doador de medula ossea Archives - News Maranguape 
Publicidade

News Maranguape

por Dadynha Saturnino

doador de medula ossea

Encontrado doador de medula para Andre Torres. Transplante será feito em SP e família pede ajuda através de vakinha virtual

Por Dadynha Saturnino em Solidariedade

12 de dezembro de 2018

Encontrado doador de medula óssea de André Torres. Arquivo pessoal.

Diagnosticado em junho deste ano com Leucemia Aguda Indiferenciada (LAI), um tipo raro de câncer, o Executivo de vendas André Torres, de 33 anos, acaba de encontrar o seu doador compatível. O transplante de medula óssea será feito em São Paulo-SP, local que ele e sua família precisarão morar cerca de um ano, período do acompanhamento pós-transplante.

 

A felicidade da notícia que o doador foi encontrado deixou a família maranguapense em êxtase, mas, também muito preocupada com a situação financeira, que originou um pedido de ajuda através de uma Vakinha Virtual, com o objetivo de arrecadar 150mil reais, recursos inicialmente previstos para custear esta nova etapa do tratamento. O lançamento da campanha aconteceu nesta terça (11), nas redes sociais. Veja como ajudar!

 

 

Vakinha virtual

 

Vakinha virtual. Família de André Torres lança campanha com pedido de ajuda. Divulgação

O doador de medula óssea encontrado é 90% compatível com o André, e esse percentual já o possibilita seguir para a próxima etapa em busca da cura definitiva da doença. Por se tratar de um tipo de Leucemia rara, o transplante precisará ser feito num Hospital de São Paulo-SP, onde será necessário que ele, a esposa Maytê Lins, o filho Davi (conhecido como bebê caçador de medula) e a mãe, Lúcia Torres morem durante um ano, o que significa despesas de moradia, alimentação, deslocamentos, medicamentos, exames, procedimentos não cobertos pelo plano, entre outras, enfim, todos os custos de viver uma vida fora de casa. Agora, a família pede a ajuda financeira de todos, em qualquer valor, através desta VAKINHA, para André continuar o tratamento em São Paulo e assim vencer mais essa etapa. “Ajude com qualquer valor, através da vakinha virtual ou depósito bancário. Quero ver meu filho crescer”, pede André. A família também disponibilizou os dados bancários para quem desejar contribuir de outra forma:

Banco do Brasil – Agência 0675-0

CC: 32561-9
Mayte de Lima Lins (Esposa)
CPF: 018.700.153-71

Bradesco – Agência: 1579-2

CC: 45713-2
Mayte de Lima Lins (Esposa)
CPF: 018.700.153-71

 

 

 

Caçadores de Medula

 

Foi através do diagnóstico do André que sua família criou a campanha “Caçadores de Medula”, onde o filho de Davi, de 1 aninho à época, se tornou o Bebê Caçador de Medula, e a partir daí iniciaram “caçadas” por cadastros de novos doadores no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME). Em pouco mais de três meses, já foram efetuados quase 1.500 cadastros voluntários em campanhas realizadas em Empresas cearenses (Coca-Cola, Enel, Gera 3 sistemas, Casa Magalhães, Fortes tecnologia, Vector, Uninassau, Feminize, Jangadeiro Têxtil, CIALNE, Dakota, Hospital Haroldo Huaçaba – Instituto do Câncer do Ceará (ICC), Bradesco, Hemoce Praça das Flores, Parque do Cocó), com o apoio do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (HEMOCE) e mesmo localizando o doador do André, a Campanha continua: já estão agendadas as ações no Grupo M.Dias Branco, Hope Maranguape, Prefeitura de Paracuru, Ferrovia TRANSNORDESTINA e Maranguape Shopping Mall.

 

 

Saiba mais em

 

Instagram: cacadores de medula

Facebook: caçadores de medula

Vakinha virtal: Ajude o André Torres

 

Links de reportagens:

 

Garoto de 1 ano comove a internet por “caçar” medula para o pai que tem leucemia

 

Campanha Caçadores de Medula é realizada na Feminize, em Maranguape

 

Caçadores de Medula: cadastro de doadores é realizado na Dakota, em Maranguape

Publicidade

Encontrado doador de medula para Andre Torres. Transplante será feito em SP e família pede ajuda através de vakinha virtual

Por Dadynha Saturnino em Solidariedade

12 de dezembro de 2018

Encontrado doador de medula óssea de André Torres. Arquivo pessoal.

Diagnosticado em junho deste ano com Leucemia Aguda Indiferenciada (LAI), um tipo raro de câncer, o Executivo de vendas André Torres, de 33 anos, acaba de encontrar o seu doador compatível. O transplante de medula óssea será feito em São Paulo-SP, local que ele e sua família precisarão morar cerca de um ano, período do acompanhamento pós-transplante.

 

A felicidade da notícia que o doador foi encontrado deixou a família maranguapense em êxtase, mas, também muito preocupada com a situação financeira, que originou um pedido de ajuda através de uma Vakinha Virtual, com o objetivo de arrecadar 150mil reais, recursos inicialmente previstos para custear esta nova etapa do tratamento. O lançamento da campanha aconteceu nesta terça (11), nas redes sociais. Veja como ajudar!

 

 

Vakinha virtual

 

Vakinha virtual. Família de André Torres lança campanha com pedido de ajuda. Divulgação

O doador de medula óssea encontrado é 90% compatível com o André, e esse percentual já o possibilita seguir para a próxima etapa em busca da cura definitiva da doença. Por se tratar de um tipo de Leucemia rara, o transplante precisará ser feito num Hospital de São Paulo-SP, onde será necessário que ele, a esposa Maytê Lins, o filho Davi (conhecido como bebê caçador de medula) e a mãe, Lúcia Torres morem durante um ano, o que significa despesas de moradia, alimentação, deslocamentos, medicamentos, exames, procedimentos não cobertos pelo plano, entre outras, enfim, todos os custos de viver uma vida fora de casa. Agora, a família pede a ajuda financeira de todos, em qualquer valor, através desta VAKINHA, para André continuar o tratamento em São Paulo e assim vencer mais essa etapa. “Ajude com qualquer valor, através da vakinha virtual ou depósito bancário. Quero ver meu filho crescer”, pede André. A família também disponibilizou os dados bancários para quem desejar contribuir de outra forma:

Banco do Brasil – Agência 0675-0

CC: 32561-9
Mayte de Lima Lins (Esposa)
CPF: 018.700.153-71

Bradesco – Agência: 1579-2

CC: 45713-2
Mayte de Lima Lins (Esposa)
CPF: 018.700.153-71

 

 

 

Caçadores de Medula

 

Foi através do diagnóstico do André que sua família criou a campanha “Caçadores de Medula”, onde o filho de Davi, de 1 aninho à época, se tornou o Bebê Caçador de Medula, e a partir daí iniciaram “caçadas” por cadastros de novos doadores no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME). Em pouco mais de três meses, já foram efetuados quase 1.500 cadastros voluntários em campanhas realizadas em Empresas cearenses (Coca-Cola, Enel, Gera 3 sistemas, Casa Magalhães, Fortes tecnologia, Vector, Uninassau, Feminize, Jangadeiro Têxtil, CIALNE, Dakota, Hospital Haroldo Huaçaba – Instituto do Câncer do Ceará (ICC), Bradesco, Hemoce Praça das Flores, Parque do Cocó), com o apoio do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (HEMOCE) e mesmo localizando o doador do André, a Campanha continua: já estão agendadas as ações no Grupo M.Dias Branco, Hope Maranguape, Prefeitura de Paracuru, Ferrovia TRANSNORDESTINA e Maranguape Shopping Mall.

 

 

Saiba mais em

 

Instagram: cacadores de medula

Facebook: caçadores de medula

Vakinha virtal: Ajude o André Torres

 

Links de reportagens:

 

Garoto de 1 ano comove a internet por “caçar” medula para o pai que tem leucemia

 

Campanha Caçadores de Medula é realizada na Feminize, em Maranguape

 

Caçadores de Medula: cadastro de doadores é realizado na Dakota, em Maranguape