC.

Publicidade

FIEC receberá em Portugal o Prêmio Valoris Mare 2019

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de Abril de 2019

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará receberá no dia 6 de abril, no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz, em Portugal, o Prémio Valoris Mare 2019. A outorga do Prêmio é justificada pelo presidente dos Prémios Excellens Mare, Miguel Marques, pela FIEC, “de forma pioneira a nível mundial no universo das federações de indústria, ter definido no conjunto das suas estratégias, uma rota estratégica específica para a economia do mar, que visa sinalizar caminhos de construção do futuro, num horizonte temporal até 2025. Para a implementação da rota estratégica da economia do mar foi constituída uma sólida equipa técnica, que já produziu o estudo socioeconômico que caracteriza a economia do mar do Estado do Ceará e o estudo de tendências que analisa em detalhe a evolução das indústrias do mar. De forma bastante inclusiva, envolvendo a comunidade marítima e todas as entidades relevantes, já começou a implementação no terreno da estratégia pioneira que visa gerar valor através do mar.”

O prêmio será recebido pela FIEC, representando o presidente Beto Studart, por Sampaio Filho, líder do Observatório da Indústria da FIEC. Como parte da programação em Portugal, Sampaio Filho esteve quinta-feira com Rui Pinto, diretor operacional e ex-comandante de navio/veleiro, no terminal de Cruzeiros de Lisboa, considerado o melhor e mais moderno da Europa. Gerido por nove colaboradores e com segurança terceirizada, o equipamento portuário possui design inovador icônico, destacando-se pela segurança e agilidade. Sampaio participou ainda de almoço com Carlos Rodriguez, empreendedor com experiência internacional em construção de portos e indústria naval, com negócios concentrados na ilha da Madeira, mais precisamente na zona franca de exportações, onde sua empresa, a SDM é responsável pelo registro internacional de navios.

Nesta sexta-feira, a programação de Sampaio Filho como representante da FIEC marca visitas a Universidade e a Biblioteca Joanina, em conjunto com os diretores da universidade e representantes da NOAA (EUA), Marine Institute (Irlanda) e PLOCAN (Espanha). Já no dia 6,antes da entrega do Prêmio, Sampaio conhecerá a incubadora de empresas da Figueira, reúne-se com diretores da Desporto Náutico Escolar e em seguida fará uma apresentação sobre o Observatório da Indústria da FIEC.

Publicidade

Parceria firmada entre Sindialimentos, Fiec, Sebrae e Adagri trará benefícios para produtores de aves e de entreposto de ovos

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

21 de Março de 2019

Presidente do Sindicato das Indústrias da Alimentação e Rações Balanceadas no Estado do Ceará (Sindialimentos), André Siqueira continua em intenso ritmo para alcançar conquistas para produtores do Estado. Dessa vez, parceria firmada com Fiec, Sebrae e Adagri vai ajudar produtores de aves. A partir de agora, a união destas entidades com o Sindialimentos permitirá a elaboração de plantas arquitetônicas e memoriais descritivos para construção de abatedouros de aves e entreposto de ovos.

Sendo assim, um produtor que pretende construir um abatedouro ou entreposto, ele poderá solicitar ao sindicato as plantas do projeto gratuitamente, por e-mail, e já aprovadas pela Adagri. “Ele não precisará mais fazer investimento, contratar projetista, terá diminuição de tempo e gastos e tudo já estará aprovado, simplesmente, para ser colocado em prática. Uma medida interessante, que trará facilidade para os projetos de quem deseja empreender nessa atividade. O Sindialimentos está sempre em busca de levar benefícios para produtores”, afirmou André Siqueira.

Os interessados podem solicitar os projetos pelo e-mail: sindialimentos@sfiec.org.br

leia tudo sobre

Publicidade

Parceria firmada entre Sindialimentos, Fiec, Sebrae e Adagri trará benefícios para produtores de aves e de entreposto de ovos

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

21 de Março de 2019

Presidente do Sindicato das Indústrias da Alimentação e Rações Balanceadas no Estado do Ceará (Sindialimentos), André Siqueira continua em intenso ritmo para alcançar conquistas para produtores do Estado. Dessa vez, parceria firmada com Fiec, Sebrae e Adagri vai ajudar produtores de aves. A partir de agora, a união destas entidades com o Sindialimentos permitirá a elaboração de plantas arquitetônicas e memoriais descritivos para construção de abatedouros de aves e entreposto de ovos.

Sendo assim, um produtor que pretende construir um abatedouro ou entreposto, ele poderá solicitar ao sindicato as plantas do projeto gratuitamente, por e-mail, e já aprovadas pela Adagri. “Ele não precisará mais fazer investimento, contratar projetista, terá diminuição de tempo e gastos e tudo já estará aprovado, simplesmente, para ser colocado em prática. Uma medida interessante, que trará facilidade para os projetos de quem deseja empreender nessa atividade. O Sindialimentos está sempre em busca de levar benefícios para produtores”, afirmou André Siqueira.

Os interessados podem solicitar os projetos pelo e-mail: sindialimentos@sfiec.org.br