Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Inec

Inec abre seleção para prestador de serviços socioambientais em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Fevereiro de 2020

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) está com seleção aberta para contratação de prestador de serviços socioambientais para atuar no município de Fortaleza (bairros Serrinha e Itaperi). O profissional selecionado atuará na elaboração do planejamento e na execução, em conjunto com a comunidade, do Plano de Desenvolvimento Local Sustentável (PDLS) de acordo com as diretrizes estabelecidas nos programas socioambientais do Inec. Os interessados podem se inscrever até o dia 10 de fevereiro. Mais detalhes da vaga e inscrições através do link: http://bit.ly/trabalhenoinec.

Poderão concorrer profissionais maiores de 18 anos que tenham ensino médio completo e experiência em organizações da sociedade civil ou em atividades comunitárias e/ou socioambientais e/ou de arte e cultura. O período da prestação de serviços é de dez meses, com início em março e encerramento em dezembro deste ano. O prestador será contratado como microempreendedor individual. O valor total do contrato é de R$ 15 mil a serem pagos em dez parcelas mensais. Será disponibilizado também o valor mensal de R$ 250 para cobrir custos com deslocamento no território de atuação.

Atividades do cargo

  • Executar e acompanhar ações sociais participando diretamente de todos os processos envolvidos;
  • Executar e acompanhar os Programas Socioambientais do Inec;
  • Articular parcerias para realização das ações sociais;
  • Aplicar pesquisas para levantamento de dados do território;
  • Realizar e encaminhar relatórios das atividades executadas;
  • Acompanhar os resultados dos projetos executados;
  • Mobilizar os moradores do território para participar das atividades;
  • Contribuir no planejamento e realizar as atividades e os projetos, de acordo com o plano de ação e com o cronograma;
  • Realizar vivências integrativas na condução de grupos;
  • Apoiar o planejamento, a organização e a execução dos eventos da área socioambiental do Inec;
  • Acompanhar cronograma de atividades;
  • Elaborar orçamentos e controlar documentações;
  • Dar suporte à equipe socioambiental do Inec, bem como aos facilitadores e educadores que realizarão atividades no território da sua responsabilidade;
  • Realizar outras atividades dentro de sua competência.

Sobre o INEC

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec tem como missão promover a cidadania por meio de programas socioambientais e de microfinanças com o objetivo de fomentar o desenvolvimento sustentável. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver os programas socioambientais Inec Juventude, Inec Cultura, Inec Território e Inec Tecnologia.

Publicidade

Inec promove exposição Jumento Amostrado para lançar nova marca e em prol de seus projetos sociais

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de agosto de 2019

 

Personalizadas e cheias de identidade e poesia, esculturas de jumentos estarão expostas no shopping RioMar Fortaleza

Trabalhador, resistente, desbravador, cantado em músicas de Luiz Gonzaga (ganhou até uma apologia própria!), exaltado na poesia de Patativa do Assaré. O jumento é mais que um animal, é um símbolo da cultura e da bravura nordestinas. E, para homenagear o Nordeste, região na qual desenvolve importantes projetos sociais, culturais e econômicos, o Instituto Nordeste de Cidadania (Inec) promove a exposição Jumento Amostrado, com lançamento no próximo dia 19 de agosto, às 19 horas, no shopping RioMar Fortaleza (L1, em frente à loja Freitas Varejo).

“A exposição tem como objetivo usar as obras de arte para financiar os projetos do Inec, beneficiando, assim, mais jovens de baixa renda de Fortaleza; e valorizar o jumento, como símbolo da cultura, da história e da paisagem nordestina. Queremos ainda chamar a atenção da população para a necessidade de políticas públicas voltadas para a educação de qualidade, inclusão digital e social, direcionada a adolescentes em situação de vulnerabilidade. A ideia é, por meio do conhecimento, apresentar a esses jovens uma oportunidade real de mudança nas suas trajetórias de vida”, destaca Stélio Gama, presidente do INEC.

A exposição reúne seis esculturas de jumento, em tamanho real (1,6m x 1m), produzidas com uma estrutura em arame e tela coberta e moldadas por fibra de vidro. Elas foram customizadas por seis artistas plásticos cearenses e por crianças e adolescentes alunos do LABInec, do Bom Jardim, em Fortaleza. Cada uma traz pinturas temáticas remetendo a elementos da cultura nordestina e com relação direta a seis projetos desenvolvidos pelo Inec. Entre os elementos regionais utilizados na produção das obras estão os cangaceiros, o cordel, os desenhos rupestres e as marcas do gado, além do grafite urbano.

Segundo Ronaldo Cavalcante, que produziu as esculturas e coordena a exposição, a mostra fala muito sobre a história e a cultura nordestinas. “Estampamos nas esculturas temas de grande relevância na história do sertão. Essa exposição com os jumentos tem um significado muito importante para o Nordeste. Além de destacar a importância desse animal para o desenvolvimento da região e do Brasil como um todo, queremos lembrar também que ele sofre risco de extinção devido à seca, ao abandono e à matança indiscriminada”, comenta o artista plástico que criou a escultura “Jumento que liberta”. O nome da exposição Jumento Amostrado é ideia do jornalista e colaborador do Inec, Cleiber Andrade.

Após o lançamento, os jumentos poderão ser vistos no mall do shopping até o dia 19 de setembro. Além de expor a beleza e criatividade das obras e valorizar a cultura nordestina, a exposição também visa promover a responsabilidade social. Ao final da edição, as peças serão leiloadas e o valor arrecadado será destinado para os projetos socioambientais desenvolvidos pelo Inec.

Uma das iniciativas é o LABInec. Instalados nos bairros Bom Jardim e Vila União, os laboratórios de inclusão digital e social oferecem técnicas e metodologias de alto padrão e eficiência, a partir dos conceitos de Aprendizagem Baseada em Problemas, Design Thinking e Aprendizagem Baseada em Projeto. São ofertadas aulas de Iniciação à Robótica e Jogos Digitais, cujo projeto é baseado na cultura maker, que incentiva a aprendizagem informal, social e cooperativa com foco na criação de dispositivos, usando robótica, automação, eletrônica, eletroeletrônica e outras formas artesanais de fabricação de objetos.

Todo esse conhecimento é transmitido incentivando a pesquisa, o engajamento e a participação dos alunos na busca por solução de problemas e desafios, mediante a observação e a co-criação. Para complementar o aprendizado, a ideia é que crianças e jovens recebam acompanhamento pedagógico e psicológico durante as formações.

Nova marca

O evento de lançamento da exposição Jumento Amostrado será também o momento de apresentação ao público da nova identidade visual do Inec. Ela foi pensada para traduzir sentimentos e ideias que movem o Instituto: paixão, união e comunidade. A nova marca, lançada no ano em que o Inec comemora 26 anos de atividades, reflete a busca cotidiana da instituição por igualdade, o cuidado com o outro e a vontade de fazer juntos.

“Temos como principal missão contribuir para a inclusão e para o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas, potencializando a força coletiva, promovendo a cidadania e o respeito à vida. Temos orgulho de ser uma instituição feita de gente e que se preocupa, em todos os projetos e ações, em enfatizar o poder transformador que cada um de nós tem”, destaca o presidente do Inec, Stélio Gama.

Sobre o Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver os programas socioambientais Inec Juventude, Inec Cultura, Inec Território e Inec Tecnologia.

Serviço

Exposição Jumento Amostrado
Lançamento
Data: Segunda-feira, 19 de agosto, às 19 horas
Local: Shopping RioMar Fortaleza (em frente à loja Freitas Varejo)

Exposição
Data: De 20 de agosto a 19 de setembro, de 10h às 22h
Local: Shopping RioMar Fortaleza    

Publicidade

Inec é reconhecido mais uma vez como uma das Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de agosto de 2019

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) foi eleito pela sétima vez uma das Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil. A organização ficou na 72ª colocação na categoria Grandes Empresas que premiou, na noite da última segunda-feira (12), as 150 mais bem colocadas dentre as 2.642 que concorreram. A diretora Administrativa Socioambiental do Inec, Helda Kelly, esteve na cerimônia do Great Place to Work (GPTW) realizada no Espaço das Américas, em São Paulo, para receber o prêmio.

“Isso mostra que estamos no caminho certo, pois certificações como essa são, sobretudo, um reconhecimento das pessoas que trabalham no Inec, de perceberem que a sustentabilidade das ações perpassa todas as nossas políticas de desenvolvimento humano. Onde tudo é feito pensando na melhor forma de cuidar dessas pessoas”, comemora. A lista é elaborada pelo GPTW, que realizou pesquisas quantitativas e qualitativas com funcionários e gestores das empresas.

Publicidade

Projeto Prosseguir do Instituto Nordeste Cidadania aprova 93 jovens em instituições de Ensino Superior

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

10 de Abril de 2019

O Projeto Prosseguir tem novos motivos para celebrar: a aprovação de 93 jovens, sendo 28 em universidades públicas e 65 em universidades particulares, no último vestibular realizado em 2018. O resultado final das aprovações foi confirmado após a conclusão do processo do Sisu, já incluindo os classificáveis convocados.

A iniciativa do Instituto Nordeste Cidadania (INEC), que visa preparar jovens da comunidade para ingresso no ensino superior e mercado de trabalho, iniciado em 2003, já contabiliza 762 jovens aprovados, 105 turmas realizadas e 3.398 participantes. Além das aulas aos sábados, com proposta de grupo de estudos dirigidos durante a semana, os participantes realizam, como contrapartida, atividades sociais em suas comunidades. Em 2018, foram 206 grupos de estudo e 57 atividades comunitárias.

Em 2018, o Prosseguir beneficiou 11 cidades, com um total de 320 jovens e adultos que concluíram o projeto. No último concurso, no município do Eusébio, foram obtidas 17 aprovações; em Itapiúna, 13; em Milagres, 9; em Caucaia, 7; em São José de Solonópole, 9; em Palhano, 8; em Mulungu, 14; em Jaguaretama, 11; em Fortaleza, 4 aprovações; e uma aprovação em Iguape.

Silvana Vieira, articuladora do Projeto Prosseguir em São José de Solonópole, destaca que a iniciativa veio para somar em sua vida e na de vários jovens da comunidade, além de proporcionar um futuro melhor para os adolescentes carentes de oportunidades. “O Projeto Prosseguir trouxe uma oportunidade a mais para os jovens que sonham com um futuro melhor através do estudo”, declara.

Para a jovem Débora da Silva, também moradora de São José de Solonópole, o Projeto Prosseguir trouxe esperança para os jovens da comunidade, ajudando a realizarem o sonho de ingressar na faculdade. “Um curso recheado de conhecimento, de ótimos professores que sempre ajudaram muito, repassaram todo o seu saber para nos ajudar a chegar na faculdade. Antes eu já havia feito vestibular e ainda não tinha dado certo. Com a ajuda do Prosseguir, consegui ser aprovada no vestibular da URCA, de Iguatu, onde estudo. Sou muito grata a todos do projeto por toda dedicação com cada um dos alunos, além do esforço que fazem para levar esse projeto para outros lugares, para que outras pessoas possam desfrutar desse curso maravilhoso”, finaliza.

Sobre o Projeto Prosseguir

O Projeto Prosseguir existe desde 2003 e é uma iniciativa do INEC que oferece cursos preparatórios de pré-vestibular dando oportunidade aos jovens que estejam cursando ou que já tenham concluído o Ensino Médio em instituições da rede pública de educação e que sejam de famílias com baixa renda. Esse projeto tem como intuito contribuir para o ingresso dos alunos em instituições de Ensino Superior e/ou no mercado de trabalho.

Sobre o INEC

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).

O Inec, que completará 26 anos em 2019, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver os programas socioambientais Inec Juventude, Inec Cultura, Inec Território e Inec Tecnologia.

Publicidade

Inec abre inscrições para novas turmas de robótica, jogos e aplicativos para jovens do Bom Jardim

Por Oswaldo Scaliotti em Qualificação

27 de Março de 2019

Até o próximo dia 28 de março estão abertas inscrições para as novas turmas do LABInec, projeto do Instituto Nordeste Cidadania (Inec), em parceria com a BSQ Inova, o Movimento de Saúde Mental Comunitária (MSMC) e a Sodexo. O projeto é voltado para crianças de 10 a 16 anos provenientes de escolas públicas do bairro Bom Jardim. Serão abertas dez novas turmas: quatro de Iniciação à Robótica, quatro de Jogos Digitais e duas do novo curso de Desenvolvimento de Aplicativos. Ao todo são ofertadas 100 vagas.

Os cursos de Iniciação à Robótica e Jogos Digitais terão duração de seis meses e o de Desenvolvimento de Aplicativos, três meses. As aulas terão início no dia 29 de abril. Os interessados devem procurar o Movimento de Saúde Mental Comunitária (Rua Dr. Fernando Augusto, 985 – Parque Santo Amaro) e apresentar comprovação de matrícula em escola pública do Bom Jardim para fazer a inscrição. Os testes de seleção acontecem entre os dias 26 e 28 de março.

No dia 16 de abril, será a formatura das primeiras turmas do LABInec dos cursos de robótica e jogos que iniciaram em outubro de 2018. Na ocasião, além da solenidade de encerramento, haverá uma premiação para os melhores projetos desenvolvidos pelas crianças.

LABInec

O LABInec é baseado na cultura maker e incentiva a aprendizagem informal, social e cooperativa com foco na criação de dispositivos, usando robótica, automação, eletrônica, eletroeletrônica e outras formas artesanais de fabricação de objetos. O objetivo é despertar nas crianças os potenciais criativos e a capacidade de solucionar problemas. A partir dos conceitos de Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL), Design Thinking (DT) e Aprendizagem Baseada em Projeto (ABP), a metodologia do LABInec envolve pesquisa, engajamento e participação dos alunos na busca por solução de problemas e desafios, mediante a observação e co-criação. As crianças participantes do projeto têm ainda acompanhamento pedagógico e psicológico durante as formações.

Cronograma

07 a 28 de março: Divulgação das vagas e inscrições

26 a 28 de março: Testes de seleção

02 de abril: Divulgação da lista de aprovados

03 a 05 de abril: Matrícula

16 de abril: Encerramento das primeiras turmas e premiação dos melhores trabalhos

27 de abril: Encontro de abertura das novas turmas com pais e alunos

29 de abril: Início das novas turmas

Sobre o Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec, que completou 25 anos em 2018, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver os programas socioambientais Inec Juventude, Inec Cultura, Inec Território e Inec Tecnologia.

Sobre o MSMC

O Movimento de Saúde Mental Comunitária (MSMC) é uma organização da sociedade civil que tem como missão acolher o ser humano, promovendo a saúde mental, a evolução pessoal e comunitária, respeitando as dimensões biopsicossocioespirituais para a promoção da vida. Desenvolve este trabalho há 22 anos, com ações socioterapêuticas e de inclusão social e cultural em Fortaleza e Maracanaú. O MSMC destaca-se pelo desenvolvimento da tecnologia social denominada Abordagem Sistêmica Comunitária, que está sendo aplicada na Bolívia e difundida no Peru e Paraguai.

Sobre a BSQ Inova

A BSQ Inova é uma empresa que tem como missão transformar vidas e negócios através da inovação. Trouxe para o Ceará diversas iniciativas inovadoras, como o Centro de Tecnologias Educacionais para Pessoas com Deficiência, da Dell Computadores, em 2011; e o laboratório de inovação Destac, com a Quanta Computer, onde foi criada a primeira plataforma de EaD do Brasil para qualificação de cegos em Administração. A BSQ participou, ainda, da criação da Cooperativa Pirambu Digital e foi responsável pela implantação de diversos programas de qualificação profissional à distância na área de TI para jovens em situação de vulnerabilidade social.

Publicidade

INEC discute Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nesta terça-feira

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

22 de Janeiro de 2019

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) do Ceará realiza nesta terça-feira (22), a partir das 14h, em sua sede, localizada na Av. Silas Munguba, 3500 – Itaperi, a reunião de articulação do Movimento ODS Ceará. O encontro discute como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão sendo trabalhados no Brasil e no Ceará e tem como objetivo formar parcerias entre instituições e empresas de forma que possam somar forças e desenvolver projetos socioambientais e culturais nas comunidades locais, além de refletir sobre uma agenda coletiva que fortaleça o movimento no estado.

O movimento ODS faz parte da Agenda 2030, criada em 2015, pensada como um plano de ação, entre representantes de 193 estados – membros da ONU – para as pessoas, o planeta e a prosperidade, visando fortalecer a paz universal. O plano indica 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS, e 169 metas para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos.

Publicidade

Inec é eleita a quarta melhor empresa do Brasil para se trabalhar no Terceiro Setor, segundo GPTW

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

15 de Janeiro de 2019

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec), do Ceará, é a quarta melhor empresa para se trabalhar no Brasil na categoria Terceiro Setor. O reconhecimento do Great Place to Work (GPTW Brasil), que foi divulgado na edição de janeiro da Revista Época Negócios, apresenta as dez empresas mais bem avaliadas em relação ao ambiente de trabalho, a partir de uma avaliação de seus próprios funcionários e de um relatório de práticas assinado pelos gestores. Confira o ranking completo em gptw.com.br.

O ranking das entidades do Terceiro Setor que apresentaram as melhores práticas no relacionamento com seus funcionários é liderado pelo Sesc RS, seguido do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos (SP) e da Faculdade Fafire (PE). No total, 75 empresas de todo o país participaram da avaliação.

Para a diretora Administrativa Socioambiental do Inec, Helda Kelly Pereira, o resultado da pesquisa mostra que seus colaboradores reconhecem o esforço da equipe para tornar o instituto o melhor local para se trabalhar no Brasil. “Para nós é motivo de enorme satisfação, mas o que nos enche o coração de orgulho, a cada resultado recebido, é a certeza de que nossas pessoas entendem e reconhecem nosso empenho em fazer da nossa Oscip um lugar cada vez mais excelente para se trabalhar”, declara.

Segundo Helda, a classificação de quarto lugar no ranking da GPTW categoria Terceiro Setor demonstra que o Inec está na direção correta. “Compreendemos que essa certificação indica um excelente desempenho nas práticas de gestão de pessoas e seu nível de satisfação. Isso nos dá energia para prosseguirmos incansavelmente e ir cada vez mais longe”, afirma.

Para a diretora, o resultado alcançado deve-se às políticas e aos trabalhos desenvolvidos dentro da instituição, que tornam os colaboradores conscientes do papel que cada um deles possui na transformação social das comunidades e dos clientes atendidos pelo Instituto. Para 2019 a expectativa é continuar investindo ainda mais nas pessoas. “Ampliaremos as políticas de fomento à nossa cultura de inovação, desenvolvendo ainda mais as nossas pessoas e valorizando nossos talentos”, finaliza.

Transparência

Em novembro passado, o Instituto Nordeste Cidadania recebeu também o Prêmio Melhores ONGs 2018, que reconhece as 100 ONGs do Brasil que mais se destacam pelo trabalho em prol da sociedade, pela transparência e pela gestão de suas organizações. A premiação é realizada pelo Instituto Doar e pela Rede Filantropia.

Sobre o Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).

O Inec, que completará 26 anos em 2019, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver projetos socioambientais nos eixos Educação, Cultura e Desenvolvimento Comunitário.

Publicidade

INEC distribui 15 mil brinquedos para crianças de comunidades do Ceará

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

12 de dezembro de 2018

Mais de 15 mil brinquedos serão distribuídos neste sábado (15), a partir das 14 horas, no Parque Adahil Barreto, para crianças de comunidades de Fortaleza e Região Metropolitana. A ação Inec do Bem é uma realização do Instituto Nordeste Cidadania (Inec) que, além da entrega de brinquedos, promoverá uma tarde de brincadeiras e apresentações culturais gratuitas e abertas ao público. O objetivo é realizar o encerramento das ações socioambientais do Instituto desenvolvidas no ano de 2018. Na ocasião, também serão homenageados os parceiros solidários que contribuíram com a execução das ações.

Os brinquedos artesanais e sustentáveis foram desenvolvidos por 17 grupos produtivos formados e acompanhados pelo Inec durante o ano todo e fazem parte de uma ação que visa promover a geração de renda em comunidades atendidas pela instituição. Ao todo, crianças de 49 associações parceiras do Inec serão beneficiadas com a entrega de brinquedos.

Além do evento no Parque Adahil Barreto, o Inec realizará a entrega de brinquedos em celebrações realizadas pelas comunidades de nove municípios. Os primeiros a receberem as doações foram as cerca de 220 crianças de 0 a 12 anos da Associação Comunitária Esportiva Santo André (Acesa), em Crateús (CE), na semana passada. As próximas entregas de brinquedos acontecem em comunidades localizadas em Pacatuba, Maracanaú, Caucaia, Meruoca, Itapiúna, Guaraciaba do Norte, Boa Viagem e Quixadá.

Sobre o Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).

O Inec, que completa 25 anos em 2018, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver projetos socioambientais nos eixos Educação, Cultura e Desenvolvimento Comunitário.

Fotos: Doações de brinquedos para crianças de 0 a 12 anos da Associação Comunitária Esportiva Santo André (Acesa), em Crateús (CE)

Serviço:

Inec do Bem

Data: 15 de dezembro de 2018, a partir das 14 horas

Local: Parque Adahil Barreto (Rua Major Virgílio Borba, 177 – Dionísio Torres), próximo à quadra de esportes

Evento gratuito e aberto ao público

Publicidade

INEC é agraciado pela sexta vez com Prêmio Melhores empresas para se trabalhar do GPTW

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

10 de novembro de 2018

As empresas concorreram nas categorias pequenas (de 30 a 99 colaboradores), médias (entre 100 e 999) e grandes (a partir de mil colaboradores)

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) foi agraciado, na tarde desta sexta-feira (09), com o Prêmio Melhores Empresas Para se Trabalhar no Ceará em 2018. O evento é uma realização do Instituto Great Place to Work (GPTW), que há 22 anos certifica e reconhece as empresas com melhores ambientes de trabalho no Brasil. As empresas concorreram nas categorias pequena (de 30 a 99 colaboradores), média (entre 100 e 999) e grande (a partir de mil colaboradores).

Das 114 empresas inscritas no Ceará, 50 foram eleitas por apresentarem as melhores práticas no ambiente de trabalho nesta 9ª edição da premiação. Este ano, para a qualificação no ranking, as empresas tiveram que passar por certificação, com índice mínimo de 70% de confiança. Nas listas GPTW, o Ceará está abaixo da média nacional (7%) de rotatividade voluntária, com taxa de 4%. Ou seja, aqui há maior desejo de permanecer no local de trabalho do que no restante das empresas concorrentes no Brasil.

Histórico na premiação

Esta é a sexta vez que o Inec recebe a premiação. Em 2010, o Inec ficou em terceiro lugar, sendo também reconhecido como primeira ONG a participar de premiações de nível nacional, como Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil pelas revistas Época e Você S/A. Em 2011, o Instituto ficou em quinto no ranking. Em 2012, esteve entre as 40 Melhores Empresas para se Trabalhar no Ceará. Em 2016, a premiação foi dividida em duas categorias: Médias Empresas (de 50 a 999 colaboradores) e Grandes Empresas (acima de 1000 colaboradores), estando o Inec entre as premiadas pela categoria Grandes Empresas. Em 2017, entre as 50 empresas reconhecidas por boas práticas de gestão de pessoas no Ceará, o Inec foi eleito a 6ª melhor.

Sobre o Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) criada em 1993, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver projetos socioambientais nos eixos Educação e Cultura e Desenvolvimento Comunitário..

Publicidade

Inec lança, neste domingo (21), Campanha Natal sem Fome 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

19 de outubro de 2018

Quase 15 milhões de brasileiros estão abaixo da linha da pobreza mas poderão ter um Natal diferente, com comida. Para arrecadar alimentos não perecíveis para a população que tanto necessita será lançada, neste domingo (21), a partir das 8 horas, no Parque do Cocó, a Campanha Natal sem Fome 2018. A iniciativa terá lançamentos em vários estados do país entre os dias 14 e 21 de outubro. No Ceará, o evento contará com apresentações culturais, sensibilização do público para a problemática da fome e incentivo a doações.

A meta de arrecadação nacional será de duas mil toneladas de alimentos não perecíveis, sendo 25 toneladas apenas no estado do Ceará. A população poderá doar alimentos no dia 21 de outubro, domingo, no Parque do Cocó, e também  por meio de hotsite e nos postos de arrecadação até o dia 17 de dezembro. Confira os locais de arrecadação em www.inec.org.br.

Promovida nacionalmente pela ONG Ação da Cidadania e desenvolvida no Ceará pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec), Comitê Estadual desde 2003, a Campanha Natal Sem Fome envolve parceiros e todos os mais de sete mil empregados do Inec – distribuídos por toda a região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo – em uma grande rede de solidariedade.

Em âmbito nacional a ação conta com a parceria de duas agências da ONU, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA). Organizações e empresas como Banco do Nordeste do Brasil S.A., Oxfam, Mastercard, B2W, Lojas Americanas, iFood e Ancar Shoppings também participarão nacionalmente de toda a Campanha. No Ceará a iniciativa conta, ainda, com parceria da Defesa Civil do Ceará, Sodexo, Camed, Sesc, C.Rolim Engenharia, Rede ODS Ceará, Rede de Mulheres Empreendedoras Sustentável (Remes) e Governo do Estado do Ceará.

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec, que completa 25 anos em 2018, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver projetos socioambientais nos eixos Educação e Cultura e Desenvolvimento Comunitário.

Sobre a fome no Brasil

Pelo terceiro ano consecutivo, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) anunciou um aumento no número de pessoas que sofrem de fome. No caso da América Latina e do Caribe, 39,3 milhões de pessoas vivem subalimentadas na região, um aumento de 400 mil pessoas desde 2016.

Segundo O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo 2018 (SOFI), em nível mundial quase 821 milhões de pessoas – cerca de uma em cada nove – foram vítimas da fome em 2017, um aumento de 17 milhões em relação ao ano anterior.

De acordo com José Graciano da Silva, diretor-geral da FAO, dados recentes divulgados pela Pnad Contínua, do IBGE, entretanto, sinalizam um aumento da extrema pobreza no país em cerca de 11% de 2016 para 2017 (de 13,3 para 14,8 milhões de pessoas). Tal incremento da pobreza extrema poderá, sim, refletir no aumento do número de pessoas que passam fome no país.

Como  e onde doar?

  • Sede do Inec (Av. Dr. Silas Munguba, 3500 – Itaperi. Fone: 85 3209.9200)

  • Unidades do Banco do Nordeste e todos os pontos de atendimento dos Programas Agroamigo e Crediamigo

  • North Shopping Fortaleza – Fortaleza

  • North Shopping Jóquei – Fortaleza

  • Via Sul Shopping – Fortaleza

  • North Shopping Maracanaú

Doações também podem ser realizadas pelo site www.natalsemfome.org.br (via cartão de crédito ou boleto), de 21 de outubro a 17 de dezembro.

A entrega dos alimentos será feita nos dias 21, 22 e 23 de dezembro em todos os estados participantes através da rede de comitês da Ação da Cidadania em todo o país, fazendo o alimento chegar a centenas de milhares de famílias em situação de insegurança alimentar.

Sobre a Ação da Cidadania

Nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias. Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Serviço:

Lançamento da Campanha Natal sem Fome 2018

Data: 21 de outubro de 2018

Local: Tenda Natal sem Fome no Parque do Cocó (Av. Padre Antônio Tomás, s/n – Cocó)

Horário: a partir de 8 horas

Mais informações: www.inec.org.br / (85) 3209.9237 (Gerência Socioambiental e de Comunicação do Inec)

LANÇAMENTO
CAMPANHA NATAL SEM FOME
 
Programação:
8h – Concentração e Mesa de Lanches
8h-12h:
– Tenda com caixas para receber alimentos 
– Tenda dos parceiros da Campanha
– Sensibilização do público
8h30 – Boas vindas com Humorista David Morais, diretoria do Inec e parceiros
9h –  Fala na Tenda da Zumba
9h30 – Saída em Cortejo
– Percussão do Viva Gente
– Performance do Bloco Doido É Tu
10h – Fala na Tenda Infantil
10h30 – Saída em Cortejo
11h – Encerramento
Publicidade

Inec lança, neste domingo (21), Campanha Natal sem Fome 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

19 de outubro de 2018

Quase 15 milhões de brasileiros estão abaixo da linha da pobreza mas poderão ter um Natal diferente, com comida. Para arrecadar alimentos não perecíveis para a população que tanto necessita será lançada, neste domingo (21), a partir das 8 horas, no Parque do Cocó, a Campanha Natal sem Fome 2018. A iniciativa terá lançamentos em vários estados do país entre os dias 14 e 21 de outubro. No Ceará, o evento contará com apresentações culturais, sensibilização do público para a problemática da fome e incentivo a doações.

A meta de arrecadação nacional será de duas mil toneladas de alimentos não perecíveis, sendo 25 toneladas apenas no estado do Ceará. A população poderá doar alimentos no dia 21 de outubro, domingo, no Parque do Cocó, e também  por meio de hotsite e nos postos de arrecadação até o dia 17 de dezembro. Confira os locais de arrecadação em www.inec.org.br.

Promovida nacionalmente pela ONG Ação da Cidadania e desenvolvida no Ceará pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec), Comitê Estadual desde 2003, a Campanha Natal Sem Fome envolve parceiros e todos os mais de sete mil empregados do Inec – distribuídos por toda a região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo – em uma grande rede de solidariedade.

Em âmbito nacional a ação conta com a parceria de duas agências da ONU, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA). Organizações e empresas como Banco do Nordeste do Brasil S.A., Oxfam, Mastercard, B2W, Lojas Americanas, iFood e Ancar Shoppings também participarão nacionalmente de toda a Campanha. No Ceará a iniciativa conta, ainda, com parceria da Defesa Civil do Ceará, Sodexo, Camed, Sesc, C.Rolim Engenharia, Rede ODS Ceará, Rede de Mulheres Empreendedoras Sustentável (Remes) e Governo do Estado do Ceará.

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec, que completa 25 anos em 2018, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver projetos socioambientais nos eixos Educação e Cultura e Desenvolvimento Comunitário.

Sobre a fome no Brasil

Pelo terceiro ano consecutivo, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) anunciou um aumento no número de pessoas que sofrem de fome. No caso da América Latina e do Caribe, 39,3 milhões de pessoas vivem subalimentadas na região, um aumento de 400 mil pessoas desde 2016.

Segundo O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo 2018 (SOFI), em nível mundial quase 821 milhões de pessoas – cerca de uma em cada nove – foram vítimas da fome em 2017, um aumento de 17 milhões em relação ao ano anterior.

De acordo com José Graciano da Silva, diretor-geral da FAO, dados recentes divulgados pela Pnad Contínua, do IBGE, entretanto, sinalizam um aumento da extrema pobreza no país em cerca de 11% de 2016 para 2017 (de 13,3 para 14,8 milhões de pessoas). Tal incremento da pobreza extrema poderá, sim, refletir no aumento do número de pessoas que passam fome no país.

Como  e onde doar?

  • Sede do Inec (Av. Dr. Silas Munguba, 3500 – Itaperi. Fone: 85 3209.9200)

  • Unidades do Banco do Nordeste e todos os pontos de atendimento dos Programas Agroamigo e Crediamigo

  • North Shopping Fortaleza – Fortaleza

  • North Shopping Jóquei – Fortaleza

  • Via Sul Shopping – Fortaleza

  • North Shopping Maracanaú

Doações também podem ser realizadas pelo site www.natalsemfome.org.br (via cartão de crédito ou boleto), de 21 de outubro a 17 de dezembro.

A entrega dos alimentos será feita nos dias 21, 22 e 23 de dezembro em todos os estados participantes através da rede de comitês da Ação da Cidadania em todo o país, fazendo o alimento chegar a centenas de milhares de famílias em situação de insegurança alimentar.

Sobre a Ação da Cidadania

Nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias. Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Serviço:

Lançamento da Campanha Natal sem Fome 2018

Data: 21 de outubro de 2018

Local: Tenda Natal sem Fome no Parque do Cocó (Av. Padre Antônio Tomás, s/n – Cocó)

Horário: a partir de 8 horas

Mais informações: www.inec.org.br / (85) 3209.9237 (Gerência Socioambiental e de Comunicação do Inec)

LANÇAMENTO
CAMPANHA NATAL SEM FOME
 
Programação:
8h – Concentração e Mesa de Lanches
8h-12h:
– Tenda com caixas para receber alimentos 
– Tenda dos parceiros da Campanha
– Sensibilização do público
8h30 – Boas vindas com Humorista David Morais, diretoria do Inec e parceiros
9h –  Fala na Tenda da Zumba
9h30 – Saída em Cortejo
– Percussão do Viva Gente
– Performance do Bloco Doido É Tu
10h – Fala na Tenda Infantil
10h30 – Saída em Cortejo
11h – Encerramento