Jangadeiro Animal - Tudo sobre pet. 
Publicidade

Jangadeiro Animal

por Fernanda Leite

O forte samoieda

Por Valdemar Pinheiro em Cães

13 de julho de 2020

Difícil não chamar esse cachorro de lindo, sua característica mais marcante é sua pelagem exuberante e totalmente branca, vem da Sibéria e trabalhava puxando trenos e pastoreando os rebanhos, esse é o Samoieda.

 

 

https://www.infoescola.com/caes/samoieda/

 

O Samoieda existe há mais de 3 mil anos e possui esse nome  pois descende dos cães que acompanharam as migrações da tribo  Samoiedos, que viviam na Sibéria e cujas origens remontam à pré-história, os cães eram tratados como membros da família.

http://canilstarschuz.com.br/site/index.php/racax/origem

 

Os cães estavam presentes em todas as atividades dessa tribo nômade, eram usados para caça, guarda, pastoreio, pesca, puxar trenós e barcos, enfim, toda e qualquer tarefa que fosse necessário força e agilidade, o respeito era tão grande, que os Samoiedos dividiam, em partes iguais, os alimentos com seus cães.

Eles viviam dentro das tendas dos Samoiedos e dormiam agarrados com seus tutores, essa função de aquecedor, era utilizado, em especial, para as crianças, os nômades confiavam tanto nos cães que, deixavam seus filhos pequenos sob os cuidados dessa raça, quando iam caçar, pescar ou qualquer outra tarefa, por muitas vezes tinha que lutar com lobos e ursos, para defender seus pequenos tutores..

Cada cão recebia uma função de acordo com seu porte físico e idade, os adultos maiores e mais fortes, eram encarregados da caça e puxar trenós, os adultos menores cuidavam de pastorear os rebanhos e a guarda do acampamento, para os mais velhos era reservado a tarefa de cuidar e brincar com as crianças, cães idosos e fêmeas gestantes não tinham obrigação alguma, por respeito e cuidado.

Um explorador britânico foi o responsável pelo inicio da criação dessa raça, longe da Sibéria, primeiro, levou um exemplar da raça, para presentear sua esposa, posteriormente retornou a Sibéria, voltado com uma linda cadela, começou assim a reprodução da raça fora da Rússia.

Não se deixe enganar pela sua aparência fofa, a samoieda é um cachorro de temperamento forte, graças a todos os séculos que passou trabalhando com os nômades da Sibéria, o samoieda moderno ainda tem muito dos seus ancestrais, é alerta, forte, vigoroso, alegre e atlético, como eram babás das crianças das aldeias da Sibéria, desenvolvem um relacionamento extremamente amoroso com seus pequenos tutores.

É um cachorro que necessita de muita atividade física e mental, pode até ser criando em um apartamento, mas serão necessárias saídas diárias para que ele possa extravasar sua energia, caso contrario comportamentos destrutivos podem aparecer.

O samoieda necessita de treinamento para não virar o dono da casa, como já mencionamos, ele tem um forte temperamento, mas, se bem treinado, desde filhote, se transformara em um cachorro dócil, equilibrado e amoroso com todos os membros da família, com estranhos é bem desconfiado, mas, não ataca, todavia não permite muita intimidade inicial, depois de alguns dias, começa a mostrar toda sua docilidade.

Como era um cão de matilha, é uma excelente opção par quem já tem outros cães ou gatos em casa, de porte médio para grande, pesa por volta de 20Kg e tem, em média, 54cm de altura.

Ele não é um cachorro para ficar fora de casa, pois, como já mencionamos vivia nas tendas com seus donos, na Sibéria, seu lindo pelo branco necessita de escovações diárias, que devem ser iniciadas desde filhote, para que ele se acostume com o procedimento, banhos somente quando necessário.

Para evitar manchas escuras ao redor dos olhos recomenda-se a limpeza diária da região, com produtos específicos, chamado limpa lagrimas, que vc encontra facilmente em boas lojas, esse é um dos maiores problemas da raça, sua manutenção não é barata.

É uma raça com excelente saúde, mas tem tendência a problemas de nos olhos e articulações, logo o acompanhamento veterinário é necessário.

O samoieda é uma raça cara, um filhote, geralmente, passa dos 5 mil reais, podendo chegar aos 10 mil reais.

Graças a sua força e resistência ao clima frio, foi a raça escolhida por exploradores , durante muitos séculos, quando algum explorador partia para desbravar locais que só podiam se locomover com trenós, importavam dezenas de cães da raça samoieda para esse trabalho

Por conta da sua beleza incontestável, é sucesso nas redes sociais, um perfil dedicado a um quinteto de samoiedas no Instagram, conta com  mais de 259 mil seguidores, o perfil posta as aventuras diárias de  Poppet, Demi, Buttons, Poppy e Teddy. Os cliques são pura fofura.

@miss_poppet_the_samoyed

 

 

 

leia tudo sobre

Publicidade

Leishmaniose canina (calazar): a verdade sobre o tratamento

Por Valdemar Pinheiro em Sem categoria

10 de julho de 2020

Texto: Fernanda Leite

“Não existe uma cura definitiva, mas é possível realizar tratamentos que podem acabar com os sinais clínicos e epidemiológicos desta zoonose nos cachorros, livrando-os dos sintomas da doença e da chance de transmitirem o problema, precisando ter acompanhamento o resto da vida, pois recidivas podem ocorrer” – afirmou o médico veterinário Ricardo Henz, da Clínica São Francisco em Fortaleza/CE.

“Mesmo com a aprovação, em 2017, do Ministério da Saúde e da Agricultura para a comercialização do Milteforn (uma das drogas mais utilizadas na Europa para o tratamento da doença), o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) insiste em proibir que médicos veterinários recomendem ou instituam o tratamento” – alertou Henz, acrescentando que é totalmente possível tratar animais com Calazar. “Na Europa, por exemplo, o tratamento é a regra. Só não são tratados animais em estágio terminal” – afirmou o profissional, pesquisador e defensor do tratamento da leishmaniose.

Em setembro de 2015, a engenheira civil Aline Bessa resgatou Angeline, uma Pit Bull, com Leishmaniose. Mesmo com outros cães, ela optou pelo tratamento. “O último exame feito – punção da medula – deu negativo para leishmania, mas a luta contra a doença é permanente” – explicou Aline, que tem uma filha de um ano e convive com a cadela.

Já a ativista da causa animal, Stefânia Rodrigues, resgatou há 15 anos uma cadela do Canil da Polícia Militar, que seria eutanasiada por ter Calazar. “A Mole conviveu comigo todas as minhas gestações. Claro que sempre tive os devidos cuidados. Desde então, venho com uma luta constante para provar a eficácia do tratamento, mostrando, assim, que animais com leishmaniose podem e devem ser tratados” – concluiu Stefânia.

Como em qualquer doença, é melhor prevenir do que tratar. Nenhum método sozinho é capaz de proteger 100% – por isso devem ser usados em conjunto, como por exemplo: vacinar, colocar coleiras repelentes, sprays inseticidas, pipetas repelentes, resguardar o animal à noite em lugar com telhado, entre outras medidas.

A LEISHMANIOSE CANINA Também conhecida por Calazar,  é transmitida por meio da picada do mosquito-palha (flebotomíneo) infectado, sendo mais comum em áreas onde o saneamento básico deixa a desejar, havendo, dessa forma, fatores facilitadores para a propagação do inseto.

 

leia tudo sobre

Publicidade

Zoo – Uma Amizade Maior que a Vida

Por Valdemar Pinheiro em Dicas de filmes e livros, Sem categoria

08 de julho de 2020

Texto: Fernanda Leite

Foto: Divulgação.

Emocionante, grandioso e baseado em fatos reais, “Zoo – Uma Amizade Maior que a Vida” nos ensina grandes valores humanos.  O longa conta a história dos esforços feitos por Tom e seus amigos para salvar o filhote de elefante Buster (com quem o garoto tem uma grande amizade) durante a Segunda Guerra Mundial em 1941. Por causa dos ataques de bombas pelos alemães, na cidade de Belfast, os soldados começam a abater todos os animais considerados perigosos no zoológico da cidade.

Temendo que Buster tenha o mesmo fim trágico dos outros animais, Tom tem a ideia de esconder o elefante, até que a guerra acabe ou os bombardeios terminem. Para isso, ele tem ajuda de dois amigos da escola e de uma senhora solitária, que assim como Tom, é apaixonada por animais. A partir de então, nascem grandes amizades, cumplicidade, lealdade, aventura e momentos emocionantes. Muitos dos acontecimentos levam às lágrimas, para logo em seguida presenciarmos cenas cheias de beleza e até mesmo engraçadas.

Assisti sem nenhuma expectativa, e me surpreendi!

O único defeito do filme foi usar um filhote de elefante de verdade, já que não tem mais necessidade, principalmente quando se trata de animais selvagens. Temos exemplos de longas como “Mogli: O Menino Lobo”, “Planeta dos Macacos: A Origem”, “Dumbo” e “A Dama e o Vagabundo”, que decidiram não usar animais vivos na produção cinematográfica, optando por imagens geradas por computador, animatrônicos e outras tecnologias de ponta.

Principais curiosidades do filme:

O filme é uma adaptação do livro de memórias de Benjamin Mee, “We Bought a Zoo”.

O diretor do longa, Cameron Crowe viajou para o set do filme True Grit para persuadir o ator Matt Damon a assumir o papel do personagem principal (Tom) no filme.

Em vez de um urso escapar, como retratado no filme, foi um jaguar chamado Soberano, que escapou.

A PETA entrou em contato com os produtores de “Zoo”, assim que o filme foi anunciado em 2016, insistindo que não usassem animais vivos. A organização disse ter ficado desapontada com a decisão de incluir um elefante chamado Nellie, que atualmente reside no Canada Lion Safari Park.

Ficha Técnica 

Título: Zoo (Original).

Ano produção: 2017.

Direção: Colin McIvor.

País de Origem: Irlanda – Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte.

 

 

leia tudo sobre

Publicidade

Meu Quadro Pet – Amor aos bichos vira arte e renda

Por Valdemar Pinheiro em Sem categoria

07 de julho de 2020

Texo: Fernanda Leite

A jovem empreendedora de Uberaba/Minas Gerais está fazendo sucesso com quadros bem modernos, estilo arte urbana, usando fotos de pets.

Foto: Arquivo pessoal / Luana Barreto.

A cirurgiã-dentista, Luana Barreto (27) e sua namorada, Ana Alice (26), sempre foram apaixonadas por animais. Há três anos, quando um de seus cachorros foi diagnosticado com positivo para leishmaniose, elas transformaram o amor e a necessidade de cuidar do seu bichinho em renda, nascendo assim o Meu Quadro Pet – quadros personalizados de animais de estimação, totalmente criados com base na fotografia do melhor amigo do homem.

“Começamos bem devagar e ainda crescemos num ritmo mais lento, que é para atender todos com qualidade. Nossos quadros inicialmente eram apenas placas decorativas pequenas e agora se tornaram quadros estilo canvas, com borda espelhada, para um design moderno e diferente”- conta Luana.

Os clientes sempre pedem ideias diferentes e, como o trabalho é feito em contato direto com o consumidor, isso fica mais fácil. Por exemplo: recentemente foi feito um quadro que os pets têm nome de comida, então cada um teve referência de nome em algum acessório: uma amora como se fosse um acessório de pelo, uma bola de chiclete, enfim, surpreender os clientes com novas criações!  As fotos para confecção dos quadros não precisa ser profissional – um registro de celular em boa resolução é o suficiente.

Cachorro de Debby Lagranha em Meu quadro Pet.

“O processo de criação é super simples. O cliente encaminha a foto do pet, e nós encaminhamos algumas pastas com fundos. São selecionados seis fundos diferentes para criação da arte. Finalizando a criação, enviamos as seis artes para que o cliente decida qual será a arte estampa da no quadro”, diz.

O trabalho não se restringe aos cães e gatos, todo e qualquer animal de estimação, incluindo seus donos, podem ser transformados em quadros. A loja é somente virtual, mas o envio é feito para todo o Brasil e com material de primeira qualidade.

O quadro é feito a partir de uma arte digital materializada em uma estrutura de madeira e laminado de alta qualidade. “Utilizávamos canvas/tecido, porém, notamos em um quadro feito pra nossa casa, que com o tempo ele acumulava poeira, mesmo limpando com pano seco e espanador. Daí partimos para o laminado, que permite a limpeza da superfície com pano umedecido em água, sem estragar a arte com o tempo” – pontua. “Adquirindo um de nossos quadros, você estará levando para sua casa um combo de : Amor,  arte, lembrança, saudade, alegria, qualidade” – finaliza Luana.

Foto: Arquivo pessoal / Luana Barreto.

Há muitas razões pelas quais um tutor pode optar por eternizar seu melhor amigo em um quadro. Como por exemplo:

A lembrança de um animal que faleceu, está velhinho ou doente, se tornando uma forma linda e amorosa de homenagem a este que foi seu grande companheiro.

Somente porque você ama muito seu pet, que além de tê-lo ali do seu lado, também quer torná-lo uma obra de arte.

Presentear pessoas queridas com um quadro daqueles que lhe dão tanto amor e lealdade.

Informações e pedidos:

instagram: @meuquadropet

whatsapp: (34) 988373999

Foto: Arquivo pessoal / Luana Barreto.

Foto: Arquivo pessoal / Luana Barreto.

Revisão de texto: Daniel Silva Carneiro Barboza.

 

 

 

leia tudo sobre

Publicidade

Gato preto e gordo desaparecido no Passaré, próximo ao Castelão, pode ser que esteja no Cambeba.

Por Valdemar Pinheiro em Sem categoria

17 de junho de 2020

Rúbia, os filhos e gato desaparecido.

“sou a Rubia. Estamos muitos desolados e tristes, sabe aquela sensação de incerteza que mata por dentro? Nosso gatinho que foi adotado há 7 anos, está desaparecido.

Neste domingo, por volta das 10h40 ele escapou do portão enquanto meu marido foi ao mercado e foi direto para baixo do carro do meu vizinho, estacionado ao lado de nossa casa, sem que ninguém visse. Por ali permaneceu assustado, tentando voltar 3x para nossa casa, mas sem sucesso, pois o portão estava fechado.

11h15 meu vizinho sai para ir até o Cambeba e sem saber, acaba levando ele em alguma parte do carro, provavelmente dentro do motor. Pois, nas câmeras a gente ja olhou mil x, que ele nao saiu debaixo do carro.

No entanto, após sair do Passare, nao sabemos o que aconteceu neste trajeto, não ha indícios de morte no motor, de nada.

Eu não paro de ir do Passare até o Cambeba em busca dele. Não sabemos mais o que fazer, a não ser orar e espalhar cartazes.

Meus filhos e eu só choramos, sem dormir direito, pensando o que pode ter acontecido.
Se alguém pegou ou algo pior aconteceu.
Ele é manso, assustado, nunca saiu de casa!” apela Rúbia Bernades, dona do gato desaparecido.

leia tudo sobre

Publicidade

Marca homenageia os grandes e divertidos companheiros de quarentena

Por Valdemar Pinheiro em Sem categoria

12 de junho de 2020

Com cenas reais de cães e gatos adotados, marca homenageia os grandes e divertidos companheiros de quarentena em nova campanha criada pela BETC/Havas

 Há alguns meses em isolamento social, devido à pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas em home office adquiriram novos parceiros de trabalho, um tanto divertidos e peludos. Considerando esse cenário, Qualitá acaba de estrear uma nova campanha para sua linha de rações Premium, homenageando os pets, grandes parceiros de quarentena de muitas famílias.

Criado pela BETC/Havas, o filme mostra diversas pessoas trabalhando de casa ao lado de seus cães e gatos, todos adotados. Com cenas reais, gravadas pelos próprios donos, o vídeo destaca a rotina dos tutores junto aos talentos profissionais dos pets, descobertos durante esse período. Entre as aptidões mais encontradas estão os fiscais de hora extra, os hipnotizadores de clientes, inspetores de qualidade e até quebra-gelo de reunião.

Desde o lançamento da linha de rações premium, Qualitá adotou um posicionamento de estar ligada à causa da adoção de animais de estimação, destacando os bichinhos e suas histórias em toda a sua comunicação e estimulando as pessoas a terem um companheiro adotado, dando especial atenção aos animais resgatados por instituições de proteção animal.

Campanha de doação de ração – além de consagrá-los como uma das alegrias do dia a dia, o novo filme também reforça a importância de pensar nos animais que estão em ONGs, à espera por adoção, e precisam se manter saudáveis e bem alimentados. Por isso, entre os dias 13 e 14 de junho, a marca fará uma nova edição de uma campanha de doação de rações, na qual a cada quilo de Ração Premium Qualitá vendido nas lojas do Extra e do Pão de Açúcar de todo o País e também pelos sites das marcas (www.clubeextra.com.br e www.paodeacucar.com, respectivamente), será doada a mesma quantidade para ONGs de proteção animal, parceiras do Instituto GPA. Nas duas edições anteriores, realizadas em 2019, a Qualitá doou mais de quatro toneladas de ração.

Toda a criação e execução da campanha foram realizadas de forma remota, com auxílio da agência e da produtora, e seguindo todas as recomendações dos órgãos oficias de saúde.

 

leia tudo sobre

Publicidade

Marca homenageia os grandes e divertidos companheiros de quarentena

Por Valdemar Pinheiro em Sem categoria

12 de junho de 2020

Com cenas reais de cães e gatos adotados, marca homenageia os grandes e divertidos companheiros de quarentena em nova campanha criada pela BETC/Havas

 Há alguns meses em isolamento social, devido à pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas em home office adquiriram novos parceiros de trabalho, um tanto divertidos e peludos. Considerando esse cenário, Qualitá acaba de estrear uma nova campanha para sua linha de rações Premium, homenageando os pets, grandes parceiros de quarentena de muitas famílias.

Criado pela BETC/Havas, o filme mostra diversas pessoas trabalhando de casa ao lado de seus cães e gatos, todos adotados. Com cenas reais, gravadas pelos próprios donos, o vídeo destaca a rotina dos tutores junto aos talentos profissionais dos pets, descobertos durante esse período. Entre as aptidões mais encontradas estão os fiscais de hora extra, os hipnotizadores de clientes, inspetores de qualidade e até quebra-gelo de reunião.

Desde o lançamento da linha de rações premium, Qualitá adotou um posicionamento de estar ligada à causa da adoção de animais de estimação, destacando os bichinhos e suas histórias em toda a sua comunicação e estimulando as pessoas a terem um companheiro adotado, dando especial atenção aos animais resgatados por instituições de proteção animal.

Campanha de doação de ração – além de consagrá-los como uma das alegrias do dia a dia, o novo filme também reforça a importância de pensar nos animais que estão em ONGs, à espera por adoção, e precisam se manter saudáveis e bem alimentados. Por isso, entre os dias 13 e 14 de junho, a marca fará uma nova edição de uma campanha de doação de rações, na qual a cada quilo de Ração Premium Qualitá vendido nas lojas do Extra e do Pão de Açúcar de todo o País e também pelos sites das marcas (www.clubeextra.com.br e www.paodeacucar.com, respectivamente), será doada a mesma quantidade para ONGs de proteção animal, parceiras do Instituto GPA. Nas duas edições anteriores, realizadas em 2019, a Qualitá doou mais de quatro toneladas de ração.

Toda a criação e execução da campanha foram realizadas de forma remota, com auxílio da agência e da produtora, e seguindo todas as recomendações dos órgãos oficias de saúde.